História The Red Queens - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cara Delevingne, Chaz Somers, Christian Beadles, Halsey, Jaden Smith, Justin Bieber, Kylie Jenner, Little Mix, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Cara Delevingne, Chaz Somers, Christian Beadles, Halsey, Jaden Smith, Justin Bieber, Kylie Jenner, Perrie Edwards, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Ação, Drama, Gangues, Hunters, Justin Bieber, Kylie Jenner, Red Queen's, Romance, Sexo, Traição
Visualizações 255
Palavras 1.671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!!!!!!!!!!
Nada a declarar, não me matem.
Boa leitura

ps: 251 FAVS!!! EU TO SURTANDO, VCS SÃO AS MELHORESSSSSSS

Capítulo 13 - Break the rules


Era a terceira vez naquela manhã que eu ouvia os gritos da Halsey com o Jaden, e olha que eu ainda estava no quarto. A festa dos gêmeos tinha sido há dois dias, e foi um sucesso! Todos só falavam dela. Eu, por outro lado, tentava esquecer a todo custo àquela maldita festa. E eu nem tive oportunidade de tentar matar o Dylan,  já que os gêmeos foram para a Noruega assim que a festa terminou.

Nesses dois dias, me aproximei muito do Brendon, nossa conexão foi instantânea. Ele veio para LA para tentar esquecer Sarah, seu grande amor e ex mulher. Eles se divorciaram por causa da vida que Brendon levava, ele trabalha para Robby, uma das maiores assassinas de aluguel do país. Brendon conheceu os gêmeos numa festa em Vegas e logo viraram amigos.

Nesses dois dias eu não falei com o Bieber. Todos da casa sabem o que aconteceu na festa, mas ninguém tem coragem para falar sobre, na verdade, nem eu tenho. Foi um momento de fraqueza que espero não repetir. Meus sentimentos estão cada vez mais confusos, e tudo o que está acontecendo não está ajudando para descobri-los.

— Porra, Ky! Acorda logo. — ouço a voz de Barb do outro lado da porta — Jaden está querendo fazer uma festa hoje aqui em casa, e a Ashley não quer. Vem dar um jeito nesses dois, eu imploro!

Suspiro, irritada por ter que levantar da minha cama super confortável.

— Já estou descendo, Barbs!

Levanto e me arrasto em direção ao banheiro, ligando o chuveiro no frio, para ver se consigo mandar a preguiça embora. Dou um grito e rio ao sentir a água gelada em minhas mãos. Tiro o pijama e adentro o box. Deixo a água escorrer sobre meu corpo e encaro os azulejos pretos da parede em minha frente. Minha mente desperta ao ouvir as batidas do outro lado da porta. Bufo.

— Eu disse que estou descendo, Barbara! — falo, irritada.

— Kylie, aconteceu algo grave. — sua voz sai séria — Precisamos de você logo.

Fico alarmada com o tom de sua voz, com certeza é algo muito mais sério do que alguma briga entre a Halsey e o Jaden. Acabo meu banho e saio apressada para o quarto, visto um conjunto de moletom e desço rapidamente. Encontro todos na sala, até mesmo Brendon. Exceto por Chaz. Meu coração aperta na hora.

O que aconteceu? — pergunto, preocupada.

— O Chaz foi pego pela polícia. — quem responde é Justin — Armaram uma emboscada para ele, e ele caiu.

Olho pela primeira vez com atenção para Perrie, que está com os olhos vermelhos de tanto chorar. Meu estômago se embola, é como se eu quisesse vomitar. Sinto meu coração despedaçar, meu melhor amigo não!

— Como isso pôde acontecer? Ele sempre foi muito cuidadoso! —  praticamente grito.

— Ele recebeu uma ligação há algumas horas, saiu apressado. Falou apenas que ia nos render um dinheiro bom. E, então, um dos meus informantes da polícia me liga informando que ele tinha sido pego. — Bieber parece tão perdido quanto eu.

— O que mais esse informante te disse?

Todos na sala prestam atenção em Bieber.

— Disse que no começo da manhã, um anônimo informou que o Chaz estaria no local para receber um carregamento de drogas e mulheres. Metade da polícia de LA estava lá, ele não tinha chances.

Caminho de um lado para o outro, tentando pensar em algo e digerir todas as informações que recebi.

— Caralho, o Charles não devia ter ido sozinho!

Vejo todos concordarem e então Brendon dá um passo para frente, fazendo eu me lembrar que ele estava ali.

— Espere, esse Chaz é o Charles Somers? — pergunta, sério.

Olho fixamente para ele, enquanto ouço o “sim” da Perrie.

— A cabeça dele está a prêmio. E não só a dele. — ele pega seu celular e procura algo, quando acha, o vira em minha direção.

Fico em choque. Na tela, vejo uma foto dele e de Cara, com um número considerável de zeros. Eles valem milhões!

— Por que não me contou? — pergunto, magoada.

— Eu esqueci completamente! Robby proibiu qualquer matador dela de aceitar esse serviço. Ela gosta muito de você, Ky, e sabe como os dois são importantes em sua vida. Essa proposta está aí por uns dois meses, mas ninguém quis aceitar.

Sento-me no sofá, atordoada. Merda, será que foi o Jared?

— Você sabe se foi o Leto que encomendou? — Halsey verbaliza meus pensamentos.

— Não! — Brendon senta-se ao meu lado e segura minha mão — Jared não nos procura muito, rara são as vezes que ele precisa de algum trabalho nosso. Uma mulher que nos ligou e falou sobre isso, não disse nome nem nada, apenas que ia nos pagar um quantia alta em dinheiro. Não aceitamos e no mesmo dia isso estava espalhado por vários lugares de Vegas.

