História Undertale: The Other Time - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Gerson, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Asgore, Chara, Frisk, Gaster, Guerra, Sans
Exibições 8
Palavras 1.591
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 30 - Ossos Malignos


Fanfic / Fanfiction Undertale: The Other Time - Capítulo 30 - Ossos Malignos

Depois de sair das ruínas, os três continuaram seu caminho, estava extremamente frio, Mado, que estava usando seu inseparável casacão verde escuro, decidiu dar ele a Frisk.

Frisk: Obrigada Mado...

Mado: Disponha, não posso deixar alguém como você passar frio.

Flowey: Mais em frente, existe uma cidade, a cidade de Snowdin, apesar de todos serem cruéis lá, os monstros  se controlam para não fazer nenhuma besteira.

Frisk: Como você sabe de tanta coisa Flowey?

Flowey: ............ Bem... digamos que já passei por estes lugares diversas vezes.

Mado: (Obviamente, sendo o príncipe desse reino...)

O trio estava chegando em uma espécie de ponte... nesta ponte havia algumas barras, mas quem quer que tenha as feito, fez elas largas demais, quando de repente, a alma de Mado ficou azul, e foi jogado na direção de trás, que rapidamente conseguiu pousar em pé, quando.

???: MUITO BOM SACO DE OSSOS, PELO MENOS PRESTOU PARA ALGUMA COISA.

???: Cale a boca seu imbecil, eu sou muito melhor do que isso.

Mado: Frisk! Flowey!

???: Ei amigo, acho melhor se preocupar com você antes de pensar nos outros.

Vários ossos vieram na direção de Mado, que se esquivou rapidamente.

Mado: Qu-

Sans: O nome é Sans. Sans o Esqueleto.

Ali estava Sans, ele estava totalmente diferente do Sans que Mado conhecia, ele tinha um sorriso maléfico, tinha um dente de ouro, usava um casaco preto com detalhes em vermelho, calças pretas, e tênis cinzas.

De repente.

Papyrus: E EU, SOU O GRANDE PAPYRUS, FUTURO GUARDA REAL MAIS PODEROSO.

Papyrus também estava diferente, ele tinha um sorriso ameaçador, além de ter cicatrizes de garras em seu olho direito, seu traje de batalha era totalmente escuro com alguns detalhes em vermelho.

Sans: Ninguém te perguntou nada!

Papyrus: CALE A BOCA SEU SACO DE OSSOS SUJO.

Sans: Diga isso depois que me ver tomar banho, leva a garota para a nossa casa, esse humano aqui é diferente, eu sinto uma energia poderosa vindo dele.

Neste momento Papyrus levantou Frisk que ainda estava com Flowey e os levou embora.

O casaco que Mado havia dado a Frisk tinha caído no chão, Mado foi até ele, o vestiu, então disse.

Mado: Você vai se arrepender por isso, Sans.

Sans botou a língua para fora e disse em um tom arrogante.

Sans: Vamos ver o quão forte são suas palavras.

Neste momento, vários Gaster Blasters apareceram, eles eram sombrios, e seus olhos eram vermelhos, todos miravam na direção de Mado, quando de repente.

Mado: Determinação Estagio nível 1: Força

Neste momento, o corpo de Mado se transformou, as marcas vermelhas possuíram 20% de seu corpo, e sua musculatura aumentou.

Sans: Uau, foi um erro não ter atacado você de surpresa, podia ter te matado com apenas um golpe.

Mado: (Se eu estivesse com minha força normal, poderia acabar com ele em questão de segundos na minha forma base, mas já que não é o caso, o estagio 1 deve ser suficiente)

A Batalha começa.

Sans atira com os Gaster Blasters, Mado se esquiva de todos e aparece atrás de Sans, lhe direcionando um soco, mas um dos Gaster Blaster o protege.

Sans: Achou que ia ser fácil?

Mado: Menos palavras...

