História The Phoenix - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Agents of S.H.I.E.L.D., Capitão América, Holland Roden, Os Vingadores (The Avengers), Sebastian Stan
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bobbi Morse, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Melinda May, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Personagens Originais, Phillip Coulson, Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Sharon Carter (Agente 13), Skye, Steve Rogers, Visão
Tags Aos, Avengers, Holland Roden, Sebastian Stan
Exibições 50
Palavras 1.718
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Chegueeeei... Estamos quase pegando quem causa os ataques. Aproveitem a leitura...

Capítulo 7 - Plans


Fanfic / Fanfiction The Phoenix - Capítulo 7 - Plans

Eu estava sentada no sofá juntamente com Sam, que observava a minha busca para descobrir o que tinha nas caixas que vimos na casa do cara.

Lang tinha saído para buscar os amigos que iriam nos ajudar, Steve não tinha gostado muito da idéia de envolver mais pessoas nisso, mas Scott garantiu ter um plano para entrar na casa, mas precisaria da sua equipe. Steve, Bucky e Wanda estavam no terraço, treinando luta ou algo do tipo deduzo. 

- E então, como e quando começou esse negócio de ser Hacker? - Pergunta Sam. 

- Hum não sei... Não é como se fosse uma decisão pra ser tomada, eu simplesmente descobri ser boa em alguma coisa que a grande maioria não era. E eu passava tempo de mais sozinha em casa. 

- Elliot, não era um bom pai quando você era mais nova? - Ele pergunta. - Quer dizer podemos perceber pela suas marcas que não, mas.. 

- Ele sempre foi ocupado com política essas coisas. - interrompo Sam.- Sempre teve cargos importantes, mas ele nunca foi um pai mau, pelo menos com Tomas, ele faz o tipo que acha que mulher não serve pra nada, e que deve ficar em casa cozinhando pro Homem. - Faço um tom de voz debochado e Sam ri. 

- E suponho que você não faça esse tipo. 

- Não mesmo. 

- E a sua mãe? 

- Morreu de desgosto. - Sorrio para Sam, que franze o cenho para mim, a porta do apartamento se abre, trazendo Steve, Bucky e Wanda de volta. 

- Lang ainda não voltou? - Pergunta Steve. 

- Nope. - Respondo. 

- Uhh, isso não é bom. - Sam se aproxima da tela do notebook. 

- O quê? - Steve se aproxima junto com os outros. 

- Eu estava pesquisando detalhes sobre o traficante russo, invadi algumas compras online pela Dark Web, consegui rastrear algumas mensagens, para o mesmo perfil que eu vendi meu aplicativo. 

- Resume. - Barnes diz seco. 

- Assim você desmerece meu trabalho Soldado. - Pisco para o mesmo. - Mas de qualquer maneira, o traficante russo vendeu quatro mísseis Stinger, é o que tinha nas caixas. 

- Então ele vai transformar isso em algo muito maior, provavelmente planeja atingir algo grande. 

- Qualquer coisa, esses mísseis podem atingir alvos em 6km, são confiáveis e precisos. - Completa Sam. 

- Se até agora os alvos foram agentes do governo, então o próximo alvo pode ser alguma cede do governo. - Conclui Wanda. 

- É, mas são QUA.TRO mísseis. - Dou ênfase na palavra quatro, Steve passa a mão pelo rosto preocupado. - Jesus. - coloco a mão no peito, quando Scott aparece do nada na sala. 

- Foi Mal, preciso fazer uns ajustes na roupa. - Ele abre a parte da frente do seu capacete, dando visão do seu rosto. - Vocês parecem preocupados. 

- Temos um maluco com quatro mísseis em mãos, então sim, estamos muito preocupados Tic Tac. - Comenta Sam. 

- Conseguiu sua equipe? - Pergunta Steve. 

- Consegui. Eles estão lá em baixo. - O telefone toca, e Scott me olha. - Não disse. - Ele sorri animado. - Vou até o telefone atendendo o mesmo. 

"Senhorita Shay, tem três rapazes aqui em baixo..." 

"Pode deixar Lamar, são meus primos" Olho para Scott que balançava a cabeça negativamente. 

"Primos? Eles se identificaram como um serviço de limpeza" Noto o tom desconfiado de Lamar. Olho para Lang que joga as mãos para o alto em defesa. 

" Ahã...isso, meus primos que tem um serviço de limpeza, pode liberar" 

" Tudo bem" Desligo o telefone e volto a me sentar ao lado de Sam. 
 

Após alguns minutos de silêncio, a campainha toca, Scott vai até ela para abrir. 

- Hey Scotty- Ele diz animado na porta. Enquanto ele e os outros dois entravam. 

- Olha só pra esse lugar. Você está muito bem, apesar de tudo. - Comenta um outro. 

- Uhh, Capitão América, isso é maneiro Cara, sou seu fã, me chamo Dave. Esse ali é Kurt, perito em informática. E o mané ali, Luis ele é... ele é alguma coisa. 

- Eu sou a cabeça do grupo, sabe como é, eles são os meus caras. - Comenta Luis.. 

- Somos os seus caras é? - Dave pergunta ironicamente para Luis. 

 

Eu Sam e Wanda no sofá, encáravamos as figuras em nossa frente, um pouco perplexos. Eu estava surpresa, e pensando em quão o mundo consegue ser pequeno. 

- Hey, yo, você aquele cara que matou um montão de gente. - O homem aponta para Bucky. - Brother, sou seu fã. - Me viro para olhar Bucky que estava de braços cruzados e totalmente sério. - Respeito!- Ele bate no peito e faz um sinal de paz. 

- Você é fã? O cara matou um monte de gente. - Comenta Dave em um resmungo. 

- Isso é tão incrível. 

