História The past back in the future - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Baby Unicorn, Brasil, Lésbica, Romance Lésbico
Visualizações 21
Palavras 1.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, seguinte, a história se passa no futuro (mais exatamente em 2021), mas eu não tenho como adivinhar o futuro! Então as músicas e citações ou coisas do tipo vai ser tudo da atualidade e provavelmente vou colocar na história como se fosse algo da atualidade e não de 5 anos atrás.

Capítulo 9 - Me obriga


 Por motivos de precaução, passei a tarde no hospital e como estava tarde resolvemos por dormir aqui mesmo, Sté voltou pra casa da Camilla, aproveitei que ela ia e pedi pra ela pagar 4 faxineiras pra dar uma limpeza na casa. A Camilla ficou comigo no hospital, a Ana não ia passar a noite lá não estava de plantão e a mesma queria descansar e falar com o filho. 

 - Trouxe meu celular ?- Perguntei a Camilla. 

 - Trouxe, vim tão rápido que esqueci foi de pegar o meu.- Ela caminhou até o sofá e pegou meu celular que estava em uma bolsa.

 - E tu sabe onde tá ?- perguntei confusa.

 - Sei, tá destro do seu closet!- se deitou do meu lado. 

 - Sabe 50%. 

 - Como assim ? 

 - Ele tá lá, mas o Closet é grande. 

 - Aí Jesus. Você vai ter que me devolver de qualquer forma. 

 - É.- Liguei meu celular e ainda estava em 98% já que ele fica carregando do lado da cama.- Bora assistir alguma coisa ? 

 - Orange. 

 - Já assisti todas as temporadas. 

 - e daí ? Bota na primeira temporada. 

 - Ok então. 

 Coloquei na primeira temporada como ela pediu, fomos assistindo de boa, até que começou uma parte bem quente, e ela tava muito perto, eu já tava ficando quente! Mas de vergonha! Escondi meu rosto em seu pescoço. 

 -Que foi ?- perguntou rindo.

 - Não, nada.- falei com a voz abafada por seu pescoço.

 - Alguma coisa é. 

 - Vergonha, não dá pra ver essas cenas sem sentir vergonha.- Ela riu alto e descontrolado.- Para de rir ridícula!

 - Me obriga. 

 - A é assim ? Beleza.- levantei meu corpo até ficar cara a cara com ela e a beijei, era pra ser um beijo simples, mas de apenas um selinho se transformou em um beijo sedento, chegando a um ponto que não sabia como tinha parado em seu colo e as duas sentadas por mais contato. Quando o ar fez falta desci os beijos por seu pescoço, depois clavícula e então apenas descansei minha cabeça em seu ombro. 

 -Uau.- Ela falou ainda com a respiração casta.

 - Não gostou ?- perguntei.

 - Gostei.

 - Eu não sei mais o que falar.- falei envergonhada brincando com a barra da camisa dela. 

 - Então não fala.- se deitou e me abraçou forte, deu um beijo na minha testa e pegou minha mão, pra fazer carinho ou apenas tocar. 

 Desliguei meu celular e coloquei-o em cima de uma cômoda que tinha do lado da maca. Depois de alguns minutos Camilla dormia, mas eu não conseguia. Me levantei da cama e sai do quarto, andei pelo hospital até achar uma janela no final de um corredor, abri e senti a brisa fria no meu rosto. 

 - Senhorita ?- uma enfermeira me chamou. 

 - Sim ? 

 - Desculpe, qual seu quarto ? Acho que não pode ficar por aqui, ainda mais nessa janela pegando o sereno da noite, vai atrair um resfriado.- Senhora me olhava calma mas demonstrando preocupação.

 - Eu gosto do frio, eu não estou doente, apenas tive um desmaio ontem e minha médica trabalha nesse hospital, ela falou que eu dormisse aqui.

 -A sua médica é a Ana ?

 - É sim. 

 - Ela falou com a gente sobre você, disse que foi um anjo que caiu do céu.

 - Exagerada ela. 

 - É pode ser, mas você deve ter feito algo realmente bom pra ela. 

 - E fiz. - Respondi sorrindo a senhora na minha frente quando...

