História The Obsession Second season - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags The Obsession
Exibições 33
Palavras 2.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura:)

Capítulo 2 - We're back


Fanfic / Fanfiction The Obsession Second season - Capítulo 2 - We're back

 

 

 

" Enquanto os dias passam a noite está em chamas "

          As mãos dele percorriam pelo meu corpo eu estava amarrada na cama enquanto ele passava seu dedo com calma sob mim o cuidado e a violência era visível dando mais sensações de prazer ao momento , meus olhos estavam fechados eu pressionava com força meus labios inferiores ele estava com um olhar sapeca e tudo o que eu queria era me soltar daquelas cortas e partir para cima dele , suas provocações estavam me matando mas aquela era a diversão para ele , para o meu Justin !

          Meus gemidos eram baixos e sua boca fazia trilhas por meu corpo , ele me virou com cautela depositando alguns tapas na minha bunda me fazendo rir e gemer alto , ele me penetrou dois dedos me fazendo arfar alto . Ele gosta de algo mais selvagem ? Algo mais , excitante ?

          O ego dele talvez subisse , eu estava como sua submissa ele brincava com meu corpo sem o mínimo de dó ou piedade.

          - Você fica melhor assim - dei meio riso e ele deu mais um tapa em mim me fazendo voltar à deitar , vindo até meus braços e tirando aquelas amarras que me fizeram ser torturada por alguns instantes por ele , me soltando não pensei duas vezes em atacar -lo . Pulei encima dele o fazendo me sentir do jeito que ele sempre amou , nossos corpos colados e minhas mãos sob seu peito nos trazendo o paraíso !

          Meus cabelos já grudavam nas minhas costas eu podia ver os seus também na sua testa, Justin precionava suas mãos em minha cintura e nossas respirações estavam ofegantes.

             Eu poderia brincar certo ?

          Percebi que seu orgasmo quase se aproximava, mas reduzi os movimentos que estavam velozes ele me olhou confusa .

          - Amor está sendo mais difícil para mim do que para você - dei um risinho , ele não havia gostado da brincadeira me jogando para o lado segurando meus braços com movimentos rápidos . 

          Tentei me soltar dele mas não foi possível , um êxtase surgiu sob nossos corpo fazendo com que ele caísse sob mim .Justin começou a rir olhei para ele confusa .

          - O que foi ?- o joguei para o lado puxando o lençol cobrindo nossos corpos , eu gostava que ele me aquecesse com seu corpo mas o lençol também ajudava 

          - O que acabamos de fazer , foi sensacional - seus olhos brilhavam - porra te amo muito por poder te foder de todos os jeitos - senti minhas bochechas se queimarem e o seu sorriso brilhava mais .

          Ficamos em silêncio e continuei deitada no seu braço , ele brincava com meus cabelos enquanto eu fazia linhas pelo seu peitoral .

                É bom estar ali , estar com ele .

          Ouvi o meu celular tocar e procurei por todo lugar até achar embaixo da cama, Justin revirou os olhos assim que atendi .

                     - Alô...

          - Selena , como eu uso o cartão neste supermercado ? Na Colômbia eu não tinha essas mordomias - ri pela maneira que Lia havia dito , suspirei me sentando segurando o lençol cobrindo meus seios .

          - Fica aí , eu mando o Chaz te pegar e te ensinar a usar o cartão - ela agradeceu desligando, a colombiana veio comigo para Atlanta ficamos próximas após o que havia ocorrido e des de então Chaz não tirava os olhos daqueles par de peitos comlombianos , me levantei me lembrando que tinha alguns compromissos na casa de Peter e ainda estava deitada na cama de Justin peguei minhas roupas pelo quarto me vestindo quando percebi que Justin cochilava mas quando eu olhei para o lado ele me observava - eu deveria cobrar por você me olhar assim - ri .

          - Te dou toda a minha fortuna - dei um risinho - aonde pensa que vai ?

          - Negócios amor , negócios ! - terminei de me vestir procurando meus sapatos , eu já não morava na mansão Bieber mas frequentava todos os dias , decidi que Justin e eu não podemos ficar tão próximos já o perigo que nos ronda .

          - Odeio essa sua vida de negócios , des de que voltou para Atlanta vive fazendo negócios .

          - Você deveria ser grato , eu estou trazendo fortuna para nós .

          - Eu já sou rico amor - ri pela maneira que ele disse seguindo para o banheiro .

          Terminei de pegar minhas coisas descendo as escadas Chaz estava ali parado e eu havia completamente de Lia .

          - Ela tá com complicações no mercado - se assustou assim que me viu. 

          - Ela sempre tem complicações - pegou suas chaves saindo .

