História The Only Exception - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carlson Young, Daniel Sharman
Personagens Personagens Originais
Tags Brooke Spencer, Isaac Sherwood, Isaake, Nobody Does It Like You, Romance, The Only Exception
Exibições 126
Palavras 1.544
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lírica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
to feliz
tenham boa leituraaa
leiam as notas finais
<3

Capítulo 2 - Eu não estou afim dele


Fanfic / Fanfiction The Only Exception - Capítulo 2 - Eu não estou afim dele

- Eu nunca tinha parado pra olhar pra ele, entende? – falei, e me joguei em minha cama. Senti todo meu corpo relaxar quando encostei minha cabeça no travesseiro fofo.

- Ah, vai me dizer que está apaixonada por Isaac Sherwood? – disse rindo. Peguei uma almofada que estava na minha cama e joguei nela. Ela soltou um gritinho baixo, tacou a almofada em mim e voltou a vestir seu pijama.

- Para com isso, Willa. – falei sem graça. Ela veio em minha direção e se sentou ao lado do meu corpo na cama.

- Eu sei que ele é muito gato, Boo. Mas assim, você o conhece desde sempre, Oliver é o melhor amigo dele, e fora que ele é o maior galinha. – disse, passando os dedos finos pelo meu cobertor roxo.

- Eu não estou afim dele, foi só um comentário. – falei. Willa tombou a cabeça pro lado e me olhou desconfiada. – Para com isso, e vá dormir! – ordenei rindo.

* * *

Acordei com o barulho irritante do despertador. 

Respira, inspira. Faltam apenas quatro dias pra viagem de férias para Ibiza, você consegue Brooke – disse para mim mesma.

Me levanto da cama e pego meu uniforme no armário. Depois de vesti-lo, pego um par de meias e as minhas botas. Entro no banheiro e faço minha higiene matinal. Calço a bota e saio do banheiro. Encontro Willa trocando de roupa, e caminho até minha mochila para separar meu material.

- Tive um sonho estranho. – solta do nada. Olho para ela curiosa, e me sento na cama para escutar o que ela tinha pra me dizer. – Kieran estava me traindo. Com uma garota em Ibiza.

- Uow. – minha boca se formou em um perfeito “o”. – Acha que isso pode ser um sinal? – pergunto curiosa e ela me olha com os olhos arregalados.

- Acha que ele vai me trair? – perguntou. Fechei os olhos com força, e desejei voltar no tempo para não fazer essa pergunta.

- Claro que não, Willa. Mas muitas pessoas dizem que os sonhos podem acontecer, essas coisas. – peguei minha bolsa e a pendurei no ombro. – Mas vem, vamos tomar café para depois ir para aula, e pare de pensar nisso! Você é maravilhosa, por que o Kieran iria querer outra pessoa, hein?

- Você tem razão! – forçou um sorriso e abriu a porta. Demos de cara com Audrey, que sorriu pra gente.

- Bom dia. – disse, fingindo animação.

- Se o dia fosse bom, não teríamos aula de calculo no primeiro horário. – falei, fazendo careta. Audrey riu e Willa ficou quieta. 

- Por que a loirinha está quietinha? – Audrey perguntou curiosa. Olhei para Willa, e depois para Audrey. Erámos amigas, mas às vezes, nós gostávamos de deixar alguns assuntos para depois.

- Insegurança. – disse, e dei de ombros.

- Me deixa adivinhar. – Audrey disse, enquanto caminhávamos até a cantina. – Kieran.

- Acertou. – Willa sussurrou desanimada. Assim que entramos na cantina, Kieran sorriu pra nós, e nos chamou para sentarmos-nos à mesa onde ele estava. Caminhamos até ele, e ele deu um selinho na Willa.

- Oi meninas. – sorriu para nós. Dei um sorriso em resposta, e Audrey sussurrou um oi. – O que você tem? – perguntou, passando as mãos pelos cabelos loiros da namorada.

- Nada. – forçou um sorriso. – Vem, vamos tomar café. – puxou sua mão, e os dois foram para fila. Me sentei em uma cadeira, e Audrey ficou de frente para mim.

- Esperamos eles voltarem para irmos pegar o nosso café? – perguntou, arqueando as sobrancelhas.

- É o jeito, se não, vão pegar nossa mesa. – dei de ombros. Assim que encostei minhas costas na cadeira, vi meu irmão entrar na cantina acompanhado pelo Isaac, como sempre. Os dois vieram sorrindo na nossa direção. Isaac foi mais rápido, e se sentou ao meu lado. Oliver ficou do lado da Audrey.

- Oi gatinhas. – disse sorrindo. Devolvi o sorriso e escutei Audrey sussurrar um oi. Senti todo meu corpo arrepiar, quando Isaac se sentou ao meu lado e levou seu braço até a ponta da minha cadeira. Seu dedo acabou tocando meu ombro nu, onde ele acariciou e me olhou sorrindo.

- A fila tá começando a ficar cheia. Vou pegar alguma coisa pra comer, você quer? – Isaac perguntou, olhando para mim. Arqueei as sobrancelhas e escutei Oliver rir.

- Tem mais duas pessoas nessa mesa, não ofereça só pra ela. – Oliver disse debochado. Isaac sorriu e se virou para olhar meu irmão mais novo.

