História The Pirate - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jungkook, V
Tags Pirata&príncipe, Taekook, Vkook
Visualizações 109
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fluffy, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, eu sei que demorei muitoooo!
Mas eu realmente estou com um certo bloqueio criativo com essa fic. Ela é muito complexa e eu pensei muito em como vou desenrolar essa história de taekook. O começo e o final já estavam programados, o problema é o meio.
Porém, já criei um cronograma certinho para a fic e espero que vocês gostem <3

E agora que não tenho nenhuma outra fic para atualizar além dessa, é mais fácil de atualizar. Acho que agora posso postar uma vez na semana. Eu acho, prometo nada.

Capítulo 3 - Ilha misteriosa


Abri meus olhos lentamente e senti areia no meu rosto e resto do corpo. Abri totalmente os olhos e reparei estar na areia de uma praia. Levantei uma parte de meu corpo apenas para olhar ao redor e reparei que meu navio está com uma parte quebrada. Alguns tripulantes estão desacordado na areia, outros no navio e eu não vejo em lugar nenhum o maldito príncipe. Será que ele afogou-se no mar? Eu quero isso, mas também quero meu ouro, então é bom que ele esteja vivo.

Comecei a caminhar pela areia enquanto olhava ao redor e tentava reconhecer em que lugar que estou. Parece uma Ilha bonita, com muitas árvores altas e um mar de águas cristalinas. Nem parece que houve uma baita tempestade ontem, com esse céu azul completamente limpo.

Um tempo depois entrei na floresta e comecei a vasculhá-la. A cada dez passos que dava, eu fazia um X em uma árvore com minha espada. Assim se eu me perder posso achar o caminho de volta para a areia. Não sei onde estou e mesmo nessa ilha aparentemente perfeita, deve ter criaturas que tentam te matar e talvez até comer. Já fiquei perdido tantas vezes que aprendi jeitos de prevenir essas coisas.

Quando comecei a cansar, sentei-me em uma pedra e parei para pensar na vida. Coloquei minha mão em meu bolso de trás e quando iria pegar a garrafa d’água, alguém colocou uma faca afiada em meu pescoço e prendeu meus pulsos atrás das costas.

- Quem é você e o que faz aqui? – Uma voz feminina falou em meu ouvido. Virei-me calmamente para ela e pude ver uma mulher de cabelos louros presos em um coque mal feito e de roupas escuras rasgadas em umas partes. Parece que sua roupa era um vestido que virou uma calça e blusa. A moça não é tão velha, parece ter entre vinte e cinco e trinta anos.

- Sou Kim Taehyung e eu e meus tripulantes chegamos aqui por meio de uma tempestade e se não me engano, um portal mágico.

- Então funciona! – Sussurrou olhando para o solo. Sua expressão era de felicidade e surpresa. Mas do que ela está falando?

- Do que você está falando? – Pergunto e ela olha para mim. Vai andando passos em minha direção e eu vou recuando. Quando encostei meu corpo em uma árvore, ela colou nossos corpos e a lâmina fixou-se mais fortemente em meu pescoço.

- Eu não lhe devo satisfações. Você tem que ir embora desta ilha o mais rápido possível sem que faça alguma besteira ou eu te mato. Eu conheço essa ilha mais do que meu próprio corpo, então é bom acreditar em mim. Eu posso arrancar sua cabeça enquanto você dorme e nunca vai me ouvir chegando perto. – Ameaçou chegando bem perto de meus lábios. Encarava meus olhos com fúria e a lâmina fez pressão ainda maior em minha pele. Já estava começando a doer mesmo não cortando nada.

- Largue ele! – Ouvi uma voz atrás da mulher e olhei para quem falou. O que Jeongguk está fazendo aqui? Ela pode matá-lo e eu não vou receber meu ouro. Ele vai é fazer besteira. – Eu disse para você largar ele! – O príncipe encostou a ponta da espada nas costas da moça e faz pressão, fazendo-a gemer de dor e consequentemente me soltar.

-  Quem você pensa que é para me ameaçar dessa jeito? – A mulher olhou para Jeongguk com raiva. Parece não ter gostado nem um pouco da ameaça.

- Sou Jeon Jeongguk, príncipe do Reino de Seoulus e futuro rei. – Ajeitou a postura e falou claramente em alto e bom som. Acho que treinou bastante essa frase.

