História The Psychopath and I (O Psicopata E Eu) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Mitologia Japonesa, Originais
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Canibalismo, Hentai, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Linguagem Imprópria, Magia, Nudez, Originais, Rap Monster, Sadomasoquismo, Sexo, Sobrenatural, Suga, Terror & Horror
Exibições 179
Palavras 1.884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amoras! Estou aqui com mais uma fanfic desculpem a sinopse de merda né eu sou BR, BR só faz bosta (alguns Br's) vamos lá.

Capítulo 1 - OLÁ


Fanfic / Fanfiction The Psychopath and I (O Psicopata E Eu) - Capítulo 1 - OLÁ

SINOPSE

 

Olá. Meu nome é Rute Evelyn Carolinne Nunes, sou brasileira mas vim morar fora do brasil por motivos pessoais. Eu tenho 17 anos e sou formada em psicologia e psiquiatria,você deve estar pensando "impossível! ela é só uma criança." mas não é Impossível. Eu me formei na escola com 13 anos e desde daí comecei a me interessar pelas profissões, e assim comecei a estudar. Moro com minha melhor amiga e IRMÃ a Evelyn Carolinne. "O nome dela é sou sobrenome" pois e ela é apenas 1hora mais velha, e cursa robótica. Eu sigo Evelyn como exemplo pra mim pois ela é determinada, corajosa, protetora, inteligente e calma( quando quer) eu amo muito ela escolheu nos duas virmos morar aqui na Coreia do Sul, pois nossos pais se divorciaram a pouco mais de 6 meses e era a briga pra quem ficava com a quarda total. Sendo que nos não queriamos morar com nenhum dos dois então viemos para cá e isso já faz 2 anos e meio. Hoje eu irei começar a trabalhar mas como assim você deve estar pensando mas eles não queriam mas  Meu Q.I é o maior em 5 estados da Coreia do Sul, então me escolheram para desvendar os pensamentos de um psicopata estuprador de crianças(meninas) e mulheres até os 21 anos.

 

POV'S EVE (EVELYN CAROL)

 

-Rute levanta, já são 6:20 a gente vai se atrasar, levanta Leãozinho.

 

-Aish. Eu já estou levantando Pandinha.

 

Eve sempre foi muito carinhosa comigo e eu com ela,mas do mesmo jeito que somos carinhosas uma com a outra a gente também briga por tudo, isso chega a estressar todos, e sempre é por besteira quem tem irmã(o) irá entender bem o que é isso. Eu levantei e a Eve estava toda produzida. Estava linda como sempre aliás esqueci de dizer,Eu e Eve somos irmãs gêmeas da mesma placenta kkk. Eu fui até o box tomei um banho demorado saí escovei os dentes e optei por um moletom rosa com o a frase " Não sou foda. EU SOU É FODONA" ganhei de presente da Eve, eu amei, e uma calça jeans preta rasgada nos joelhos e um tênis salto embutido da adidas branco. Minha make foi básica, bastante lápis uma sombra esfumada bege delineador preto super fininho, rímel e por fim um batom nude matte. Peguei meu celular, meu fone de ouvido de PANDA minha mochila de costaS rosa clarinho com: Guarda-chuva, batom, lápis de olho, caneta um bloquinho de notas e por fim a chave de casa pois voltaria a pé.

 

-Eve estou pronta.

 

-então vamos leãozinho.

 

A Eve me chama de leãozinho por conta dos meus cachos super poderosos e chamativos, CLARO NÉ ROSA PINK COM ROXO!

 

-vamos passar na cafeteria aqui perto Rute?

 

-Sim claro, hoje eu pago.

 

-obrigada. Hoje só estou com o dinheiro da gasolina e do meu almoço.

 

- eu sei disso.

 

Partimos até a cafeteria ali perto do nosso edifício, e comemos uma torrada com geleia e pasta de amendoim e eu optei de bebida um copo de cappuccino gigante e a mesma coisa foi o de Eve.

 

-vamos Rute.

 

-vamos.

 

Terminei meu cappuccino no carro, e não demorou muito e eu cheguei a delegacia de segurança máxima, onde estava o meu paciente.

 

-Rute por favor toma cuidado. Sério cuidado com esse cara.

 

-pode deixar mana eu vou,eu vou.

 

Ela acenou e e também entrei na delegacia e logo cumprimentei todos e o delegado me chamou a sua sala, acho que é a ficha do paciente.

 

-Rute Evelyn Carolinne Nunes?

