História The Rapper - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P, Bangtan Boys (BTS), Red Velvet
Personagens Daehyun, Irene, J-hope, Jimin, Jin, Joy, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Seulgi, Suga, V, Wendy, Yeri, Youngjae, Zelo
Tags Bangtan Boys, Bts, Bts Velvet, Jope, Jungri, Red Velvet, Seulmin, Sugawenjin, Taeri, Wenga, Wenjin
Exibições 7
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Errei no primeiro cap ;-;
Desculpem
Sim, vai ter B.A.P, o Zelo vai ser irmão do Yoongi e o DaeHyun e o YoungJae vão ser namorados
Boa Leitura!

Capítulo 2 - Capítulo 2-Jimin


P.O.Vs Jimin😽
Hoje foi meu primeiro dia de aula, e eu conheci a Seulgi, ela é tão linda, acho que amor á primeira vista realmente existe, mas eu acho que ela tem alguma coisa com o Hoseok, eles parecem ser bem próximos, provavelmente eu não tenho chances com ela, mesmo sendo lindo e tendo um corpo maravilhoso, ela deve gostar do Hoseok, afinal, ele também é bonito pra caramba. Enfim, eu voltei da universidade com a Joy, e ela tava bem estranha, tinha um sorriso abobado no rosto e suas bochechas estavam avermelhadas.

-Joy, você ta bem?

-Tô, por que a pergunta?

-Seu sorriso, parece de uma daquelas garotinhas chatas apaixonadas dos animes que você assiste-Recebi um soquinho no braço em troca.

-Eu tô ótima, ok?-Bufou cruzando os braços e rindo logo depois.

Chegamos em casa e minha mãe estava fazendo café e parecia bem feliz.

-Omma, chegamos!-Falei pondo a mochila no sofá.

-Que bom! Seu pai chega de viagem hoje á noite!-Ta aí o motivo do sorriso.

    -Sério?! Faz tempo que não vemos o appa, não é mesmo Jiminie?

-É...
      -Que foi? Você não está feliz por saber que o appa chega hoje?

-Não é isso, é que... sei lá, tava tão bom ficar sem receber um sermão de dois em dois minutos

-Oh, é... eu esqueci que você e o appa não se dão bem, desculpe

-Não precisa se desculpar, não é culpa sua, agora se me derem licença, vou pro meu quarto-Falei subindo as escadas.

Adentrei o quarto e desabei na cama. O dia tava bom demais pra ser verdade. Provavelmente vocês não estão entendendo bulhufas do que eu tô dizendo, é o seguinte: eu e meu pai vivemos trocando farpas, simplesmente por que eu não sou excelente em todas as matérias, por que eu não tiro nota máxima em todas as provas, por mais que eu me esforce pra tirar boas notas, por que eu não sou o melhor na educação física, entre outros motivos bestas, ele vive brigando comigo, por isso eu dou graças á Deus quando ele viaja, mas quando ele volta, fica me dando broncas, e também fica falando que eu já devia ter uma namorada e que com a minha idade ele ja tinha tido várias, o que por sinal, faz minha mãe ficar com ciúmes. Por isso quando ele volta eu passo a maior parte do tempo dentro do quarto e só saio pra ir pra universidade, pra almoçar e pra jantar, fora isso eu não saio hora nenhuma.

Joy entrou no meu quarto sem bater antes, por sorte eu só tava deitado com preguiça de levantar pra tomar banho.

-O appa chegou, vai descer pra falar com ele?-Perguntou ainda em pé no batente da porta e com um semblante meio triste.

-Não, diz que eu to dormindo e que não é pra ninguém vir aqui-Falei, ainda deitado olhando pro teto, ouvi um suspiro vindo dela.

        -Quando vocês vão se entender? Ele só quer seu bem, Jimin

-Se ele parar de me criticar o tempo todo, e o perdoo-Digo ainda olhando pro teto, ouço mais um suspiro de Joy, e o som da porta fechando.

Me viro pra parede e me pego pensando em Seulgi, seus cabelos laranjas e seu sorriso confortante, me acalmei até que ouço a porta abrir novamente.

-Jimin, o jantar ta pronto-Joy me chamou.

-To indo

Desci e vi meu pai sentado á mesa conversando com minha mãe, apenas pus minha comida e me sentei.

-Jimin, não vai falar com seu pai?-Minha mãe perguntou um pouco indignada, ignorei.-Park Jimin!

-Que foi?!-Acho que me exaltei, merda.

-Isso é jeito de falar com sua mãe?!

-Desculpa, mas ainda sim, não vou falar com ele-Ela apenas ficou em silêncio.

Depois do jantar tomei um banho, e dormi.

Acordei mais cedo que o normal, pra poder não ter que tomar café com meu pai, porém não fez diferença ja que quando desci ele ja estava á mesa lendo seu jornal, tentei recuar e fingir que ainda não havia acordado, mas ele me viu.

-Bom Dia, Jimin-Me olhou por cima do jornal.

-Bom Dia-Digo ríspidamente, pegando meu café.

-Como vai a faculdade? Ja arranjou namorada?

-Bem, e não, eu não tenho namorada

-Pois devia, na sua ida...

