História The Power Of Only Family. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Japonesa
Personagens Personagens Originais
Tags Kitsunes, Youkais
Exibições 9
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 4 - O recanto das Kitsunes.


"O recanto das Kitsunes." 


Yui on:

Eu estava olhando para eles quando de repente minha visão começa a ficar escura e eu não enxergava mais nada. Meu corpo não me obedecia e restou por enquanto somente minha audição, meu paladar que não seria muito útil agora, meu tato que pode ser útil e meu olfato que pode me ajudar muito. O Mikoto saiu como eu sei? O cheiro dele sumiu por um tempo até que eu ouvi um barulho de metal, parecia um balde, ele colocou sobre mim e primeiramente não entendi mais depois de alguns minutos, cuspi muito sangue dentro do balde.


Mikoto: O teste começou a um tempo será que ela sobreviverá? Espero que sim.-fiquei confusa e o Kuroh também. 


Kuroh: Como assim teste?-ele tirou as palavras da minha boca. 


Mikoto: Ela passará por diversos formas de destruição do corpo, como: a perda de todos os sentidos, perda dos sentimentos, perdas dos órgãos internos e uma batalha contra ela mesma para ver se ela é capaz de vencer somente com sua vontade.-ele presta a atenção em cada detalhe. 


Neste momento estou ainda cuspindo sangue dentro daquele balde quando ouço uma voz. 


"Daqui a pouco eu vou obter o controle desse mísero corpo inútil, e quando eu o obter, você vai desejar ter morrido."


3 semanas depois... 


Eu já perdi todos os meus sentidos, meus órgãos internos, os sentimentos e nesse momento estou tentando voltar para o controle. Eu estou cada dia sucumbindo e perdendo ainda mais minha vontade de viver. Estou num lugar escuro que não tem nada em volta, olho para o nada já me acostumei com isso, até que vejo diversas Kitsunes de cores diferentes, uma branca, uma vermelha, uma preta, uma marrom, uma amarela, uma azul, as Kitsunes me olham e vem ate mim. 


Kitsune 1: Yui, estávamos a sua espera. - disse a Kitsune branca. 


Kitsune 3: Não temos muito tempo. Vamos logo com isso. - disse a Kitsune preta. 


Kitsune 2: Certo. Estamos aqui para lhe dizer que você tem que escolher entre duas de nós para ser seu elemento natural.-disse a Kitsune vermelha. 


Yui: Hm.. Mais eu nem sei o elemento de vocês. - elas se olham. 


Kitsune 1: Eu sou o elemento vento. - disse a Kitsune branca. 


Kitsune 2: Eu sou o elemento fogo.-disse a Kitsune vermelha. 


Kitsune 3: Eu sou o elemento trevas.-disse a Kitsune preta. 


Kitsune 4: Eu sou do elemento terra.-disse a Kitsune marrom. 


Kitsune 5: Eu sou do elemento raio. - disse a Kitsune amarela. 


Kitsune 6: Eu sou do elemento água. - disse a Kitsune azul. 


Kitsune 1: Escolha qual de nós vai ser seu elemento. - disse a Kitsune branca. 


Yui: Bem.. Eu escolho o elemento fogo e o elemento vento. 


Kitsunes 1 e 2: Hm.. Certo. Com o tempo você vai conseguir dominar os outros elementos. 


Yui: Certo. Como eu saio daqui. 


Kitsune 2: Venha conosco. - a Kitsune branca e vermelha me mostraram o caminho. 


Kitsune 3: Exibido... - disse a Kitsune preta, sumindo junto com as outras. 


Kitsunes 1 e 2: Aqui está o caminho para você voltar, mais saiba que se você passar no teste, você vai ter que ter o nosso consentimento para usar a espada e nosso consentimento para usar o nosso poderes junto com a espada. Mais tome cuidado pós isso pode custar muito caro e também você pode acabar se corrompendo. - presto a atenção em cada detalhe que as Kitsunes dizem e atravesso a porta. 


Finalmente acordo depois de muito tempo retomo o controle do meu corpo, sorrio e me despreguiço esticando meu corpo como um gato, levanto me despreguiçando ainda e vejo no espelho quarto caldas todas vermelhas com pontas brancas e as orelhas vermelhas com partes brancas por dentro e vejo que minha roupa também mudou agora é uma camisa e uma calça até os joelhos preta com um kimono preto por cima e com uma raposa branca e uma vermelha nas costas, sorrio e vou tentar achar o Kuroh.


Ando, ando, ando e ando, mais vejo que me perdi, sento no chão e me isolo,ate que sinto uma mão no meu ombro,olho para ver quem é, e vejo Kuroh me olhando. 


Yui: O que foi? -sorrio para ele. 


Kuroh: Nada.. Você tá bem? Se passaram três semanas depois da morte dele. - eu assinto e ele sorri. 


Yui: Pode me mostrar os cômodos da casa? - ele faz que sim com a cabeça. 


Kuroh: Claro. Vamos? - ele estende seu braço e eu me junto meu braço ao dele assim ele me mostra os cômodos da casa. 


Depois de ver cada cômodo da casa vou para a cozinha comer alguma coisa, faço peixe empanado para eu comer quando o Kuroh aparece com os olhos brilhando. 


Kuroh: Y-Yui... Posso comer o peixe?-ele faz uma cara fofa. 


Eu: Pode, coisa fofa.-entrego um prato com o peixe para ele que come de bom grado e nele aparece uma orelha de gato de cor negra junto com um rabo da mesma cor das orelhas. 


Kuroh: Hm... Delícia.. - ele começa a devorar o peixe. 


Eu como meu peixe empanado e vou para o banheiro, tomo um banho, depois de mais ou menos uma hora saio do banheiro com a mesma roupa que eu entrei, com os dentes escovados e vou para o meu quarto dormir. Durmo mais acabo sendo acordada, e vejo o Kuroh mexendo no meu cabelo. 


Eu: O que você está fazendo?! - pergunto abrindo os olhos. 


             Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...