História The Path of Doom - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kylie Jenner
Personagens Justin Bieber, Kylie Jenner, Personagens Originais
Exibições 93
Palavras 2.135
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Luta, Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Presentinho pelos 91 favoritos. Bora chega em 100,divulguem Peas amiguinhas e pros amiguinhos

Capítulo 13 - Please, not!


Fanfic / Fanfiction The Path of Doom - Capítulo 13 - Please, not!

Um tempo depois 

—Jason, che...—Patricia parou quando viu a morena sentada do meu lado —Kylie? 

—Blandy —Kylie falou indiferente e afastou um pouco o rosto do meu 

—O que tá fazendo aqui? 

—Que falta de educação, não foi assim que te criei. Mais respeito com sua patroa vadia 

—Espera, como é que é? —Perguntei completamente confuso 

Patroa? 

—Não estamos no serviço —Patrícia falou parecendo em choque

—Continua servindo a mim do mesmo jeito—Kylie falou se levantando 

—Servindo a você? —Perguntei olhando pra morena —Serviço? —Olhei para minha mãe —Mais, você disse que é bandida

—Gangster Jason! Quantas mil vezes vou ter que corrigir! Usa essa cabecinha pra alguma coisa! Já expliquei que minha renda não vem só da gangue —Kylie falou irritada como sempre —Sabe que também tenho uma... —Deixou a frase no ar e senti como um soco em meu estômago

Por favor, não 

—Me diz por favor que você trabalha na administração da boate ou no bar, ou na limpeza —Falei sentindo lágrimas se formarem 

—Não Jason, ela é uma das minhas vadias, aliás, uma das melhores, a grande Blandy, me dá um lucro maravilhoso —Kylie falou indiferente —Disse que seu filho era pequeno, mentindo pra mim Blandy? Que feio 

—O nome dela é Patrícia —Falei sentindo raiva, não só de minha mãe, mais de Kylie também 

—Abaixa o tom garoto, sabe que sua vida está por um fio, não se arrisque. Bom, preciso ir, pode chegar um pouco mais tarde Blandy, mais só uma hora, se não, castigo pra você —Kylie falou, pegou sua arma escondendo a mesma com a jaqueta, pegou o capacete e saiu 

—Filho.... 

—Disse que trabalhava em uma empresa —Falei a interrompendo 

—Aposto que ela disse o mesmo a você no começo. É uma ordem, quando perguntarem aonde trabalhamos é pra dizer que trabalhamos em uma empresa devido que a boate é ilegal. Aonde se conheceram? 

—Na rua... 

—Fique longe dela filho, por favor, ela é perigosa não tem dó de absolutamente ninguém. Já a vi matar uma criança sem nem se importar. Por favor, fique longe dela. 

—Eu quero ficar longe de você. Ela me faz bem, muito mais do que você faz. 

—Ela te ameaçou 

—Da boca pra fora. Ela já teve chances de me matar mais desistiu. Então quer dizer que a comida que eu como é paga com dinheiro que você arranja se prostituindo? Dinheiro sujo? 

—Ou é isso ou morremos de fome

—Não, a vovó já disse que você já tinha se envolvido com prostituição antes de eu nascer, e disse que meu pai era gangster. 

—Mesmo assim insiste em viver nesse mundo. Já participou de algum assalto? Já matou alguém? 

—Diferente de vocês eu tenho juízo e caráter 

—Juízo Jason? Você estava beijando a Kylie Jenner, a dona das ruas, a pior gangster feminina da história. 

—Não tenho culpa se ela beija bem 

—Quero você longe dela! 

—Não recebo ordens de prostitutas

Subi correndo pro meu quarto e me tranquei no mesmo 

(...) 

Depois do banho, fiquei estudando por um tempo e depois fiquei deitado na cama de costas pra varanda pensando 

Ela é prostituta, eu sou filho de uma prostituta, talvez meu pai nem seja meu pai de verdade

Por que tudo tem que dar errado comigo? 

Senti a sensação de estar sendo observado e quando olhei pra trás dei um grito de susto ao ver a mulher parada na porta da sacada

—Merda Kylie, que susto —Falei levando a mão até o peito e me sentei 

—Tão dramático, pior que mulher. Mais então, se resolveu com a mamãezinha? —Kylie perguntou se aproximando e sentou na cama a alguns centímetros de mim

—Não quero falar sobre ela, na verdade não quero nem falar com você 

—Eu? Por que? 

—Sabia que minha mãe é prostituta mais mesmo assim insistiu em esconder isso de mim

—Jason eu nem sabia que ela é sua mãe, ela dizia que o filho dela era pequeno. E olha, da uma trégua, pô, se ela faz isso é pra poder te bancar e não deixar que sua avó te leve, já ouvi ela falando sobre isso com uma das vadias, ela disse que só tá nessa pra poder mostrar pra sua avó que ela é capaz de criar o próprio filho da uma trégua 

—Você tá bem? 

