História The Queen - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note, Hunter x Hunter, Inuyasha, Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Feitan, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Gon Freecss, Hinata Hyuuga, Jiraiya, Kagome, Kakashi Hatake, Kikyou, Killua Zoldyck, Kurapika, Kushina Uzumaki, Leorio Paradinight, Light Yagami, Minato "Yondaime" Namikaze, Miroku, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sango, Temari
Tags Death Note, Donnagon, Familia Real, Hunter X Hunter, Inuyasha, Naruto
Exibições 31
Palavras 2.491
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hellooooooooo, boa noite galera!
Então ontem não tive tempo de postar o capítulo, mas agora ele está ai quentinho para vcs!!
Espero que vcs gostem.
Bjos bjos

Capítulo 5 - Meus pensamentos


Fanfic / Fanfiction The Queen - Capítulo 5 - Meus pensamentos

A grandeza vem não quando as coisas sempre vão bem para você, mas a grandeza vem quando você é realmente testado, quando você sofre alguns golpes, algumas decepções, quando a tristeza chega. Porque apenas se você esteve nos mais profundos vales você poderá um dia saber o quão magnífico é se estar no topo da mais alta montanha.”

Capitulo 4 pov  Gon

Hoje é sábado de manhã, para ser mais exato 06h15min. Estou no meu Mustang  cromado, na I-58, COM velocidade moderada,  respirando tranquilamente antes dos dias de caos e as alegrias das festividades dos jogos se iniciarem hoje.  Claro que não queria estar aqui agora, ainda mais indo encontrar alguém que eu não gostaria de ver no momento. Porém foi um pedido irrecusável, em um momento irrecusável. Papai me ligou cedo pedindo para buscar Corine no aeroporto de Gatwick, onde ela desembarca às 07h30min da manhã e estará aguardando. Ele e o Rei tem alguns problemas para resolver, creio que seja algo relacionado à Kagome Smith, Rainha Desertora e seu companheiro de traição, Uvogin Sandrs. Que foram vistos no México nos dias que antecedem a festa de Celebração do Dia dos Mortos, portanto  ele não iria poder cumprir o compromisso com minha prima, que chegou de Milão depois de meses em desfiles para a Vitoria Secret’s  para as celebrações ao lado do galinha/namorado, Príncipe Leorio.
Hiruzen Sarutobi, Quarto Chanceler do Rei Light, estava em viagem ao México com seu filho Asuma Sarutobi,  para a grande Festa dos Touros em Guadalajara. Quando avistou uma mulher muito bela parecida com a Princesa Donna, com algumas mudanças sutis: os cabelos mais claros e curtos, e o corpo mais magro, e resolveu segui-la, o que acabou comprovando sua identidade. Imediatamente ele entrou em contato com o Rei informando o ocorrido, desde então Alec Stevens está na cola desses dois. O que o Rei pretende fazer em relação a isso é um mistério, já que me foi expressamente proibido de dizer qualquer palavra a Donna sobre este assunto. O que sei é que foi dada a certeza que é Kagome, com nome de Nicole Statham e Uvogin usando o nome de Jason Statham, supostamente casados há 17 anos e com três filhos, Zac Statham de 16 anos e os gêmeos Percy Statham e Annabeth Statham de 15 anos.
