História The Perfect Agreement - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Flavia Pavanelli, Jack & Jack
Tags Flavia Pavanelli, Jack Gilinsky
Exibições 97
Palavras 1.655
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Academia e confusões


Fanfic / Fanfiction The Perfect Agreement - Capítulo 5 - Academia e confusões

Jack Gilinsky....
Aqui estou eu em mais um dia com a minha família, Flavia anda estranha nesses últimos dias que estamos aqui, as vezes ela sai de manhã e volta a tarde, e quando volta, volta molhada maquiada ou com roupas curtas, minha mãe sempre sai com ela mas elas nunca me falam nada. Até minha mãe chega assim, e porra Flávia tá sempre conversando com um Tal de Jimmy. Ou quando elas não passam falando dele, sim porra eu estou com ciúmes e não é só eu meu pai também.
-Ola galera-Flavia disse assim que chegou e me depositou um beijo na testa fechei o rosto e ela deu de ombros.
-você vai sair agora?-perguntei rude, e ela franziu a testa mas logo assentiu e me puxou pela mão até o meu quarto.
-Esta me tratando desse jeito por que?-Ela perguntou triste e eu a olhei com mais raiva ainda.
-Estou te tratando normal, afinal de contas vamos ir a um jantar hoje a noite -Eu disse ela assentiu indo pro closet e trocando de roupa logo ela voltou com uma roupa super curta, confesso que fiquei excitado engoli seco, estava vindo pensamentos impróprio em minha mente.
-Onde você vai?-Perguntei curioso, e com um pouco de ciúmes.
-Vou na academia com a sua mãe-Ela disse sorrindo e logo ela veio na direção, colocando meus braços em sua cintura, e logo ela fechou os olhos e me beijou, senti ela fica na ponta dos pés e eu a prensei na parede, senti suas unhas debaixo da minha camisa arranhando minhas costas.
-Flavia Vamos lá, mas tarde temos que sair-minha mãe gritou logo a Fla me deu um selinho e saiu, e eu fui atrás.
-Você não vai sair assim-Eu disse e elas me olharam.
-Amor por favor, coloca uma camisa vai. Por mim-Eu disse e ela negou e me deu outro selinho.
-Muita gente vai te olhar la na rua, eu tô com ciúmes mesmo, tu me trocou pela minha mãe-eu disse cruzando os braços parecendo uma criança de 6 anos.
--Depois  a gente conversa beijo Jack- minha mãe disse puxando a Flavia e eu bufei logo fui pro meu quarto jogar vídeo game, até meu pai vir conversar comigo sobre fazer ciúmes nas duas, nosso plano com certeza vai dar certo.