Mado destruiu o Gaster Blaster de Sans, que fez com que Sans voasse para trás.

Mado: Como eu imaginava...

Sans: Do que está falando?

Mado: Você tem apenas um de vida não é?

Sans: Seu maldito! Como você sabe disso?

Mado: Eu já sabia disso faz algum tempo, mas no momento que vi você se esquivar do meu ataque tão desesperadamente, tive certeza de que eu estava certo.

A Batalha continua.

Sans atirar dezenas de ossos em Mado, que se esquiva com facilidade.

Mado: Não adianta Sans, depois de um tempo, seus ataques ficam muito óbvios...

Sans: Vou lhe mostrar o que é óbvio...

Neste momento, vários ossos se juntaram no corpo de Sans, formando uma armadura.

Sans: 1 de vida, 1000 de armadura!

Sans ataca acertando um soco no queixo de Mado, que sai rolando para trás, rapidamente, Mado se recupera, e dá um chute no abdômen de Sans, que faz sua armadura perde 200 pontos.

Sans: Mas... como... não deveria nem conseguir arranhar esses ossos.

Mado: Eu tenho muito mais experiência em combate do que você, Sans, disso eu tenho certeza, eu conheço um pouco da sua raça, a resistência dos ossos é o seu segredo para vitória, mas essa resistência só funciona com ataques normais, mas não com ataques velozes ................................... Determinação Estagio nível 2: Velocidade.

Neste momento o corpo de Mado passa novamente por uma transformação, seu corpo foi possuído 40% pelas marcas vermelhas, rapidamente, Mado aparece atrás de Sans, e lhe da um chute na direção das costelas, fazendo assim a armadura tomar 800 de dano, a quebrando instantaneamente.

Sans foi rolando pelo chão até parar em uma árvore.

Mado: Desista Sans... você não pode me vencer...

Sans: Você ainda irá ficar sabendo de mim...

Sans naquele momento, sumiu da vista de Mado. Depois da luta, Mado voltou ao normal, quando uma forte dor bateu em seu peito.

Mado: (Droga... ficar tanto tempo sem usar os estágios fez meu corpo ter menos resistência as consequências, além de eu conseguir usar somente 5% do meu poder original... Tenho que ir atrás de Frisk... ela deve estar em perigo).

Mado foi até Snowdin, com muita dificuldade, ele então começou a perguntar aos monstros se eles sabiam aonde era a casa dos irmãos esqueletos, a maioria dos monstros nem olhava para cara de Mado, se sentiam repugnados pela presença dele, quando de repente ouviu uma voz.

???: Ei, idiota, está procurando os esqueletos retardados?

Mado: Quem é você?

Fell Kid: Eu sou Fell Kid, é um grande prazer... para você, HAHAHA.

Mado: Você sabe a onde estão os esqueletos?

Fell Kid: Sei sim, mas te conto só se você me pagar.

Mado: Não tenho dinheiro.

Fell Kid: Então se ferra HAHAHA.

Neste momento, Mado agarrou Fell Kid pela blusa e disse em um tom agressivo.

Mado: Escute bem, meu jovem, eu já passei por muita coisa até hoje, mas nunca vi alguém como você, eu estou sem paciência, tem dois amigos meus que podem morrer a qualquer segundo, se eu fosse você... eu pensaria duas vezes antes de falar para alguém que você nem conhece se ferrar...

Fell Kid estava vendo o demônio bem na sua frente, ele tremia de medo perante aquela figura, quando de repente.

Fell Kid: TA BOM! TA BOM! Eu te mostro aonde é a casa dos esqueletos.

Mado soltou Fell Kid, o fazendo cair no chão, então deu um sorriso simpático e disse.

Mado: Obrigado!

Fell Kid guiou Mado até a casa dos esqueletos, e logo em seguida foi embora resmungando.

Mado: Parece que chegou a hora, Frisk, Flowey, me aguardem.

