História The original forgotten - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~marimarihamster

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Enzo, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Marcellus "Marcel" Gerard, Mikael Mikaelson, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Tags Klaus Mikaelson, Romance, The Originals, The Vampire Diares
Exibições 20
Palavras 2.321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi minhas lindassss,desculpem a demora de postagem!!! Bem obrigada pelos favoritos❤️❤️❤️Espero que acolham bem nossa amiguinha marimarihamster que é a minha amiga Mariana que eu falei no primeiro capitulo,sim ela criou uma conta!!!então espero que vcs acolham ela bem^^
Aproveitem o capítulo,espero que gostem e desculpem os erros e a demora^^

Capítulo 6 - I hate you Damon Salvatore


Fanfic / Fanfiction The original forgotten - Capítulo 6 - I hate you Damon Salvatore

POV Kierah:
Sai da sala batendo os pés frustrada, fui ao meu quarto e peguei a garrafa de tequila, que eu guardava no fundo de meu armário. Desci até a área externa da casa e comecei a beber. Já estava bêbada e não sabia mais o que eu estava fazendo da minha eterna vida. 
Eu comecei a vagar pela casa bêbada e trombei com o Elijah que me repreendeu de andar pela casa bêbada. Eu o ignorei já que eu queria desligar minha humanidade novamente só que Damon já sabia que poderia ligá-la novamente o que faria da tentativa ser fracassada o que eu não admito já que eu sou Kierah Peterson,a híbrida original.
Fui pro meu quarto e Marcel estava lá só de cueca box cinza da Calvin Klein o que me fez arrepiar e tentar ir para outro lugar já que ele não podia saber que minha humanidade voltou por causa do Damon...e o motivo de eu estar bêbada era o mesmo. E eu não queria magoar o Marcel,eu sei que ele é forte mas gosto dele de verdade e eu acabo de conhecer o Damon então logo essa paixonite vai passar.
-Kierah você está bem???
-T-to s-sim...-falei tentando não tropeçar nas palavras que saiam da minha boca de um jeito trêmulo deixando claro que eu estava bêbada.
-você está bêbada????
-s-só um pouquinho-falei colocando os dedos na frente do meu rosto fazendo o gesto que mostrava que eu tinha bebido pouco,mas parece que eu estava vendo errado já que ele começou a rir e pegou na minha mão 
-vamos pegar um café para você minha linda...
-hum...Marcel me deixa aqui quietinha...-falei manhosa e tentando soltar meus pulsos de seus braços mas foi em vão já que ele me puxou pra fora do quarto.-Marcel você está só de cueca...
-ahhh é...
Ele me puxou pro quarto novamente,colocou uma calça jeans sem cinto e me levou até a cozinha onde pegou uma xícara de café quentinho e me entrou delicadamente. Peguei com as duas mãos com medo da xícara cair e bebi com os duas mãos apoiadas nela e coloquei a mesma na bancada de mármore preta que estava do meu lado.
-como tem café aqui???
-Helena...
-ahhh a branquela sem sal!!!
Ele riu me abraçando e me levou pro quarto novamente. Eu fiquei com tanto calor do nada que resolvi tomar uma ducha para ir dormir. Tomei uma ducha morna e um pouco demorada e coloquei minha linda e amada camisa de lã cinza que já estava ficando suja e me deitei na cama de bruço e acabei dormindo muito rápido. 
Acordei com uma dor de cabeça da porra e gemi assim que a luz da tarde bateu em meus olhos. Coloquei as duas mãos à frente de meus olhos e esfreguei os mesmos tentando despertar e parar de ver embaçado. Levantei e lavei o rosto com sabonete e fiz as minhas outras higienes.
Puxei a camisa um pouco para baixo deixando-a no meio da minha coxa e desci as escadas quase me esquecendo que tinha uma humana que morava em minha casa...e eu nem podia matá-la o que me deixava muito frustrada. Cheguei na cozinha e Damon me olhou profundamente. Ignorei seu olhar e fui direto para o congelador e peguei uma bolsa de sangue. Coloquei em um copo de vidro e sentei do lado do Damon na mesa onde estavam Elijah,Kris,Bekah,Damon e Helena e o único lugar vago era do lado do Damon.
Bebi devagar o sangue do copo e lambi meus lábios olhando pra a humana branquela sem sal fazendo com que ela se encolhesse na cadeira. Eu ri baixinho e pela primeira vez no dia olhei para o Damon diretamente e vi seu olhar em minha coxa e eu ri novamente só que dessa vez foi mais alto e todos olharam para mim inclusive o Damon.
Só de graça me levantei rebolando daquela cadeira e fui atrás do Marcel pela aquela gigante casa que durou muito tempo em pé...ainda mais com Mikaelsons morando nela...e o Marcel também. Não achei aquela criatura que virou vampiro graças ao meu lindo e gentil irmão Klaus. Voltei para a cozinha e o mesmo grupo de antes estava lá.
