História The Psychopath and Suicide - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Jihope, Vkook, Yaoi
Visualizações 377
Palavras 913
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Opa ! Tudo Bom 😄
Demorou mais chegou 😂
Não vou enrolar ! Apenas vão lá ler !!

Capítulo 1 - BEGIN


Fanfic / Fanfiction The Psychopath and Suicide - Capítulo 1 - BEGIN

POVs HOSEOK
   
     ~ PI PI PI PI ~

Acordo em um pulo com o barulho infernal que aquele despertador fazia.

- Aish! Despertador de merda - ainda com os olhos fechados, procurei pelo aparelho que continuava a gritar desesperado para me acordar.

Mais um longo dia me espera.


Bom, você me pergunta, "Por que esse mal humor todo logo pela manhã ?" Pois bem permita-me que eu  me apresente.

Me chamo Jung Hoseok e queria estar morta... OK ! É piada velha, mas realmente não queria estar aqui. O motivo ?

    
   Bem.. é algo simples, sofro bullying desde que assumi ser gay e até então continuam com piadas extremamente estúpidas e algumas surras as vezes. Infantil ? Talvez... por isso não gosto de pessoas, e antes que me pergunte, já tentei cometer suicídio sim.

Foi um fracasso em todas as vezes!!

Tentei me enforcar mas a corda era velha e arrebentou... não ganhei a morte mas um belo pé quebrado, tentei me cortar e essas coisas mas as facas aqui em casa são extremamente cegas e não tenho dinheiro para comprar lâminas.. até pra morrer precisamos pagar. Um absurdo!!

Mas ! Vida que segue.

Achei o botão de desligar do despertador e me levantei ainda com os olhos fechados.

- Vamos Hoseok! É só mais um dia.. um belo e tedioso dia - andei procurando pelo guarda-roupa e por estar com preguiça demais até para abrir os olhos, acabei batendo com a canela na mesa que tinha próxima a minha cama - AI MERDA ! Logo pela manhã? Tão cedo e já estou fazendo merda? Parabéns gênio. Não abre os olhos e agora se fode - disse com raiva massageando a área que agora provavelmente estaria vermelha.

Andei mancando até o guarda-roupa e procurando pelo uniforme, assim que encontrei fui para o banheiro fazer minha higiene matinal para em fim descer as escadas e "tomar café da manhã".

Quando estava descendo as escadas, ouço vindo da cozinha algo que parecia ser uma discussão entre meu padrasto e minha mãe.

Não entendo como uma mulher consegue ficar com um cara que a maltrata! Eu não posso chamar isso de amor! Com certeza aquilo não era amor. Não pode ser isso o que o amor faz com as pessoas.. as tornam submissas

- JÁ FALEI QUE VOCÊ NÃO VAI, SABE QUE NÃO GOSTO QUANDO TOCA NA PORRA DESSE ASSUNTO EVA! - meu padrasto gritava apontando o dedo no rosto de minha mãe

- Vamos! Sabe que é importante pra mim, tenho um filho pra sustentar, não posso viver somente com seu salário - mamãe parecia calma, mas podia ver da escada suas mãos tremerem.

Ele não seria capaz de machuca-la certo? Ele não faria isso..

Quando menos espero, vejo aquele ser repugnante levantar a mão em direção ao rosto de minha mãe e logo após, ouço um barulho de tapa. vejo mamãe com o rosto virado para o lado devido a força que ele usou para agredi-la e uma mão no local aonde o tapa foi desferido.

     
   - VOCÊ NÃO TEM ESSE DIREITO - entrei na cozinha, o empurrando para longe de minha mãe, meus punhos estavam cerrados e sentia um calor enorme me consumir - QUEM VOCÊ PENSA QUE É PRA AGREDIR MINHA MÃE ? - gritei colocando minha mãe atrás de mim.
    - Não se meta mariquinha. Quando for homem de verdade venha brigar comigo - disse me olhando frio - E enquanto a você Eva, não me faça fazer isso novamente. Apenas obedeça! Se lembre que foi você que pediu por isso - e então saiu da cozinha subindo as escadas


Quando estava saindo para ir atrás daquele merda, sinto uma mão gelada em meu braço, me impedindo de continuar. - Não faça isso Hoseok, sabe que não vale a pena - disse com uma voz embargada prestes a chorar 

- Foi a primeira vez ? - perguntei frio, sem olhar para ela.

- Bem... Sim - olhei mamãe, encarando seus olhos procurando pela pontada de mentira que ouvi em seu tom de voz - Digo a verdade, não me olhe assim.. Ele nunca me bateu, apenas ameaçou - disse tentando esconder uma lágrima que teimava cair de seu rosto delicado e agora marcado pelas mãos de um monstro 

- E por que insiste nisso mãe ? Sabe que podemos mudar essa situação e largar esse merda. Por quê continua com ele?? Hum!? - perguntei impaciente, mamãe me olhou com um olhar doce e colocou as mãos em meu rosto 

- Porque, apesar do seu jeito agressivo.. eu.. o amo. Um dia irá entender o que quero dizer - disse com um sorriso de leve se formando em seus lábios

Amor ?

- Chama isso de amor? Vai precisar levar quantos tapas pra perceber que o que sente por ele é por causa de uma dívida? Sabe bem sobre o que eu estou falando! - Falei tirando meu rosto de suas mãos. Mamãe nada me disse, apenas me encarava

E novamente aquele olhar estava ali.

Culpa

- Estou indo para aquele inferno que chamam de escola! Pensa direito se é essa a vida que você quer mãe! Sabe que podemos dar um jeito. - sai da cozinha pisando fundo indo em direção à porta, abaixando e pegando minha mochila que ficava jogada ali sempre.

Bati a porta com toda a força que tinha! O que essa mulher pensa que é? Saco de pancada? - AISH! Odeio ele - chutei a primeira lata de lixo que vi na rua, precisava eliminar aquela raiva que sentia crescer e parecia me sufocar cada vez mais.

  
   Definitivamente queria estar morto....


Notas Finais


E então? Valeu a pena a demora???
Queria dar os créditos a uma pessoa MUITO especial que me ajudou a escrever e está revisando a fic 😄
Bjão pra ti linda !!
Espero que tenham gostado e fiquem ansiosas pelo encontro do Jimin e o Hope 😉
Até o próximo! Bjs 😘
O link para o trailer da Fanfic - https://youtu.be/xUESewMa2EQ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...