História The price of Forbidden Love - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Dor, Jungkook, Kookie, Tortura
Exibições 18
Palavras 689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vouteeeei,
Com mais um pequeno capítulo

boa leitura!!!

Capítulo 23 - Realidades


Pela primeira vez, em que foi uma eternidade para mim pude, novamente sentir aquele beijo, que nunca foi tão necessitado para mim quanto neste momento de medo e inseguranças.

A falta de ar nos separou, porém nossos pensamentos não nos deixavam nos afastar. Meu mundo novamente clareava.

Fomos interrompidos pelo médico responsável por Jimin que tinha uma resposta para nossa perguntas.

Jungkook logo foi em direção a ele perguntando sobre Jimin.

 

POV-Jungkook

 

-Doutor! Como ele está?

-A cirurgia e a transfusão de sangue de sangue foram bem sucedidas.

-Ainda bem. - Respirei aliviado.

-Porém…

-Porém?

-Devido ao local, infelizmente Jimin será impossibilitado de fazer algumas coisas, por exemplo dançar ou correr normalmente....

-Co-como?

A partir disso não consegui ouvir mais nada, fiquei pasmo. Eu não conseguia entender mais nenhuma de suas palavras, minha mente se consumia novamente pela culpa. Minha boca secou, meus movimentos travaram, aquilo não poderia está acontecendo.

-....vocês devem tomar certos cuidados, garoto? Você está me ouvindo?

-.....

-Você está passando bem?

-Não, não, não, isso...Não. - Aos poucos dava passos para traz, aquele notícia não fazia sentido.

-Calma, ele vai poder levar uma vida normal..

-Mas ele tem chance de voltar? - perguntou Hoseok.

-Lamento, mas isso é quase impossível.

-De-deve haver um jeito. - Insistia Hoseok com um ar ainda confuso.

-Com muita fisioterapia ele pode andar normalmente até, porém é impossível que ele volte a conseguir fazer todos seus movimentos...

-Não, não, ele tem que voltar por favor. - Eu implorava ao médico.

-Lamento…

-Mas e o BT…

Minha voz travou, eu não conseguia mais continuar, aquilo foi como uma pancada em meu estômago. Eu precisava sair daquele lugar, eu precisava acordar desse pesadelo, eu precisava de um refúgio. Olhei para o lado e vi Hoseok com o rosto encharcado por sua lágrimas, meu coração se enchia de ódio e culpa fazendo apertar de uma forma que nunca havia antes me machucado.

Aquela cena, aquela dor, era muito para mim

 

POV- Hoseok

 

Jimin aquele garoto que sempre se esforçava tanto para aprender as coreografias, saltitante e que corria como se o mundo não houvesse fim não poder fazer mais nada?

Eu realmente não sabia como receber aquela notícia. Aquela tristeza invadiu meus pensamentos como uma flecha e minhas lágrimas… Apenas caíram. Eu sei que minha reação deve ter afetado Jungkook, porém nem eu e os outros membros, não sabíamos lidar com isso.

Olhei para Jungkook, ele não parecia entender o que o médico dizia, ele nem parecia que estava lúcido. Seu rosto empalideceu.

-N-não, isso não tá… - Ele se virou para mim e em seus olhos marejados pude ver seu quase delírio pelo desespero. - Eu n-não posso…

Nem terminado de falar sua frase, Jungkook sai correndo da sala por um surto. Louise ainda parecia abismada com tudo isso, então Yoongi foi atrás dele

 

POV-Yoongi

 

Jungkook havia completamente surtando. Tento ir atrás dele, que corria em direção a porta do hospital, ao chegar na rua ele logo pede um táxi e assim eu também faço, pedi para o motorista segui-los.

No caminho aquele angústia tomava conta do meu ser, ao pensar nas lembranças daquele Jimin, não consigo imaginar ele dessa forma, sinto um aperto no coração e uma lágrima involuntária percorreu minha face. Aquilo doía ainda mais ao pensar na reação que o Jimin terá.

-Você está bem? - Perguntou o taxista me olhando no retrovisor.

-Sim, estão. - Falei enxugando a lágrima rapidamente e tentando trocar meus pensamentos.

Ao segui-los por um bom tempo, pude reconhecer que aquele ele o mesmo caminho por onde tivemos que passar  para ir no casarão onde resgatamos ele e Louise.

-Por que ele estaria indo até lá? - Murmurei para mim mesmo.

 

Ao chegarmos naquele casarão, paguei o táxi e desci. Jungkook já havia chegado a algum tempo pois a porta já estava escancarada.

Adentrei o local e logo ouvi barulho vindo dum lugar parecido com um porão, desci até lá embaixo e tinha alguma portas, uma delas estava aberta e entrei na esperança de encontrá-lo. Ele realmente estava lá, porém o que vi, me deixou atordoado, como ele podia..?

 

-Jungkook? O que está fazen….??

 

 

 

 


Notas Finais


Eu queria pedir desculpas se esse capítulo não foi muito bem detalhado
eu realmente não estou tendo muito tempo nesse fim de ano

beijinhos e até a próxima
(desculpe os errinhos)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...