-vocês viram o Marcel???
-ele não está com o Klaus???-Bekah perguntou confusa
-Klaus saiu atrás de diversão...
-Marcel também...-Damon falou dando um sorriso malvado  
-ele não é um escroto igual você...ele é fiel a namorada dele...diferente de você...-falei olhando diretamente para o Damon 
-você é bem direta...
-não tenho porque esconder isso...a não ser que você não tenha contado para a incrível e doce Helena...-falei fazendo biquinho
-eu confio nele Kierah...
-e eu acredito em unicórnios e que os bons vampiros vão para o céu...
-eles não vão para o céu e sim para um lugar onde você fica sozinho olhando os passos das pessoas que você ama...-a bruxinha chegou olhando para mim com raiva me fazendo rir
-você pode ser até uma Bennett querida mas eu tenho 1.000 anos de idade,acha mesmo que não sei sobre isso???
Ela me olhou com um olhar de ódio e eu me "alimentei" dele me deixando bem satisfeita com a discórdia entre nós e eu juro que um dia vou matar a humana sem sal e a sua bruxinha. Eu olhei para a humana sem sal e Damon se colocou um pouco mais perto dela achando que eu a atacaria. Sorri com essa reação dele e cheguei bem perto dele. Tinha uma gota de sangue no canto de sua boca.
Eu passei o dedo sobre ela e lambi o sangue do dedo sensualmente olhando pra ele. Sorri maliciosamente e sai da cozinha indo para o quarto trocar de roupa. Coloquei uma blusa soltinha azul claro e um short preto e uma sapatilha azul claro também. 
Eu parecia uma jovem adulta de 21 pra 22 anos e peguei minha bolsa que estava em cima da cômoda do quarto e sai do quarto rapidamente. Parei do lado da Kris que estava na sala e a abracei de lado e a convidei pra ir comigo. Ela aceitou logo na hora e ela se trocou rapidamente colocando um vestido azul esverdeado com um cintinho dourado e uma sandália dourada que amarrava nas panturrilhas.
Ela pegou a bolsa dela e nós fomos para o shopping e fizemos compras e lanchamos como se fossemos pessoas normais já que queríamos chamar a atenção de um grupo de cinco meninos. Nos alimentaríamos deles se eles viessem até nós. Sentamos em uma mesa da praça de alimentação e fingimos comer hambúrgueres até que eles chegaram em nós e passamos o resto do dia com eles.
No final do dia nos alimentamos dos cinco e apagamos as memórias voltamos para o quartel com a minha BMW preta e chegando lá guardamos as compras e trocamos de roupa indo direto pra quarto da Bekah para bater papo entre nós. Chegando lá percebi que a bruxinha e a branquela sem sal estavam lá também conversando com ela animadamente. 
Eu fingi nojo e Bekah riu um pouquinho mas as outras duas ficaram sérias e quietas assim que perceberam minha presença. Eu dei língua pra elas e pulei em cima da Bekah que estava na cama. Eu ficaria lá só de raiva e eu adoro fazer raiva em quem eu odeio e em quem eu amo então...
Me endireitei na cama e notei na roupa meio conservadora delas ao se comparar com a minha que era uma camisa de lã dessa vez vinho e estava quase no topo da minha coxa e elas me olhavam mais ainda por causa disso. Kris estava com aquele lindo pijama branco de renda que eu dei para ela de aniversário de 410 anos e ela tem 414.
Bekah estava abraçada de lado comigo quando Marcel bateu na porta do quarto e enfiou a cabeça pra dentro olhando para mim. Eu sorri me soltando da Bekah delicadamente e dei um pulo para o colo de Marcel que me levantou e me girou enquanto me abraçava. Ele beijou minha bochecha e me colocou no chão delicadamente .
-onde você estava???fiquei preocupada com você Marcel...
-que amorzinho...quando sua humanidade voltou Kierah???
-n-não sei...talvez quando você me deu o café ou algo do tipo...
-Kierah pode me falar...
-f-foi o D-Damon...-falei olhando para baixo triste sem coragem para ver seu rosto que demonstraria o quanto ele estaria magoado. Senti seus dedos em minha bochecha e levantei meu rosto novamente com os olhos marejados.
Ele beijou minha testa e me puxou ao encontro do seu corpo e eu me afundei em lágrimas em seu colo. Toda a dor que eu devia ter sentido antes eu sentia agora. Com ele ali ao meu lado,me consolando,a dor da perda de um parente é inigualável mas quando você tem a oportunidade de vê-lo novamente e ele morre sem ao menos você ter falado com ele direito,a dor é triplicada.
Eu amassei a camisa deMarcel com meus dedos enquanto eu tentava puxa-lo mais ao meu encontro sendo que nossos corpos já estavam colados. Eu estava desesperada por algum ombro amigo e Marcel me ofereceu isso em todas as vezes em que eu precisei quando estava ao seu lado. Eu me sentia mal por gostar do Damon.
