História The Rejected - Yoonmin - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Vhope, Yoonmin
Visualizações 24
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - T W O


Saindo da escola, caminhamos até a sorveteria mais próxima. Aparentemente, fugir da escola era algo comum para o mais velho, já que tinha um lugar de fuga tão bem escondido que eu duvidava que mais alguém conhecesse.

Estava um silêncio incômodo, pelo menos da minha parte. O garoto andava de um jeito despojado, como se sentisse preguiça até de fazer isso, cantarolava um rap internacional, que eu suspeitava ser Eminem, suas mãos nos bolsos lhe davam um ar de "bad boy" e ele olhava para a paisagem como se ela fosse incrivelmente interesse, como se eu não estivesse do seu lado completamente constrangido, e querendo perguntar o por que dele ter me ajudado. E apesar da nossa pequena diferença de tamanho, ele ainda era mais alto que eu.

ㅡ Fecha a boca pra não babar. ㅡ Ele desviou o olhar para mim antes de dizer rindo.

ㅡ Eu só estou curioso ㅡ Digo olhando pra frente, mas pude perceber seu senho franzido.

ㅡ Curioso com o que? ㅡ Ele disse ainda me olhando.

ㅡ Seja sincero, Yoongi ㅡ Parei e o olhei sério ㅡ Por que me ajudou hoje?

Ele me olhou assustado, talvez eu estivesse mais sério do que queria.

ㅡ Eu já disse, se fosse eu no seu lugar gostaria que alguém me tirasse de lá ㅡ Ele ainda estava confuso com a minha mudança repentina de humor.

ㅡ Isso não explica o fato de você estar me levando pra tomar sorvete, você já me ajudou, não precisa fazer mais nada ㅡ Me arrependi de dizer isso no mesmo momento, a expressão do garoto mudou de dúvida para irritação em questão de segundos, e ele me olhou com raiva.

ㅡ Eu sinto muito se o seu namoradinho te traiu, mas isso não é motivo pra você descontar sua raiva em mim garoto ㅡ Eu me assustei um pouco com seu tom, ele parecia realmente irritado, eu deveria ter ficado quieto.

Mas no fim ele tinha razão, eu tinha sido traído e estava descontando isso nele, já que a primeira pessoa que veio falar comigo depois do acontecido foi ele.

O olhei arrependido e baixei a cabeça.

ㅡ Desculpe ㅡ murmurei

Ele soltou um suspiro alto.

ㅡ Tudo bem, vamos esquecer isso e tomar a droga do sorvete ㅡ Eu assenti e continuei o seguindo em silêncio.

Chegamos na sorveteria rapidamente, o silêncio ainda reinava entre a gente e aquilo já estava ficando extremamente incômodo novamente.

ㅡ Yoongi, se você era amigo do Jungkook, por que me ajudou? ㅡ Apoiei meu cotovelo na mesa e meu queixo na minha mão.

ㅡ Você não consegue ficar com a boca fechada por mais de cinco minutos? ㅡ Ele disse rápido, como se realmente estivesse irritado.

ㅡ Eu só estou curioso, ele não vai ficar nada feliz com o que você fez ㅡ Eu disse o encarando, batucando meus dedos na mesa.

Talvez eu não estivesse mais tão triste assim.

ㅡ E você ficou feliz com o que ele fez? ㅡ Ele me perguntou com o olhar sério, e meus dedos pararam no mesmo momento, assim como meu olhar vacilou.

ㅡ Mas nós não temos tanta intimidade assim. ㅡ murmurei desviando o olhar enquanto recolhia minhas mãos juntas.

ㅡ Digamos que eu tenha um ódio por infiéis ㅡ Ele disse e logo chamou a garçonete para nos atender. Eu pedi um sorvete de flocos com cobertura de morango, enquanto Yoongi pedia um de menta com chocolate.

No restante da tarde nós conversamos normalmente, como verdadeiros amigos, e trocamos nossos números de telefone. Eu admito que esqueci de Jungkook por alguns momentos, mas o garoto fazia questão de voltar a atormentar meus pensamentos. E sempre que Yoongi percebia que eu estava triste, fazia uma brincadeira boba ou um comentário idiota sobre qualquer coisa da sorveteria.

Eu fiquei curioso sobre o seu suposto "ódio" por infiéis, mas não quis perguntar, porque apesar de tudo ainda não tínhamos intimidade o suficiente, mas aquilo martelava minha cabeça.

Talvez seja um trauma passado? De alguma namorada ou algo do tipo.

Ou talvez ele tenha encontrado um amigo que o traiu, pois não são só "namoradas(os)" que traem.

Deixei de pensar nisso e foquei nos meus fones, enquanto observava a paisagem do ônibus que me levaria pra casa.

        Segunda-feira 05:42 PM

Já era finalzinho de tarde, eu estava jogado no chão da sala assistindo um filme completamente tedioso quando alguém abriu a porta desesperado.

ㅡ JIMINIE ㅡ Jin entrou fazendo aquele seu escândalo casual, enquanto se aproximava de mim, checando meu rosto e braços com um olhar preocupado.

Uma verdadeira mãe.

Jimin riu com os pensamentos.

ㅡ Você está bem? Não se cortou não é? Nem tentou suicídio não é? ㅡ Ele continuava com o olhar preocupado ㅡ Eu fiquei sabendo da notícia pelo Namjoon, eu realmente sinto muito Jimin.

Ele deu aquele olhar carinhoso, como se eu fosse quebrar com qualquer ato errado.

ㅡ Ya Hyung! Eu estou bem, não tentei nada e nem vou. ㅡ Admiti rindo, acompanhado de Namjoon, que nos olhava em silêncio da porta.

ㅡ Você deveria ter me ligado garoto. ㅡ Ele me olhou com decepção.

ㅡ Eu não queria te atrapalhar Jin Hyung, sabia que você estaria ocupado com Namjoon Hyung ㅡ Disse o olhando e pedindo desculpas indiretamente.

ㅡ Mas deveria ter ligado igual ㅡ Disse fazendo um bico fofo.

ㅡ Eu realmente queria ficar sozinho naquele momento, desculpe ㅡ Pedi o abraçando, enquanto ele dava tapinhas em minhas costas.

ㅡ Tudo bem ㅡ Ele disse se afastando ㅡ Mas esse Jungkook é um cretino mesmo, além de te trair, tinha que ser com seu amigo ainda, dois cretinos falsos ㅡ Ele soltou tudo rápido e com um olhar indignado, enquanto eu reprovava suas ações.

ㅡ Podemos não falar sobre isso? ㅡ Pedi quase suplicando.

Ele assentiu e se levantou

ㅡ Vamos, vou fazer um bolo e vocês vão me ajudar ㅡ Saiu me puxando e levando Namjoon consigo, junto com as reclamações do mesmo sobre "não saber cozinhar e servir só pra comer" levando um tapa no topo da cabeça do mais velho, pela sua preguiça.

Eu ri o restante da tarde toda, aquele casal era uma graça.


Notas Finais


Advinha quem voltou rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...