          Segui para o jardim entrando no meu carro, eu adorava estar ali mas não podia estar sempre .

          As coisas estavam difíceis em Atlanta , depois que cheguei até aqui o tal " Marcony " tentou matar Justin duas vezes , pelo que eu entendi Justin tem algo que ele quer e não é dinheiro .

          Eu não havia conhecido ele mas sabia que era perigoso o suficiente, Peter não comentava dele para mim mas algo estava errado Justin e Peter estavam muito quietos à semanas.

          Estacionei meu carro de qualquer forma no jardim da mansão saltando rápido, entrei na sala principal é Mikael pegava aquela piranha ali suas mãos percorriam pelo bumbum dela , ela o estimulava .

          Revirei os olhos e ele não haviam me percebido , fui até o escritório de Peter que estava vazio subi as escadas indo para o meu quarto , eu estava trabalhando para achar Marcony mas não era tão fácil assim .

          O cara parecia um rato que se escondia em qualquer buraco , à mais de uma semana estou nisso e até agora nada ...Nem o nome completo dele descobri , respirei fundo jogando o meu notebook em qualquer canto .

          - Mikael...- gritei mas não ouvi respostas nenhuma , bufei irritada , ele era a minha babá certo ? Deveria estar a minha disposição! 

          Sai do quarto parecendo marchar mais estava com raiva , desci as escadas e eles estavam do mesmo jeito quando eu havia subido .

          Joguei almofadas neles e a piranha caiu no chão. 

          - Sel...- ele disse fraco .

          - Estou lhe chamando você não ouve ? Ou melhor , parem de se pegar na sala da minha casa! - gritei ,olhei para o lado e Peter estava parado ali surpreso com a minha reação - eu quero você pronto em dois minutos, temos negócios para resolver - disse ríspida saindo dali.

          Segui para o jardim indo à garagem pegando outro carro , prendi meus cabelos num coque e ele vinha com vergonha . Entrou no carro em silêncio, dei partida ele continou sério .

          Eu odiava ter que chegar e ver - lo pegando aquela garota, eles pareciam ter fogo a todo momento .

          - Fica aqui ja volto !- hoje era dia de recolher dinheiro das boates de Peter , ajustei minha arma na cintura saltando do carro .

          Era sempre assim , ele me acompanhava até as boates sorridente e brincalhão mas depois que ele começou a ficar com Renata algo mudou ...Ele mudou ! 

          Entrei numa boate famosa em Atlanta, Peter ganhava muito dinheiro ali e toda sexta- feira eu pegava o dinheiro aqui . Carmen vinha ao meu encontro sorridente , à conheci assim que comecei a ajudar Mikael à recolher o dinheiro das boates em todas as boates de Peter alguém comanda a parte financeira , desta é Carmen .

          - Srta. Clooney - estendeu à mão sorridente me cumprimentando , eles insistiam em me chamar de " Clooney" era mais fácil se fosse apenas Selena , caminhamos até o escritório aonde o cofre ficava ela me contava do movimento da boate e do salário das meninas elas não viviam em condições precárias e não eram obrigadas a trabalhar ali , mas era o que dava mais dinheiro para elas - precisamos de mais duas garotas Selena , duas das nossas se demitiram por motivos pessoais não está aparecendo garota alguma para o serviço - quem iria querer vender - se também ? 

          - Irei falar com Peter - sorri pegando o dinheiro e saindo , desci as escadas e ela me acompanhava até a saída , antes que eu chegasse até a saída uma moça de cabelos ate os ombros usava óculos ainda adrentou .

          Ela parecia assustada e olhava para aquele lugar com um certo medo .

          - Eu vou cuidar disso ...- interrompi Carmen de ir até ela .

           - Shii - observei a garota - eu faço isso ! 

          Ela ficou um pouco confusa mais assim eu fiz , fui até a menina ela se assustou quando me viu , sorri e ela após sorriu .

          - O- Oi - ela disse um pouco trêmula, eu percebia a movimentação das mãos e pés ela estava nervosa - você é dona daqui ?- seus olhos tinham lágrimas , seu moletom cinza largo a servia de abrigo .

          - Sou , prazer Selena - entendi à mão e depois de alguns poucos minutos ela também .

           - Prazer Emilly - dei um sorriso.

          - O que acha de se sentar ?- quebrei o clima e ela  sorriu um pouco desconfiada com aquilo , sentamos num lugar mais claro da boate - dois sucos Carmen - ela me olhou confusa , uma boate talvez não teria suco mas ela teria que dar o seu jeito - então, o que faz aqui ? 

           Ela ficou em silêncio , abaixou sua cabeça e depois voltou o olhar para mim .