- "eles são os caras" - Eu e Sam comentamos juntamente zombando de Lang. 

- Hey você. - Luis aponta sorridente para mim, e eu me encolho no sofá. 

- Olha só, quem tá aqui. - Kurt entra na animação de Luis. 

- Espera, vocês se conhecem? - Lang me olha curioso e divertido com a situação. 

- Infelizmente. - respondo. 

- Seu círculo de amizade não é nada convencional. - Sam cochichou em meu ouvido. 

- Sempre nos encontramos em coincidências. - Luis ri. 

- Eu preciso saber como vocês se conhecem. - Scott diz animado como se fosse a coisa mais importante do mundo. 

- Está bem. - Começa Luis. - Meu primo Ernesto que tem um amigo que se chama Carlos, que tem um amigo que se chama Lion, Carlos contou que Lion falou pra ele " Hey cara, tô namorando uma mina da hora, ela tem um pai cheio da grana, e eles vão viajar no final de semana." Então Carlos contou pra Ernesto que contou pra mim, porque sou do ramo. Quando fomos fazer o trabalho fomos surpreendido por Alison. - ele aponta pra mim. 

- Alion. - O corrijo. 

- E ela disse " Mas que merda", na hora eu falei pro meu Primo Ignacio que foi no lugar de Dave porque Dave estava mal naquele dia, falei "Ignacio, liga pra Ernesto e fala pra ele ligar pra Carlos, e pergunta por quê tinha alguém na casa, sendo que ele falou que nao teria ninguém no final de semana" e Alison olhou pra gente e disse "Ignacio?", o primo Ignacio já conhecia Alison porque Alison era namora de Lion, que era chegado de Ignacio. 

- Mas que merda. - Sam fala perplexo ao meu lado. 

- Aprendi a não questionar. - sorrio pra ele. 

- Uau. - Lang me olha rindo. - Quem diria, somos quase que uma família. - Ele vem se sentando ao meu lado entre eu e Sam. 

- Bom, já que já foram feitas apresentações, vamos discutir algo mais sério. A missão. 

- Estamos em uma missão com Capitão América? - Dave esfrega as mãos. - Estamos elevando o nível. - Ele faz um toque de mãos com Luis e Kurt. 

- Inacreditável. - Wanda diz quando Kurt pisca pra mesma. Não pude aguentar segurar a risada

- Eles ficam piores a cada dia. - Comento com Scott. 

-Você não viu nada. - ele ri. 

- E então, nós lemos os jornais, nessa missão nós somos os mocinhos? - Pergunta Luis. 

- Nós iremos fazer o bem.- Steve responde sério. 

- Legal. - os três dão outro toque com as mãos. Olho para trás após Barnes bufar, o vejo rolando os olhos e trincando o maxilar, estava ficando irritado, humor e diversão não eram muito o forte dele. 

- Presumo que você não explicou nada pra eles né? - Sam se levanta encarando Lang. 

- Não, foi tudo muito rápido. -Admite o mesmo. 

- Pra resumir nós iremos salvar várias pessoas inocentes de morrem por serem atingidas por um míssil. - digo olhando para eles. 

- Intenso. Quem está enviando o míssil. 

- Ainda não descobrimos, mas temos um endereço de onde ele se esconde, e onde  os mísseis estão. 

- Os? -pergunta Dave. 

- Isso, são quatro. 

- Espera é ele quem provoca os ataques? - Luis continua em sua incessante sessão de perguntas. 

- Sim, graças à um aplicativo que eu criei. - digo por fim. 

- Uhh, você é o mau em pessoa, soube desde o dia que quebrou o coração do Lion. - Luis me olha em um tom acusador. Tento me controlar pra não rir outra vez. 

- Não dá para acreditar que vamos receber ajuda desses caras. - indaga Sam.

-Hey, nós somos profissionais. 

- Pessoal, foco na missão. - Steve nos repreende. - Lang você disse que tinha um plano. 

- Ah Claro. Alion e eu analisamos a segurança da casa, câmeras, alarmes, é tudo bem intenso. Podemos desligar o alarme por 90 segundos, é o tempo que temos para entrar, o cara conseguiu criar um curto no computador dela, podemos fazer o mesmo, mas com toda a casa. 

- Bom plano. Temos que fazer isso o mais rápido possível, temos que estar na frente dele. Os mísseis ainda estão na casa, então vamos usar o plano de Lang. Temos o equipamento pra fazer hoje? - Scott pergunta e vejo que acabava de marcar meio dia no relógio pendurado na parede. 

- Temos tudo. 

- Ótimo vamos demarcar o que cada um irá fazer. 

- Okay Cap, Dave é perito em fuga, ele irá nos levar na van pra não sermos vistos andando por aí. - começa Lang. - Kurt o perito em informática irá para  desligar o conversor de energia da rua, pra podermos entrar. 

- Certo, iremos Sam, Eu, Lang e Wanda, tem mísseis na casa, caso algo dê errado ela dá conta. - Cap olha para Wanda sentada no sofá. 

- Alion, você cuida do monitoramento a distancia. - Lang me olha. - Você vai estar com imagens das câmeras, então será nossos olhos. Luis vai te ajudar nisso. 

- Bucky, você fica com os dois. Caso algo dê errado. - Steve olha para o amigo, que trava a mandíbula mais uma vez. 

- Certo, todos entenderam suas partes? - Pergunta Steve e todos assentem sem nenhuma pergunta. 

- Ótimo, vão se preparar. 


Notas Finais


Gente eu precisava trazer Luis, Kurt, e Dave pra fic, quem ainda não assistiu Ant-man ASSISTA, eles são maravilhosoooos.
Estou terminando o próximo capítulo então ate de noite eu mando. Altos babados no próximo capítulo... beijinhooooos e até :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...