História The Reputation - Time - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias It: A Coisa
Personagens Personagens Originais
Tags Chosen Jacobs, Fack, Finn Wolfhard, High School, Jack Dylan Grazer, Jaeden Lieberher, Jeremy, Jyatt, Maddie Ziegler, Millie Bobby Brown, Sophia Lillis, Wyatt
Visualizações 150
Palavras 2.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HELLOOOOOO. Bom, dessa vez eu estava meio atarefado, então demoramos um pouco para escrever, mas, aqui está. Espero que gostem ❤❤

Capítulo 8 - The end of the summer


Fanfic / Fanfiction The Reputation - Time - Capítulo 8 - The end of the summer

P.O.V Jaeden

Eu disse que amo o Wyatt. O que eu estou fazendo? Eu estou amando meu melhor amigo que agora me beija em segredo. Meu Deus, como que isso foi acontecer?

Hoje era o último dia antes de Sophie voltar de viagem, então eu preparei tudo pra hoje ser o melhor dia meu e de Wyatt juntos nesse tempo e me preparei pra contar tudo pra Sophie amanhã.

P.O.V Finn Wolfhard

- FINN SERÁ QUE DÁ PRA VOCÊ FICAR QUIETO? EU TO TENTANDO ARRUMAR SEU CABELO

Eu e Jack estávamos no porão da minha casa que nem essas férias inteiras. Inventando projetos de moda, tirando fotos, e se beijando muito.

- TA DOENDO PORRA

- PARA DE XINGAR

- VEM ME FAZER PARAR CARALHO

Ele para o que estava fazendo, coloca os braços em volta do meu pescoço e me beija, até a gente ter que parar pra respirar e começar de novo, e de novo, e de novo. Desço meus lábios até seu pescoço e começo a beijar lá.

Jack se afasta um pouco

- Finn, nao.

- Okay, okay - sorrio pra ele

- Aonde você foi com tanta pressa ontem?

- Eu tinha que resolver umas coisas com o Jaeden

- Finn... por que você, Jaeden e Wyatt estão tão estranhos esses dias?

- Não posso contar - falo rápido

- Finn - ele olha pra mim sério

- Jaeden e Wyatt se gostam e estão se pegando em segredo - falo muito rápido na esperança de que ele não entenda ou que ele entenda e eu nao tenha que repetir devagar.

- Meu Deus, e Sophie?

- Jaeden pretende contar tudo pra ela amanhã quando ela voltar

- Mas Finn, a Sophie volta hoje. Pra fazer uma surpresa pra ele

Merda.

P.O.V Wyatt

Era por volta de umas sete da noite, quando Jae passou na minha casa pra me buscar e me levar pra sua casa. Eu mesmo podia ter ido sozinho, mas foi tão legal ele ir la, todo bem vestido e me deu flores - lírios brancos que ele me entregou no caminho, pra minha mãe nao ver.

- Por que você esta fazendo tanto mistério pra me levar pro seu quarto pra jogar vídeo-games?

Ele riu

- Não é bem isso que vamos fazer

Chegamos na casa de Jae. A casa que eu conheço desde pequeno. Subimos as escadas até seu quarto e quando entrei o lugar nao parecia o mesmo - e não é por que estava mais organizado, o que eu tenho que agradecer por ele ter feito.

O quarto estava coberto por uma luz azul linda, e ao fundo tocava uma música baixinha que eu nao conseguia identificar, e estava tudo tão lindo.

Eu viro pra trás pra perguntar o que é tudo isso e Jaeden me puxa pra perto e começamos a nos beijar.

- Bem vindo a melhor noite da sua vida - ele sussurra no meu ouvido me fazendo arrepiar.

P.o.v Chosen Jacobs

_Ok. Estou indo cada vez mais fundo com essa história do Jeremy. E confesso que isso está me chocando um pouco._

- Senhorita Taylor, por que nunca me contou que Jeremy foi morto ? Todos pensam por aí que ele cometeu suicídio, quando na verdade foi homicídio. Você sabe o quanto isso foi errado ? O quão isso manchou o legado de Jeremy ?

_As lágrimas já percorriam meus olhos, só de imaginar Jeremy não conseguindo se defender dos garotos. O sangue escorrendo, ele não podendo fazer nada. O pior de tudo é que..... Quem fez isso, não pagará de nenhuma forma._

_A senhora Taylor parecia segurar algo em sua garganta._

~ E-eu não queria mais ca-causar mais problemas, e-e-eu.. - Ela estava recuando, tem algo que ela não quer me contar. -

- Se houver algo a mais eu vou descobrir. Jeremy vai ter a justiça que merece.

