História The Originals-A Luta Pelo Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Camille O'Connell, Caroline Forbes, Davina Claire, Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jackson Kenner, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lucien Castle, Marcellus "Marcel" Gerard, Mikael Mikaelson, Rebekah Mikaelson
Tags Haylijah, Klaley
Exibições 74
Palavras 1.948
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey,olha eu aqui de novo!!!
Capitulo novinho em folha pra Voces!!

Capítulo 2 - O Inicio De Tudo-Parte Dois.


Fanfic / Fanfiction The Originals-A Luta Pelo Amor - Capítulo 2 - O Inicio De Tudo-Parte Dois.

Ponto de Vista-Hayley Marshall

Tanto tempo que não venho a essa cidade, Nova Orleans está cada vez pior, praticamente sem vida, sem nada de Turístico para os Humanos, me perguto como Marcellus alimenta aqueles vampiros imprestaveis.

-Mil metros.

Saio do carro e olho em volta, sinto aquele doce cheiro forte de Lobo no ar, sorrio.

-Hayley...quando você disse em companhia eu achei que seria os vampiros já prestes a nos acorrentar e nos levar pro traidor.

-Kol!

O olho e sorrio

-Nesses cinco anos aprendi muita coisa, somos letais aos vampiros que nem o sangue de Klaus os curam agora!

-Nossa...vai me morder?

Perguntou ele querendo ser divertido, viro meus olhos.

-Apenas se você me tirar do sério,vocês e os lobos vão distraindo os vampiros, eu vou atrás do Klaus e irei liberta-lo!

-Ei...Não acha perigoso ir sozinha?-Pergunta Elijah meio...preocupado?Nao sei.

-Quem disse que estou sozinha Elijah?

Dito isso 6 dos lobos aparecem em torno de mim, sorrio e olho eles.

-Ótimo,vou ter que deixar a sua vida nas mãos de seis lobos.

Eles rosnam, viro meus olhos pra Elijah.

-Não sou uma adolescente em perigo Elijah, posso muito bem acabar com Marcellus e com aqueles vampiros idiotas dele.

Ele me olha sério e suspira.

-Sabe que só estou nessa por você Hayley!

-Sei disso...

Não quero que ele se afaste, mas tem momentos que ele me irrita com a forma que me trata,não sou adolescente que tem medo de tudo.

-E eles vão me levar em segurança para o local que está Klaus.

-Hayley, não,Marcellus sabe que está na cidade e vai deixar guardas naquele lugar.

-Eu sei Elijah, por isso os Lobos!

Ele respira fundo e olha Kol, em seguida entra no carro.

-Vamos logo Kol!

-Claro...Chefinho!

Olho Kol séria mas logo dou uma risada baixa e olho um dos lobos.

-E isso...vamos!

Ele se vira e uiva pro alto.Ando com eles agora, eles na frente e eu atrás,suspiro pesado e olho pra frente, ja estamos na mata, a floresta e densa e escura, sinto algo se movimentar,uso minha velocidade vampiristica e seguro contra uma árvore o pescoço de um vampiro, ele me olha sério.

-Veja se não e a Híbrida que estávamos esperando.

-Estavam me esperando?

-Lógico,logo quando descobrimos onde sua preciosa Hope estaria fomos atrás.

O olho com ódio,mexeram com minha filha, respiro fundo e aperto seu pescoço o deixando sufocado.

-Quem a pegou?

-Ma....Marcellus...

Ele diz gaguejando por falta de ar.

-Onde ele está?

-A s-sua, es-e-espera.

Franzo meu cenho e o olho, afrouxo um pouco seu pescoço mas não o deixo escapar.

-Ele sabe onde você vai estar, sabe todo seu plano.

Droga!

-Como ele sabe?

-Parece que seus lobos não são confiáveis sabe?Daniel entregou todo seu segredinho.

Ele ri com sarcasmo.

-De um Olá  para o Diabo seu infeliz.

Digo isso e arranco sua cabeça ligando pra Elijah, ele não atende.

Droga2!

Olho minhas mãos sujas de sangue de um vampiro idiota,isso nao passa nem perto do que eu tenho em mente guardado para Marcellus se ele tocar em minha filha, começo a andar e logo encontro o jardim onde aquele cretino prendeu Klaus, respiro fundo e sinto o cheiro de um sangue que eu seria incapaz de se quer esquecer,arregalo meus olhos e adentro aquele lugar,esse cheiro,não,se ele fez isso eu o matarei da pior forma possível,vasculho aquele lugar por inteiro,nada de Klaus, onde ele deveria estar, não a nada, apenas um papel escrito com sangue,uma esperança surgiu em mim, pego aquele papel e leio.

