História The past back in the future - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Baby Unicorn, Brasil, Lésbica, Romance Lésbico
Visualizações 8
Palavras 1.437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse é um capítulo novo tá meninas ?

Capítulo 10 - Bruna. O que é isso ?


 Era umas 18:00 da tarde e eu estava a onde ? Trabalhando! Eu e as meninas estávamos jogando até eu receber uma mensagem do meu sócio, dizia que precisava de uns documentos e aprovação em outros. 

 Sempre achei que era pouco trabalho, mas como deixei acumular 3 dias, estou lotada de emails. Mas eu até que não me importo, boto uma música como: Scared to be lonely, e sigo o baile. Tudo na minha vida melhora 101% com música. 

 Estava com uma hora que estava resolvendo as coisas, e sinceramente falta bem pouca coisa, até já liguei para o Patrick e resolvi tudo, quando recebi uma mensagem da Ana: 

 Bruna, posso ir aí hoje ? O Patrick veio pro Brasil ontem deixar o Augustus, só me disse agora. Queria te apresentar minha razão de viver. 

 Nem me dei o trabalho de responder e liguei pra ela: 

 - Alo ?- perguntei, nunca sei quando a pessoa atende.

 - Hey Bru! 

 - Vem pra cá que horas ? 

 - Então posso ir ? 

 - Você ainda pergunta? Claro! Quero conhecer logo esse pequeno, a Camilla tá aqui, a Sté, logo logo chega a Larissa, vamos fazer uma noite divertida. 

 - Ah Bru, agora, nem sei se vou. Geralmente essas coisas são pra se divertir, ver filmes de terror, jogar verdade ou consequência, você sabe, ia me sentir uma dondóca aí.

 - Para de drama Ana, vem que quem manda sou eu, e se eu quiser vamos passar a noite assistindo Nemo.

 - Tá bom, chata. 

 - Beijo, te espero.

Desliguei a ligação e logo tratei de terminar o pouco que faltava. Enquanto isso, fingia que estava em um clipe com a Demi Lovato cantando Sorry not Sorry, um hino de música né meus amores. 

 *** 

 Quando terminei, peguei meu violão que estava no escritório e desci até o andar de baixo, me surpreendi ao ver que Larissa já tinha chegado e a Ana também. 

 - Minhas convidadas chegam e vocês nem pra me avisar ? É isso mesmo produção ? - coloquei meu violão no pé da escada.

 - Eu que pedi pra não te incomodar.- Ana falou, enquanto eu cumprimentava a Larissa com um abraço.

 - imaginei.- falei e dei-lhe um abraço bem apertado.- Hi Augustus.- falei cumprimentando a criança que olhava tudo curioso. 

 - Oh hi Bruna. 

 - Come'on, i not bite.- ele veio e me abraçou. 

 - You speak in portuguese?  

 - Sim, apesar de preferir e amar o inglês.- ele respondeu bem tímido. 

 - Augustus deixa eu te apresentar minhas amigas, elas não falam em inglês com exceção da Larissa.- apontei pra Larissa, não sabia se ela realmente falava em inglês, mas deduzi afinal ela viajou pra fora do Brasil e não foi para um país latino.

 - Essa é a Camilla, ela é minha vizinha, e aquela é a Sté, ela é amiga da Camilla a muito tempo, e agora é minha amiga e também sua.

 - Prazer Meninas. 

 - Então Augustus, sua mãe já te contou a novidade ? - perguntei olhando pra Ana que apenas com o olhar me dizia que não falou.- A sua mamãe, vai vir morar aqui, comigo. 

 - Vocês são namoradas ?- perguntou confuso.- Mamãe, por quê você não me disse que tava namorando ?- bateu os pés e cruzou os braços, enquanto eu e a Ana morria-mos de rir de seu jeito fofo e atrevido.

 - Calma ae! Não somos namoradas!- falei ainda me recuperando.

 - Ah, que pena, você tá perdendo um mulherão.-  

 - Tô ligada. E aí, tá com fome ? 

 - Não, eu jantei antes de vir.

 - Quer sorvete com Nutella e morangos ?

 - Quero!

 -Então vamos geral pra cozinha tomar sorvete. 

 - Mas a gente nem jantou sua louca.- disse Camilla gritando.

 - Como é que é Antônia ?- disse Ana. 

 - Tia Bruna, aproveita que a casa é grande e corre.- falou o pequeno Augustus.

 - Eu sei domar essa fera, relaxa.- cochichei em seu ouvido. 

 Ele sentou na bancada e eu preparei uma bela taça de sorvete pra ele e pra Ana, eu e as meninas esquentamos nossa janta, que era as sobras do almoço, só o frango que eu fritei na hora. Claro que depois que comemos, também tomamos taças de sorvete. 

 - Vamos pra sala de cinema ver algum filme ?- perguntei. 

