História The Only Exception - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carlson Young, Daniel Sharman
Personagens Personagens Originais
Tags Brooke Spencer, Isaac Sherwood, Isaake, Nobody Does It Like You, Romance, The Only Exception
Exibições 58
Palavras 1.259
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lírica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi bebezinhas da minha vidinha
to postando muito rápido mas idai to nem ai
leiam as notas finais, tchaubrigado
boa leitura <3

Capítulo 19 - O que você tem, que me deixa assim, louco por você?


Fanfic / Fanfiction The Only Exception - Capítulo 19 - O que você tem, que me deixa assim, louco por você?

Senti a luz do Sol incomodar meus olhos assim que os abri. Olhei para o lado e vi Isaac dormir calmamente. Seu peito subia e descia, conforme sua respiração. Me sentei na cama e passei as mãos pelo rosto. Isaac se mexeu, e senti suas mãos acariciarem minhas costas.

Me virei para olha-lo e sorri. Ele sorriu de volta e se sentou na cama. Senti seus lábios tocarem meu ombro nu e eu fechei os olhos.

- Eu preciso ir embora – sussurrei.

- Não – disse manhoso, e me puxou para mais perto. Seus braços ficaram em volta da minha cintura, e ele distribuiu beijos pelo meu rosto. Acariciei seus braços fortes e me virei para olha-lo.

- Preciso de um banho – falei, fazendo uma careta e ele riu baixinho.

- Vou com você – sussurrou e eu senti todo meu corpo se arrepiar. Me levantei da cama, e ele também. Seus braços rodearam meu corpo novamente, e fomos em direção ao banheiro de seu quarto junto.

Me livrei de minha lingerie e entrei no chuveiro. Isaac fez sua higiene, e depois entrou também. Ele me olhou de cima a baixo e sorriu. Levei minhas mãos até sua nuca e acariciei seu cabelo. Suas mãos tocaram minha cintura nua, e ele me prensou na parede gelada. Liguei o chuveiro, e deixei que a agua quente molhasse nossos corpos.

- Isaac – gemi baixinho, quando seus lábios tocaram meu pescoço. Arranhei sua nuca e senti suas mãos apertarem minhas coxas. Quando ele parou de beijar meu pescoço, me olhou com um sorriso sapeca e colou nossos lábios. Puxei alguns fios de seu cabelo quando senti sua ereção roçar na minha coxa.

Ele me olhou e passou a língua entre os lábios.

Droga, ele é tão sexy.

* * *

Enrolei meu corpo na toalha azul que tinha no banheiro, e sai do mesmo junto com Isaac. Assim que entramos de volta no quarto, a porta foi aberta por Kaya e Matt.

Senti todo meu corpo se arrepiar quando eles me olharam, e minhas bochechas queimaram. A boca da Kaya se formou em um perfeito “o” e Matt nos olhou malicioso.

- Meu Deus, nos desculpe... Eu não... Eu não... Ah que droga! – Kaya disse nervosa, e Matt riu.

- Desculpe interromper – Matt disse malicioso.

- Não atrapalhou nada não – Isaac disse indiferente e abriu o guarda roupa. Fiquei sem graça com os dois me olhando e engoli em seco. Kaya ficou mais sem graça que eu, e saiu.

- Usem camisinha – Matt disse, dando uma ultima olhada em nós, e depois fechou a porta. Olhei desesperada para o Isaac, que riu alto da minha reação.

- Que vergonha!

- De que? Do meu pai? – perguntou com as sobrancelhas arqueadas, e vestiu uma cueca boxer.

- É, Isaac – falei nervosa, e ele riu. Veio na minha direção e colou nossos lábios num selinho demorado. Depois, puxou minha mão em direção ao seu guarda roupa. 

Vesti uma cueca dele e depois uma blusa branca, que ficou parecendo um vestido. Ele riu e depois me abraçou. Acariciei seus braços fortes e ele me olhou sorrindo.

- Você é tão lindo – sussurrei, e acariciei seu rosto. Ele sorriu, e seus lábios tocaram minha testa.

- Vem, vamos descer pra comer alguma coisa – falou, entrelaçando nossos dedos. Saímos do seu quarto, e assim que cheguei a ponta da escada, suas mãos tocaram minhas coxas e ele me pegou no colo. Seus braços estavam segurando minhas pernas com facilidade, como se eu fosse algo leve, enquanto eu apertava seu ombro com força.

- Nós vamos cair! – gritei, quando ele começou a descer a escada correndo. Fechei os olhos com força e escutei a risada alta dele. Abri os olhos quando senti meus pés tocarem o chão.