"Seria uma pena Hope ver seu pai morrer em sua frente, quem me dera dela ver a Mãe também morrer, e depois a linda cabecinha dela também ira rolar para o chão,não demore, sabe que não gosto de esperar!

Assinado Marcellus Gerard!"

Quando leio um ódio surge dentro de mim, uma raiva onde eu não sabia que a tinha, isso só passaria se eu visse Marcellus morto, saio dali de dentro e olho os lobos, estão atentos, orelhas em pé,modo ataque,olho em volta e depois o papel, o cheiro e fecho meus punhos com força e raiva, aquele sangue é de minha filha,ele teve a audácia de machucar minha pequena, agora ele vai pagar, com a vida.

-Ora,ora,vejo que recebeu o recado

Um vampiro alto e moreno aparece acompanhado por mais 4, o encaro séria.

-Recebi e eu tenho minha resposta.

Eles riem com sarcasmo, crispo meus olhos os olhando.

-E qual seria a sua resposta?

O olho e sorrio de lado,ele olha meu sorriso e fica sério.

-Minha resposta?A minha resposta pra isso é morte!

Dito isso os seis lobos começam uma pequena batalha,vejo que uma garota sai em sua velocidade de vampira, a sigo a puxando pelos cabelos e a jogando contra uma árvore.

-Onde pensa que vai querida?Não vai participar da festa?

-Sua vadia!

Ela diz e parte pra cima de mim, lutamos corporalmente,levo vários socos,chutes e quando estou no chão ela ri.

-Uma híbrida que posso matar com minha próprias mãos,uma pena isso.

Ela vem em minha direção,tusso por estar com falta de ar.

-Uma híbrida,que sabe como fazer seu adversário ser um idiota.

A encaro séria.Vejo que seu sorriso some, ai é nesse momento que eu percebo que perdi total controle de mim, do meu corpo e das minhas emoções,ela tenta correr mas e surpreendida quando se encontra no chão com minhas mãos em seu pescoço.

-ME DIZ ONDE ELE ESTÁ

-Nunca, você terá que encontra-lo sozinha.

Aperto mais ainda seu pescoço,minhas unhas perfuram ele e sinto sangue escorrendo em meus dedos, mas não paro.

-Onde ele está? Essa é a última vez que pergunto.

-Está no Quartel Francês!

Ela responde, em seguida apenas vejo sua cabeça ser levantada em minhas mãos,me levanto e jogo a cabeça daquela mulher no chão junto ao seu corpo e volto ate onde os lobos estão,3 deles morreram, mas todos os vampiros ali também morreram!

-Eu sinto muito,iremos fazer um funeral digno para eles!

Digo olhando os 3 lobos que estão revelando seus rostos, estão nus, mas não me intimido, os 3 são homens, me olham ofegante.

-É uma honra lutar com você Hayley, mas se essa luta irá levar nossos companheiros....creio que devemos dar um fora.

-E Tarde demais...E eu nunca pedi pra lutarem comigo, vocês se comoveram com minha história e se convidaram a lutar James!

Ele trinca os dentes,parece furioso, mas não ligo.

-Sabemos disso...e por isso iremos continuar,sua filha corre perigo, então creio que devemos correr não?

Ele está certo, temos que correr, Hope está nas mãos de Marcellus assim como Freya e Rebekah.

-Vamos, temos mais alguns vampiros para esquartejar!

Digo com o ar frio, ate eu me surpreendo com a frieza que uso, James e seus colegas me olham se relance,suspiro.

-O que eu digo é:Temos que tirar minha filha das mãos de Marcellus e salvar o pai dela, que provavelmente está nas mãos do cretino!

-Nos entendemos, mas ja que disse que podemos esquartejar os vampiros...Não precisa dizer duas vezes!

Ele disse com um ar brincalhão e me segue,a poucos minutos estou na entrada da cidade, encontro outros vampiro.

-Ora,a Loba Infeliz chegou.

Ele sorriu, sorri de volta fazendo o mesmo perder aquele sorriso.

-Pois é, e vim com munha companhia!

Dito isso avanço nele em minha velocidade e em segundos a cabeça daquele miserável estava na minha mão,olho os outros que estavam estáticos.

-Qual o próximo?

Sorrio de lado.

-Que tal ela?

Marcellus sai do meio deles segurando o ombro de Hope, o olho.

-Solte-a ou eu juro que eu mesma arranco sua cabeça seu miserável.

