História The Pirates - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jude Heartfilia, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe
Tags Hentai, Lucy, Nalu, Natsu, Piratas
Exibições 316
Palavras 1.520
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


gente eu não pretendia narrar toda a gravide de lucy, mesmo porque não teria ideias, então bora para o capitulo.

Capítulo 14 - Chegada a Hora.


Meses foram se passando, e lucy não teve mais seus enjoos , claro pulou de alegria,quando a barriga dela começou a aparecer eu fiquei babando, mais ainda quando ele(a) começou a se mexer, era bem agitado tenha noites que lucy nem dormia, logicamente que isso incluía eu também, ela ficava contando bastante historia, algumas era dela outras eram minhas, ou até mesmo de nós dois juntos. Como não tinha como saber o que seria, lucy e eu fizemos uma aposta, eu falei que seria uma menina, lucy voto no menino, quem acerta iria ter o direito de escolhe o nome do Bebê. Lucy agora está de nove meses, ou seja ela está com um barrigão, quase não consegue ficar muito em pé, só fica na parte de baixo do navio, pois escadas estão fora do alcance dela, uma coisa que também está me deixando com a pulga atrás da orelha é o fato de sting não ter aparecido, já se passaram meses deis de que aquela carta foi enviada, depois disso nada mais, aposto que desistiu de nós procurar, afinal eu sou o rei dos mares, conheço cada canto do mar, o que um mero príncipe poderia fazer.

- natsu me ajuda a levantar.- disse lucy, me olhando deitada na cama, eu me levantei da cadeira que estava sentando perdido em meus pensamentos, e fui em sua direção, e a ajudei a levantar.

- obrigada.- disse abaixando sua  blusa que estava mostrando a sua enorme barriga, me sentei ao seu lado e levantei a blusa, a deixando com uma cara de duvida, comecei a distribui beijos pela a mesma, enquanto lucy passava as mãos em meus cabelos.

- falta tão pouco para agente se conhecer.- falei conversando com o Bebê, o mesmo me respondeu com um chute, que fazia ondas na barriga de lucy, era estranho e bonito ao mesmo tempo.

- parece que ele(a) gosta quando o papai fala.- falou lucy doce.

- sim, e eu adoro quando ele se mexe, apenas quando escuta minha voz.- falei fazendo carinho na onde tinha sido chutado.

- é, porém eu não gosto muito não, pois tem dia que ele me machuca bastante.- disse com uma carinha de dor, que a a deixou mais fofa ainda, dei um selinho na mesma e me levantei do chão.

- bom vou indo lá para cima, para ver onde estamos, seu eu deixar aqueles doido sozinhos lá, vamos acabar sofrendo um naufrágio.- disse rindo, fazendo lucy rir também.

- vai lá então, não queremos nenhum ''naufrágio'' aqui- falou lucy num tom brincalhão.

 

Após natsu sair, demorei um pouco ainda para me levantar, estava me sentindo muito cansada, só queria voltar mesmo a dormi, porém eu tinha que fazer uma caminhadinha, segundo mira me faria bem, com muito esforço e cuidado me levantei da cama, fui em direção ao banheiro, e deixei que a água me relaxar, olhei para minha enorme barriga e poderia ver algumas veias na mesma, suspirei só de pensar nas marcas que deixaria depois que meu pequeno ou pequena nascer, mais seria por um boa causa, afinal assim como nastu eu também estava anciosa para a chegada do Bebê que estava perto, mais ainda não sabia o dia ao certo, sai do chuveiro e me sequei, com muito cuidado coloquei minha roupas de baixo, afinal não poderia me abaixar tanto assim, e também tomar cuidado para não cair nada, foram varias a vezes que tive que chamar alguém pois minhas roupas tinham caido no chão e não podia pegar.

Depois disso fui até a cozinha, apenas estava mira lá.

- bom dia mira.- disse entrando na cozinha a passos pequenos.

- oh, bom dia lucy.- disse a mesma doce.- como se sente hoje ? - falou me ajudando a sentar.

- um pouco cansada, mais bem .- falei colocando um pouco de suco.

- normal, afinal  já está quase na hora do meu sobrinho(a) nascer.- falou com os olhos brilhando.

- verdade, o tempo passou rápido, parece que foi ontem mesmo que eu soube que estava gravida, e também naquela noticia...- falei olhando para o nada.

- que noticia?- disse mira, se apoiando na mesa.

- de que sting iria nós caçar.- falei a fitando.

- sim, mais isso foi a meses, e até agora não tivemos nenhum sinal dele.- disse mira, voltando a larva a louça.

