História The people change - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 10
Palavras 2.089
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


algumas coisas estão mudando....

Capítulo 9 - I love you


- Ricky, chegamos – ouvi Nicky dizer de lá de baixo

Eu desci para ver meus irmãos já que há mais de 4 anos não nos víamos :

- oi, pessoal – disse eu

- oi, Ricky – disse Nicky

- eu senti sua falta – disse Dawn me abraçando

- como você está – perguntou Dawn

- mais ou menos – respondi

- Por que? – disse dawn

- a Mackenzie terminou comigo – disse em seu ouvido

- por que  - disse ela

- vem aqui que eu te explico – disse eu a levando até meu quarto

Chegando lá eu comecei a lhe explicar o que havia acontecido entre mim e Mackenzie :

- serio que foi isso mesmo – disse dawn surpresa

- sim, eu não estou mentindo – disse eu

- mas porque você beijou a sarah – disse dawn confusa

- eu não beijei a sarah ela me beijou – disse eu

- mas você disse que sentiu ela se aproximar e não se afastou – disse ela

- mas... mas...... eu não sei explicar mas não é culpa minha – disse eu

- claro que é culpa sua, e com certeza culpa sua, vá atrás da garota que você ama seu idiota – disse dawn

- você tem razão – disse eu saindo pela porta do quarto

Eu vou agora mesmo pedir desculpas a Mackenzie pelo que fiz, e quem sabe talvez eu a tenha de volta não espero que ela me perdoe instantaneamente mas que ela entenda o porque fiz o que fiz eu só quero que ela saiba que eu a amo muito a ponto de não poder simplesmente desistir dela

A não ser que ela já tenha me esquecido, porque parece ser o que aconteceu já que ela está saindo com Dicky Harper eu juro que vou matar meu irmão :


- Ricky espera – disse Nicky se aproximando de mim com aparente falta de ar por ter corrido atrás de mim  

 - esperar o que aquele idiota do nosso irmão levar a minha garota – disse eu

- Ricky, ela não é mais sua garota – disse ele

- mas.. mas... EU AMO ELA – disse frustrado

- mas ela não ama você mais – disse ele

- eu não sei o que... dizer – disse eu com lagrimas nos olhos

- vamos voltar para casa irmão vamos jogar videogame como nos velhos tempos – disse ele

- eu não quero jogar videogame – disse eu

- mas cara, só vamos jogar como nos velhos tempos – disse ele

Flashback On:

- Vamos Ricky acorda a competição e hoje – disse Nicky pulando na minha cama

- Que horas são – disse ainda meio sonolento

- agora são quase 10:00 tá quase na hora da copa – disse ele

- me deixa dormir só mais um pouco – disse eu

- qual é cara a competição já vai começar – disse ele

- tá bom – disse me levantando e indo em direção ao banheiro

Tomei um banho frio escovei meus dentes, coloquei um short verde de jogar bola e fiquei sem camisa eu não pretendia sair de casa mesmo vou só jogar videogame :

- Ricky, corre já vai começar – disse Nicky

Eu desci correndo quando cheguei estava tudo pronto o meu controle tinha vários salgadinhos :

- Pronto para melhor tarde da sua vida? – disse ele

- Estou bastante pronto – disse eu

Nós sentamos e ficamos jogando a tarde toda paramos quando era mais ou menos umas 17:30 até que a campainha tocou e era alguém muito especial:

- Mackenzie – disse abrindo meus braços

- Ricky – disse ela correndo em minha direção

- Eu estava com tanta saudade de você – disse ela me apertando forte

- Eu também – disse eu apertando-a mais forte

- Eu acho que já está bom por hoje – disse Nicky interrompendo nosso abraço  

- como foi a sua viagem para o Havai? – perguntei

- foi legal, eu conheci vários garotos, eu peguei o numero do telefone deles – disse ela rindo da minha reação