 

-Sou eu.

 

-Muito prazer Rute, eu me chamo Rafael Kim e é um prazer enorme lhe conhecer.

 

-o prazer é todo meu senhor Kim.

 

-você tem certeza disso? Sabe que pode desistir,está ciente de que vai estar frente a frente com um psicopata não é!?

 

-Sim Senhor Kim tenho a consciência disso tudo e não, não quero e nem irei desistir.

 

-aqui está. Essa é a ficha do seu paciente, está preparada?

 

-Sim. Estou.

 

- siga-me .

 

Fui olhando tudo atentamente,um lugar muito organizado, tudo muito calmo nem parecia uma delegacia para "loucos".

 

-Chegamos Rute. Lembre-se de uma coisa ninguém pode ver nem ouvir o que irá se passar aí dentro algo errado,bata na porta.

 

-Sim senhor.

 

Avistei uma porta branca de metal muito grosso,fiquei nervosa na hora era minha primeira experiência espero que tido dê certo. Adentrei a sala e lá estava ele virado de costas para mim,assim que entrei observei o local, muito lindo o local de visitas, mais organizado que o meu quarto. A porta rapidamente fechou-se atrás de mim e o barulho da porta fez com que o rapaz olhasse para trás e olhou para mim, ok o rapaz tem uma saúde viu. N parece psicopata. Ele me olhava de um modo que eu não conseguia entender o seu olhar rapidamente tirei a mochila das costas coloquei em cima de uma prateleira que ali tinha e em passos calmos e precisos sentei frente a frente com a morte.

 

-Olá. Me Chamo Rute Evelyn Carolinne Nunes, é um prazer conhece-lo.

 

-Olá. Eu me chamo Kim SeokJin é um prazer te conhecer também, Srta Rute.

 

-não precisa disso Só Rute, posso te chamar de Jin?

 

-Claro. Por que não?

 

-Então ok, Jin você sabe bem por que estou aqui, sim!?

 

-sim eu sei bem. Mas não entendo a necessidade disso.

 

-à necessidade disso é que você é um mal para sociedade e já matou mais de 58 mulheres e crianças depois de estupra-las. Por que isso?

 

-Elas não aguentaram até o final, minha consciência não pesa Rute, afinal todas eram putas.

 

-putas. Ok mas eram seres humanos como você.

 

-Eu não sou um ser humano e  sim o demônio.

 

-Jin você não me põem medo sabia?

 

Mentira ele conseguiu me deixar com muito medo mas não poderia demonstrar senão estaria dando Bandeira branca ao Jin, isso não iria acontecer tão fácil.

 

-você sabe que eu posso te matar fácil não é?

 

Ele veio até meu lado me segurou pelos cabelos, e serrou o punho do meu lado.

 

-não tenho medo de você! e o que ganharia me matando? Outra pessoa viria no meu lugar fazer o mesmo que eu,e essa pessoa não teria a paciência que tenho com você Jin.

 

Ele ficou calado por uns 3 minutinhos, ele sabia que eu estava falando sério, ele me segurou pelo queixo e sei rosto ficou milímetros do meu e ele disse.

 

-você é muito gostosa e estou com muita vontade de te foder até não aguentar mais, prometo não te matar depois Carol, o que me diz?

 

-você quer que eu me apaixone por você mas isso não irá rolar. Quando você foi comprar o trigo eu estava com o bolo pronto.

 

Dei uma piscadinha só de deboche.

 

-Espertinha você em Rute... Gostei de você.

 

-Obrigada Jin.

 

Ele voltou a sua cadeira, sentou e focou observando minhas feições.

 

-Jin.

 

-O Que é Sua puta?

 

-puta é a que te pariu.

 

-PENSE BEM ANTES DE FALAR DA MINHA MÃE.

 

-E VOCÊ ANTES DE ME XINGAR! TÁ PENSANDO O QUE MOLEQUE? QUE EU SOU TUAS NEGA?

 

Ele calou a boca na hora, Jin Jin você ainda não me conhece.

 

-Você que me falar algo da sua vida Jin? Eu estou aqui para lhe ajudar mas isso depende de você.

 

Falei calma e olhando bem dentro dos olhos dele.

 

-Quer mesmo saber?

 

-Sou toda ouvidos Jin.

 

FLASHBACK ON.