Brendon parece estar falando a verdade, então apenas assinto e tento pensar em algo para descobrir quem está pagando tanto por eles. Uma mulher. Mas quem poderia ser?

— Precisamos fazer algo para tirar o Chaz de lá, Kylie! — Perrie fala, implorando — Por favor, você sabe o que temos que fazer.

Os garotos nos encaram confusos, então assinto e me levanto, indo até o botão de emergência que tem atrás do espelho enorme da sala de estar. Aciono ele e logo uma sirene ecoa em nossos ouvidos.

Vocês irão ver o nosso plano de emergência. — falo para os garotos. Assim que termino, as garotas vão apressadamente para a casa de treinos. — Venham comigo, agora vocês saberão porque somos a gangue mais preparada da cidade.

Vou em direção onde todas as minhas garotas estão, posicionando-me de forma que todos me ouçam.

— Escutem, vocês devem estar estranhando o fato de eu ter acionado o botão de emergência. Não, isso não é uma simulação. E não, nenhuma líder foi capturada. Mas um dos meus melhores amigos foi pego pela polícia, depois de ter caído numa armação de um desconhecido. — todos me encaram em silêncio — Os Hunters não sabem como funciona quando uma de nós some ou é pega, então mostraremos para eles o porquê de sermos tão foda! Daremos o nosso melhor para resgatar o Charles. E caçaremos a pessoa que ousou ferir um dos meus!

Ouço um coro de gritos, todos urram com minha declaração. Justin lança um sorriso feroz para mim e sei que estamos juntos nessa, deixando de lado qualquer desavença que temos. Afinal, Chaz é praticamente um irmão para ele.

— Queens, vocês sabem o que fazer! — retorno a falar — Instruam os Hunters e preparem tudo, assim que tivemos a localização do Chaz, iremos pegá-lo!

Todas começam a se espalhar, indo fazer o que é designado para cada uma. Caminho rapidamente até a sala de reuniões, que fica no subsolo da casa, e logo ligo os computadores. Aguardo, e logo todos entram na sala. Vejo que Brendon os acompanha e sorrio para ele em forma de agradecimento. Seu sorriso de resposta é maravilhoso.

— Certo, alguém pode me explicar o que seria esse “plano de emergência”? — Ryan pergunta, sentando-se no sofá escuro que tem ali.

— Simples. — quem responde é Cara — Quando uma de nós é capturada, seja por inimigos ou pela polícia, usamos ele. É um plano de resgate, de alto nível e precisão. Treinamos ele uma vez por mês, para não termos falhas. E vocês aprenderão tudo em algumas horas, pois descobri onde o Chaz está.

Meu coração vibra de felicidade, e vejo que todos suspiram de alívio. Cara senta na ponta da mesa e digita algo no laptop que está em sua frente. Todos aguardam ela falar.

— Ele ainda está na sede da LAPD, mas será transferido para San Quentin ainda hoje.

Arquejo. San Quentin? Puta que pariu! Teremos pouquíssimas horas para nos preparar, já que termos que fazer tudo aqui em LA.

— Você tem certeza, Cara? San Quentin? — Jaden parece tão surpreso quanto eu.

— Sim, por isso temos que sermos rápidos com os preparativos. Eles saem daqui às quatro da tarde.

Olho para o relógio, temos exatamente cinco horas e meia para preparar tudo que usaremos e treinar os garotos. Caralho.

— Certo, trabalho sob pressão. Nada que nunca tenhamos visto antes. — alongo meus braços — Vamos à ação, galera! Chaz conta com a nossa ajuda.

(...)

— Nunca me senti tão cansado como estou me sentindo nesse exato momento, Jenner. Isso é quase o exército! — Bieber reclama.

Reviro os olhos para ele e confiro novamente meu colete à prova de balas. Em trinta minutos estaremos saindo da mansão para resgatar o Somers. Brendon e Barbara ficarão aqui para nos auxiliar caso ocorra algum imprevisto.

— Vai valer à pena, Bieber. Nós nunca erramos. Chaz estará aqui no final da noite, pode apostar. — o encaro — Não vi a mãe do seu filho por aqui. Que milagre aconteceu para desgrudar do osso?

— Está na casa da Gigi. — diz, dando-me as costas.

Num ato infantil, mostro a língua para ele. Olho o relógio e vejo que está quase na hora de sairmos. Caminho lentamente até onde todos estão e paro para encará-los.

— Hora da ação, pessoal! Sejam precisos e sairemos todos dessa! Vamos nessa.

Vou até minha moto e coloco o comunicador no ouvido.

— Todos estão me ouvindo? — ouço um coro de “sins” — Tenham cuidado, a cidade vai estar cheia de policiais.  Nos vemos no ponto de encontro!

Subo em minha moto, colocando o capacete e logo ligando-a. Acelero e saio do jardim, indo em direção ao centro de Los Angeles.

Piloto calmamente, parando em um semáforo e observando atentamente o movimento.

Cinco segundos, Ky. — ouço a voz de Brendon, e assim que ele termina de falar, um caminhão gigante passa por mim.

O sinal fica verde e eu sorrio. Hora da diversão. 


Notas Finais


Próximo cap vai ser só o resgate do Chaz, vai ser tipo um bônus.
Trailer: https://youtu.be/mmiCabvsGK8
Até mais, mamãe ama vcs! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...