História The Red Garden - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Chapeuzinho Vermelho, Drama, Lobisomem, Lobo Mau, Mogeko, Romance, Vampiros
Visualizações 27
Palavras 1.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura minna!
Leiam as notas finais! :3

Beijos e os vejo la em baixo!

Capítulo 7 - Happy Day!


 

 "Me levantei calmamente, usava um vestido longo e branco, com um detalhamento em dourado e vermelho. Assim que fiquei de pé percebi que era um belíssimo jardim de rosas vermelhas que desbrochavam por inteiras, aquele cenário era lindo, mas havia uma construção escura mais a frente... Parecia um enorme castelo de tijolos cinzas escuros, tentei correr ate la mas cai por tropeçar em um livro estranho com a capa toda em couro talhado. "Divina Comedia", era o nome do livro, um nome bem estranho pra um livro que parecia ser tão sombrio... Quando tentei pega-lo senti algo puxar meus pés descalços e tudo se escureceu."

- O que!? – Acordei em um susto, levei as mãos de imediato para as têmporas e as massageei delicadamente enquanto pensava no que era aquele sonho. 

 Haviam se passado alguns dias desde o enterro da vovó, desde então os aparecimentos de Kael na vila estavam vindo a ser menos frequentes, tinha dias que ele nem aparecia e outros que ficava por muito pouco tempo, e sempre que eu perguntava o que acontecia ele dizia a mesma coisa. "Nada."

 Me levantei ainda com esse pensamento e fui ao banheiro lavar meu rosto, me olhei no espelho e logo neguei com a cabeça, eu estava vendo vultos? Mas o que...

 Novamente sai do banheiro e embarquei ate meu guarda roupa, botei um vestido branco, dessa vez com longas mangas já que não teria mais meu capuz para me aquecer, agora eu era apenas uma garota comum. Dessa vez não ousei por um corpete, o vestido era um tanto colado ao corpo então não seria preciso... Acabei lembrando que aquele era o vestido que ganhei da minha mãe quando completei 18 anos...

 Dei um sorriso me lembrando dela, fiquei me perguntando se ela sabia dos contatinhos do papai... Comecei a rir sozinha tendo essas lembranças que não era normal eu ter, afinal, eu sempre pensei que o passado devesse continuar enterrado, então lembrar da minha familia não era algo que eu fazia com freqüência... Mas tenho que admitir que lembrar deles nesse momento foi gratificante.

 Não enrolei muito em me arrumar, apenas ajeitei o cabelo e sai pela porta com um sorriso diferente, eu estava feliz e na esperança de ver Kael e Luany, algo me dizia que eu teria muitas surpresas com o dia de hoje.

 Andei ate a zona de comercio da vila, fazia tempo que não andava por lá, então pensei em mudar um pouco minha rotina um tanto monótona. Cheguei la e comprei algumas maças frescas e vermelhas, pareciam deliciosas mesmo que eu não gostasse tanto de frutas, sempre gostei mais dos doces da mamãe...

 Apenas continuei minha tragetoria na zona comercial, o que logo se tornou enjoativo pelos comerciantes sempre dizerem as mesmas coisas pra chamar a atenção das pessoas, então continuei andando.

  Quando Kael contou a todos o que fizeram comigo confesso que as coisas foram difíceis... As pessoas me olhavam com dó, aquilo era horrível. Não só pelos olhares, também pela forma como passaram a me tratar e falar comigo, como se eu fosse uma peça frágil de porcelana que poderia quebrar com o minimo toque...

 Mas com o tempo se passando as pessoas se esqueciam daquilo, ainda mais depois que me desfiz do capuz vermelho, agora eu era apenas eu, Scarlett Parket, filha de Margareth Parket e neta de vovó Parket, e eu tenho orgulho disso!

 Sorri determinada sem saber exatamente o porque e comecei a rir novamente, acabei me esbarrando com meu velho amigo que caminhava com uma jovem de cabelos castanhos.

- Peter, esta um belo dia não é? – Perguntei o dando logo um abraço amigável que ele retribuiu. 

