História The Pretty Demon - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sherlock
Personagens D.I. Greg Lestrade, Dr. John Watson, Eurus Holmes, Irene Adler, Molly Hooper, Mrs. Hudson, Mycroft Holmes, Personagens Originais, Sherlock Holmes
Tags Johnlock, Sherlock
Visualizações 56
Palavras 527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Meus dedos não param e minha criatividade enxerga Johnlock em tudo. Está aqui, minha mais nova fanfic.

Capítulo 1 - The pretty demon - introdução


John olhava irritado para a sua mãe, sua face demonstrava o quão infeliz ele estava com a situação. Estava escutando um discurso motivational, mais uma vez.

E essas tatuagens, John?

Por onde você andou, garoto?

Ela fazia as mesmas perguntas de sempre, tendo a consciência que não iria obter as respostas que queria.

– Mãe, eu não estou me drogando. Não sou a Harry, me respeite. –

Ambos sabiam que não era verdade.

Watson tentava se esquivar das perguntas com ironia, enquanto batia os pés na madeira já gasta do piso. Ele já não aguentava mais.

– Hoje é domingo, eu e seu pai vamos na igreja. Você sabe, certo?–

A mulher não precisava esclarecer nada, John já se contorcia no sofá bege. Igreja não, igreja não, igreja não.

– A senhora lembra do que aconteceu da última vez que eu entrei lá. Não volto. –

John e as pessoas daquela pequena cidade ao lado de Londres não se davam bem. A população do lugar o julgava, na verdade, todos se julgavam.

O loiro sempre foi diferente dos demais, desde sua roupa, até os seu mais evoluídos pensamentos.

Por isso sumia tanto, por isso Londres lhe acolheu e transformou-se em seu lar.

– Ou você vem por bem, ou te levo puxando esse teu cabelo esquisito.–

John, mais uma vez, revirou os olhos.

Percebeu que ficar em casa não seria uma possível, e teria que dividir espaço com pessoas ignorantes.

Watson subiu para o seu quarto, batendo fortemente os pés, deixando claro a sua irritação. Se era obrigado a comparecer, iria com bom gosto.

Tomou um banho de banheira, seu banheiro lhe dava uma bela visão da pequena cidade, era bonita, no final. As espumas faziam cócegas em seu corpo, John ria como uma criança, ainda era uma.

Não era uma pessoa muito vaidosa, mas poderia fazer um esforço.

Sua mãe iria pedir para ele tirar, seu pai ignorar totalmente, sua irmã iria sussurrar 'maneiro', e John iria sorrir de satisfação.

A calça jeans rasgada permitirá que os vizinhos admirem suas tatuagens, a camisa vermelha amarrotada chamará atenção, e o casaco de couro lhe ajudará na hora de sumir, ou tentar.

Chegando na grande igreja, construída no século passado, todos olhavam para John. Que sorria satisfeito, as pessoas sussurravam sobre ele.

– Meu Deus...Como aquele lindo garoto se tornou essa aberração?–

Uma amiga de sua mãe sussurrou indignada.

A família Watson procurou um bom lugar para sentar, o que seria difícil.

– Vamos sentar do lado da sra. Holmes, mãe.–

Na linguagem de Harry era:"Vamos sentar ao lado da Eurus, vamos conversar até o final."

E todos seguiram a mais nova. John se acomodou ao lado de um rapaz estranho, que nunca tinha visto.

Em cidades pequenas, todo mundo conhece todos.

Watson apenas sabia que o moreno ao seu lado usava um perfume caro, e que sabia orar. Ele não parou de orar desde sua chegada, e John não tirava os seus olhos da pele branca do mais alto.

Seu olhar poderia queimar o outro, John não tinha visto seu rosto, já que estava apoiado no bando de madeira a sua frente, entretanto, sabia que ele era lindo. O cabelo cuidadosamente penteado em um topete, alguns cachos deveriam cair sob sua testa.

Adorável, John diria.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...