História The Power Of Love - Vkook - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7, Nathaniel Buzolic
Personagens Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Nathaniel Buzolic, Rap Monster, Rosé, Suga, Taeyang, V
Tags Amor, Blackpink, Blink, Bts, Cookie, Escola, Jackson, Jennie, Jeon Jungkook, Jikook, Jisoo, Jungkook, Lisa, Nathaniel Buzolic, Rose, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook
Exibições 34
Palavras 1.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Super Power
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ALELUIA NÉ ÉRIKA😂❤️😱

Volteeeeeeeeeeeei❤️

Capítulo 16 - Hello old friend


Fanfic / Fanfiction The Power Of Love - Vkook - Capítulo 16 - Hello old friend

JungKook P.V

 

Voltamos para casa de Tae.

 

Quando chegamos em casa Tae pegou um gelo em colocou enrolado em um pano e colocou em minha boca.

 

T: Isso vai ajudar.

 

JK: Obrigado TaeTae. - eu sorrio pra ele e o mesmo retribui com outro sorriso.

 

T: Temos que dormir, amanhã sua prima chega cedo.

 

JK: Uhum. - Digo me direcionando para o quarto e Tae vem atrás de mim.

 

[...]

 

Logo pela manhã quando acordei, escrevi um bilhete para Tae, me arrumei e fui para o aeroporto esperar minha prima.

 

Taehyung P.V

 

Acordei e peguei o celular para ver que horas que eram, já era 11:30, eu realmente dormi bastante. Levantei-me com uma puta dor de cabeça, fui para o banheiro e fiz minha higiene matinal e depois troquei de roupa. 

 

Fui até a cozinha preparei um ramyeon e me deparei com um bilhete grudado na porta do armário.

 

‘’ Bom Dia nenê, não quis te acordar então eu fui sozinho buscar minha prima, não sei que horas volto.  

Com amor: JungKook. ’’

 

Eu fiquei mais um tempinho esperando o prato ficar pronto então o peguei e sentei na mesa para comer, quando me dei a falta do meu celular, então fui até meu quarto para pega-lo. 

 

Eu o desbloqueei e vi que tinhas algumas chamadas perdidas de Kook.

 

Então eu retornei para o mesmo, mas só dava na caixa postal.

 

[...]

 

Depois de ter voltado a almoçar, fui tomar um remédio para ver se a dor de cabeça passava, e depois fui olhar alguma coisa na TV.

 

Já era de tarde, umas 15:30, Jeon ainda não tinha voltado, então resolvi sair um pouco de casa, peguei meus fones e meu celular.

 

Enquanto caminhava ia escolhendo uma música para ouvir.

 

Eu estava passando em frente à casa de Kira, quando me dei conta que já fazia uma semana que não a via mais.

 

T: (Onde ela foi?)

 

Pelo o que me lembrava à última vez que falei com ela foi quando a mesma foi em minha casa desesperada. Fiquei intrigado pelo fato de não ter visto mais ela, então tive a idéia de dar uma passadinha em sua casa.

 

Eu bati na porta umas três vezes, até que alguém me atende, então eu tiro os fones. 

 

?: Boa tarde posso ajudá-lo? 

 

T: Boa tarde, você é a Omma da Kira Lee?

 

?: Sim, quem é você?

 

T: Me chamo Kim Taehyung! - Eu dou um sorriso para tentar parecer amigável.

 

OK: Ooh, Taehyung, Kira me falou de você, entre! - Ela sorri de volta e me da passagem. (AUTORA: ‘’OK’’ é a abreviação de ‘’Omma da Kira’’.)

 

Eu entro e me sento no sofá.

 

OK: Quer beber alguma coisa? Um bolo?

 

T: Eu aceito um suco de morango se não for muito incomodo. - Digo sorrindo.

 

OK: Claro, espere só um segundo.

 

Eu acompanho a Omma de Kira com os olhos enquanto ela ia até a cozinha.

 

Levanto-me e olho algumas fotografias de Kira que tinha sobre a lareira. 

 

OK: Linda não é?!

 

T: An? Assim... Muito bonita. - Eu me assusto e me viro para a senhora que se senta no sofá.

 

Eu me direciono até o sofá e me sento e pego um pedaço de bolo que tinha sobre a mesinha de vidro no centro dos sofás.

 

OK: Você e Kira eram colegas, não é?!

 

T: Éramos sim! - Sorrio com a boca cheia de bolo para a moça. - Não a vi mais, o que aconteceu?

 

OK: Ela não te contou? Ela foi viajar com Michio, meu filho mais velho.

 

T: Mas logo no final do ano?

 

OK: Ela é uma boa aluna, tira notas altas, já estava passada de ano.

 

T: Ah, faz muito tempo que ela foi?

 

OK: Terça vai fazer uma semana já.

 

Ficamos mais ou menos uma hora conversando até que eu resolvi que já estava de ir embora, eu me despedi e sai.

 

T: Adorei passar à tarde com a senhora, mas...

