História Undertale: The Other Time - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Gerson, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Asgore, Chara, Frisk, Gaster, Guerra, Sans
Exibições 10
Palavras 1.007
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem... eu pensei muito, e decidi que vou continuar a segunda temporada dentro da primeira, assim continuando a história The Other Time, espero que entendam.
Boa leitura.
Que Mado esteja com vocês.

Capítulo 28 - Nova História


Fanfic / Fanfiction Undertale: The Other Time - Capítulo 28 - Nova História

“Quanto tempo se passou? Bem... eu realmente não sei... viver tantas aventuras... conhecer tantos amigos... enfrentar os mais poderosos oponentes... Com minha determinação eu lutei por muito tempo... Tenho certeza que ela está em boas mãos agora, eu finalmente vou poder descansar...”

???: Bem vindo... Mado.

Mado neste momento abriu seus olhos, estava sentado em uma cadeira, era um lugar fechado, era um tipo de sala escura, mas ao mesmo tempo, dava para ver exatamente o que tinha lá dentro, Mado passou o olhar pela sala, e viu, que na sua frente, havia um jovem mulher, que também estava sentada em uma cadeira virada para ele, então ela disse.

???: Olá Mado, herdeiro da determinação... como você sente?

Mado: Ham... eu... eu me sinto bem... eu acho... quem é você?

???: Meu nome é Nana, sou a guardiã do tempo e espaço.

Mado: Bem... prazer em conhecê-la Nana, que lugar é esse? E o que é isso de tempo e espaço?

Nana: Bem vindo ao vácuo eterno, neste lugar é onde ficam armazenados todos os AU’s.

Mado: “AU’s” Não estou conseguindo compreender o que você quer dizer com isso Nana.

Nana: Bem, deixe-me explicar de uma forma mais simples, “AU’s” é uma sigla para Universos alternativos.

Mado: Universos alternativos? Desculpa haha, eu sou meio tapado, pode me explicar o que seria isso?

Nana: Universos alternativos são linhas do tempo diferentes da qual estamos acostumados, você Mado, veio da linha do tempo original, podemos chamar de... Linha do tempo mãe. No mundo no qual existem, Frisk, Sans, Papyrus... e todos os outros, só que... em outras linhas do tempo, pode não ser a mesma coisa.

Mado: Então você está me dizendo, que o lugar da onde eu vim, era um linha do tempo entre muitas outras? Certo... isso eu entendi...

Nana: Cada linha do tempo tem um nome especifico para ser classificada e chamada, a sua linha do tempo é chamada de “Undertale”, por isso... preciso que você vá para uma outra linha do tempo.

Mado: Mas... por quê eu?

Nana: Você foi um herdeiro da determinação, por isso, a sua existência é muito importante, no caso, você não pode deixar de existir...

Mado: Certo... acho que eu entendi tudo, bem não vou me opor a isso, afinal, já vi que não tenho outras alternativas. Em qual “linha do tempo” você quer que eu vá.

Neste momento Nana se levantou de sua cadeira, foi até um canto da sala, e puxou um orbe que brilhava fortemente, ela então se aproximou de Mado, e lhe mostrou o orbe, quando Mado olhou com mais atenção, ele conseguiu ver, um cenário um tanto deprimente, foi quando Nana lhe disse.

Nana: Este é o mundo de “Underfell”, é um universo alternativo que está bem próximo do seu, digamos que ele foi um dos primeiros a serem criados, ele é o contrario do seu universo.

Mado: Ok... e o que você precisa que eu faça nele?

Nana: Muitos dos acontecimentos vão ser parecidos, mas vai ter aqueles que podem alterar o futuro, eu quero que você vá lá e ajude Frisk.

Mado: Espera! Frisk também esta la?

Nana: Sim... Mas não é a Frisk que você conhece, diferente do mundo em que você veio, que todos os monstros tinham um ideologia “pacifista”, neste aqui é diferente, aposto que você conhece a ideologia deles não é? “Neste mundo é matar ou morrer”.

Mado arregalou os olhos, ele parecia surpreso.

Mado: Entendo... então todos nessa linha do tempo... são assassinos...

Nana: Sim...

Mado: Mas... até Frisk?

Nana: Vai depender de você, ela é neutra por enquanto, mas pode mudar conforme os acontecimentos, depende muito...

Mado: Entendi...

Nana: Ah... tem mais uma coisa que eu esqueci de te contar... os seus poderes... você não os terá da mesma forma que teve no passado.

Mado: Do que você está falando.

Nana: Não vamos nos esquecer do que aconteceu... você ficou com apenas uma parte da sua determinação...

Mado: Entendo... acho que então é isso... Muito bem! Nana, eu estou pronto...

Nana: M-mas já?

Mado: Claro! Eu vou dar um jeito nessa linha do tempo, vou consertar tudo, pode contar comigo!

O rosto de Nana ficou vermelho por um instante. Logo em seguida, Mado perguntou para Nana com um olhar sério.

Mado: Nana, quanto tempo se passou desde os acontecimentos do meu universo?

Nana: Não posso lhe dar essa informação, sinto muito.

Mado: Tudo bem... então, estou indo!

Neste momento Mado e Nana ficaram de frente um para o outro, Nana então começou a recitar algumas palavras.

Nana: “Poderoso herdeiro, rezo para que você consiga completar sua missão, que as linhas do tempo estejam ao seu lado, lhe guiando, eu peço a você, herdeiro, proteja a vida dos seres de Underfell”.

Neste momento Mado foi sugado por um tipo de redemoinho, ele então passou por uma viagem, ele conseguia ver várias imagens em sua cabeça, era tudo muito rápido, quando de repente, tudo ficou escuro.

Mado então abriu seus olhos, ele estava em um lugar que já tinha visto antes, era o lugar da onde Frisk havia começado sua aventura no seu mundo natal. Quando de repente, Mado ouviu um barulho de queda, olhou para trás e havia uma criança deitada em um tipo de cama de flores douradas, ele se aproximou. A criança... era Frisk! Mas, como Nana havia lhe dito, ela era diferente de sua Frisk, ela estava usando uma blusa listrada, a cor da blusa era vermelha e as listras pretas, usava calças pretas, e sapatos escuros, em seus olhos tinham olheiras enormes, foi quando a criança abriu seus olhos, olhou para Mado e se levantou.

Mado: Olá...

Frisk: ...

Mado: Qual seu nome?

Frisk: Meu nome é Frisk, e o seu?

Mado: Meu nome é Mado, é um prazer em conhecê-la.

Frisk: Igualmente...

Mado: (Ao menos é educada...).

Frisk: Como você chegou aqui?

Mado: Ham... bem... ah sim, eu cai, assim como você.

Frisk: Oh... entendo. Bem... eu vou procurar a saída... quer vir junto?

Mado: Oh... certo, vamos!

Os dois prosseguiram pelo caminho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...