História The Originals-A Luta Pelo Amor - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Camille O'Connell, Caroline Forbes, Davina Claire, Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Jackson Kenner, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Lucien Castle, Marcellus "Marcel" Gerard, Mikael Mikaelson, Rebekah Mikaelson
Tags Haylijah, Klaley
Exibições 42
Palavras 1.368
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OLHA QUEM VOLTOOOOOOOO!
Sorry a demora gente, tive uma enoooooorme quebra de criatividade ai já viu né?Mas assim, leiam e NÃO me matem, sei que vai estar uma Merda Rala daquelas vem fedida mesmo!

Capítulo 5 - De Mal Para Pior


Fanfic / Fanfiction The Originals-A Luta Pelo Amor - Capítulo 5 - De Mal Para Pior

Niklaus Mikaelson Narrando


-Agora você será minha!


Dito isso grudei meus lábios aos da morena que ainda estava estática e surpresa pelo meu ato.

O beijo dela, o gosto, a vontade de viver que ela exala é mais do que eu posso ver nessa garota.

Nossaa bocas entram em uma batalha, minhas mãos que antes seguravam Hayley pelos braços agora estão na sua cintura subindo e descendo com a intenção de provocar a Loba mais ainda.

O corpo dela depois da Gravudez mudou muito,ficou mais maduro e mais sexy ainda, rapidamente me livro da minha camisa e a olho com o melhor olhar sexy.


-Me lembro desse olhar...


-Mesmo?


-Claro, naquela noite você me olhou assim e me fez ter um orgasmo maravilhoso! 


Ela morde os lábios e Porra, se ela queria me provocar conseguiu, minha calça ja machuca meu membro.


-Será uma honra de fazer ter um melhor ainda!


A beijei, senti suas mãos em meus cabelos os puxando.Desci minha mão para o seu sexo e comecei a brincar com seu Clitóris, ela gemeu abafado, introduzi um dedo, ela gemeu mais, comecei a fazer movimentos de entra e sai e ela já não se aguentava mais, estava gemendo alto enquanto meus dedos lhe davam prazer e a minha boca deixava marcas em seu pescoço.

Algo dentro de mim diz para mim parar, mas não dou importância. 


"Isso irá machucar Elijah, você quer seu próprio irmão contra você por ter deitado com a garota dele?"


Meu subconsciente me faz o favor de me lembrar de Elijah, sei que nunca fui um homen de se importar com os sentimentos de outro alguém mas...Ele é meu irmão, não posso fazer isso com ele...


Rapidamente saio de cima de Hayley que fica confusa e me olha.


-O que houve?


-Não posso fazer isso, não com o Elijah.


-Klaus...


-Não Hayley, não vai rolar, desculpe...Se vista e desça, Hope te espera na sala.


Digo e saio do quarto logo que coloco minha blusa


Ja na sala encontro Kol brincando com Hope.


-Iâe Klaus!


-Kol, o que faz aqui?


-Haaam...eu moro aqui? Aliás eu vim ver como Hope está, a escola dela ligou pra mim já que o seu celular e de Hayley estavam desligado! 


-A escolinha ligou pra você tio?


Hope se encolhe e eu percebo que há algo errado ai.


-Sim Hope, e disseram que você foi muito mal criada!


-Era aquele homem mal tio, eu não foz por queler!


Sua voz já embargada pelo choro sair baixa.


-Que homem mal filha?


Hayley desceu as escadas e olhou a filha, que rapidamente se levantou do chão e correu pro colo da mãe. 


-O homem malvado mamãe,ele disse que te mataria, depois seria a vez do papai e depois ele me chamou de bastarda e disse que me mataria também! 


Hayley me olhou um tanto confusa, para ela, quero dizer, para todos menos pra mim,Marcellus está morto, mas matar um "filho" é mais doloroso do que ser morto.Sim Marcellus ainda está vivo, mas ele estava enterrado no próprio jardim que ele construiu para prender os vampiros que não são leais a ele.


-E o que você fez?


-Eu só imaginei, a sala toda destruída, e ele sentindo dor.


-Eu vi a sala,a magia da Hope está cada vez mais forte, e está se manifestando,como ainda ela não sabe a controlar direito, a magia dela se controla sozinha, se ela pensar, acontece...


Disse Kol.


-E essa magia tem como ser controlada?


Olhei Elijah que acabará de entrar na sala com um cara nada boa.


-Sim, só que temos que treinar a Hope.Freya e eu podemos ensina-la.


-A magia de Hope é muito mais do que vocês podem controlar, podem entender de magia, mas quem conviveu com Hope por 5 anos fui eu, não sabem de como ela é poderosa, para poder ensina-la a controlar a magia, você devem primeiro confiar em si mesmo antes de pensar em tentar controlar a magia dela.


Disse Hayley aconchegando Hope em seus braços que agora está atenta em nossa conversa. 


-Cale a boca Hayley, você não sabe nada sobre magia...


-Acredite Kol, sei muito mais do que deveria saber, e pode ter certeza que a magia de Hope é a mais poderosa que existe!