 - Eu tô com sono.-falou o pequeno coçando os olhos. 

 - Ana, bota ele pra dormir em algum dos quartos aqui no andar de baixo. 

 - Tá, vamos Aus? 

 - Vamos.

 - Quando ele dormir você desce lá no porão, aí vira a esquerda e tem uma porta com o nome Cinema.

 - Ok, pode deixar. 

 Eu e as meninas descemos enquanto Ana colocava o seu filho pra dormir. 

 -Cami tu já escolheu um filme então deixa as meninas escolherem hoje. 

 - Tá certo. Sté fica aqui os filmes, tudo em ordem alfabética, gênero, classificação e tals.- Camilla falou como se estivesse uma aberração na gaveta.

 - Credo.

 - Gosto de organização.- falei em minha defesa.

 - Não notei.- falou Sté.

 -Chatas, vou fazer as pipocas na pipoqueira automática, já venho. 

 -Espera aí, vou junto.- falou Camilla me acompanhando até a pipoqueira automática, que era basicamente um carrinho de pipoca estilo americano dos anos 80 ou 90.- Não acha muito pequena a cama pra 5 pessoa ?- perguntou assim que chegamos.

 - Até acho, mas com jeitinho cabe geral.

 - Você e a Ana tão tendo alguma coisa ?- perguntou como quem não quer nada. 

 -Não.- Respondi simples. 

 - Então por que ela vem morar aqui ?

 - Porque ela quase perde a guarda do filho, ela trabalha de mais aí não tem tempo.

 - E melhora em que ela vindo morar aqui ?

 - O menino vai ter alguém familiar com ele, a casa é grande e da pra ele se divertir muito, se eu precisar sair e a Ana não tiver em casa posso falar com a sua mãe pra olhar ele ou outra pessoa conhecida.

 -Ah.- falou por fim. 

 - Acho que tem uma sala de cinema também, tipo com sofás enormes e tals, mas eu não lembro onde.- falei enquanto olhava as pipocas estourarem. 

 - Cheguei, já começaram ?- Ana chegou atrás de nós. 

 - Aninha! Ainda não, as meninas estão escolhendo os filmes e eu e a Camilla fazendo a pipoca. 

 - Ainda bem. 

 - Cami, fica aqui olhando a pipoca que eu vou com a Ana ver se encontro a Sala de cinema. 

 - Tá certo, podem ir, eu fico de olho na pipoca- Arrastei a Ana pela mão em direção ao quarto de jogos. 

 - Aqui é o quarto de jogos, e tem mais duas salas aqui e um corredor que no final tem mais duas salas eu acho. Quer ir aonde primeiro? 

 - Vamos começar pelo corredor ?

 - pode ser. 

 Caminhamos até o final do corredor, e entramos na porta da esquerda e eu fiquei de queixo caído quando vi do que se tratava.

 - Bruna.- falou Ana completamente em choque.- o que é isso ? 

 - Eu não sabia desse quarto juro! A gente tem que manter essa porta sempre trancada.- Falei, ainda não crendo no que vi. 

 - Vamos olhar nos quartos da Sala de jogos.- falou me puxando. 

 - Claro.- Saímos de lá e decidimos ir na porta da direita, dessa vez no quarto de jogos, e achamos.- Vamos chamar as meninas pra cá ?  

 - Vamos, deixa a porta aberta tava fechado muito tempo aí. 

 - nem tanto, eu passei um pano no chão à uns 3 dias. 

 - mesmo assim.-Deixei a porta aberta e fui atrás das meninas com a Ana, estava todas 3 no quarto esperando a gente.

 - Gente aqui é muito pequeno pra nós 5, então vamos pra sala de cinema, tem três sofás enormes e a teve é quase do tamanho da parede. 

 - Não tem nada a não ser exagerado na tua casa?-Comentou Larissa. 

 - Não - Respondi rindo- eu preferia uma casa menor, mas até que gosto de uma casa enorme e com tanta variedade.- falei enquanto andávamos até a sala. 

 Ao chegarmos a Larissa botou o filme e o carrinho de pipoca ficou na sala, tinha uma geladeira daquelas de comércio com refrigerantes, sucos e tals, até aconselhei elas de olharem a validade porque não sabia desde quando estava aí. Tinha 3 sofás como eu falei, um grande, e dois menores, a Larissa e a Sté ficaram cada uma em um dos menores, e eu, Camilla e Ana dividimos o maior, eu no meio e a Ana do lado esquerdo e a Camilla no direito.


 

 

 


Notas Finais


Olá, então, essa história foi mais uma promessa que fiz, mas sei que não é só minha promessa que tá lendo, então eu realmente queria que vocês comentasse sugerindo algo ou dizendo se tá bom ou não. É minha terceira história e as minhas outras que eu apaguei pegou muitas visualizações, então tá bem difícil lidar com tão pouco, mas é a vida. :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...