História The Other - Capítulo 5


Escrita por: ~

Exibições 25
Palavras 1.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Is That True, Karla?


Fanfic / Fanfiction The Other - Capítulo 5 - Is That True, Karla?

Após Lauren permitir a entrada de Camila, alguns segundos depois a mesma chega à porta principal onde bate receosamente e Lauren atende com um grande sorriso. Camila pela primeira vez vê Lauren, a primeira coisa que passa pela mente da mesma é, como uma mulher consegue ser tão linda e sedutora, aqueles olhos verdes que pareciam uma galáxia. 

— Karlinha? - Lauren estrala seus dedos na face de Camila onde a mesma sai de seu transe e chacoalha a cabeça, Lauren cede a passagem para a mesma

— Oi - Camila responde nervosa. Lauren a análisa.  

— Você está diferente - Lauren solta depois de alguns segundos

— A-Ah - Camila gagueja sorrindo falso - Eu, fiz algumas mudanças em mim - Ela inventa uma desculpa. Lauren torce o nariz.

— Não é só isso, você está diferente no modo de agir - Ela diz rodeando Camila, a mesma fica um pouco tonta.

— Claro que não, sou a mesma - Ela ri.

— Tem certeza? - Lauren sussurra em seu ouvido e Camila se arrepia e em um pulo sai de perto de Lauren e começa a tremer. — Você está mais submissa à mim, definitivamente você mudou muito Karla - Ela comenta e dá um passo à frente e pousa sua mão no queixo de Camila

— Lauren, pare - Ela diz e retira a mão da mesma de si e se afasta.

— Por que está agindo assim, Karla? - Lauren pergunta séria.

— Não é da sua conta - Camila força seu lado grosseiro e Lauren fecha o punho.

— Não me responda assim! - Ela diz alto e Camila estremece, Lauren logo fica mais próxima da mesma e vira Camila para sua direção. — Você não sabe como senti falta de você, Karla... - Ela diz mais vulnerável. Camila se mantêm assustada e nervosa.

— P-Pois eu não - Camila solta de vez e Lauren se torna mais grosseira em suas atitudes.

Lauren então, a vira bruscamente pelo braço e Camila se assusta cada vez mais.  Lauren então olha Camila fixamente em seus olhos e se aproxima, tentando a beijar, porém Camila se esquiva. 

— Você não é Karla! - Lauren solta irritada e a empurra de leve.

— Claro que sou, é que você estava acostumada a me ter te amando - Ela solta nervosa, fingindo estar irritada

— Definitivamente não é Karla que está falando - Ela abaixa o tom de voz para desprezo - A Karla que eu conheço, a Karla que me dava prazer nunca diria que me amava, sempre me procurou para se satisfazer - Lauren diz e logo balança a cabeça em negação. 

Camila fica sem palavras e decide ir embora. Se dirige a porta principal e pega sua bolsa. Lauren a vê andando em direção à porta e corre a segurando pelo braço.

— Karla, não vá - Lauren comenta com tristeza nos olhos e por um momento Camila sente dó. 

Camila começa a imaginar como será que tinha sido a vida de Lauren e Karla, certamente que Karla fazia Lauren de seu cachorrinho. Lauren não merecia aquilo mesmo tendo a pose dura, séria, sedutora e mandona. 

— Me deixe ir! - Camila elevou a voz e Lauren negou frenéticamente

— Para! para! - Ela grita desesperada - Karla, eu preciso de você! - Ela agarra os ombros de Camila a cachoalhando e logo se vê seus olhos lacrimejando, as duas ficam em silêncio por alguns segundos e logo Lauren à solta.

Lauren vai até sua porta e a abre. 

— Se quiser ir, vá - Ela diz limpando as pré-lágrimas e se tornando fria novamente. 

Camila fica alguns segundos processando a bipolaridade de Lauren e logo sai. Camila avista seu motorista Joseph e apenas entra no carro atordoada e logo depois o mesmo liga o carro e dá partida. 

Após uma hora Camila chega na mansão dos Styles e entre, a mesma chega ao centro da mansão, perto das escadas e logo as sobe, porém trava quando alguém chama seu nome.

— Karla - Ela ouve uma voz feminina e se vira, vendo uma senhora parecida com Harry, seria ela a mãe de Harry? senhora Anne Twist Styles.

— Sim? - Desce as escadas novamente e fica frente à Anne. 

— Já estava na casa de um de seus amantes? - Anne solta venenosamente. Camila se apavora por Anne saber dos rolos de Karla

— Não senhora, eu fui... - Camila pensa em uma desculpa, Anne franzi o senho ao ouvir Camila falar educamente e tão calma - Resolver uns problemas - Ela concluí.

— Hahahaha - Anne ri irônicamente - Você não pode mentir pra mim, sua abusada - Ela diz com certa irritação pela desculpa esfarrapada

— Se você acha... - Camila continua "calma". - Agora se me der licensa, quero descansar - Ela diz e se vira para subir as escadas.

— Ah claro, suas safadezas são tão intensas que você precisa descansar para continuar fazendo meu filho de corno, vagabunda - Ela cospe as palavras e o sangue de Camila ferve ao ser xingada. Camila nunca foi de levar desaforo pra casa em seus tempos de escola.

— A senhora não cansa de ser venenosa não é mesmo? - Ela diz no mesmo tom e revira os olhos. 

— Olha só, a vagabunda está se sentindo ofendida, isso jamais havia acontecido antes - Ela diz e ri. Anne não suportava ver oque Karla fazia com seu filho. 

— Pelo amor de Deus, cala a boca! Já chega! - Camila diz e joga sua bolsa no chão. Logo depois a mesma sente um tapa estralado no rosto e o local começa a arder. 

Logo Harry que havia chegado do centro da grande cidade se depara com aquela cena assustadora. Sua mãe batendo na sua mulher. O mesmo corre até Camila apoiada na mesinha do canto quase caindo. 

— Mamãe! - Ele grita nervoso - Por que caralho fez isso com Karla? - Ele pergunta com raiva e ajuda Camila que está apavorada e assustada.

— Porque essa vadia traí você na sua frente e você não faz nada, pelo amor de Deus Harry! - Ela grita mais nervosa ainda e Camila começa a chorar de nervoso.

— Isso é verdade Karla? - Ele diz incrédulo mas um pouco acostumado ao ouvir falsas testemunhas sobre sua mulher, agora ele queria ouvir da boca da mesma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...