História The power of desire - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Emma Swan, Lilith "Lily" Page, Malévola, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Neal Cassidy (Baelfire), Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Exibições 125
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Hentai, Orange, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei!!!!! Rápido dessa vez!!! Espero que gostem!

Capítulo 26 - Eu vou deixa-las a sós!



— Emms! 
— Elsa, o que faz aqui? — Emma pergunta assim que Elsa entra na sala.
— Nós temos uma reunião marcada lembra? — Elsa diz se sentando.
— Eu vou deixa-las sós! — Digo saindo da sala o mais rápido possível ter que aturar a Ruby todo dia já era uma barra imagine  ter que aturar a Elsa também.
—    Regina! — Ouço a voz de Robin atras de mim, “ótimo” penso comigo.
—    Oi! — Digo tentando ser simpática.
—    Quanto tempo não?! — Pergunta se aproximando de mim.
—    Muito! — Digo meio sem graça.
—    Então o que tem feito? — Pergunta quase perto de mais e eu recuo quase batendo na parede.
—     Nada de mais! — Digo encostando na parede, diferente de quando estou com Emma eu não estou me sentindo bem com isso, a única coisa que estou sentindo e medo!
—    Eu também não! — Diz quase me prensando com o seu corpo.
—    Eu preciso ir! — Digo tentando fugir dele.
—    Por que eu acabei de chegar! — Diz agora me prensando com seu corpo, eu estava torcendo para Emma usar seu “super poder” de sempre saber quando ele está perto e vim me salvar.
—    Robin eu realmente preciso ir! — Digo agora meio desesperada.
—    O que está acontecendo aqui?! — Ouço a voz da Emma com extrema raiva.
—    Emma! — Sussurro agradecendo mentalmente por ela estar ali.
—     Estamos apenas conversando Emms! — Robin diz se afastando  e eu praticamente corro até Emma parando atrás dela como um cachorrinho assustado.
—    Não. Me. Chame. De. Emms!— Emma diz agora tomando a frente de forma defensiva.— E o que eu disse sobre importunar minha assessora? — Emma diz com raiva.
—   Eu não estava importunando estava Regina? — Pergunta me olhando.
—    Eu... eu... não... — Me amaldiçoo mentalmente por não conseguir formar uma frase de forma coerente.
—    Vá até minha sala e me espere lá Senhorita Mills! — Emma diz mais calma olhando diretamente pra mim.
—    Sim senhora! — Sussurro correndo até a sala de Emma.
—    Você é acossara da Emma, não é? — Ouço a voz de Elsa assim que eu entro na sala. 
—    Sou! — Digo com uma voz cansada. — A senhora precisa de alguma coisa? — Pergunto sem vontade.
—    Preciso que você me diga com quem... — Ela para de falar quando Emma entra na sala.
—    Elsa espere na recepção! — Emma diz sem tirar os olhos de mim.
—    Por quê? — Pergunta contrariada
—    Por que eu estou mandando! — Emma diz e pela sua voz seu que ela está começando a ficar com raiva.
—    Tudo bem, grossa! — Elsa diz saindo da sala.
—    O que ele fez com você? — Pergunta sentando no sofá.
—    Nada! Por que você chegou! — Digo me sentando ao seu lado e deitando minha cabeça no seu colo e ela começa a fazer um carinho tão bom no meu cabelo, eu me sentia tão segura ali, ali era meu lugar preferido do mundo.
—    Desculpe por não ter chegado antes! — Diz com uma voz realmente arrependida.
—    Você não tinha como saber! — Digo mais calma por conta de seu carinho.
—    Eu deveria ter previsto! — Diz e pela sua voz eu vejo que ela está realmente se sentindo culpada. 
—    Emma não foi sua culpa! — Digo me sentando direito no seu colo, ela me abraçou e eu deitei minha cabeça na curva de seu pescoço.
—    Eu sei, a culpa foi dele! — Diz me apertando mais contra o seu corpo.
—    Já passou! Eu já estou melhor! — Digo acariciando seu rosto.
—    Tem certeza? — Perguntou acariciando meu rosto. 
—    Tenho! — Digo lhe dando um selinho. — Você tem uma reunião agora! — Digo tentando me levantar do seu colo mas ela me puxa de volta beijando meus lábios com paixão. — Como consegue sempre estar no lugar certo e na hora certa? — Pergunto beijando seu pescoço e sentindo seu maravilhoso cheiro.
—   Depois eu te conto meu segredo! — Diz me beijando novamente. 
—    Emma... não — Digo quando ela beija meu pescoço.
—  Tudo bem! — Diz sorrindo e se levantando e depois me ajudando a levantar. — Eu te levo até sua sala, só por precaução! — Diz segurando e beijando minha mão.
—  Obrigada! — Digo beijando o seu rosto.
Quando nos saíamos da sala eu novamente fui praticamente escolhida atras dela até a minha sala chegando lá ela ordenou que Ruby não deixasse ninguém entrar, Ruby mesmo questionando, aceitou. Quando já estava no final da tarde eu só estava esperando Cristina chegar porquê eu só sairia daqui com ela ou com Emma.
— Regina sua Irmã chegou e está te esperando lá em baixo! — Ruby disse meio sem vontade.
— Ótimo! — Digo praticamente correndo até o elevador.
— Regina espere! — Ouço Robin me chamar assim que eu entro no elevador, obviamente eu aperto o botão que fecha a porta milhões de vezes até a porta fechar minutos antes dele chegar.  
— Obrigado! — Digo para o universo ou quem fez aquela porta fechar.  A única coisa que  Eu sei é que aquele elevador nunca demorou tanto eu não via a hora de contar tudo pra Cristina, bom quase tudo, eu estou com tanta saudade da minha irmã, na minha infância eu jamais diria isso, mas como dizem o mundo da voltas.
— Irmãzinha!


Notas Finais


Comentem!!!! <3 <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...