 - Meu Deus Bruna por quê você saiu do quarto, nem pra avisar, o que aconteceu.- Falou Camilla ao me encontrar no final do corredor me abraçando forte. A enfermeira doce olhou pra nós e sorriu maliciosa, mas não disse nada apenas saiu.

 - Calma! Eu tô bem, só não consegui dormir. 

 - Tudo bem, seu rosto tá gelado.- observou ao tocar minhas bochechas.

 - Estava na janela.- Ela não falou mais nada, apenas andamos até nosso quarto e deitamos. 

 - Quer que eu faça cafuné ?- perguntou-me 

 - hum?

 - Pra você dormir.

 - Não precisa.- me aconchego ao seu corpo magro. 

 Em pouco tempo ela já dormia novamente, mas eu não conseguia, então apenas peguei meu fone e assisti um filme, de comédia romântica, qualquer. Quando deu 7 horas coloquei meu celular de lado e esperei a Camilla acordar. Resolvi me levantar da cama e me sentar na poltrona que tinha no quarto, depois de um bom tempo a Sté chegou.  

 - Hey Bru, tá melhor ?- perguntou entrando no quarto, ela vestia uma roupa normal, calças justas e uma regata, tinha uma mochila nas costas. 

 - Tô sim. 

 - Tá aqui roupas pras duas.- falou me entregando a mochila, abri e peguei minha roupa. 

 - Eu vou tomar um banho pra despertar, entra aí.- falei me levantando. 

 - Perai, queria te apresentar uma amiga minha e da Camilla.- Ela falou um pouco nervosa? Animada ? Sei lá.

 - Tá, claro.  

 - Bruna, essa é a Larissa.- Falou me apresentando uma menina bem linda por sinal, tinha cabelos lisos, um óculos no rosto, vestia uma calça skinny e uma blusa de manga da cor preta, um tênis em seus pés, branco.

 - Prazer Larissa. Bom fiquem à vontade, eu vou tomar um banho rápido.- dei um rápido abraço nela, e o famoso beijo no rosto. 

 Fui pro banheiro e fiz minha higiene pessoal, eu estava com muito sono mas não conseguia dormir, a imagem do vazio me assustava, era como se eu estivesse morrido. Coloquei música no meu celular e tomei meu banho enquanto cantava uma música qualquer que tocava em meu celular. 

 Ao acabar meu banho, coloquei a roupa que a Sté me separou, uma calça jeans e um blusão com uma estampa de algum desenho animado, sai do banheiro e a Camilla já tinha acordado. 

 -Bom dia.- Falei 

 -Bom dia.- me respondeu e já foi pegando suas roupas pra também tomar banho. 

 -E então meninas, sobre o que conversavam ?- perguntei me sentando no sofá.

 - Sobre as viagens da Larissa. 

 - Viagem, gosto.-comentei.- esteve por onde Lari? - perguntei curiosa. 

 - Vários países e cidadezinhas da Ásia, quero rodar o mundo sabe ? Aí comecei por lá, já estou planejando rodar a Europa. 

 - Que maneiro! Você demorou quanto tempo na Ásia ? 

 - 1 ano, fui com 18 pra 19 anos. Cheguei recentemente de lá.

 - Eu tenho vontade de um dia conhecer vários lugares pelo mundo, mas acho que passar um ano aprendendo uma cultura não é pra mim. 

- Você não tem noção de como é maravilhoso, mas realmente da muita saudade. No começo eu sofri muito com isso, por que é difícil se acostumar com a rotina, comida etc.

 - Imagino, por isso, acho que não aguentaria um ano. A não ser que seja no continente americano, tô mais acostumada e sei bem mais sobre.- Rimos. 

 Ficamos conversando até a Camilla sair do banho, quando ela saiu pegamos nossas coisas e fomos pra casa, Larissa foi com a gente, mas pediu a Sté que a deixasse na casa de seus pais pra poder matar a saudade. Chamei ela pra uma noite de filmes aqui em casa, hoje a noite, ela aceitou, ao chegarmos em casa ela estava um brinco. Fiz o almoço, algo bem simples e leve, frango, salada, arroz, e feijão branco, e todas comeram. 

 A tarde se passou com nós brincando nos meus vídeo games. 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...