- ficou com ciúme Harper – disse ela

- fiquei sim, e dai! – disse me sentando no sofá

- um Harper com ciúme – disse ela se sentando do meu lado

- será que dá para os dois irem namorar lá no quarto dele, por favor eu quero jogar videogame – disse Nicky bastante irritado conosco

- vamos – disse ela estendendo a mão para mim

- vamos – disse pegando em sua mão

Mackenzie já conhecia a casa toda especialmente o meu quarto, nós chegamos ao quarto :

- Ricky, posso te confessar uma coisa?- disse ela 

- por favor, não fica sem camisa de novo – disse ela rindo

- porque – disse ela

- por que por que você um branquelo e branquelos sem camisa ficam horríveis – disse ela

- aconteceu alguma coisa nesta viagem, não aconteceu – disse eu

- Ricky, eu te amo mas verdades precisam ser ditas – disse ela

- está vendo aquela gaveta ali – disse eu

- sim?- disse ela

- abra ela, tem uma carta para você – disse eu

Ela abriu a carta e começou a ler, nela estavam escritas as seguintes palavras.

‘’Eu quero você. Digo repito, falo mil vezes. De trás para frente de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malicia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, filme juntinho, dormir de conchinha, andar de mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você.’’:

- então? – disse eu

-  Nossa – disse ela

- nossa, o que – disse eu

- Já que você sentiu tanto a minha falta, vamos recuperar o tempo perdido – disse ela com um sorriso malicioso

- o que vamos fazer – perguntei curioso

- espera que, você já vai descobrir – disse ela indo fechar a porta

Então ela se virou para minha direção e veio com aquele olhar que só as zieglers conseguem fazer, ela se aproximou e me beijou eu segurei em sua cintura e ficamos nos beijando por uns 9 minutos com paradas para podermos respirar :

- lembra do que você escreveu na carta – disse ela

- claro que me lembro – disse eu

- que tal fazermos isso esta noite – disse ela

- como assim – disse eu

- vamos dormir de conchinha assistir filmes juntos andar de mãos dadas – disse ela

- vamos, claro – disse eu

- ótimo, mas vai tomar um banho primeiro que você esta bastante suado – disse ela me empurrando ao banheiro

- você não quer vir ?-perguntei

- não abusa Harper – disse ela fechando a porta

Eu tomei um banho e nesse meio tempo já eram 19:30 eu coloquei uma calça jeans uma camisa branca deixei meu cabelo bagunçado mesmo e desci atrás da kenzie :

- você viu aonde a kenzie foi – disse a nicky

- ela saiu disse que iria comprar pizza é pra mim separar os copos – disse nicky

- tudo bem, então – disse eu retornando a meu quarto

Mais ou menos uns 5 minutos depois Mackenzie retorna para meu quarto com aquele sorriso que me derruba :

- Ricky, para de ficar com essa cara de bobo sempre que fica perto de mim – disse ela dando dois tapas em meu rosto

- Eu te adoro – disse abraçando ela

- Eu te adoro, também – disse ela me dando um selinho

- a pizza já vai chegar, vamos comer com seu irmão lá embaixo – disse ela

- sim, senhora – disse eu

Nós descemos e comemos a pizza junto com Nicky ficamos conversando e quando deu mais ou menos umas 22:30 da noite Nicky foi dormir e deixou a mim e Mackenzie sozinhos na sala :

- como foi a sua viagem, você não contou para mim até agora – disse eu

Flashback off

- Pronto para jogar? – disse Nicky

- jogar o que ? – perguntei confuso

- a copa – disse ela

- eu... não me lembro me desculpe eu vou para o meu quarto – disse eu

E fui o que eu fiz eu voltei para meu quarto me tranquei lá apaguei todas as luzes e abracei meu travesseiro e comecei a chorar não pelo que aconteceu mas sim pelo que poderia ter acontecido eu deixei a garota mais perfeita do mundo escapar por entre os meus dedos eu sou um idiota, a menina mais perfeita do mundo escapou por entre as minhas mãos. Eu sou idiota e amanha eu vou para a escola vai ser mais difícil.