- Você quer alguma coisa, Audrey? – perguntou educado.

- Só uma maçã. – ela disse, dando de ombros.

- Você Brooke? – voltou a me olhar.

- Só um sanduiche. O que você escolher. – dei de ombros.

- Tá, eu vou querer um... – Oliver começou. 

- Deus te deu duas mãos e duas pernas, levante e pegue. – Isaac se levantou rindo e Oliver revirou os olhos.

- Vocês são muito sortudas por terem um par de peitos. – Oliver debochou e se levantou, indo até a fila.

- O que foi aquilo? – Audrey perguntou curiosa. Arqueei as sobrancelhas, sem entender e ela revirou os olhos. – Isaac.

- Ah. – disse, coçando a nuca. – Foi ele agindo normal, né? – dei de ombros.

- Ele acelerou o passo para sentar do seu lado. Acariciou o seu ombro e se ofereceu para pegar café pra você. – disse com as suas sobrancelhas arqueadas. Soltei o ar de maneira pesada, e cruzei os braços.

- Primeiro: já pensou na possibilidade do Oliver ter pedido para se sentar do seu lado? Segundo: Isaac é carinhoso, por isso encanta as garotas. Terceiro: ele ofereceu pegar pra você também! – falei e ela revirou os olhos.

- Ofereceu por educação! 

- Chega desse assunto. – falei, quando vi que Willa, Kieran, Isaac e Oliver estavam voltando.

Isaac voltou a se sentar do meu lado. Willa sentou do lado do Isaac, Kieran na ponta da mesa, do lado da Willa. E Oliver estava sentado do lado da Audrey.

- Sua maçã, Audrey. – Isaac sorriu e ela pegou a fruta.

- Obrigada. – forçou um sorriso.

- Peguei suco de laranja pra você. – Oliver disse me entregando um copo.

- E eu peguei um sanduiche de peito de peru pra você. – Isaac sorriu. Agradeci e comecei a comer.

* * *

O dia foi cansativo, como todos os outros. Dois horários de cálculo, dois de ciência avançada e educação física. A única coisa boa foi que, descobrimos que a professora que vai nos acompanhar na viagem é a de educação física, o que significa que ela vai festejar com a gente, por ser nova, ao invés de ficar enchendo o saco como qualquer outro professor faria.

Estava saindo da quadra coberta, quando senti uma mão puxar meu braço. Virei meu corpo, dando de cara com um garoto diferente.

- Oi. – disse sorridente.

- Oi. – o olhei curiosa. – Você é?

- Noah. – ele continuou a sorrir e estendeu sua mão.

- Oi Noah, eu sou a Brooke. – forcei um sorriso e apertei sua mão.

- Eu sou novo aqui, e estou meio perdido. – coçou a nuca. – Pode me dizer onde é a educação física dos garotos?

- Ah, posso te levar lá se quiser. – dei de ombros.

- Não tem problema?

- Nenhum. – forcei um sorriso. Enquanto caminhava com Noah em direção à piscina, ele me contou como veio parar aqui. Disse que se mudou para NYC no semestre passado, fez uma prova de bolsa e conseguiu. Também me contou de onde veio, e me contou um pouco sobre sua família. – Chegamos!

- Uau. – disse sorrindo. – Obrigada por me trazer até aqui, Brooke. E também, por ter aguentado minha falação. – riu.

- Que isso, precisando pode falar comigo. – dei um tapinha em seu ombro e sorri. Antes de deixar Noah ali sozinho, olhei em volta e percebi o olhar do Isaac sobre mim. – Preciso ir, tenho que tomar um bom banho. A gente se vê.

- Valeu Brooke. Até mais. – sorriu, e caminhou até o professor. Me virei e comecei a caminhar em direção ao colégio. Segundos depois, escutei passos atrás de mim.

- Que susto! – falei, assim que vi seu rosto. Isaac forçou uma risada e logo fechou a cara. – Vai matar aula de educação física? – perguntei surpresa. Isaac amava esporte, pois era meio hiperativo e precisava gastar sua energia.

- Nunca. Tenho treino de Box agora. – forçou um sorriso. E isso significava que ele iria me acompanhar até a sala de estar, já que a academia era dentro do colégio. – Quem era o garoto?

- An? 

- O garoto, que estava com você. – disse estranho.

- Ah, o Noah. – dei de ombros. – Ele estava perdido, e eu o ajudei.

- Ah. 

- Como se já não bastasse o Oliver, agora tem você também? – perguntei debochada e ele forçou uma risada.

- O que pretende fazer em Ibiza? – perguntou curioso.

- Ir à praia, ir pra festas a noite. – balancei os ombros.

- Como se o seu irmão fosse deixar alguém chegar perto de você nas festas. – riu debochado.

- Então perca as esperanças. Porque ele também não vai deixar você chegar perto. – cruzei os braços e Isaac riu.

- Brooke nunca te disseram que o proibido é mais gostoso? – falou, arrancando-me risadas. Ele deu uma piscadela, tirou a blusa e entrou na academia. 

Maldito. Por que tinha que ser tão lindo?


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
E aí, sou só eu ou vcs também tão achando que a Brooke ta começando a confundir os sentimentos pelo Isaac???
Deixem suas opiniões nos comentários! Semana que vem tem mais.
Amo vcs, xoxo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...