—To, por que? 

—Tá sendo legal comigo, legal. 

–Um pouco de solidariedade não vai me matar

—Não sabia que a palavra solidariedade existe no seu dicionário 

—Não existe, ouvi uma velha falando e fui ver o significado. Terei pesadelos essa noite 

—Ouvindo conversa dos outros Kylie Jenner ? 

—Não, ela disse isso quando eu fui matar o filho dela 

—Você saiu daqui pra matar alguém? 

—Tava irritada, precisava me acalmar, não queria mais brigar com você 

—Não sente nem um pouquinho de culpa depois que mata alguem? 

—Não 

—Mais você tá destruindo uma família

—Já fiz coisas piores do que destruir uma família 

—Por exemplo? 

—Não está preparado pra saber sobre meu passado 

—Quando vou estar? 

—Talvez quando começar a nascer pelos nesse corpo magrelo. 

—Eu tenho pelos 

—Cabelo não conta 

—Não tô falando do cabelo e conta sim, cabelo é pelo 

—Primeiro; Saco não conta. Segundo; Eca Jason 

—Ué, cabelo é pelo sim, minha professora falou 

—Graças a Deus eu não frequentei a escola

—Não frequentou a escola? Mais todos tem que frequentar a escola, se não os pais vão presos 

—Sou órfão Jason. Bom, na vou indo, só vim ver como estava—Ela se levantou mais eu segurei sua mão —Que? 

—Fica aqui, dorme comigo 

—Não durmo com ninguém Jason, já falamos sobre isso 

—Por que não? Já estamos ficando faz um tempo 

—Dorme bem pirralho 

Ela me deu um selinho demorado e quando ia se afastar eu a puxei pra um beijo qual ela resoondeu na hora. 

Depois do longo beijo, ela encerrou o mesmo sugando meu lábio e depois saiu pela sacada sem dizer nada. 

Dois meses depois 

Point of view KYLIE JENNER 

Vesti a roupa que iria ir no racha —uma t-shirt preta, um short jeans, uma bota de cano alto (1)—escondi minha arma peguei a chave do carro e desci. Levei um pequeno susto ao ver o garoto brincando com as meninas na sala

—Que porra você tá fazendo aqui? —perguntei fazendo todos me olharem 

—As meninas me chamaram pra ir junto no racha —Jason falou sorrindo nas enquanto estava no cavalinho da Jordyn 

—Vocês o que? —perguntei incrédula

—Ah Kylie, esse magrelo é legal pra caralho. Todas gostamos dele, e raramente gostamos de alguém —Amber falou e bateu com a almofada nele que chutou ela—Viu, ele sabe brincar 

—Tá, mais eu não gosto dele—falei cruzando o braço contra o peito 

—Então por que dá pra ele? Tamo sabendo disso querida —Cara falou 

—E por que se masturba pensando nele? —Rihanna perguntou e senti minhas bochechas arderem

—Não me masturbo a anos —falei me recompondo 

—É mentira Jason, nois ouviu ela gemer teu nome outro dia —Iggy falou e Jason me olhou com uma sobrancelha erguida e um sorriso malicioso 

—Então a grande Kylie Jenner se masturba pensando em um adolescente de 17 anos qual ela diz odiar? Interessante —Jason falou e eles riram 

—Se considerem mortos —falei e sai sendo seguida por todos eles 

.... 

—Jason, tá afim de correr? —Iggy perguntou mostrando as chaves do meu carro pro garoto

—To, bora —Jason falou e ia pegar as chaves mais eu peguei antes—A Kylie. Nicki a Kylie pegou as chaves de mim

—Kylie devolve as chaves pro meu magrelinho —Nicki falou soltando a fumaça de seu baseado 

—Não! Você não vai correr, já te deixei vir, mais correr você não vai! —falei 

—Ah Kylie para de ser tão careta, deixa o garoto correr —Cara falou —Vou com tu cunhadinho 

—Ele não sabe nem trocar uma marcha —falei

—Claro que sei, o pai do Ryan me ensinou a dirigir —Jason falou —Vai Ky, por favor 

O olhei tentando intimida-lo mais ele continuou fazendo cara de cachorro que caiu do caminhão de mudança. Rosnei revirando os olhos e ele é a Cara comemoram. Olhei em volta pra ver quem iria com eles e suspirei vendo ser Drake e Chris

—Vem cá —falei e Jason se aproximou —O carro deles vai desacelerar na 3 curva, passa perto e acelera, cuidado que ele vai tentar jogar sujo, mais só não deixa eles te fecharem muito menos o Drake, ele é o pior, entendeu? 