           - Eu não tenho ninguém , minha mãe morreu e meu pai é um drogado !- vi uma lágrima escorrer do canto do seu olho, ela parecia frágil e algo doía -eu preciso de ajuda , não sabia aonde recorrer e aqui foi o único lugar que encontrei ! 

           Carmen apareceu com os sucos nos entregando , olhei para ela como se dissesse para chamar Mikael mas Carmen era burra o suficiente para não entender .

                Suspirei voltando meu olhar para ela .

           - Você sabe o que as garotas fazem aqui ?- acentiu - você ainda é inocente , parece ser nova é isso que você quer ?- cruzei o cenho.

           - Não tenho escolhas - engoliu o choro - eu não tenho com quem morar e muito menos o que comer - meu cotação se quebrou naquele instante , eu sabia como era difícil não tem ninguém .

           Olhei por cima dos seus ombros enquanto ela continuava falando, vi Mikael entrar me procurando e a interrompi : 

           - Me aguarde aqui - ela olhou para trás vendo Mikael parado ali , caminhei até ele fazendo gestos para que Carmen não tirasse os olhos da menina .

           - Porque está demorando tanto ? Temos mais três boates para ir .

           - Aquela menina, Emilly ...- me olhou confusa - não tem pais um lugar para morar e muito menos comida -passei minha mão entre meus cabelos .

           - Não podemos fazer nada Selena - olhei para ele seria revirando os olhos - não é qualquer desesperado que você coloca dentro da sua casa e da comida e dinheiro .

           - Eu sei o que é não ter ninguém ! - ele ficou em silêncio .

           - O que está pensando em fazer ?- disse fraco .
                      - Ela tem potencial , eu poderia treinar -la - sorri ele parecia não gostar da ideia- foda -se não tô pedindo permissão para você - me virei caminhando até ela e ele vinha atras .

                   - Peter vai odiar em saber disso.

           - Ótimas notícias Emilly... -sorri e ela se assustou ao me ver - vou te arrumar um lugar e comida - ela sorriu levantando - se me abraçando , fiquei estática sem alguma reação.

           - Eu nem sei o que falar , eu faço tudo ...tudo o que quiser 

           - Tudo mesmo ?- disse Mikael, olhei para ele que sorria malicioso .

           - Mikael - dei um tapa nele , ela havia ficado assustada com aquela brincadeira dele- você será treinada por mim !

           - Como assim treinada ?- me olhou confusa , era difícil explicar mas eu tinha que depositar meu estresse em algo fazendo algo , eu poderia treinar ela para matar pessoas ! 

           - Bom vamos dizer que você vai aprender à ...Matar !- seus olhos sr arregalaram e o copo que ela estava na mão caiu no chão se forma do em pedaços .

              - O QUE ?- gritou .

           - Antes isso do que transar por dinheiro , pegar ou largar- sorri sarcástica .

           - Não , eu não posso !- ela havia se sentido ofendida seus olhos não eram mais os mesmos .

           - Ah... -olhei para Mikael não gostando do resultado - tudo bem - dei um sorriso triste , eu tinha esperanças naquela garota mas ela não tinha essa capacidade e o sangue frio - ate logo , vamos Mikael !- disse ríspida saindo daquele lugar .

           Não ouvi nem sequer um ruído enquanto eu atravessava aquela boate, meu coração havia se partido mais uma vez eu estava cheia da escuridão e gostaria de depositar isso em mais alguém .

           - Espera !- antes que eu atravessasse a porta de saída parei ouvindo um gritinho fraco -e- eu aceito ,Selena - me virei e ela estava a poucos metros longe de mim , sorri e ela forçou um sorriso .

           - Mikael ela vai morar junto com Lia naquele apartamento , eu também quero que você de uma quantia de dinheiro para que ela compre roupas vá ao salão essas coisas ...- ele me olhou confuso - o treinamento dela e de Elisa começa amanhã !- me virei saindo - ah ...- parei - vá de táxi ate o apartamento , vou terminar o meu serviço - sorri e ele bufou .

           Lia demorou para entender essa minha vida , demorou para acreditar que éramos a máfia de Atlanta mas aceitou tudo após várias conversas . Eu tinha um contrato de fidelidade com Elisa e com Emilly não seria diferente , eu iria apresentar os prazeres mundanos os prazeres da vida do crime ! 











Notas Finais


Oii amores ❤ como estão ? Estou demorando um pouco para postar pq os capítulos estão sendo grandes e bem elaborados , me dêem sugestões do que posso fazer , Também pensei em dar algumas músicas " temas " que eu sempre ouço escrevendo que ajudaria vcs a ler e se aproximar mais de mim ;*

Não esqueçam de comentar e favoritar ;*
The Obsession , está d volta amoress


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...