_Sai dali enterrando os pés à cada paço que eu dava._

_Subi em minha bicicleta e fui em direção a minha casa. Finalmente o sol voltou a Chicago e todos nós voltamos a nossas vidinhas pacatas americanas._

- Eu não acredito, não acredito ! Não se preocupe Jeremy, eu estou com você. - Bufava sozinho. -

_Continuei a pedalar em direção a minha casa. Eu não estava a fim de ver ninguém. Por sorte hoje era feriado e não havia aula._

P.o.v Sophie Lillis

- Eu acho tão errado fazer isso com o Jae mas ele precisa saber. - Suspirou ela. -

~ Sophie meu amor, vai ser melhor para nós. Jaeden tem que entender que talvez não é ele que você ame de verdade. - Disse a pessoa misteriosa. -

_Eu me sentia culpada por trair Jae. Era tão errado, mas essa pessoa, esse cabelo castanho escuro, esses olhos azuis. Eu não consigo esquecer._

- Ok eu prometo que quando eu ver ele, eu vou contar. Eu prometo.

_Nos beijamos._

P.o.v Jack Dylan Grazer

_Eu sinceramente não entendo o que está acontecendo, olha, nem quero entender._

- Finn Wolfhard você é um otario.

~ Eu também te amo Jack até mais tarde. - Disse ele saindo da casa. -

_Após isso, fui a cozinha comer alguma coisa. O sol, que adentrava a casa através das janelas iluminava e acendia as cores do local. Peguei alguns Waffles, os comi com creme de avelã._

- Será que Finn vai ficar bem ? MEU DEUS JACK PARA DE SER TÃO BOBINHO AAAAAAAAAA. - Falava a mim mesmo. -

_Após terminar meu lanche, fui para o meu quarto jogar um pouco. Ao chegar lá percebi algo diferente, meu armário estava com a porta entre aberta. Aquilo não é normal, eu odeio portas entre abertas._

- Finn isso é coisa sua não é ? - Balançava a cabeça. -

_Me aproximei daquilo para ver o que havia ali. Abri a porta do armário e vários balões em forma de coração saíram dali me dando um puta susto._

* Comecei a rir e um sorriso bobo invadiu meu rosto. *

- Finn.... - Abracei um dos balões e agarrei as flores que ele havia deixado. -

P.o.v Finn Wolfhard

_Espero que Jack veja a surpresa que eu deixei para ele. Ele vai se assustar, ele vai me xingar, mas eu sei que ele vai acabar se derretendo._

- Tá bom, eu preciso comprar o que mesmo ?

~ Finn você tem a lista aí ! E só ir no mercado para mim e eu te libero, Ok ? - Pedia minha mãe. -

- Feito. - Beijei a bochecha de minha mãe, peguei minha bicicleta e fui em direção ao mercado. -

_Eu pedalava sem parar, eu não via a hora de ir ver Jae falar com Sophie, eu preciso ajudar ele._

_Ao chegar lá me deparei com a gangue de Henry na porta do mercado. Me direcionei a um beco remoto, onde eu poderia ver o que eles estavam fazendo._

- A bolsa do Henry...

_A bolsa estava tão perto, e talvez lá estejam as fotos de Wyatt e Jaeden. Só que eu deveria esperar um momento de distração deles._

- Vamos lá, vamo lá, facilitem.

_Após uns 15 minutos eles entraram no mercado e Henry deixou sua bolsa ali. Era o momento perfeito para aquilo e também o sol estava me derretendo, eu não aguentava mais ficar ali. Me aproximei devagar de seu conversível, puxei a bolsa do banco da frente._

- Consegui - Suspirei de alívio. -

_Virei-me para trás para sair dali. E me dou de cara com um de seus amigos que me lançou um olhar de morte. Agarrei a bolsa e sai correndo, o garoto corria atrás de mim como um animal._

- Droga ! Droga ! - Peguei minha bicicleta do chão, subi e pedalei como se não houvesse amanhã, mas o garoto parecia não desistir. -

- MERDA ! MERDA ! MERDA !

_Eu estava encurralado, entrei em uma rua sem saída e o menino se aproximava já com os punhos fechados._

P.O.V Jaeden

Abraço Wy por trás. Ficando com meu rosto na curva de seu pescoço que eu dou umas mordidas. Ele ainda está olhando o quarto - que eu tive o cuidado de deixar muito organizado - parece meio chocado, feliz. Coloco minhas mãos em sua cintura e beijo sua nuca, ele suspira e arrepia um pouco.

- Então nós não vamos mesmo jogar vídeo-games?

Viro seu corpo de frente pro meu, seguro seu rosto e beijo ele, ate não conseguir mais respirar e deixar a boca dele vermelha e inchada.

- Jae, e se sua família voltar pra casa?

- Você acha que eu arrumo tudo isso e esqueço do detalhe mais simples que é manter minha família longe?

Ele ri baixinho

Eu empurrou ele contra minha cama e tiro sua camiseta. Deixo vários chupões pelo seu pescoço e peito, fazendo ele soltar pequenos gemidos. Eu tiro minha própria camiseta.