—Entendi 

—Se fizer um arranhão no meu carro eu acabo com você 

Entreguei as chaves pra ele e ele saiu correndo junto com a Cara

—Você gosta dele—Angela falou 

—Oi? Não gosto de ninguém, não nasci pra amar —falei vendo ele entrar dentro do carro 

—Claro que nasceu, te conhecemos muito bem e essa pose de bad girl não funciona com a gente, nem com ele—Iggy falou —Admite, você tá afimzona dele

—Calem a boca! —falei fazendo elas rirem

Os quatro carros foram pra largada e senti meu coração acelerar. Aí porra se ele morrer o Jeremy me mata. 

A vadia parou na frente dos carros, tirou a calcinha fazendo as pessoas em volta gritarem principalmente a gente, ela girou a calcinha rebolando e abaixou a mesma fazendo os carros voarem. Jason estava indo bem, vindo logo atrás da Cara que estava em primeiro, e logo atrás vinha Drake depois Chris. 

Eles fizeram 2 voltas e na 3 percebi que Drake estava colando muito no Jason. Drake ficou do lado do carro em que Jason estava e bateu colou os carros. Merda. Montei na moto da Lauren e ela montou atrás. 

Um espinho grande saiu do pneu do Drake e perfurou o do Jason fazendo o carro ficar desgovernado e sair rolando mais rapidamente parou 

—Jason! —gritei com toda minha força e acelerei a moto 

Parei do lado do carro, nos duas descemos fomo até o carro e arrancamos e porta. Pelo menos o carro não havia parado de ponta cabeça 

—Jason, Jason acorda —falei entrando em desespero e ele abriu os olhos devagar

—Eu venci? —ele perguntou baixo e suspirei aliviada 

—Perdeu feio pirralho —Lauren falou 

Tirei o cinto dele e o ajudamos a sair com cuidado já que ele tava todo machucado 

—Quem diria, a grande Kylie Jenner se importando com um pirralho magricelo —Drake falou e senti minha raiva por ele aumentar 

Saquei minha arma e atirei na cabeça dele o matando na hora 

—Kylie! —Chris falou e eu atirei nele também 

—Mais alguém? —perguntei e as pessoas em volta recuaram —Foi o que eu pensei 

Passei o braço de Jason por meu ombro, Lauren também, Nicki ergueu as pernas dele e Rihanna também enquanto Angela segurava a cabeça dele 

—Tô me sentindo um rei—Jason falou nos fazendo rir

—Cala a boquinha vai—falei enquanto íamos até os nossos carros 

—Não Ky, conversa com ele, ele tem que ficar acordado até chegarmos no hospital —Nicki falou e eu assenti

—Tu vai me bater? —Jason perguntou me olhando 

—Por que? —perguntei 

—Porque eu destruí teu carro 

—Vai ficar na sua conta 

Colocamos ele no chão, Lauren e Rih foram na frente e eu fui atrás junto com o Jason 

—Dorme não, fica falando comigo —falei acariciando o cabelo dele e peguei a caixa de primeiros socorros —Acha que quebrou alguma coisa? 

—Não so tá ardendo 

—Não precisa ir pro hospital então, faço os curativos nele

—Aí é com ele—Lauren falou 

—Quer ir pro hospital ou quer ir lá pra casa? —perguntei olhando pro garoto 

—Sua casa, não curto hospital —Jason respondeu —Posso dormir agora? Tô com sono 

—Isso não é sono, é vontade de demaiar —Rihanna falou 

—Não é sono mesmo, fiquei a madrugada assistindo série e nem dormi —Jason falou me fazendo rir pelo nariz 

—Dorme vai, te acordo quando chegarmos —falei 

—Acorda mesmo ou vai me Zoar? 

—Você já tá zoado 

—Valeu

Ele se acomodou, fechou os olhos e logo adormeceu enquanto eu fazia carinho em seu cabelo 

—Quem dorme depois de capotar o carro? —Lauren perguntou

—O perturbado do Jason —falei e elas riram pelo nariz 

—Tá ligada que você matou o Drake e o Chris né!? —Lauren perguntou 

—To, se preparem pra guerra garotas —falei e elas bateram as mãos 

—Vai Ky, admite se tá afim dele —Rihanna falou 

—Não tô velho, tirem isso da cabeça, eu não gosto de ninguém, só suporto ele porque é uma missão —falei relaxando no banco e parei de fazer o carinho 

—Também só te suporto porque não tenho como me livrar de você —Jason falou ainda de olhos fechados e nós três levamos um susto —Eu ainda não dormi. Tu é falsa hein Kylie, espera os outro dormi pra falar mal, que coisa feia viu 

—Gente esse moleque não presta —Lauren falou rindo junto com a Rihanna 

—Você nunca mais vai chegar perto de um carro —falei olhando pra ele

—Como assim cara? Aquilo foi incrível—Jason falou animado 

—Esse é um dos nossos —Rihanna falou e eles bateram as mãos fazendo ele reclamar devidos os machucados na mão o que nos fez rir 



Notas Finais


Tchau, dependendo do número de comentários, próximo tem Ky boazinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...