 

-Eu tinha 22 anos quando isso aconteceu. Era 26 de fevereiro um dia ensolarado em seul eu estava com minha ex-namorada a Summer. Ela era 2 anos mais velha que você, nos conhecemos numa madrugada fria ela estava na pracinha aqui perto, eu enquanto passava eu ouvia soluços abafados, e fui seguindo eles até que achei a Summer, sentada num balanço do parquinho com os olhos inchados e vermelhos de tanto chorar, fui me aproximando como quem não queria nada, e sentei do lado dela no outro balanço e puxei conversa.

 

-Você teve um dia ruim?

 

Ela disse que sim.

 

-Sim. Meus pais e meu irmão mais velho morreram ontem em um acidente de carro.

 

-meus pêsames, você só tinha eles não tem mais ninguém na família?

 

-não! Marfiosos que foram assassinados. Prestações de contas, se me entende.

 

-não tem pra onde ir...

 

-Summer. Meu nome é Summer Kim.

 

-Prazer. Summer me chamo Kim SeokJin.

 

-nome bonito Jin Igual o dono.

 

Ela corou na hora.

 

-D-desculpe não queria dizer isso.

 

-Tudo bem pimentinha, eu digo o mesmo de você.

 

Desde daí ficamos muito próximos e eu comecei a me aproximar mais dela até o dia em que eu a pedi em namoro foi emocionante, ela disse que sim ficamos 2 anos juntos, ela descobriu quem eu era o que eu fazia e ela tentava de todas as formas me ajudar mas nunca conseguiu. Um dia ela simplesmente cansou de tentar me entender, e fugiu. o ódio e a raiva subiu minha cabeça eu fui atrás dela em Busan e lá eu descobri que ela estava com outro e fugiu pra ficar com ele, eu a matei e ele conseguiu fugir. E até hoje não me arrependo de nada.

 

Flash  Back off

 

Nem percebi que estava chorando, tá explicado o jeito desse garoto.

 

-cê tá chorando Rute?

 

-Que? Eu não tô choran...

 

Meu rosto tava todo molhado, meu deus do céu gente que história abaladora.

 

-D-desculpe eu não percebi que estava chorando. Então Jin só isso que tem a dizer?

 

-É né e eu ainda quero te foder.

 

-Terminamos por hoje Jin obrigada pela cooperação, vou falar com o delegado pra te tirar da solitária eu até mesmo te dar um dia de condicional.

 

Bati na porta e o policial abriu, o jin se pronunciou.

 

-Obrigado Rute.

 

-Não ouvi bem Jin você disse obrigado?

 

-VAI TOMAR NO CU PIRANHA.

 

Sorri de lado e saí, eu ouvi um "PSIU" quando olhei pra trás era o Jin deu uma piscadinha pra mim e falou sem som

 

-"eu vou te foder gostosa"

 

Naquele momento meu coração palpitou,EU TÔ APAIXONADA FODEU

 

-veremos Jin.

 

Fui até a sala do delegado onde estava TODOS OS FUNCIONÁRIOS ESPERANDO POR MIM? Orra.

 

-Como foi Rute?

 

-Um Sucesso! consegui algumas informações poucas mas de muito valor, ele cooperou bem, pode tirar ele da solitária e talvez Em aqui alguns dias uma condicional por mês, confie em mim sei o que falo.

 

-UAU você foi a única que conseguiu tirar  informações do SeokJin.

 

-Com Jeitinho tudo sai delegado. Quero agradecer o apoio de todos vocês a conversa está boa mas tenho que ir Minha Irmã deve está esperando.

 

~ Uma nova msg~

 

Quem é?

 

A pessoa por quem está perdidamente apaixonada.

 

Ha ha ha muito engraçado viu Jin

 

Então está apaixonada por mim? Eu estou avisando que mais cedo ou mais tarde eu vou te foder garota!

 

Espere! SENTADO!

 

Sua piranha.

 

Tchau Jin até amanhã.

 

Tchau Carol até.


 

~FIM DE CONVERSA~

 

Como que aquele troço conseguiu meu número? Só o Jin mesmo. Fui até um restaurante perto da delegacia, pedi um prato bem tradicional, Kimchim bem temperado e um copo de suco. Comi e fui direto pra casa descançar, eu acho que algo de errado não está certo nessa história do Jin, vou pesquisar sobre essa Summer Kim. Acho que já vi esse nome e. Algum lugar. Onde será que foi?


Notas Finais


Bom foi isso espero que tenham gostado talvez amanhã atualize de novo amoras.

Como sempre "Um beijo pra quem quiser"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...