História The Prophecy of Emerald - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Dharli

Postado
Categorias Originais
Tags Ação, Aventura, Comedia, Drama, Fantasia, Luta, Magia, Original, Romance, Saga, Shounen
Exibições 3
Palavras 1.549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shounen, Super Power, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yo! Desculpe qualquer erro, daqui uns dias sai mais um capitulo xD
As aparências dos personagens serão inspiradas nos Cards do jogo Smite (que eu gosto pakas, ADD lá se tu joga: KowerBR)
Não é a mesma historia dos personagens do jogo, mas serão inspiradas, Ok?

Boa leitura xD

Capítulo 1 - Kurosaki


Fanfic / Fanfiction The Prophecy of Emerald - Capítulo 1 - Kurosaki

[Lornest - 16h30min]

         Desde o massacre e o desaparecimento da Princesa Anna, Lornest está tranquilo como nunca, a segurança esta mais reforçada e agora os inimigos temem o Rei Falker V que colocou Lornest acima de todos os outros países.

          E em uma pequena vila uma mulher estava tendo o seu filho, algum tempo depois ele nasceu porem não foi o nascimento que ela queria ter, aquela mulher deu a luz a uma lenda, uma lenda conhecida e temida no mundo todo.

[Em Um Castelo - 17h10min]

         Em um castelo sem localização um esquilo marrom corria pelos corredores falando sobre uma noticia que mudaria o mundo e causaria a segunda guerra infernal, ele continuou correndo e entrou desesperado na sala do trono, onde o líder estava sentando e seus subordinados ao redor agachados em posição de respeito.

         - Quais as novas noticias que fez você chegar ate aqui, Tosk? - perguntou o Líder com uma voz grossa

         - N-N-N-Nasceu! A Emerald! - assim que Tosk disse isso, o líder logo entendeu e se levantou imediatamente

         - Eu declaro agora... O Inicio da Segunda Guerra Infernal - disse ele desaparecendo

[Acampamento dos Bárbaros - 17h33min]

         - Chefia! A terceira criança da profecia nasceu! - disse um dos soldados

         - Emerald?! - perguntou ele

         - Sim! E agora Kanner declarou o inicio da Segunda Guerra Infernal - respondeu

         - Tudo bem! Vamos entrar na briga pela Emerald! - Assim foi dado o inicio da Segunda Guerra infernal, causada pelo nascimento da terceira pessoa da profecia conhecida como Emerald.

[17 anos depois - 09h20min]

         Todas as manhãs um rapaz alto, moreno e de olhos verdes caçava na floresta, logo depois ele iria para a loja de peles e carnes para vender a sua caça. Algumas pessoas já sabem quem ele é e que também tem uma ótima maestria com espada, matando todos os seus alvos com a lâmina afiada da sua Katana. O nome dele é Kurosaki, ele é o famoso e temido garoto da profecia sendo chamado de Emerald pelos Profetas de Bassurum.

         Há Muito tempo atrás, os Profetas de Bassurum espalharam a noticia de que três crianças iriam nascer com a maldição de Bassurum e iriam ser chamados de Ruby, Sapphire e Emerald pelo próprio Bassurum que era considerado um deus. Quatorze anos depois de a profecia ser dita, a primeira criança nasceu no país do Norte na capital, O famoso Ruby. Assim quando nasceu foi possível ver seu corpo coberto por tatuagens desconhecidas brilhando tão intensamente que cegou os médicos e os seus pais, logo depois o mundo inteiro ficou sabendo e por isso começaram a tentar capturar a criança que segundo os Profetas as três crianças nasceriam com o poder de destruir o mundo facilmente, por esse motivo todos queriam esse poder. Ruby cresceu fugindo dos inimigos ate os seis anos, quando o seu avô que cuidou e o protegeu foi morto pelos Bárbaros, logo em seguida Ruby ficou totalmente fora de si, criando uma onda de poder que destruía tudo pela frente, fazia com que tudo virasse apenas poeira, milhares de pessoas morreram e logo depois Ruby sumiu, ninguém sabe se ele esta vivo ou morto, mas sabem que ele vai aparecer para exterminar os bárbaros.

         Mais vinte e seis anos depois nasceu Sapphire, uma mulher que também cegou seus pais e a sua vila inteira, mesmo cega, seus pais protegeram ela do mal ate que um dia o Líder do clã das Trevas invadiu a vila com seu exercito e matou todos, levando Sapphire com ele e tentando extrair todo o poder daquela criança, nas suas tentativas ele falhou varias vezes e então ele fez Sapphire uma prisioneira até os seus 18 anos. Todos esses anos ele tentou extrair o poder, fazendo Sapphire sofrer todos os dias uma dor diferente, ate que no dia em que estava fazendo 18 anos, ele tentou novamente e conseguiu, alem de fazer uma incrível descoberta, Assim que o poder de Sapphire era sugado, dez anos depois ele voltava completamente. E até hoje Sapphire é mantida presa no clã das trevas, apenas por esse motivo o clã das Trevas é considerado superior ao clã dos Bárbaros.

          Treze anos depois. Andando pela vila onde vendia as suas caças, Kuro passou em uma taverna de um velho amigo.