Flávia Pavanelli
Confesso que esconder as coisas do Jack não tava sendo fácil, mas era preciso, Madison quando podia vinha me infernizar, a única que estava me controlando esses dias pra não sentar o pau na Madison era a Katherine, bom vocês devem estar se perguntando, o que você é a mãe do Jack fazem tanto bom, eu estou pensando em perder a virgindade com o Jack, mas você mal conhece ele, mal conheço mas eu podia dizer que já o amo, o que é uma verdade, ficar perto dele aumenta muito mais o meu desejo, então eu estou pedindo ajuda pra minha sogra maravilhosa, espera eu disse minha sogra? Nós alugados uma casinha simples, mas muito bonita, a única que sabe disso é a mãe do Jack, então hoje teremos o Jantar então acho que é ai que começa minha ideia, assim com ela me me ajuda eu a ajudo também a melhorar seu casamento com o seu marido.
Eu estava pensando nisso até que eu acabo trombando em alguém, nada nem ninguém além da Madison.
-Oh Garota, está cega por acaso?-Ela disse com aquela voz ridícula dela.
-Olha só meu bem, tu tinha toda a rua pra caminhar e tu vem justo trombar comigo quem tá cega é você agora sai da minha frente- eu disse isso é logo senti ela puxar meu coque, agarrei os braços dela quase quebrei, comecei a puxar aquele cabelo ridículo e comecei a dar de soco, até que senti alguém me Puxar.
-Mas vocês tão sempre de implicância uma com a outra, já chega parecem 2 crianças mimadas, que merda, deixo você sozinha por 1 segundo e tu já está brigando com a Madison-Katherine disse irritada e eu encarei a Madison.
-As 2 pra casa agora-Katherine disse eu assenti.
-Eu já estava indo mesmo, até eu trombar com uma piranha que se chama Madison, mas primeiro eu vou pra academia era o lugar que eu ia ir, mas agora não vou mais, vou pra casa, afinal minha mão está doendo -Eu disse e sai, cheguei em casa e dei de cara com o Jack, ele me encarava, mas logo eu desviei o olhar saindo, entrei no quarto e fui ao banheiro abri a torneira e logo senti a minha mão arder aquela vadia me paga, logo ouvi a porta do quarto sendo fechada.
Olhei para mesma e vi que era o Jack ele me encarava.
-Você anda brigando na rua?-Jack me encarou e logo pegou a minha mão.
-Sua amiguinha Chamada vadison, opa Madison, me atacou, então eu ataquei ela-eu disse seria revirando os olhos e saindo do Banheiro.
-Porra tu deu pra isso agora?, Hoje tem um jantar e tu vai fazer o que pra esconder esse machucado? Ela está bem?-Filho da puta, ele está preocupado com ela okay então.
-Deve estar, o que acha de ligar pra ela e perguntar, eu estou ótima afinal, existe maquiagem pra que não é, com licença eu tenho que arrumar a minha roupa pra De noite, não posso faltar no Jantar se não a sua mãe fica bolada comigo-Eu disse indo pro closet e logo senti ele me Puxar e me encurralar na parede, fechei os olhos e logo senti sua respiração perto da minha.
- Jack?-Assim que a mãe dele entrou no quarto nos encarou.
-Oi mãe, aconteceu algo?-Jack perguntou ainda me encarando e eu olhei pra baixo senti minhas bochechas queimarem.
-Você já comprou seu smoking?, Seu pai está indo agora.-Kath disse e Jack assentiu me soltando e saindo do quarto.
-Me desculpa pela briga de hoje Sr Gilinsky, não vai acontecer novamente, mas ela me provocou sério, eu nunca começaria um barraco ou uma briga do nada-Eu disse e ela assentiu.
-Eu entendo querida, eu vi quem começou, mas adorei o pau que você deu nela, nunca falei com ela desde que ela começou a namorar o Jack, você é a primeira namorada que ele trás aqui, mas até que gostei de você-Ela disse sorrindo.
-Você tem algum remédio pra mim colocar na minha mão?-Eu disse apontando pro machucado e ela assentiu saindo. Me sentei na cama, deitando na mesma, logo a porta foi aberta e eu sentei na cama dnv, logo Katherine ficou de joelho e me mostrou um frasco de Vidro.
-Isso não é metiolate né?-Eu perguntei e ela assentiu.
-Não não, isso dói, sogra por favor. Eu aceito remédio qualquer coisa menos isso-Eu disse a encarando e ela riu fechando o frasco.
-Eu coloquei e você nem sentiu, descanse um pouco querida, nos vamos sozinha temos até as 19h, os meninos vai direto pra casa da minha mãe. Então até depois.  -Ela disse rindo e saiu do quarto e logo eu me ajeitei e dormi, acordei com o meu celular tocando nem olhei o retrovisor apenas atendi.
-Alo?-Eu disse sonolenta.
-Você está melhor?-Ouvi uma voz grossa.
-Quem está falando?-Eu disse quase dormindo.
-Pqp, tu está dormindo né?, Sou eu Jack-Ele disse gargalhando e eu sorri.
-Você atrapalhou meu soninho -Jackizinho, olha rimouzinho, que hora sãozinhos?-Eu disse gargalhando e ouvi ela bufar.
-Flavinha, que tal calar a boquinha?, Você sabe que horas é? 17:30 e você tem até as 19:00 pra estar prontinha. Beijo Mozão-Jack disse e desligou e eu me levantei. Correndo indo direto pro Banho, sequei meu cabelo e desci pra comer algo logo vi a mãe do Jack ela parecia desesperada.
-Hey esta tudo bem?-Perguntei pegando uma torrada- e ela me olhou e negou.
-Não sei que roupa vestir, me ajuda?-Ela perguntou e eu assenti, logo ela me pegou pelo braço e me puxou até o seu quarto, entrei no mesmo e logo ela me empurrou pro closet, nossa ele é cheio de vestido espero que quando eu ficar casada eu tenha um closet assim. Sorri com os meus pensamentos, logo vi um vestido que me chamou a atenção ele era cinza eu peguei o mesmo e um sapato preto e logo eu o entreguei, e ela sorriu.
-Eu nunca usei esse vestido e esse sapato, como você, escolheu tão rápido?,afinal já arrumou sua roupa pro Jantar?, Pq eu não te conheci antes adorei o look, pode me maquiar?- ela disse e eu assenti tudo que ela disse.-Fui até o meu quarto e peguei minhas maquiagens e fui para o seu quarto.
-bom, tu me perguntou pq não me conheceu antes, pra falar a verdade nem eu sei-Eu disse rindo, e passando base no seu rosto.
-Gostei de você sabe, você parece fazer bem pro Jack, quando ele namorava a Madison ele dava em cima de todos e com você ele não dá em cima de ninguém, o que você fez com ele?-Ela perguntou assim que eu terminei de colocar cílios postiços e fazer um delineado.
-Eu não fiz nada, eu apenas o conheci-Eu disse passando rimel-Ele me mudou também, e eu gostei disso, durante essa 2 semanas que eu estou aqui, Tive oportunidade de conhece-lo mais ainda, apesar de eu conheço pouco tempo, eu me apaixonei pelo seu filho-Eu disse passando Blush-Eu gosto dele, achei que ele fosse um babaca, na verdade ele continua sendo-Eu disse rindo e mostrando seu rosto pro espelhos.
-Meu filho sempre foi um retardado. Desde que ele começou a andar com o peste do Jack, que agora é como um filho pra mim, ele e resto do pessoal que o Jack anda, mas ele é um amor, e eu amo muito ele, e tenho certeza que você vai ama-lo, obrigada, nunca me senti tão linda como hoje, agora vá se arrumar-ela disse sorridente.
-Vou indo lá-Eu disse pegando minhas maquiagens-E você sogrinha, passe um batom vermelho-Eu disse e sorri indo pro meu quarto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...