A porta da frente é aberta e Rebekah e Freya entram e nos olham, Bekah já se pronuncia:


-Reunião familiar e esquecem das irmãs? 


-Não é nenhuma reunião,é só Hayley se gabando da magia da filha.


Kol vira os olhos e Hayley rosna colocando Hope em meu colo e indo em direção de Kol, mas antes que ela pudesse fazer algo ele pronunciou algo que fez Hayley sentir dor na cabeça e parar imediatamente. 


-Mamãe....


Hope fica com seus olhos amarelos e arremessa Kol para trás,e logo retorna a joga-lo acima das escadas.


-Ninguém machuca minha mamãe! 


Hayley olha para a filha e sorri, percebo seus olhos amarelos também,Freya me olha e acho que ela pensou o mesmo que eu.


-Agora você sabe que Hope é mais forte que nós Kol.


Kol ri e se levanta nos olhando do andar de cima.


-É, mas até quanto ela aguenta? 


Hayley o encarou.


-O que quer dizer com isso?


-Vamos testar a magia de Hope, e já até temos nosso incentivo. 


O sorriso diabólico nos lábios de Kol fez Hayley fechar a cara imediatamente. 


-Não iremos "testar"  a magia de minha filha!


-Wow, a lobinha tem medo de se machucar? 


Kol e Hayley se encaram por alguns segundos e logo a mesma me encara. 


-Isso vai ser interessante,ver o seu patético irmão sendo desarmado por uma criança! 


Ela diz e logo pega a filha e sai para o lado de fora, Kol, Freya, Rebekah e Elijah a segue, eu vou logo atrás e logo percebo o clima estranho entre Hayley e Elijah.


"Aí tem coisa...."


Pensei comigo mesmo enquanto olhava todos, Hope ja estava no chão a 100 metros longe de sua mãe,Hayley estava entre Kol e ela, a mesma distância de Hope.


-Que os jogos comecem, boa sorte Kol, vai precisar!


Elijah diz com um olhar irônico e Kol apenas vira os olhos, encara Hayley e logo o mesmo sorri fazendo com que Hayley comece a se transformar.Os ossos quebrados dela a fez soltar um grito e cair no chão,olhei Hope e a mesma encara o seu tio com tanto ódio no olhar, logo a terra começou a tremer, minha filha tinha seus olhos amarelos e isso era estranho, pois Hayley também tinha, Kol fez com que a transformação de Hayley continuasse, porém....


-PARAAAAA


Grita Hope enquanto faz uma rajada de vento absurda em volta de Kol, o mesmo jogou a magia dela contra Hope (Eu sei, eu devia fazer algo mas se Kol machucar minha filha ele morre, simples e fácil!), Hope não deixa por isso e rosna baixo, abre aquele sorriso diabólico e para sua magia completamente, e como Kol ainda estava usando a magia contra ela, Hope caiu no chão machucando sua mão e sua perna.


-CHEGA KOL!


Grita Rebekah e ele obedece parando imediatamente, eu rapidamente ando até Hope.


-Ei pequena,tudo bem?


-Não,eu machuquei a mão e a perna...


-Vem com a mamãe! 


Hayley me empurra e pega Hope no colo, percebo sua raiva por mim (Ou ódio,afinal eu a aticei e não dei o que ela queria)


-Você Kol, para dentro!


Digo raivoso e entro em casa.


-Ui, a coisa vai ficar feia!


O encaro me sentando no sofá. 


-Como você tenta ferir uma criança de sete anos? E ainda por cima a minha filha Kol, a MINHA filha!


-Klaus, você mesmo disse que sua filha iria me derrubar!


-Não Kol,usar magia contra a minha filha foi demais, ela ainda não sabe controlar a merda da magia ta bom? Eu to por aqui com você e suas gracinhas!


-Está assim só por que não conseguiu levar a Hayley para a cama Niklaus?


Olhei ele e agora percebo que Elijah está na sala, o mesmo ergue uma das sobrancelhas mostrando estar confuso.


-Isso não tem nada haver com a Hayley, Kol!


-TEM SIM KLAUS, ASSUME, VOCÊ QUER TE-LA AO SEU LADO PARA PODER DAR UMA "FAMÍLIA" A HOPE, MAS VOCÊ SABE QUE ISSO VOCÊ NÃO PODE DAR A ELA, POR QUE MUITOS DE SEUS INIMIGOS ESTÃO VOLTANDO E QUEREM A CABEÇA DA HOPE!


Kol me olha e respira fundo.Ele está certo, quero dar um lar a Hope, quero dar uma família a ela, mas nem isso eu posso garantir a ela.Mas não é por que um idiota me diz isso que irei acreditar então Simplesmente fui a sua frente e o encarei sério. 


-Niklaus...


Elijah tentou me impedir mas já era tarde.




Notas Finais


OB:No início eu disse que a Hope tinha cinco anos, mas é sete anos!
Senão iria pegar estranho fazer uma criança de cinco anos usar tanto a magia assim! ATÉ O PRÓXIMO SUAS LINDAS!♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...