Papai disse que o Rei não reagiu muito bem com a notícia que sua esposa está vivendo clandestinamente em outro país, com documentação falsificada. Com seu antigo amigo e fiel companheiro como marido e mulher e prova disto, os filhos, que com certeza a Rainha não gerou em pensamentos. Na época que a rainha foi embora, eu era apenas um adolescente na puberdade, aproveitando a carta de direção recém-adquirida e as mulheres fáceis, então pouco me importava o reino, somente ela, Donnavan.
Estão eis me aqui, deixando papeladas no meu escritório aguardando minha chegada, enquanto eu vou buscar a madame que não pode entrar em um táxi ou pedir um Uber, pelo simples fato de ser a namorada oficial  do Príncipe, que aliás não tem somente ela em sua lista de conquistas. Sorrio pensando que não sou muito diferente dele, mas ao menos tenho planos para meu futuro, pretendo casar, ter filhos, me estabelecer. Uma casinha no campo, com uma cerquinha branca, dois cachorros de porte grande e um médio. Um lago para poder pescar com meus amigos e uma área de churrasco com piscina. Amar e ser amado, assim como meus pais se amam incondicionalmente , e amam a mim e meus dois irmãos. Dante de Mete’o Freecs, ator renomado e com três Oscar’s por melhor ator em X-Man: um dia de Um Futuro Esquecido, X-Man Primeira Classe e X-Man Apocalipse, um por melhor ator cinematográfico em Assassin’s Creed. Sim, o cara é o famoso Magneto versão jovem. Dante tem 30 anos, é muito carismático e charmoso, sem contar que o cara é pinta. Solteiro e baladeiro, amante natural das mulheres loiras, assim como eu.
Miroko Freecs, minha irmã mais nova com 27 anos, é uma loira natural e de tirar o folego por onde passa, modelo da Vitoria Secret’s junto com Corine e inimiga mortal de Sakura Hurano, noiva de meu amigo de longa data: Naruto Uzumaki. Por quem minha irmã é loucamente apaixonada e tem certeza que ainda vai casar e estabelecer família. Enquanto isso, como ela mesma diz, vai curtindo a vida e sendo feliz até que Naru caia na real. Como amigo do Uzumaki a anos, sei que isso não vai rolar. Todos que o conhecem sabe como ele é louco e devoto a Sakura, ainda não sei o porquê dele não ter marcado ainda a data do casamento, vai saber.
Nesse momento Donnavan me vem à cabeça, sempre idealizei a mulher perfeita para mim: alguém como ela, não apenas pela beleza, que meu Deus, me deixa tonto e com o pau duro durante um dia inteiro - não que ela desconfie, Donnavan é virgem e vai se manter assim até o casamento, me certificarei disto, nem que precise morrer para manter minha palavra. Mas também por sua pureza, graça, coração. Uma mulher completa, mas fora de alcance. Não por eu ser um mero advogado, muito rico, lindo e gostosão - palavra das mulheres, não minhas, mas porque o Rei Light nunca iria aceitar a união do cara que o leva para poder comer putas de luxo e que às vezes o acompanha nos banquetes. Sim, o Rei tem uma tara sexual com putas: as melhores que o dinheiro possa pagar e que o Rei prefere chamar de acompanhantes de Luxo. Desde que a Kagome se foi, é essa vida que o rei leva. Porém é sempre visto socialmente com a Princesa Temari Sabaku 35 anos, irmã do recente Rei da Grã-Bretanha, Gaara Sabaku  e Principe Kankuru Sabaku. É esperado um casamento entre o Rei Light e a Princesa Temari depois que o Rei encontrar a Kagome para assinar os papéis. Tentamos de todas as formas possíveis anular o casamento, mas depois de 13 anos de casamento, tal proeza é impossível até para mim e Naru.  De repente meus pensamentos são quebrados por uma batida na janela, destravo a porta e então uma Corine muito brava entra e me olha com muito ódio.