 

OK: Me chame de Kyung-Soon.

 

T: Tchau, Kyung-Soon, até mais. - Digo saindo porta a for a. 

 

OK: Tchau Tae, até mais.

 

Enquanto eu descia as escadas fiquei olhando um garoto sair da casa ao lado, ele era bem branco e tinha cabelos ruivos.

 

Ele me parecia bem familiar, mas não dei muita importância, até que enquanto eu andava ia me aproximando mais do mesmo.

 

T: Min Yoongi? - Digo pondo minha mão sobre seu ombro que no mesmo instante o mesmo quase a arranca.

 

?: Tae? - Só pelo fato dele quase ter arrancado minha mão já sabia que era Yoongi.

 

T: Suga!!! Quanto tempo! Ta fazendo o que aqui em Seul?

 

MY: Eu moro aqui agora! - Ele diz com um sorriso doce no rosto.

 

T: Sério? - Eu o encaro e ele me encara então eu o puxo para um abraço - Quanto tempo! 

 

MY: Ta morando onde?

 

T: Umas quadras daqui. Vamos numa lanchonete aqui perto?

 

MY: Vamos.

 

Então eu e Suga vamos indo juntos até a lancheria onde Jin trabalhava.

 

JungKook P.V

 

Mais cedo.

 

JK: Jennie?!

 

JN: Kookieeee! - Jennie diz correndo em minha direção e pula no meu colo.

 

JK: Você ta pesada, andou comendo muito em Londres? - Digo enquanto soltava-a no chão.

 

JN: Há-há engraçadinho. - Ela me da um soco no peito.

 

JK: Quer ajuda com as malas?

 

JN: Quero, vêm vamos pegar elas! - Ela pega minha mão a vai me puxando.

 

JK: Me conta, como foi lá?

 

JN: MARAVILHOSO, uma agência de modelos até me chamou para posar para uma revista, mês que vem vou ao estúdio deles tirar as fotos!

 

JK: Que bom!

 

Nós pegamos algumas malas e fomos andando até o estacionamento onde eu iria chamar um táxi.

 

JN: Qual desses é o seu carro?

 

JK: Carro? Eu não tenho carro.

 

JN: Como assim Jeon JungKook? Você já tem 19 anos, já tem habilitação, mas não tem um carro?

 

JK: Pois é, hehe.

 

JN: Achei que seu namorado ia vir com você, queria conhecê-lo. - Ela diz sorrindo fraco.

 

JK: Eu quis o deixar dormindo, ele tava um pouco mal, então não quis acordá-lo. 

 

JN: Ah, mas mais tarde vou conhecer ele né?

 

JK: Sim, vamos sair para jantar hoje à noite!

 

JN: Oba! - Ela diz dando algumas palmas.

 

[...]

 

Quando chegamos a minha casa, deixei as malas de Jennie no quarto dela e fui preparar um almoço para nós.

 

JN: E ai, e a escola?

 

JK: Está no mesmo lugar. - digo olhando para ela dando um sorriso bem forçado.

 

JN: Aposto que pegou recuperação.

 

Eu apenas sorrio para ela novamente e volto a fazer a comida.

 

JN: Sabe, eu tava pensando, agora que você tem uma casa que é só sua, e você é meu primo, eu queria saber se eu poderia morar aqui. Posso?

 

JK: Claro que pode né Jennie, eu adoraria ter sua companhia aqui comigo.

 

JN: Ótimo!

 

Ficamos papeando na cozinha até o almoço ficar pronto, tentei ligar para Tae para ele vir almoçar conosco já que Jennie estava incomodando para chamá-lo, mas ele não atendeu.

 

Almoçamos e depois fui tirar um cochilo e Jennie fez o mesmo.

 

Acordei umas 16:05 e resolvi ir na casa do Tae.

 

Levantei-me, ajeitei a minha cama, peguei meus fones, escrevi um bilhete para Jennie e sai.

 

Enquanto eu ia indo para casa de Tae, por algum motivo fui pelo caminho por onde teria que passar na frente da casa de Kira, já fazia um bom tempo que não a via, aquilo era um alivio para mim.

 

Estava andando distraído mexendo no celular quando vejo dois garotos se abraçando, um deles me parecia idêntico ao Tae, até que eu percebi que era o Tae, ele estava abraçando um garoto ruivo um pouco mais baixo que o Taehyung.

 

Naquele momento eu só queria atravessar a rua e esfregar a cara dos dois no chão, mas eu me segurei e fiquei observando os dois conversarem, Tae parecia estar feliz por vê-lo.

 

Eu nunca tinha visto aquele garoto na vizinhança.

 

E por alguns segundos quando me distrai, mas quando voltei à realidade percebi que os dois já não estavam mais ali.

 

Aquilo me doeu muito por dentro, eu sabia que Tae não seria capaz de me trair, mas realmente sua atitude me causou um terrível ciúmes.

 

Continua...


Notas Finais


Sorry a demora❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...