História The other alpha - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Teen Wolf
Personagens Alan Deaton, Chris Argent, Derek Hale, Gerard Argent, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Personagens Originais, Scott McCall, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Exibições 116
Palavras 1.606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Crossover, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Oi gente !
Tudo bom ? Talvez essa semana eu atrase um pouco a postar capítulo novo,por que vou entrar em semana de prova dnv ;-;
Mas não se preocupe,talvez no domingo eu poste capítulo.
Então,boa leitura ! ❤

Capítulo 49 - About me


Fanfic / Fanfiction The other alpha - Capítulo 49 - About me

Percebi a plerplexidade de todos olhando para a garota,então decidi tomar frente e falar com ela.
Eu : - É...gostariamos de falar com a Sr.Argent... - Uma mulher de cabelos pretos ultrapassa a garota na porta e nos olha.
Peyton : - Sim,oque deseja ? - Eu olho pra todos esperando uma resposta de alguém. Todo estavam estéticos olhando pra garota atrás dela,que já começara a ficar envergonhada com aquela reação.
Eu : - É..o Deaton....ele disse que você poderia nos informar um pouco mais sobre uma criatura sobrenatural em especial.
Peyton : - Ah...são ajudantes do Deaton certo ? Claro,pode entrar.  - Ela dá espaço pra nós entrarmos na casa,e todo entram um pouco retraidos. A garota em questão chega um pouco perto da escada e nos olha timidamente,colocando uma mecha de cabelo pra trás da orelha. Percebi o olhar incabulado de Scott na garota. Peyton percebeu que ele a encarava e eu a puxo para tentar entender a situação.
Eu : - Por que Scott a chamou de Allison ? - Ela vira pra garota e depois vira pra mim.
Peyton : - Mia se pareçe com Allison desde que eram pequenininhas. Ela costumava vir aqui passar o verão,e...algumas vezes me perguntavam se eram gêmeas. Depois de crescer....elas perderam a semelhança,ficando cada vez mais destintas uma da outra. Mia sempre foi mais nova que Allison....então era de costume que Alli fosse fisicamente maior. 4 dias atrás,no seu aniversário de 17 anos......eu notei que seu rosto acordou igual o de Allison nessa idade. Eu sempre achei que...ela fosse ficar parecida com Alli quando mais velha....mas não do dia pra noite. - Eu olhei pra menina que pareçia estar escutando a conversa de longe.
Eu : - O Chris sabe ?
Peyton : - Eu não falo com ele á anos. A última vez que deu as caras aqui foi quando ela morreu.
Eu : - Acho que ele não suportaria a dor de ver a filha viva,sem ser a filha dele.
Peyton : - Você o conheçe ? Acha que ele ficaria triste em ver a Mia assim ?
Eu : - Todos eram muito apegados com Allison...imagino que.....pra ele deve ser pior.
Peyton : - Tem razão. - Ela suspira. - Vamos começar oque você veio pra fazer. - Nós nos sentamos na sala,e ela começou a nos olhar. - Creio que vocês sejam um bando só.
Eu : - Sim. Tecnicamente sim. Scott é um True Alpha,Lydia uma Banshee,Malia uma Werecoyote,Derek um Beta,Peter um Ômega, Cora uma beta,Isa Beta,Liam beta,Isaac beta,Stiles Humano e eu Lupusviridi.
Cora,Malia,Peter e Derek são da minha família,mas não do bando de Scott.
Peyton : - Então você é uma lupus real. Criada do cruzamento de espécies na família.
Eu : - E há outro jeito de ser um lupusviridi ?
Peyton : - Se morrer,sim. O sangue de um lupisviridi real deverá ser bebido por aquele que quer se tornar um. Todavia,o Lupus deverá estar morto,uma coisa muito complicada de se fazer.
Eu : - Alguém já conseguiu criar um lupusviridi com esse métodos ?
Peyton : - Nos livros antigo diziam que eles matavam sua espécie para esses rituais e para o grande valor de suas partes no mercado. Isso acabou causando sua extinção até agora....
Eu : - Eu sei...usavam os olhos e as garras para caçar criaturas sobrenaturais entre aldeias...já me disseram isso...mas...se tem como se transformar em um lupiaviridi sem a cruzação de espécies...por que ninguém nunca tentou fazer isso ?
Peyton : - Não é 100% e certeza que esse método funciona. O sangue do lupus,após a morte,se torna um verde brilhante,quase fosforescente. As substancias de seu DNA se tornam um veneno para qualquer espécie...se ingerido causa a morte.
Derek : - Então podemos riscar isso da lista ?
Peyton : - Vocês podem cogitar que pode existir alguém imune ao veneno,e que se mata-la,pode se tornar um lupos exatamente como o original.
Eu : - Tá....e...existe algum método de reversão ?
Peyton : - Não que eu saiba.
Peter : - E sobre as habilidades ?  Vemos que ela adquiriu uma habilidade na qual não se aplica a nenhuma outra espécie além das quimeras.
Peyton : - Pode ser que ela tenha adquirido devido aos laços no seu ciclo sanguíneo. Vocês tem uma longa linhagens de licantropos,Hale's.
Peter : - Como sabe que nós somos os Hale's ?
Peyton : - Chris veio aqui me pedir ajuda pra caçar Derek alguns anos atrás. Eu neguei,pois não caçava mais.
Derek : - E você caça oque agora?
Peyton : - Animais. Os entalho e vendo.
Eu : - Fico feliz não nos caçe mais.
Peyton : - Eu também. - Ela sorri gentilmente. - Então era só isso ? - Nós nos levantamos do sofá.
Eu : - Era sim. Muito obrigada pelas informações. - Eu aperto a mão dela. Peter e Derek fazem o mesmo.
Peyton : - Se precisarem de algo é só me procurar.
Eu : - Obrigada pela atenção. - Nós vamos pra fora da casa e Scott se senta na calçada aparentemente abalado. Stiles se senta ao lado dele.
Scott : - Era ela...você viu. Você tava lá quando ela morreu...mas...ela tava ai...e...ela tá aí. Você viu !
Stiles : - Scott,se acalma. V-vai ficar tudo bem.
Scott : - A Allison tá viva Stiles....ela...tá viva. - Eu me aproximo deles na calçada.
Eu : - Scott....ela...não está viva.
Scott : - Não ! Você viu ela lá dentro.
Eu : - Não Scott...aquela não era a Allison. Era a prima dela,Mia Argent. Eu sei que elas são parecidas,mas você tem que superar isso.
Scott : - Eu achei que tivesse superado isso...mas...quando eu a vi...ali...eu não acreditei.
Isaac : - A Allison morreu. Encare isso. - Ele passa e entra no carro. Eu olho pra Liam e ele assente com a cabeça. Ando até o carro e abro a porta de trás entrando do outro lado. Isaac encostava a cabeça no banco. Fechei a porta e fiquei olhando ele.
Isaac : - Ela morreu...nos braços do Scott... - Ele diz ainda com a cabeça apoiada no banco,encarando os seus pés. Senti uma forte vibração de tristeza.
Eu : - Ela era importante pra você ? - Digo com a mão entre as pernas. - Ele fica em silêncio. Eu seguro sua mão em cima da sua perna. Isaac levanta a cabeça e me olha. Seus olhos estavam marejados de água.
"É a primeira vez que o vejo assim."
Em um ato rápido Isaac me abraça e eu posso sentir o quanto ele estava confortável.