- Onde esta Titio Ging? - Ela frisa o nome de papai.
- Bom dia para você também, Corine. Papai está neste momento em reunião com o rei Ligth para tratar de assuntos pessoais. - Respondo seco.
- Tem algo errado com meu sogrinho? - Mais uma vez ela coloca ênfase em uma palavra e eu ignoro.
- Gon, me responde! Sabe como me preocupo com a família do meu Leonzinho! - Eu a olho com uma cara de nojo e resolvo ser sincero.
- Não é da sua conta, Corine.  - Ela me olha chocada, vira para a janela me ignorando totalmente, e nesse momento eu agradeço aos anjos por essa maravilhosa benção e sigo ate Gatwick em total  silêncio.
                                     ~~~~~~~~~~~~~~ * ~~~~~~~~~~~~~~
Quando chegamos ao pátio de Gatwick, Corine pula do carro em movimento e quase arranca a porta do meu bebê. Olho para escadas e Alfred já está de prontidão esperando ordens.
- Bom dia, Alfred. Peça para alguém retirar as malas da Srta. Freecs do porta-malas e leva-la para a Ala Oeste, quarto Bege.
- Bom dia, Sr. Freecs. Achei que a senhorita Corine iria ficar na Ala Direita, no quarto marfim como foi solicitado. - Olho para Corine que faz cara de inocente e balanço a cabeça, ela é sempre assim, convence Leorio de deixá-la na área direita do castelo, mesmo sabendo que é onde fica os aposentos de Donnavan e onde a mesma não autoriza hóspedes no seu Pequeno País das Maravilhas. Sorrio internamente.
- Alfred, como você e todos no reino sabem, Vossa Alteza não admite visitantes em seu local pessoal da casa. - Corine que já estava subindo as escadas para e guincha que nem uma ave de rapina que é - palavras de Donnavan e me olha cética.
- Qual a necessidade de uma Ala inteira, com cerca de nove cômodos, somente para uma pessoa sozinha? Não entendo. Leonzinho me prometeu! - Diz com voz chorosa.
- Ela é a futura Rainha da Inglaterra, senhorita Freecs. Portanto ela pode ter o castelo Gatwick inteiro se ela quiser. - Diz Killua, do alto da escada deixando uma Corine em seu lugar.
- Desculpe, Alteza. Não foi minha intenção ser desrespeitosa. Se me derem licença, irei me retirar. - Killua me lança  um olhar diabólico.
- Toda, sinta-se em casa. Corine, - Killua diz sério - a Ala Direita está fora dos limites. - Corine prossegue em passos largos nos deixando com um Alfred muito zangado.
- Vocês, meninos, nunca se portam direito a uma dama. Coitada de quem casar com vocês. - Eu e Killua caímos na risada e nos abraçamos.
- Quanto tempo meu caro amigo, feliz em rever você. - Soltamo-nos e eu faço uma reverencia.
- Seja bem vindo ao Lar Principe de Gales, é sempre uma honra rever um velho amigo.
- Então vamos entrar para o Brunch, papai e Sr. Freecs junto aos outros estão nos aguardando. -  Me lança um olhar sério e seguimos, certamente por sua feição, o Rei e papai já passaram as noticias.
- Nada como um bom Brunch para começar o dia!

