História The our real faces - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Hunhan, Kaisoo, Kris Wu, Kristao, Lu Han, Sulay, Xiuchen, Zitao
Visualizações 67
Palavras 849
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Policial, Romance e Novela, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Baekhyun - II


Fanfic / Fanfiction The our real faces - Capítulo 29 - Baekhyun - II

 

- Jongdae! Hoje eu vou ter um encontro com o senhor Park! AI MEU DEUS!

- Baekhyun, você não deve se iludir, ele não parecia querer algo realmente com você... Tem algo que eu não saiba?

- Eu concordei em ser inspiração pra ele no próximo livro.

- Ah seu idiota! Você concordou em ser usado e descartado?

- Não, ele não vai fazer nada. Não vai né?

- Eu não conheço ele, mas acho que você deve ir com calma, não fique emocionado demais com isso.

- Mas é o senhor Park! Meu Deus Jongdae, como não se emocionar?!

- Apenas... Não se iluda. Tenha uma boa noite e volte cedo.

- Você não é minha mãe.

- Sou seu melhor amigo e quero sua segurança, volte cedo.

(No Kaffe – 20:00)

- Uaa, esse cara... Já faz 20 minutos que eu estou aqui e o senhor Park não chegou... Acho que vou embora...

Então quando Baekhyun está saindo pela porta do café, Chanyeol entra e pega ele pelo braço.

- Eu disse pra você me esperar *olhando para Baekhyun com cara meio brava*

- Você estava demorando...

- Deveria me esperar igual, sente-se.

- Tudo bem, como eu vou ajudar você?

- Você é meu. A partir de agora, e será meu durante 10 dias. Eu ví que você não terá aula durante os próximos 10 dias. Então você ficará na minha casa e será meu.

- Mas e o Jongdae?

- Ele se vira sozinho. Aliás, quero saber como ele é também... Tudo bem, tome seu café e vamos pra casa.

- Eu não sei se quero ajudar... Não assim...

- Agora você não tem mais opção, você já é meu.

Baekhyun termina e os dois vão para casa de Chanyeol.

(Casa de Chanyeol)

- Aonde eu durmo? Como vou ficar aqui tanto tempo sem minhas roupas?

- Você dorme na minha cama, suas roupas... Saímos amanhã pra comprar. Venha, vamos pra o quarto.

- Senhor Park...

Então Chanyeol Park se aproxima rapidamente de Baekhyun e levanta seu rosto e fica olhando fixamente em seus olhos. Baekhyun não tem reação. Então Chanyeol envolve o corpo de Baekhyun com seus braços.

- Não resista.

E o leva para o quarto. Deitam-se na cama e Chanyeol coloca Baekhyun confortavelmente na cama. E começa a beija-lo. Depois ele beija o pescoço de Baekhyun suavemente.

- Yah, você gosta?

Baekhyun não emite nenhum som. Então Chanyeol sai de cima de Baekhyun:

- Agora é sua vez.

- E-eu... Eu não sei o que fazer senhor Park.

- Suba em mim.

- Não sei se devo...

Então Chanyeol usa seus braços fortes e coloca Baekhyun em cima dele. Chanyeol tira a camisa e enquanto acarica o rosto de Baekhyun tira a camisa dele também. Ele usa suas mãos acariciando as costas de Baekhyun.

- Apenas me siga.

Então acontece, em meio a respirações ofegantes e beijos ardentes...

- Baekhyun, diga que me ama.

- E-eu t-te amo senhor Park.

Depois de tudo terminar Chanyeol coloca as calças e joga as roupas de Baekhyun na cara dele.

- Não preciso mais de você, adquiri as informações que precisava. Você pode ir embora agora.

Baekhyun desacreditado simplesmente começa a chorar.

- Yaah, eu disse pra você estar preparado! Não seja criança moleque! Yah, vá embora.

Então Baekhyun sai correndo da casa e vai para seu quarto na universidade.

(Quarto de Jongdae e Baekhyun)

Jongdae está dormindo, porém acorda com o choro de Baekhyun.

- O que houve? Baekhyun me fale agora!

- QUER QUE EU DIGA O QUE?

- Meu Deus, o que aconteceu?

- QUER APENAS QUE EU DIGA QUE VOCÊ ESTAVA CERTO?

- Baekhyun... Eu vou lá falar com aquele cara.

- NÃO!

- Então... O que você quer fazer?

- Morrer.

- Yaaah, e eu? Você não vai me deixar. Grite o quanto quiser Baekhyun.

- Eu não quero gritar, mas por que ele fez isso comigo?

- Por que ele queria informações de algo que ele não podia simplesmente deduzir.

- Eu fiz coisa errada né?

- Você não deve pensar nisso. Pense que... Foi bom?

- Foi.

- Então simplesmente apague o fato de ele ter te descartado e saia por cima.

- Eu vou comprar o livro.

- Compre sim.

- Ele disse que não demoraria, pois só faltava alguns tópicos. Por que eu?

- Porque você é inocente.

- Posso dormir com você?

- Pode, vem.

Então Baekhyun deitou-se ao lado de Jongdae e pegou no sono. 30 minutos depois alguém bate na porta. Jongdae foi atender.

- Boa noite.

- Ah não! Você não! Pode ir embora.

- Eu posso falar com ele? *apontando pro Baekhyun*

- Você não pode, não deve, e não vai.

- Aish! Quando vocês voltam às aulas.

- Não apareça mais na frente do Baekhyun. Boa noite.

Então Jongdae fecha a porta na cara de Chanyeol, tranca porta e volta pra cama.

- Era ele?

- Sim... Mas você deve descansar, se ele realmente quiser falar com você ele vai se esforçar pra que isso aconteça. Boa noite.

- Boa noite.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...