Marcel tinha sido tão compreensivo sobre isso que me afetou tanto que meu amor por ele aumentou mais ainda. Ele separou um pouco nossos corpos e iniciou um beijo calmo e carinhoso o que me acalmou um pouco e logo me senti mais segura em seus braços. Nos separamos por falta de ar e fomos para o quarto. Tranquei a porta assim que ele entrou e eu o olhei bem em seus olhos e cheguei bem perto iniciando outro beijo calmo e apaixonado. Ele abraçou minha cintura e colou nossos corpos enquanto o beijo ia ficando mais quente. Tirei sua blusa e voltamos para o beijo logo em seguida. Jogamos o resto das roupas para um canto qualquer do quarto e ele me pegou no colo me colocando delicadamente na cama. Ele ficou por cima de mim e começou a traçar uma trilha de beijos da minha orelha até minha clavícula deixando pelo caminho alguns chupões que eu com certeza teria que passar bastante maquiagem para esconder.
Seu membro adentrou vagarosamente fazendo eu arfar e arquear minhas costas ele olhou preocupado pra mim mas eu neguei com a cabeça. Ele suspirou aliviado e adentrou mais um pouco e eu comecei a ficar ofegante. Suas intocadas começaram a ficar mais fortes e rápidas ao decorrer que eu ficava mais ofegante e depois de algum tempo indeterminado para minha mente nós chegamos ao ápice juntos e ele se jogou ao meu lado na cama. 
Eu olhei em seus olhos e sorri enquanto ele distribuía pequenos beijos pelo meu rosto e eu me senti segura e mais calma. Eu o abracei e coloquei minha cabeça em seu peito e acabei adormecendo rapidamente.
Acordei com um movimento na cama e olhei para o lado para ver o que era. Marcel tinha me tirado de cima dele me colocando delicadamente ao lado. Ele me olhou culpado e eu sorri com sua reação.
-te acordei???
-não...está tudo bem...
-tem certeza???
-está sim...você pode me levar para eu me alimentar em algum lugar???
-posso sim só vou tomar um banho...
-okay eu vou avisar as meninas...
Ele assentiu com a cabeça e eu troquei de roupa colocando uma calça jeans clara e uma blusa branca e fui para o quarto da Kris. Ela ainda estava dormindo toda descabelada enrolada na coberta. Fui até seu ouvido e sussurrei para ela.
-Kris eu vou sair...
-tá...
Sorri e sai do quarto fechando a porta atras de mim e fui pro quarto da Bekah onde a mesma estava se arrumando. 
-Bekah eu vou sair okay??
-tudo bem...alguém vai com você??
-o Marcel...
-ahhh tudo bem...-ela disse com uma cara aliviada 
Sorri com sua preocupação e a abracei rapidamente e logo desci para a cozinha onde Marcel me esperava. Eu abracei ele de lado e saímos para buscar alimento fresco. Fomos de mãos dadas até o bar onde Camille trabalha e me alimentei de um cara qualquer.
Damon chegou junto com a Helena no bar e eu fingi que ia vomitar fazendo Marcel rir. Ele colocou seu braço em meu ombro mostrando que mesmo com salto eu sou mais baixa que ele o que era horrível já que ele sempre me zoa por causa disso e isso me deixa com raiva. Fiz menção de sair do bar e Damon sorriu com algum pensamento que logo anunciou a todos.
-você está com medo de mim??
-é óbvio que não,você acha mesmo que eu teria medo de um vampiro insignificante como você???
Ele sorriu irônico e eu olhei em volta. Helena tinha ido pro bar beber e Marcel sumiu de vista. Eu suspirei pois estava sozinha com ele e com certeza ele sabia o efeito que ele teria, na verdade, tem sobre mim e isso não me agrada nem um pouco.
Ele me olhou intensamente e um arrepio percorreu todo o meu corpo. Ele deve ter percebido pois deu um sorriso malicioso e irônico enquanto me olhava.
-você gosta de mim???
-não não gosto Damon...
-gosta sim!!
-não gosto!!!
-você me ama!!!
-eu te odeio Damon Salvatore!!!
Eu me levantei revoltada da cadeira e sai batendo o salto no chão de madeira do bar e voltei pro quartel. Marcel estava com o Klaus falando algo e pararam assim que eu pisei naquele escritório. Eu ignorei o silêncio deles e peguei a garrafa de uísque que Klaus achava que tinha escondido de mim e joguei minha bolsa no chão.
Virei a garrafa e a bebida forte e quente desceu pela minha garganta e eu fiz uma careta e voltei a beber. Assim quente senti relaxada eu ouvi a voz de Klaus e Marcel mais longe e cai no chão. Eu estava desmaiada e meu sonho não foi dos melhores...


Notas Finais


Bem espero que tenham gostado e até a proximaaaa^^
Deixem suas opiniões para saber o que vcs estão achando...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...