Ele ri me fazendo arrepiar,eu estava longe demais para tentar algo.

-Menos papo e mais ação.

Ele estralou os dedos e vários vampiros deram passagem para..

Klaus, Elijah, Kol, Rebekah e Freya.

Cada um tinha a nova mordida de Marcellus, Klaus era o mais acabado, nem se mexia apenas olhava enquanto era segurando.

-Vai ser incrível Hope ver a morte dos tios e do papai e depois da mamãe.

Marcellus diz e isso me deixa mais irritada.

-Mamãe!

Hope me olha, estava assustada, vejo lágrimas em seus olhos.Minha raiva estava sendo acumulada, olhei Marcellus e o mesmo me encarava sério.

A minha esquerda vieram 4 e a direita também,olho ambos os lados seguro o pescoço de um e jogo contra os 3 a esquerda, em seguida dou um chute ao ar acertando o queixo de uma mulher, eu estava irritada, não queria saber se Hope estava ou não olhando, eu apenas iria matar, matar a todos eles, e o melhor irá ficar pro final.Meus lobos começaram a atacar também,me pergunto se eles entraram com Kol e Elijah, há muitos deles ainda.A chacina esta acabando,sinto correntes em meu pescoço,seguro a mesma e olho em direção de quem a lançou,Daniel, jurei pra mim mesma que nunca mataria um lobo, mas ele é um traidor,rosnei baixo pois a corrente me machucava, enrolei a mesma em minha mãos ate o cotovelo,puxo e Daniel a solta e corre.Tiro aquilo de meu pescoço e olho em volta, Marcellus sumiu e os Originais também.

-Droga.

Sai em minha velocidade de vampira atrás dele.Algo ou melhor, alguém me joga contra uma árvore,bato nela e caio no chão,tento não gritar de dor, alguém vem em munha direção.

-Hayley!

-Jackson?

-Ei,calma, vem!

Ele me ajuda a levantar.

-O que como?

-Depois eu explico,me desculpe achei que era um dos vampiros.

-Tudo bem! Jackson,Marcellus está com a Hope.

-Eu sei!

Ele diz e suspira, me recupero e o olho.

-Irei atrás dele.

Começo a andar mas ele me impede.

-Ele está na Antiga Casa dos Mikaelson's.

-Ok!

-Vai precisar de ajuda.

-Que tipo de ajuda?

-Essa ajuda, ou melhor um incentivo.

Ele diz tudo meio rápido,me segura pela cintura e toma meus lábios,um beijo calmo mas mesmo assim urgente,ele me solta e me olha.

-Estaremos logo atrás de você, Rainha!

Sorrio com tal palavra, eu tinha algo pelo que lutar, eu devia lutar.
Saio mais uma vez em minha velocidade parando apenas na frente das ruínas da Antiga Mansão Mikaelson.Ela estava totalmente acabada, pelo menos algo eles não mexeram.
Entrei e quando abri a porta eu parei, olhei para trás e senti Jackson ao meu lado.

-Estamos juntos nessa!

Ele diz e sorri, entro por completo naquela casa, novamente vejo Marcellus,só que agora ele está com uma faca na mão apontando pra Hope, minha raiva, ódio e nojo por ele surgiu o que me fez ir em velocidade rápida e o joguei longe contra um pilastre.

-Ora, a loba ganhou força!

Ele ri e se levanta,me analisa.

-Ninguém machuca minha família e vive, ninguém e isso inclui você Marcellus.

Ele da uma falsa gargalhada e vem a minha frente.

-Quem vai me machucar? Você?

-Eu mesma!

Dou um soco em seu rosto e em seguida seguro seus ombros dando um joelhada entre suas pernas, ele se curva com dor mas logo se levanta e me segura pelo pescoço me tirando do chão.

-Não irá ser você a me machucar.

-MAMÃE!

Olho Hope e a mesma está assustada, desesperada, olho suas pequenas mãos e vejo que ela ainda esta com a pulseira que prende sua mágica,ela me entende e a tira.

-Então que tal você perder pra uma criança de cinco anos?

-O que quer dizer com isso?

O olhei, ele apertou mais meu pescoço,o ar ja estava fazendo falta, seguro sua mãos com as duas e arranho as mesmas com força.

-MÃE!

Olhei Hope novamente,tudo começou a tremer,olhei Marcellus e o mesmo estava com a mão na cabeça mas não me soltou, sinto que ele quebra meu pescoço e a única cpisa que eu vi foi Hope com seus olhos amarelos cheios de raiva e ódio e depois, apenas a escuridão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...