         - Olá, Methia - cumprimentou

         - Olá Kuro, bem-vindo novamente! Vai querer aquela cerveja de sempre? - perguntou Methia sorridente e feliz

         - Claro, sem ela o meu dia não é o mesmo! haha - brincou Kurosaki, que recebeu a cerveja de Methia

         - GLUP GLUP GLUP, essa cerveja é muito relaxante! - disse Kurosaki que bebeu toda a cerveja do copo em um segundo

         - Sim, mas infelizmente essa foi a ultima da casa! - disse Methia tirando o sorriso do rosto

         - OQUE? NÃO ACEITO ISSO! - gritou Kurosaki surpreso

         - O clã dos ladrões voltaram a roubar os comerciantes na estrada, e um dos alvos deles foi o que trazia a sua cerveja para a nossa vila, então ele não voltará aqui ate os Ladrões irem embora - explicou Methia o porquê que não haveria mais a cerveja na taverna

         - ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM! EU VOU ACABAR COM O CLÃ DO LADROES E RECUPERAR AS CERVEJAS! - assim que Kuro disse isso um pouco furioso ele acabou adormecendo ali mesmo sentado naquela cadeira de madeira. Três horas depois, ele acordou no pequeno quarto da taverna que ali já havia dormido varias vezes, se levantou, abriu a porta e deu de cara com Methia limpando o balcão. A taverna geralmente estava sempre vazia, Methia limpava com uma expressão triste ate que Kurosaki se aproximou.

         - Methia, onde está a Grimmis? - perguntou Kuro onde estava a garçonete da taverna

         - Eu tive que demiti-la - respondeu ele mais triste ainda

         - Por quê? Ela trabalhava tão bem! - disse Kurosaki, sentando-se na cadeira

         - Sim, mas ultimamente a taverna está muito vazia, não tenho mais dinheiro para paga-la... E também, acho que eu vou fechar a taverna - disse Methia deixando as lagrimas escorrerem

         - Não chore! Eu vou atrás dos bandidos, vou recuperar a cerveja e ainda vou trazer uma grana! - disse Kuro se levantando

         - Faria isso por mim?! - perguntou Methia um pouco mais feliz

         - Claro! Você é o meu melhor amigo, e eu vou fazer de tudo para ajudar um amigo - disse Kuro abraçando fortemente Methia e saindo da taverna

         - Faz muito tempo desde que eu não uso meus poderes para coisas serias, e agora vou usá-los para acabar com o Clã dos Ladrões... Está na hora da diversão! - pensou Kuro estralando os seus dedos e seu pescoço. Algumas horas depois, uma carroça passava pela perigosa estrada dos Ladrões, com apenas uma pessoa e varias bolsas de moedas. Tudo estava tranquilo ate quando o cavalo que puxava a carroça foi acertado com uma flecha na cabeça e caiu, derrubando com ele a carroça e os sacos de moedas, ao redor apareceram vários Ladrões equipados com arco e flecha e outros com espadas e facas. Um dos Ladrões abriu um dos sacos e viu que estava cheio de moedas, então eles começaram a colocar em suas próprias carroças, porem um dos sacos era enorme e pesava muito, ao balançar os foi possível escutar som de moedas então eles colocaram aquele enorme saco em uma das carroças e levaram ate o acampamento principal do Clã.

         Algum tempo depois os Ladrões descarregaram e colocaram os sacos em uma sala trancada e saíram dali. A sala estava completamente vazia, sem nenhum vigia por perto quando de repente aquele saco enorme é cortado ao meio e de dentro dele saiu um homem sem camisa, com o corpo completamente tatuado e com uma Katana em suas mãos, esse homem era Kurosaki, e estava apenas iniciando o seu plano. Kuro vestiu sua camisa que havia tirado pelo calor dentro do saco, caminhou lentamente sobre a porta q estava trancada e com apenas um corte, ele a destruiu completamente, deixando todos os Ladrões do lado de fora assustados. Dois deles atacaram Kurosaki, mas antes que percebessem foram cortados ao meio, e na visão dos outros ladrões Kurosaki nem havia saído do lugar. Todos os ladrões entraram em modo de ataque e dezenas deles partiram para cima de Kuro, que cortou todos eles em um segundo, pressionando os bandidos fez com que o Líder aparecesse. Um Homem alto, cabelos curtos, olhos castanhos e com uma faixa na cabeça, fumando um cigarro, com roupas de couro e empunhando uma enorme clava com pregos.

         - Você é maior do que eu imaginei grandão! - disse Kuro zombando do Líder

         - HAHAHA Por acaso você sabe quem eu sou?! Seu nanico de merda! - disse o Líder gargalhando e aproximando seu rosto de Kuro

         - Claro! Você é um grandalhão de merda que se acha forte, mas não consegue matar nem um Leão da Floresta! - assim que terminou a sua frase, Kuro cortou a cabeça do grandão rapidamente, que caiu no chão igual a um saco. Todos os outros ladrões ficaram impressionados e saíram correndo

         - Eu tenho apenas uma regra de batalha. Se você sabe que é inferior ao inimigo não haja como se fosse superior, faça melhor, se torne superior.

 

CONTINUA!!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...