                                       ~~~~~~~~~~~~~~~~ * ~~~~~~~~~~~~~~~~

Adentramos ao salão verde, onde é servido o Brunch. Killua vai em direção a Hina para cumprimentá-la, e a mesma abre um sorriso de parar o coração. Olho para papai buscando algo em seus olhos e não consigo desvendar nada por baixo da sua máscara de indiferença. O Rei Light nem se fale, sempre cordial e bem com todos. Um exemplo de homem bom para o reino e seus filhos. Observo que Neonnide ainda não está na mesa, certamente está no quarto tentando acordar Donnavan que não admite ser uma pessoa matinal, mas nunca acorda sem precisar ser arrancada da cama. Vêm-me na cabeça alguns momentos em que ela chegava para o Brunch quando mais nova: sem maquiagem e o cabelo com um coque qualquer e o Rei não conseguia se zangar quando ela abria o seu mais lindo sorriso de gato Chesshire para ele.
Na mesa já se encontra a família Uzumaki Namikaze, Minato, Kushina, Naruto e sua noiva,  Sakura Hurano, Asuma, Corine e Hiruzen - por incrível que pareça já está de volta-  estavam sentados a minha esquerda e a minha direita Leorio, Kurapica, Hinata, Feitan, Killua e Neonnide, que acabou e chegar e eu. Todos entraram e um assunto saldável, rindo e falando das aventuras de nossas viagens, quando Alfred toca levemente o sino, em sinal que Donnavan chegou ao recinto. Todos viraram para a porta, quando ela se abre e Donnavan entra meu mundo para, como todas as vezes que eu a vejo. Seu perfume natural de mulher junto com seu Angel and Damon acaba com meu psicológico e endurece meu pau automaticamente, me deixando impossibilitado de levantar e puxar a cadeira para ela. Naru me olha com uma cara de que sabe de tudo e Donnavan com uma que não está entendendo nada.
Narus levanta para puxa a cadeira para ela, beijando sua mão no processo, me fazendo arder em raiva - filho da puta asqueroso, vou mata-lo, mas antes vou arrancar suas bolas e dar aos tubarões como petisco! Donnavan começa com os comprimentos obrigatórios como futura Rainha, começando por Rei Ligth, em seguida seus irmãos por ordem de nascimento, depois eu. Logo em seguida nos convidados a esquerda, começando por ordem de cadeira, Hiruzen, Corine, Minato e  Kushina.
- Bom dia, Asuma. Quanto tempo! Prazer em revê-lo. - Não entendo Donnavan com esse comportamento para com o Sarutobi em todas as vezes que se encontram. Mas uma hora ela vai me explicar.
- Bom dia Alteza, o prazer é sempre meu em revê-la. - Nesse momento Donnavan cora violentamente. Ela cora! Como o Ligth não vê isso? Ou Killua, Kurapica ou até mesmo Feitan! Não me controlo e solto uma sequência de palavrões baixinhos. Ela vai me explicar isso com todas as letras, ah se vai. Sou seu protetor e amigo e aí tem! Tento disfarçar minha raiva, mas não rápido o suficiente: Naru vê e me dá àquela risada debochada como se realmente soubesse de algo que não existe. Merda! Se controle, Gonnegrs.  Logo em seguida, ela se vira para Sakura e prossegue. O estúpido Naruto dá um sorriso que vai aprontar, e eu tenho a impressão de que não vou gostar. Tento gesticular para ele, mas já é tarde de mais.
– Bom dia, senhor Uzumaki. -Ele lança a Donnavan um sorriso descarado, na frente da noiva dele. Jesus!
- Bom dia, Alteza. Já lhe pedi para me chamar de Naruto. A cada dia que passa Vossa Alteza fica mais linda e graciosa.- Nesse momento a mesa irrompe em risos, até o Rei Ligth, que é sempre indiferente aos comentários de Naruto, não consegue escapar e dá risadas. Olho para princesa Hinata que está vermelha igual a um pimentão. Sakura está igualmente vermelha, mas de raiva, e Donnavan escarlate e com uma baita sorriso no rosto.
Ela se vira para Alfred e pede para servir o desjejum, já que todos estão descontraídos e não param de rir da graça do Uzumaki-palhaço. Nesse momento quero arrancar suas bolas juntamente com seu pau, ele ainda estando vivo, se morto, seria muita bondade – e servir como petisco no jantar. Donnavan deseja a todos bom a apetite, que ninguém a não ser eu escuta, me viro para ela, bem sério, que me lança aquele sorriso à la Chesshire que só ela sabe dar. Sem perceber, olho profundamente em seus olhos, como nunca tinha olhado antes, com desejo e uma profunda vontade de devorá-la, mas sei que ela não vai entender o que significa esse olhar, mesmo que ela tenha engolido seco, sei que ela não faz a mínima ideia, ou faz? Meu Deus, não pensa nisso Gonnegrs, ela apenas cora para aquele otário do Sarutobi, não rolou nada entre eles. Penso em como ela é pura e em como quero enterrar meu pau profundamente até as bolas dentro dela, a ouvir gemer meu nome enquanto tem o primeiro orgasmo de sua vida. Depois me deliciar com o sabor dos seus lábios vaginais e sentir ela se contrair e se derramar em minha língua. Então ela desvia o olhar e começa a comer. Meu pau está tão duro que quase perfura minha calça. Alfred me serve ovos Benedict, mas eu já não tenho fome, não de comida. E o banquete não seria os ovos Bennedict, mas sim uma princesa muito melada de tesão. Descubro então que estou totalmente fodido e realmente não vou ter paz. Mia me vem a mente e mais uma vez vou ter que recorrer ao seu corpo pala liberar minhas tenções. E ai que começa meu sofrimento.






Notas Finais


Então o que acharam??
Fortes emoções vem por ai!!
Bjos até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...