- Scarlett, esta linda como sempre, deixe que eu te apresente minha nova namorada, Louise. – tive que me segurar pra não lhe dar uma patada e pergunta "outra?". 

- É um prazer Louise. – Lhe apertei a mão, ela não parecia tão contente em me conhecer então deixei claro algumas coisas. – Eu e Peter somos amigos desde crianças, fico feliz que ele tenha arranjado uma moça pra encher a paciência que não seja eu. – ela corou mais tranquila.– Estava na hora não é Peter?

- Haha! Não posso deixar que vocês duas fiquem amigas, caso contrario a Scar vai te contar meus podres! – Peter alargou seu sorriso e a abraçou, ela não parecia tão confortável com o que ele dizia. – Como você me chamava? Ah sim, o corcel indomável!

 Nos dois começamos a rir por lembrar do passado, mas Louise apenas sorria sem entender nada do assunto.

- Bem, nos temos que continuar andando, a gente se vê Scarlett! – Continuou e se pos a voltar a caminhar com a nova namorada que acenou para mim.

 Nova namorada... Perdi a conta de quantas ele já teve... Mas sempre que ele aparece com uma diferente torço pra que o relacionamento dure, afinal, ele é meu amigo e sempre o desejo bem, mesmo quando ele me passa os piores flertes e cantadas que se pode imaginar.

 Continuei andando e pretendia voltar pra casa quando vejo próximo do poço o grande líder da vila que parecia brincar com as crianças da vila, que normalmente sempre se juntavam no centro e faziam diversas brincadeiras. 

 Corri sem que ele me visse e subi no poço tomando impulso e pulando mas costas de Ragnar, como ele é bem mais alto que quase todos que eu conheço, aquela era a única forma conhecida de poder lhe surpreender, o que de fato aconteceu pois ele virou o rosto assustado mas logo sorrindo quando viu que era eu.

- Scarlett, esta animada hoje não é? – perguntou-me enquanto segurava minhas pernas contra seu corpo, me deixando em suas costas voltando a andar. – O que deu em você hoje?

 Comecei a rir e passei os braços pelo seu pescoço me segurando firme pra não cair, aproximei meu rosto do ouvido dele e comecei a falar ainda sorrindo.

- Só tive uma manhã ótima... – Disse apoiando o rosto no ombro dele.

 Ele riu e me colocou no chão voltando a brincar com as crianças, o mesmo eu fiz, queria passar mais tempo com Ragnar já que era raro ele parar de trabalhar.

 O tempo foi se passando e senti que nos dois estavamos ficando mais próximos, e as horas vinham e iam e o sol começava a se por, passamos horas juntos e foi maravilhoso, como se os martelos da minha mente parassem de bater por um instante.

 Mas ainda havia alguma coisa que me incomodava e essa coisa era a falta da presença do Kael e da Luany... Então tomei folego e pedi o cavalo do Ragnar emprestado pra eu ir ate la, ele claramente se preocupou por eu ir sozinha e questionou se eu lembrava do caminho. Afirmei que lembrava e que ficaria tudo bem, então peguei o Uly e o montei, um grande cavalo de pelagem preta e uma comprida crina da mesma cor, seus olhos era cor de avelã, de fato o cavalo que mais gosto!

 Então parti para casa da Luany na esperança de saber o porque os dois estavam tão distantes.... Mas quando cheguei la, tive uma terrível surpresa...



Notas Finais


Vou começar confessando algo...
Não deixei link dos desenhos antes porque acabei estragando um deles... E isso me desanimou MUITO... Acabei por ficar um tempo sem desenhar...
Mas ai depois de um LONGO tempo tomei coragem e redesenhei a Scarlett... Na realidade to sem material pra desenho, então não tenham grandes expectativas e_e

Scarlett: http://prntscr.com/g5kt5r

Kael: http://prntscr.com/g5kqdv

Luany: http://prntscr.com/g5ksf4

Ragnar: http://prntscr.com/g5kr5z

Peter: http://prntscr.com/g5krqi

Obrigada por lerem! Ainda não cheguei a desenhar os outros personagens então.. Aguardem! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...