História The Power Of Only Family. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Japonesa
Personagens Personagens Originais
Tags Kitsunes, Youkais
Exibições 8
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 5 - No calor da noite parte 1.


" No calor da noite parte 1."


Kuroh on:


Após aquela pergunta não resisti e lhe dei um beijo, que no início começou calmo mais depois foi ficando mais intenso e apaixonado, ela desistiu de lutar e se entregou ao beijo, nos separamos pós a falta de ar foi necessária, nos separamos e ela sorriu. 


Yui: Porque me beijou daquele jeito?-ela me olha confusa, com as orelhas de lado. 


Eu não resisti novamente e a beijei de novo, dessa vez ela não deixou de corresponder o beijo do mesmo jeito intenso de antes,nos separamos novamente, ela me olhou encabulada. 


Yui: K-Kuroh.. Para com isso..-ela me olha com algumas gotículas de lágrimas nos olhos. 


Eu: O que foi Yui-chan?-ela me olha ainda com algumas gotículas de lágrimas nos olhos. 


Yui: A-Aqui está muito quente..-ela tira o kimono, eu tento desviar o olhar mais foi falho e eu ruborizo,ela ri. 


Eu: O que você está fazendo?-ela abaixa o ombro esquerdo da camisa preta. 


Yui: E-Eu..N-Não..S-Sei..Me sinto muito quente..-ela arfa e abaixa o outro lado da camiseta e abaixa a calça que vai até seus joelhos. 


Eu: P-Para com isso..-começo a ter um sangramento nasal. O cara agora eu entendi o que está acontecendo com ela, meu deus que merda para mim, que vou história ter que abaixar o fogo dela e talvez sair cheio de hematomas dessa.  


Ela não consegue se conter e pede para mim sair do quarto, fico na porta do mesmo e espero ela me deixar entrar, a mesma abre a porta com uma grande dor, eu não consigo não me sentir excitado e percebo que ela abriu a porta para mim com uma toalha enrolada em seu corpo, junto com sua calda e orelhas balançando e volta a se deitar na cama. 


Eu: Quer que eu te ajude em algo? - ela me olha com lágrimas nos olhos e balança a cabeça que sim e eu continuo.  - No que?-ela me olha. 


Yui: V-Você..p-pode..f-fazer..i-isso..p-parar?-balanço a cabeça que sim mesmo sem saber como. 


Yui: Por.. Favor..-ela me olha com os olhos ainda com gotículas de lágrimas e eu assinto. 



Eu a levo no banheiro e lhe dou um banho para ver se isso diminui, ela nega e é que continua a mesma coisa só que agora mais quente, a olho e coloco minha camisa nela, que fica como um vestido por eu ser mais alguns centímetros mais alto que ela, ela sorri e eu a olho. 


Eu: Você realmente quer isso? Você está no Cio isso significa que você pode engravidar ou até pior.-ela assenti comum sorriso no rosto além de sentir dor, percebo que os olhos dela se tornaram vermelhos. 


Yui: Pode.. P-Por f-favor parar com isso? Dói muito...-ela faz cara de cachorro abandonado. 


Eu: Olha, eu posso tentar não sei se vai dar certo, pois essa vai ser minha primeira vez.-ela ruboriza mais continua com um sorriso no rosto. 



Eu passo minha mão por debaixo da camisa que eu coloquei nela, a mesma se arrepia pelo meu ato inesperado, vou subindo até chegar no seus seios e massageio o seio esquerdo, ela ronrona e geme baixinho,suas quatro caldas me prendem na cama e ela inverte as posições. 


 Yui: Minha vez..-sinto o temperatura corporal dela se chocar com a minha, ela me rouba um beijo e sua mão livre explora meu peitoral. 


Nos separamos do beijo e vejo que ela está de quatro em cima de mim, me fazendo ficar ainda mais excitado, a mesma percebe que meu membro já está a mostra, ruborizo e ela faz uma trilha de beijos, mordidas de leve e chupões no meu corpo até chegar no meu membro. 


Kuroh off.


Yui on: 


Eu aperto o membro do Kuroh devagar para n machucá-lo e ele arfa e geme baixinho, retiro a calça do Kuroh e a seguir a cueca box, abocanho seu membro primeiro, eu círculo sua glande com a língua o fazendo gemer mais ainda,depois coloco um pouco em minha boca o sugando,ele continua arfando e gemendo. 


Yui off.


Kuroh on:


Segurei seu cabelo com cuidado, para não machucá-la, solto gemidos baixos e ela lambuza minha glande, não consigo mais me conter e me desmancho espalhando sêmen por toda sua boca, ela engoliu tudo e deitou na cama,me junto a ela que solta um gemido,mais depois dorme tranquilamente. A observo dormir e vejo que eu havia a penetrado sem querer dou de ombros, nos cubro com uma coberta que estava na cama e eu só havia reparado agora, a Yui virou de frente para mim com um sorriso divertido no rosto. 


Yui: Vamos nos divertir essa noite.-e assim um cheiro de frutas vermelhas fica impregnado no quarto, percebo que seu eu continuar assim posso perder meu controle e machucá-la. 


Eu: Vamos..-ela deita cima de mim e ri. 


Yui: Você vai conseguir continuar?-ela me pergunta rindo e um pouco ruborizada, suas caldas balançam. 


Eu: Posso tentar.. Para tudo tem uma primeira vez.-ela ri e me beija, o beijo era calmo e ritmado ao mesmo tempo, nossas línguas lutavam por espaço, nos separamos pela falta de ar, mais um fio de saliva ainda nos ligava, eu a abraço e ela se senta em cima do meu membro. O que doeu para cassete. 


Eu: Y-Yui.. I-Isso..D-Dói..-ela ri e continua sentada lá.


Yui: Se está doendo muito, faça algo.-ela me olha e eu seguro em sua coxa e inverto as posições ficando por cima dela. 


Yui: Hm... Interessante... Vamos ver do que você é capaz.-ela ri e lhe roubo um beijo. 


            Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...