             Liam Dunbar
Sam vai pro carro e eu posso vê-los conversando. Ela fala algo e pareçe não obter resposta. Ela segura sua mão e ele levanta a cabeça o abraçando.
"Eu não preciso ter ciúmes dele..."
Me viro pra Scott que parecia ter se acalmado.
De um lado Stiles acalmava Scott,e Malia foi pro canto acalmar Lydia,que estava chorando compulsivamente. Derek,Cora e Peter conversavam em um canto do carro. Ao procurar várias vezes vi que a amiga de Sam não estava com a gente.
"Eu a chamo ?...."
Fiquei em um dilema se era melhor eu chama-la,ou não.
Liam : - Eu sei que tá todo mundo triste com a lembrança,mas temos coisas mais sérias a lidar. A Isa sumiu. - Todo mundo me olha. Sam sai do carro e vem correndo.
Sam : - Oque ? E-ela sumiu ?
Scott : - Droga....droga...
Malia : - Isa !? Isa ? - Ela começa a procurar. Uma chuva começa a cair fortemente e nos molha.
Sam : - Droga,e agora ? Como a gente vai procurar ela ? Tá escuro e chuvendo.
Stiles : - Eu encontrei alguma coisa. - Nós nos aproximamos. Na grama molhada,pegadas fundas na terra estavam cheias d'água. - Acho que ela foi por aqui. - Ele aponta pro caminho que dava pra floresta escura onde raios da tempestade caiam.
Sam : - Precisamos procura-la na floresta.
Liam : - Não tem como enxergar.
Sam : - Eu vou,eu consigo enxergar.
Derek : - Eu vou comprar algumas lanternas na loja aqui perto. - Ele,Cora e Peter entram no carro e vão.
Scott : - Nós vamos de carro,caso ela esteja na redondeza. -  Sam começa a andar e eu a seguro.
Liam : - Você não pode ir sozinha.
Sam : - Vai com o Scott. Eu vou procurar na floresta. Quando pegar a lanterna,vocês me encontram. Liam : - É perigoso.
Isaac : - Eu vou com ela. Pode ir Liam. - Eu o olho e seguro a mão de Sam.
Liam : - Toma cuidado.
Sam : - Eu vou... - Eu vou pro carro. E ela e Isaac começam a andar pra floresta.

                 Sam Hale
Entramos na floresta com um pouco de dificuldade por conta da terra molhada.
Eu : - Como você vai conseguir enxergar ? - Ele liga a lanterna do celular que ilumina parte da floresta. Eu brilho meus olhos e posso enxergar tudo perfeitamente. Começamos a andar e gritar por Isa.

[…]…

Depois de horas procurando na chuva,os outros chegaram com lanternas e nos separamos pra procurar. Escutei uma coisa mexendo no arbusto e fui chegar mais perto.
Eu : - Acho que encontrei alguma coisa. - Afastei o arbusto e encontrei Isa amarrada no tronco de uma árvore toda molhada. Nas mãos dela um medalhão escrito los calaveiras.
Scott : - Droga...é uma armadilha ! - Eu me viro pra olhar e vimos dezenas de caçadores ao nosso redor apontando a arma pra nós.
Araya : - Bienvenido,Scott.


Notas Finais


E então ? Oque acharam ? Eu gostei bastante !
Os últimos capítulos estão rendendo muitos poucos comentários,gostaria que vocês comentassem mais !
Obrigada,até a próxima ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...