- Você pode até ser futuro rei de lá mocinho, mas aqui, é como meu reino, e quem manda aqui sou eu. Acho melhor começar a ter mais cuidado. – A loira pegou no pescoço dele e deu uma apertada enquanto falava. Olhou profundamente em nossos olhos e em seguida desapareceu do nada. Ela se teletransportou? Ela faz magia?

Fiquei encarando o chão por um tempo até olhar para Jeongguk que também encarava o chão enquanto acariciava a pele do pescoço.

- Por que você me ajudou? – Fui direto. – Eu quase te matei no navio. Por que você me ajudou?

- Porque sem você eu não saio daqui. Metade dos seus tripulantes estão mortos. Eu contei e sei que dois devem ter se afogado no mar. Os únicos que sobraram foram Jackson, Namjoon, Yoongi, Jimin, Mark e Jaebum, que está com a perna muito machucada. Os caras estão tentando ajudá-lo. – Falou passando a mão em seus cabelos. – Você é o que mais sabe das coisas por ser o capitão. Sem você eu não vivo, mesmo não concordando com isso.

- Porque você é um mimado que nunca fez nada da vida. – Debochei do seu “papel de príncipe”.

- Se você soubesse como é a minha realidade senhor Kim, não falaria isso. – Olhou no fundo dos meus olhos. – Agora podemos voltar? Eu estou com fome e você precisa tentar acalmar seus tripulantes. Namjoon e eu não estamos dando conta.

Fomos andando até onde o resto dos homens estavam e todos eles pareciam estar assustados, até mesmo Namjoon e Suga. Jackson estava chorando e logo descobri o porquê: Mark desapareceu no mar e tem 99% de chances de ele não ter sobrevivido. Pobre Jackson. Eu falo isso porque sei como é perder alguém importante. Entretanto, perdi a conta das vezes que falei para minha tripulação para não se apaixonarem por ninguém. Sempre fiquei com muitas pessoas, mas geralmente eram casos de uma noite só e nunca lembro o nome de quem eu transei. Muitas vezes eu nem pergunto o nome da pessoa. Afinal, é apenas sexo casual.

Na nossa sociedade, é muito errado você relacionar-se com uma pessoa do mesmo sexo, mas digamos que metade da população não está nem aí. É raro, mas você vê casais homossexuais andando juntos de mãos dadas pelas ruas. Eu consigo me relacionar tanto com homens quanto com mulheres e nunca importei-me com o que diziam. Eu sou pirata, tenho que ser rebelde e não ligar para o que dizem.

- Atenção! – Chamei por meus tripulantes que logo voltaram sua atenção para mim. – Eu não sei que ilha é esta e não estou muito a fim de descobrir. Temos que consertar a parte quebrada do navio, recolhermos frutas e lenha. Somos em oito, então podemos dividir as tarefas. Jaebum e Jeongguk ficam no navio descansando porque não podem fazer muita coisa, Yoongi e Namjoon me ajudem a encontrar comida e Jimin e Jackon vão atrás de madeira e lenha para consertarmos o navio e termos fogueira à noite. Quando todos nós voltarmos, organizamos e dividimos as comidas e claro, tentamos arrumar o navio.

- Sim senhor capitão! – Fizeram posição de sentido e arrumaram-se para irmos às tarefas. Jeon tentou me convencer a deixá-lo vir comigo, mas de tantas vezes eu dizer não ele pareceu concordar.

Eu, Namjoon e Yoongi entramos na floresta e observávamos as copas das árvores e ao redor para ver a tinha algum animal. Infelizmente andamos muito e não achamos nada.

Quando vimos um veado, Yoongi sacou sua espingarda e quando iria atirar no animal, um barulho alto de galho se quebrando assustou o bicho que fugiu correndo.

Olhei para onde veio o som e me deparei com a silhueta do príncipe.

O que esse filho da mãe está fazendo aqui?


Notas Finais


Sei que o capítulo não ficou tão bom para recompensar a demora, mas, espero que tenham gostado.

Daqui há um mês, aproximadamente, vou postar uma nova fic. E é no universo ABO. E eu acho que vocês vão gostar.

Meu twitter: @SaKammers1
Conversem comigo lá pessoal.
Ou aqui também, se quiserem virar meus amiguinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...