-"Na sua idade eu já havia namorado várias garotas, não quero que meu filho seja um marica"-Engrossei a voz para imita-lo-Eu ja ouvi essa ladainha umas mil vezes, não precisa repitir

Saí da cozinha depois de lavar minha caneca, como eu tomei um banho, demorei mais pra sair de casa, e quando eu estava na porta da frente, vejo o carro do meu pai parado, apatentemente me esperando, continuo andando como se eles não existissem.

-Jimin, você não vem?-Perguntou Joy.

-Não, to bem a pé

-Jiminie, deixa disso

-Não, obrigado

-Ok...-Droga, agora eu me sinto culpado.

Cheguei na universidade e logo na entrada encontrei Joy, acompanhada de Seulgi, Hoseok, Jin, Suga e Namjoon.

-Jiminie! Porque você e Joy não chegaram juntos?-Seulgi veio em minha direção.

-Por que ela veio de carro com meu pai e eu vim a pé

-E porque você não veio de carro? Seria mais rápido-Isso é importante por acaso?

-Por que eu e meu pai não nos damos bem

-Ah... ok então, te entendo

-Como assim? Não entendi

-Eu e meus pais temos uma relação instável

-Ei! Estamos aqui também! Oi!-Vi Hoseok começar a balançar os braços como um boneco de posto.

-E aí gente-Me aproximei.-Alguma novidade?

-Acha mesmo que vamos ter algo novo pra contar em um dia de aula?-Disse Suga com o mau humor de sempre.

-É que eu tô sem assunto mesmo

-Olha a Wendy! WENDY!-Seulgi começou a gritar o nome da tal Wendy, essa veio em nossa direção, ou melhor, na direção de Seulgi.
-Seulgi-unnie! Quem são eles?-Perguntou, apontando pra mim e pra SooYoung.

-Estes são Park Jimin e Park SooYoung, ou Jiminie e Joy

-Prazer! Meu nome é Son SeungWan, mas podem me chamar de Wendy

-Porque "Wendy"?-Joy perguntou

-Por que eu morei no exterior quando era criança, e com isso fiquei conhecida como Wendy Son, e porque "Joy"?

-Por que meus amigos dizem que eu trago alegria-Sorriu tímida.

Ouvimos o sinal e nos dirigimos a nossas salas, essa é parte chata do dia, nenhum dos meus amigos estuda na mesma sala que eu. Joy é mais nova, Seulgi, Hoseok, Namjoon, e Wendy também, estudam são um ano mais velhos, SeokJin e Yoongi estudam juntos no último ano(SeokJin não é atrasado, Yoongi que é adiantado), por isso fico sozinha até o intervalo.

Enquanto o professor explicava alguma coisa, um garoto aparece na porta, o professor o olha com um expressão séria. Eles trocam algumas palavras, o garoto abaixa a cabeça e senta na cadeira ao meu lado.

-E aí, me chamo Park Jimin e você?

-Kim Taehyung-Disse pegando o livro e pondo em cima de sua mesa, sua voz era grossa demais pra sua aparência.

-Desculpe perguntar, mas, porque você chegou tão atrasado?

-Acordei depois do horário e ainda perdi o ônibus, tive que vir correndo-Falou com um toz de voz de choramingo, não consegui segurar e dei um risada abafada.

-O que o professor te disse?

-Ele disse que eu não devia ficar vendo anime e jogando LOL até tarde

-Como ele sabe que você fez isso?

-Ah, ele é meu pai, mas não pense que só por isso eu recebo notas mais altas e menos broncas, ele na verdade é bem rigoroso comigo, mas quando não tá no modo professor, ele é legal

-Não posso dizer o mesmo já que meu pai é um tremendo mala, por mais que eu me esforce, ele nunca tá satisfeito

-Nossa Jureg, já tentou conversar com ele?

-Nunca dá certo, então eu decidi esquecer isso e apenas ignorar ele

Continuamos conversando, até que o sinal tocou.

-Vai fazer alguma coisa no intervalo?-Perguntei pro Tae, enquanto saia da sala.

-Não

-Vem comigo então

Fomos andando até o pátio, e lá encontramos Seulgi e Wendy.

-Jiminie! Sabe onde estão os outros?-Seulgi parecia apreensiva.

-Não, mas o sinal acabou de tocar, não precisa se preocupar

-É, eu sei, mas, Namjoon e Hoseok saíram da sala com a gente, e depois não nos vimos mais

-Talvez tenham ido ao banheiro

-É, você tem razão, não precisamos nos preocupar

-Oi gente!-Disse Joy acompanhada de Jin e Suga.

-Oi

-Jimin, quem é esse?-Perguntou Jin.

-É o Taehyung

-Oi-Tae acenou.

-Oi, sou Kim SeokJin, mas pode me chamar só de Jin

-Suga, muito prazer-Yoongi estendeu a mão, que foi prontamente retribuida.

-Sou SooYoung, irmã do Jimin, mas pode me chamar de Joy

-Sou Seulgi e essa é a Wendy

-Onde está Hobi-hyung e Joonie-hyung?-Perguntou Joy, depois de notar a ausência dos dois.

-Não sei...


Notas Finais


Desculpe por esse capítulo, ficou bem ruim, mas eu ja falei o que aconteceu no capítulo anterior, comentem, por favor, quero saber o que vocês acham.
Tachu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...