Eu acordei abraçado com travesseiro com meus olhos vermelhos eu fui tomar um banho para ver se isso passava, bem não passou mas amenizou nem vou arrumar meu cabelo, não tem porque só vou colocar meu uniforme e ir para a escola mesmo, não tem um motivo para ir arrumado ( não mais ), eu vou andando mesmo, do que ter que ir com meus irmãos.

Cheguei a escola um pouco suado mas, idai, quem se importa? :

- medroso – disse Melina correndo em direção a mim

- medrosa – disse abrindo meus braços para recebe-la

Melina e o nome de uma garota do 2 ano da minha escola ela e dona de lindos olhos castanhos e um cabelo tão bonito e liso um pouco vermelho, e dona de uma personalidade irreverente, eu fico tão feliz de ver ela todos os dias, ela sempre me deixa um pouco mais feliz mesmo que antes eu esteja um pouco triste :

- o que aconteceu, tio – disse ela mexendo no meu cabelo

- por que perguntas, princesa – disse eu

- você parece triste, em volta dos seus olhos está vermelho o que aconteceu, tio – disse ela

- dores do amor – disse eu

- mas amor não machuca, tio – disse ela

- sim, ele doí machuca ele te destrói, mas você princesinha tem bastante sorte por não ter que senti-lo – disse passando a mão em seu cabelo   

- tio – disse ela passando a mão em volta de meu pescoço

- sim, o que foi – disse eu

- a minha irmã gosta de você – disse ela

- quem e a sua irmã – perguntei curioso

- e a Sarah – disse ela

- sua irmã e a Sarah – disse eu

- sim – disse ela

- fala para ela que eu também gosto muito dela – disse eu

Melina deu um sorriso de orelha a orelha e pulou do meu colo rapidamente (confesso que me assustei um pouco por que ela literalmente pulou). E foi correndo para sala de sua irmã eu guardei minha bolsa na sala de aula. E fui tomar agua no segundo andar da escola.

Quando volto vejo Melina com a cara mais feliz do mundo, bem ela e sua irmã com as bochechas completamente vermelhas, eu lentamente me aproximei de sarah e disse em seu ouvido :

- talvez, nos possamos tentar – disse eu

- quem sabe – disse ela com um tom provocante em sua voz   

Ela me provocou eu senti vontade de pegar em sua cintura e a beijar ali mesmo no corredor na frente da irmã dela mesmo mas não o fiz por que ainda tenho minha decência e minha moral alias eu não entendo porque eu estou tendo esses pensamentos, eu nunca fui assim:

- medroso e meu cunhado , agora – disse Melina abraçando minha perna  

Eu a peguei em meu colo e fiquei olhando para aqueles lindos olhos castanhos que Melina possuía, olhei para o lado e Sarah com aqueles lindos olhos azuis estava olhando para mim :

- Ricky, o que acha de fazermos aulas de balé juntos na A.L.D.C. – disse ela

- parece uma boa mas eu não me aqueço a um bom tempo então vai ser uma vergonha- disse eu

- mas você era um bailarino excelente – disse ela

- fala mais baixo na escola ninguém sabe que eu fazia balé – disse eu

- tudo bem a gente combina mais tarde – disse ela

- tudo bem – disse colocando Melina no chão

- Vejo você depois(my girlfriend)- disse essa ultima parte em seu ouvido

Eu olhei e vi que seus olhos estavam brilhando, eu sorri para ela e estávamos nos aproximando para nos beijar e então o sinal toca:

- Não pode beijar agora, não – disse Melina pisando em meu pé

- Tá bom princesinha – disse sorrindo para ela e indo em direção a minha sala

Eu voltei para minha sala o professor ainda não tinha chegado eu fechei a porta e fui mexer no meu celular, o professor chegou 5 minutos depois e então começamos a ter aula era aula de historia minha preferida, eu adorei porque estamos aprendendo sobre historia do Brasil e eu realmente amo o Brasil

   


Notas Finais


comentem para poder sbr o que vcs estão achando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...