Mado entrou na casa, por incrível que pareça, estava muito bem arrumada, totalmente diferente da casa de Toriel, Mado por um momento achou que Fell Kid havia lhe enganado, quando de repente, Mado ouviu alguém gritando de um dos quartos de cima, ele foi correndo em alta velocidade lá, e abriu com tudo a porta.

Mado: FRISK! FLOWEY!

Quando olhou melhor, Papyrus estava tomando chá com Frisk, e Flowey estava ensopado.

Mado: ...?

Frisk: Mado, que bom que você apareceu.

Flowey: Seus esqueleto idiota! Você jogou esse chá em mim de propósito.

Papyrus: HAHA, SUA FLOR TOLA, VOCÊ DEVERIA ESTAR HONRADO, JÁ QUE FOI HUMILHADO PELO GRANDE PAPYRUS... OH, O OUTRO HUMANO, SEJA BEM VINDO OUTRO HUMANO.

Mado: O-o que está acontecendo aqui...?

Frisk: Esse esqueleto não é mal, ele apenas estava cansado de ouvir o irmão dele gritando com ele a cada 5 segundos.

Mado: ...

Quando de repente, Sans entra do quarto, gritando.

Sans: IRMÃO, TEMOS QUE LEVAR A GAROT-

Sans e Mado se olharam e ficaram se encarando por alguns segundos.

Sans: Papyrus... O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO TOMANDO CHÁ COM O INIMIGO SEU IDIOTA!?

Papyrus: CALE A SUA BOCA SEU SACO DE OSSOS INUTIL, E PARE DE BERRAR DENTRO DO MEU QUARTO, COMO VOCÊ PODE SER TÃO ESTUPIDO, MORRA SEU LIXO.

Os irmão ficaram gritando um com o outro por alguns minutos até que.

Sans: Que seja, vou embora daqui, ficar perdendo meu tempo com lixo não é comigo!

Papyrus: VÁ MESMO, E VÊ SE NÃO VOLTA MAIS!

Sans se teletransportou, deixando eles lá sozinho.

Papyrus estava com uma cara de raiva extrema, quando Frisk puxou sua roupa.

Frisk: Está tudo bem senhor Papyrus?

Papyrus: TUDO BEM HUMANA... SÓ ME EXTRESSO COM AQUELE SACO DE OSSOS, MESMO EU ODIANDO ELE, NÃO QUERO PENSAR QUE ELE NÃO VAI VOLTAR PRA CASA.

Mado: Ele vai voltar sim... ele é preguiçoso demais para fazer algo sozinho.

Papyrus: ESPERO QUE SIM, EU TINHA QUE LEVAR VOCÊS PARA ASGORE PARA VOCÊS SEREM MORTOS E ENTÃO ASGORE IRIA ABRIR A BARREIRA PARA OS MONSTROS SEREM LIVRES MAIS UMA VEZ, MAS REALMENTE NÃO ESTOU A FIM DE FAZER ISSO, POR ISSO, DEIXAREI VOCÊS PROSSEGUIREM.

Frisk: Obrigado senhor Papyrus.

Papyrus corou por alguns instantes.

Mado: (Frisk está totalmente diferente de quando vi ela no começo das ruínas, ela nunca deve ter se divertido assim antes).

Frisk e Flowey saíram do quarto, deixando Mado e Papyrus ali.

Papyrus: O QUE FOI HUMANO?

Mado: Acredite em mim... essa menina tem muito potencial, aguarde algum tempo... você verá que tudo vai ser resolvido.

Papyrus: COMO PODE TER TANTA CERTEZA DISSO?

Mado: Apenas tenha determinação.

Mado saiu do quarto, deixando Papyrus para trás.

Papyrus: POR FAVOR UNDYNE... PEÇO QUE NÃO FAÇA MAL A ELES...

O trio prosseguiu para a zona da cachoeira.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...