Segui Isaac até a cozinha, e assim que entramos no cômodo encontramos Kaya e Matt. Eu ainda estava completamente sem graça, não conseguia nem sequer olhar pra eles, enquanto Isaac estava completamente normal.

- Brooke, não precisa ficar com vergonha. Meu pai também transa – Isaac falou alto, me deixando mais sem graça. Matt riu alto, e veio em minha direção.

- Ainda bem que eu não estava aqui ontem a noite – riu e abriu a geladeira.

- Ainda bem mesmo – Isaac disse malicioso e eu levei as mãos até meu rosto.

- Você só tá me deixando mais sem graça – fechei os olhos e Matt riu. Escutei passos vindo na minha direção, e suas mãos tocaram minha cintura.

- Relaxa bebê – sussurrou e colou nossos lábios.

- Eu não acredito que isso está acontecendo – Kaya disse animada, e Isaac riu quando separamos nossos lábios – Eu vi vocês crescerem!

- Ah Kaya, todo mundo sabe que a gente torcia pra eles ficarem juntos – Matt disse dando de ombros. Isaac entrelaçou nossos dedos e me guiou até a mesa.

- Matt, sei que vai soar estranho o que eu vou falar – puxei uma cadeira, e me sentei ao lado da Kaya – Mas tem como você, sei lá, não dizer pro meu pai que eu dormi aqui e que você me viu saindo do banheiro com seu filho?

- Putz Brooke... Eu já liguei e contei – disse sério e eu senti um arrepio.

- Para de zoar ela, pai – Isaac disse e ele começou a rir.

- Nunca mais faça isso, Matt! – falei, levando as mãos até o meu coração.

- Sogrão Matt, okay Brooke?! – falou rindo e eu senti minhas bochechas queimarem.

- Porra, eu nem pedi ela em namoro ainda – Isaac disse rindo.

- Ainda?! – eu e Kaya dissemos juntas, e depois começamos a rir.

Tomamos café e comemos um bolo maravilhoso, e depois fiquei um pouquinho com o Isaac assistindo desenho na sala. A tarde eu pedi pra ir embora, mas o Isaac insistiu que eu ficasse com ele, e não tinha como eu dizer não.

Mãemãe: Nenê, você tá na Willa né?

Brooke: Não...

Mãemãe: ONDE VC TA BROOKE SPENCER ??????????

Brooke: No Isaac

Mãemãe: ufa, pq não disse antes?

Mãemãe: PERAAAAAAAAI

Mãemãe: vc dormiu ai?

Brooke: tchau mãe, to indo p casa 

Deixei o celular na cômoda e vi Isaac se jogar na cama. Me joguei ao seu lado, e sorri quando ele me olhou. Colei nossos lábios e suas mãos tocaram minhas coxas nuas. Quando percebi, já estava sentada no colo dele.

- Isaac – sussurrei e ele riu baixinho. Acariciei sua nuca e ele começou a distribuir beijos pelo meu pescoço, e eu soltei um gemido quando ele mordeu e começou a chupar.

- Boo – sussurrou e eu olhei no fundo de seus olhos – O que você tem, hein?

- Como assim? – perguntei baixinho.

- O que você tem, que me deixa assim, louco por você? – arqueou as sobrancelhas e eu colei nossos lábios. Suas mãos invadiram a camiseta, e ele acariciou minha cintura, e depois suas mãos foram para o meu sutiã.

- Queria muito ficar com você, mas preciso ir – falei, quando percebi que se eu ficasse, transaríamos de novo – Cadê minhas roupas?

- Ali – falou apontando pro canto do quarto.

- Pode sair do quarto? – perguntei arqueando as sobrancelhas e ele riu.

- Já vi tudo e mais um pouco – falou malicioso.

- Por favor, Isaac – pedi fazendo bico e ele revirou os olhos. Ele saiu do quarto, e eu tirei a blusa dele. Vesti minha roupa, mas acabei ficando com a cueca dele, já que não achava minha calcinha. 

- Vamos? – gritou do outro lado da porta. Dobrei a camiseta dele e deixei em cima da cama. Peguei minha bolsa e sai do quarto.

- Vamos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Eu não gosto muito desse capítulo, mas é aquele ditado né, vamo fazer oq né
não vou ficar enrolando, pq hj é dia de maldade (ver netflix até seis horas da manhã) e cada minuto é precioso hehehe
deixem suas opiniões nos comentários

p.s. não sei se vcs se lembram, mas quem leu Nobody Does It Like You, na primeira temporada, tem um capítulo que o Kyle desce as escadas com a Zoe nas costas, e ela diz "nós vamos cair" :') (sim, sou nostalgica, e sim, eu lembro disso)
amo vcs bebêzinhas, sério <3
xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...