- verdade, acho que ele desistiu, afinal nastu conhece esses mares melhor do que ninguém- falei e mira apenas concordou com o leve sorriso no rosto, já tinha terminado meu café , estava levantando para levar a louça suja a mira, quando sinto algo molhado descer pelas minhas pernas, paralise na hora, olhei para baixo e estava tudo molhado, porém só quando um dor muito forte se fez presente que me fez gritar de dor.

- Aaaah- disse derrubando as coisa que estavam em minhas mãos, fazendo mira se assustar.

- LUCY.- falou alarmada vindo em minha direção, quando por fim chegou,viu o molhado que estava em minhas pernas.- ai meu deus vai ser agora.- falou me ajudando andar até o quarto, quando erza aparece na porta.

- o que houve ! - disse chagando perto de nós.

- lucy vai ter o Bebê agora, vai lá avisar o natsu.- disse rápida.

- s-sim.- falou e foi correndo em direção ao natsu.

- mira eu estou com medo.- disse a olhando com cara de dor, pois um contração tinha vindo.

- vai ficar tudo bem lucy eu prometo.- depois de alguns minutos chegamos ao meu quarto, mira me ajudou a deitar, e me falou para ficar em uma posição para eu ter o Bebê, a mesma já tinha indo pegar um bacia com água e panos, eu estava com medo, medo de não ter forças para fazer o Bebê nascer, eis que um natsu entra com tudo.

- LUCE.- falou findo em minha direção.

- n-natsu, estou com medo - falei chorando pela dor.

- eu sei, eu sei.- falou dando um beijo em minha testa.- mais voce tem que ser forte, eu sei que voce vai conseguir.

-natsu, vai para fora, não pode ficar aqui.- disse levy me empurrando para fora, muito contra gosto eu fui.

 Depois que as meninas tiraram natsu do quarto, minha contrações estavam mais frequentes, sinal que o Bebê estava vindo, levy segurou minha mão, enquanto mira estava no meio de minhas pernas, eu chorava e suava, era um dor muito forte.

- muito bem lucy, é agora, de o melhor de sí, faça bastante força.- pediu mira, eu me endireitei na cama e comecei a fazer muita mais muita força, e a dor só aumentou, eu segurava com muito força a mão de levy, tenho até pena dela.

- vamos lucy, mais força- disse mira, eu estava dando o meu melhor, mais parecia que o Bebê nunca que saia.

- Aaahhh.- gritei, fazendo veias saltar pelo meu pescoço, mira disse que já estava vendo a cabeça mandou eu continuar assim, parei para tomar folego e dei um ultimo empurro com força e seguido de um grito, que foi acabado assim que escutei um chorinho  fino.

- nasceu, água levy- falou mira.

 

 

 

Eu estava andando de um lado para o outro, enquanto só escutava os grito de lucy, isso era o que acabava comigo, saber que ela estava com dor e eu não podia fazer nada, um grito forte de lucy se fez presente, seguido de um Silêncio, logo após um pequeno chorinho, tinha nascido, abri a porta com tudo e vi lucy totalmente exausta, bastando sangue em suas pernas, e mira com o Bebê em seus braços.

- é um menino - disse levy dando pulinho.- eu só sorri, mira deu meu filho a lucy e eu fui ao seu encontro, dando um beijo em sua testa, a mesma se encontrava ofegante e extremamente cansada.

- parece que voce ganhou,- disse olhando para o meu filho que mexia os bracinhos.

- sim, então acho que eu que escolho o nome.- falou com a voz fraca.

- sim, e qual vai ser ? - perguntei, e agora todos já se encontravam no quarto.

- o nome dele vai ser Natsuko.- disse sorrindo junto ao meu filho que também sorria bangulo.

- é um belo nome.- eu falei a dando um selinho.

- o significado, também, pois  o do natsu significa verão, e o de natsuko é filho do verão, ficou perfeito,- disse mira sorrindo junto a erza e levy.

- sim, realmente é lindo.- disse lucy olhando para o Bebê.

- recomendo que fique ditada, por no máximo 3 dias, voce perdeu muito sangue durante o parto de natsuko, vai se sentir muito fraca durante esses dias.- falou mira 

- está bem, ficarei deitada, se é pelo bem do meu filho, e do meu farei qualquer coisa.

Realmente lucy não podeira ter escolhido nome melhor, confesso que nem eu mesmo pensaria em um belo nome como esse, a tripulação estavam olhando meu filho, nós parabenizando, mais eu estou com uma sensação ruim no peito, de que algo vai acontecer, mais prefiro ignorar isso e dar atenção apenas a minha família.


Notas Finais


bom gente espero que tenho gostado até o proximo, e desculpe não responder alguns comentarios, prometo responder os proximo beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...