Wyatt está deitado com seus olhos fechados e eu estou sentado em cima dele, tiro sua calça e ele abre os olhos me olhando.

Ele levanta e tira minha calça também. Ficamos os dois cara a cara. É estranho imaginar que menos de um mês atrás se alguém me dissesse que isso estaria acontecendo eu acharia a pessoa maluca.

Ele segura meu pescoço e nos beijamos de novo. Ficamos nessa de nos beijar por que os dois estávamos meio que esperando que o outro desce um passo a mais.

Eu sento na cama e trago Wy pro meu colo. Peito com peito, narizes se encostando.

- Jae eu nunca fiz isso com ninguém antes, você sabe

Beijo o pescoço dele em resposta.

Ficamos assim por um tempo, até Wyatt começar a deixar chupões no meu pescoço até chegar em meu peito e ele lamber meu mamilo. Ele desce com a língua até onde minha cueca cobre. Ele olha pra mim e eu levanto pra que ele consiga tirar ela.

P.o.v Finn Wolfhard

_Eu iria apanhar muito, muito mesmo. Eu já estava preparando meu rosto._

- É...É antes de tudo...an

_Lancei a lata de lixo que estava ao meu lado na direção do rapaz, que se contráiu quando a lata o acertou._

_Corri como se não houvesse amanhã. O garoto rapidamente se levantou vindo atrás de mim._

~ NÃO ADIANTA FUGIR WOLFHARD !

_Eu corria pelas ruas de Chicago mesmo com todos aqueles carros passando. Muitos buzinavam ao me ver passando desesperado a sua frente. Quando por sorte me deparei com Chosen._

- CHOSEN ! AMEM ! POR FAVOR ME AJUDA ! ME AJUDA !

~ Calma Finn... Respira, e me conta o que aconteceu.

_Eu não tinha tempo de ficar ali conversando, então, apenas apontei para o amigo de Henry que vinha em minha direção. E naquele momento Chosen entendeu tudo._

~ Pegue alguma coisa, uma barra de ferro ou algo do tipo ! - Ordenou ele. -

_Chosen era o mais forte dos Losers, então ele sabia lidar com valentões. Logo fiz o que ele mandou._

~ Tom, acho melhor você não tocar no meu amigo, ou um de nós vai sair muito machucado daqui.

_Tom lançou uma risada sarcástica a Chosen. Que sem pensar duas vezes desferiu um soco no rosto de Tom. Eu nunca vi Chosen perder a paciência tão rápido. Ele dava socos e mais socos, seguidos de chutes._

- Chosen acho que já chega, cara para ! - Chosen não parava de bater no garoto. -

- CHOSEN !

_Ele olhou para mim como se fosse querer matar alguém. Tom sangrava na calçada. Aquilo de alguma forma me dava prazer, mas eu sei que era errado._

P.O.V Wyatt

Eu não podia acreditar, eu estava na cama de Jaeden beijando ele depois de fazer alguma coisa com ele. Isso é tao bom mas é tao estranho.

- W-wy - ele geme baixinho no meio do beijo

Ele está totalmente sem roupas, e eu ainda estou com minha cueca.

- Wyatt eu quero estar dentro de você agora - Ele fala de uma vez só

Eu estremeço ao ouvir isso. Tipo, Meu Deus Jaeden acabou de falar isso pra mim mesmo.

Tiro minha cueca e sento em seu colo colocando meus braços em volta de seu pescoço, mordo a ponta de sua orelha e digo arrastado

- com prazer Jae

E sorrio pra ele.

[...]

Estávamos deitados, sem roupa e cansados. Minha cabeça com cabelos grudados de suor estava no peito de Jae que subia e descia rápido demais por conta da respiração que tentava se normalizar novamente.

- Eu te amo Jae

Levanto o rosto pra olhar pra ele que está me encarando com aqueles olhos azuis brilhando. Ele sorri pra mim.

- Eu te amo de volta Wyatt

Deitei do lado dele de novo e fiquei olhando pro teto com luzes azuis. Nossas roupas espalhadas pelo chão do quarto, o corpo quente de Jaeden, o silêncio na casa.

Silêncio que foi quebrado pelo celular de Jaeden que estava tocando.

Ele pega o celular e rejeita a chamada.

- Era Sophie - ele diz - converso com ela amanhã, hoje é nosso dia Wy

Ele acaricia meu cabelo que deve estar além de molhado de suor uma bagunça, e fica mexendo nele até eu pegar no sono.

Nem se eu tivesse sonhado aquela noite ela teria sido tão perfeita. É oficial, eu estou amando Jaeden Lieberher com todas as minhas forças.


Notas Finais


E a música do capitulo é: https://open.spotify.com/track/1OAh8uOEOvTDqkKFsKksCi até a próxima meus amores ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...