História The Retreat - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Dean Winchester, Gabriel, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Comedia, Destiel, Drama, Romance, Sabriel, Shortfic
Exibições 46
Palavras 2.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - 2 - Dinner Time


Fanfic / Fanfiction The Retreat - Capítulo 3 - 2 - Dinner Time

Já era a hora do jantar, Dean sentia seu estômago roncar clamando por comida, mas sabia que só poderia sair assim que Castiel estivesse pronto, como um bom e amável marido de mentira. Escorado na parede observava a cama de casal pensando que daqui a algumas horas teria que a dividir com o ex anjo.

- Vamos?

Dean perde a fala, sabia que estava com cara de bobo mas ver Castiel com roupas mais justas totalmente distintas de seu surrado sobretudo era algo realmente diferente para o Winchester. Castiel vestia uma calça jeans de lavagem preta, uma blusa social preta - quase num cinza escuro - com um colete também preto sem esquecer da gravata vermelha.

- Algo errado? - o moreno pergunta ao notar o olhar do amigo.

- O que? - O loiro alternava olhares entre a boca e os olhos do moreno sem ao menos perceber - Não, não.. nada errado. Ahm.. Vamos?

Castiel assente, Dean abre a porta para o amigo que sorri em agradecimento. Caminhando em silêncio, Dean tinha a cabeça tomada por pensamentos que lutavam entre si sem deixar de se perguntar no que Castiel deveria estar pensando sobre tudo aquilo naquele momento, quando na verdade o ex anjo apenas apreciava a beleza da paisagem daquele lugar, sempre foi fascinado pela perfeição que era a criação de seu pai.

No meio do caminho eles avistam Sam e Gabriel na frente, os dois riam e se batiam entre piadas e brincadeiras, até que Sam se inclina beijando Gabriel de forma doce, era possível ver de longe a paixão exalando daqueles dois.
De forma automática Castiel olha para Dean, que tinha os olhos arregalados olhando a cena. O moreno já pensava em como conter o amigo caso ele surtasse, mas contrariando a tudo que o casalzinho apaixonado e até Cas pensaram, o caçador apenas sorriu e balançou a cabeça seguindo seu caminho calmamente ao lado do ex anjo.

Passando ao lado do irmão e de seu provável namorado, ele agi normalmente como se aquilo fosse a coisa mais normal para ele no momento e Castiel o encara como se uma segunda cabeça tivesse nascido em seu pescoço.

Quem era aquele cara e o que ele tinha feito com Dean Winchester?

- Dean? - Sam nervoso se afasta do arcanjo de forma apressada - não é isso o que você tá pensando.

Dean teve que rir, Sam conseguia ser bem clichê quando queria.

- Então vamos ver o que eu estou pensando - que passa a mão pela barba por fazer como se estivesse realmente pensando no que dizer - estou pensando que você e Gabriel estão juntos desde que ele voltou, mas não me contaram por que tinha medo de que eu surtasse e você - ele aponta para Castiel que arregala os olhos surpreso - sabia de tudo esse tempo todo - ele olha para os três com seu clássico sorriso sarcástico - é isso?

- Basicamente - Gabriel responde com um biquinho nos lábios recebendo um olhar repressivo de Sam - o que foi? - o baixinho da de ombros - Só eu acho que ele está levando numa boa?

- Dean.. - Sam tenta começar um pedido de desculpas.

- Poupa o discurso Sam - Dean o interrompe para então sorrir - eu já desconfiava que você estava com alguém - Sam ergue as sobrancelhas completamente surpreso - você não é muito bom em inventar desculpas para dar suas escapadas irmãozinho - ele ri sendo acompanhado pelo ex anjo - e depois que o Gabriel voltou ficou mais fácil ligar os pontos.

- E você está realmente de boa com isso? - Sam pergunta cauteloso dando um passo em direção ao irmão enquanto Dean da de ombros.

- O que eu posso fazer? Você está feliz? - Sam assenti um tanto corado - então eu estou feliz, agora vamos logo jantar que todo esse papo de garotinha menstruada está me dando náuseas.

Sam ri e abraça o irmão. Ao partir o abraço, Sam abraça Gabe pelos ombros e juntos, vão indo até a área onde seria servido o jantar.

- Achei muito legal essa sua atitude de não surtar diante de tudo isso. - Cas começa voltando a andar calmamente ao lado do melhor amigo - mesmo sabendo que você queria explodir por eles terem mantido segredo.

Dean ri, achava incrível a forma como Castiel o conhecia, mesmo que às vezes o irritasse, mas apenas quando queria esconder algo dele - o que era praticamente impossível.

- Eu sei, realmente estou irritado com ele mas.. - ele olha seu irmão e o cunhado rindo ao cruzar a porta do refeitório e não pode deixar de sorrir - ele tá tão feliz, eu não o vejo assim desde Stanford, desde.. Jéssica - ele abaixa o olhar e sente a mão de Castiel em seu ombro e lhe dá um sorriso triste - não posso destruir a felicidade dele só por que não gostei dele ter feito disso tudo um grande segredo.

Castiel aperta seu ombro e sorri tentando conforta-lo.

- Vamos, você deve estar morrendo de fome!

Dean escuta sua barriga roncar confirmando o que Castiel acabara de dizer, assentindo eles voltam a andar em um silêncio confortável, chegando próximo a área de refeições avistam uma fonte com um grande pavão esculpido soltando água pelo bico. 

Esse lugar havia ganhado mais uma estrela no quesito bizarrice para Dean. Ao entrar finalmente no refeitório percebem o qual exclusivo era aquele retiro, contando com eles quatro haviam mais dez casais ali, todos distribuídos em três mesas redondas com quatro casais cada.

Eles se sentam numa grande mesa redonda onde Sam e Gabriel já estavam sentados acompanhados de mais dois casais.

- Boa noite - Dean murmura parando ao lado de Castiel esperando que o mesmo se sentasse.

Odiava ter de demonstrar afeição principalmente na frente de pessoas que não conhecia mas sabia que ali teria de fazer uma força, afinal era um retiro de casais, e casais geralmente demonstram seu amor, não é? Após ajudar Castiel com sua cadeira, Dean se senta a seu lado.

- Como eu estava dizendo antes, nós viemos para acompanhar nossos irmãos - disse Gabriel apontando para o casal recém chegado.

- Então deixa eu ver se entendi, - uma mulher negra de longos cabelos ondulados num tom chocolate e belos olhos de mesma cor sorri - o seu irmão - ela aponta para Gabe - casou com o irmão dele? - e então aponta para Sam.

- Na verdade eles são esse casalzinho fofo bem antes de nós. - Dean revira os olhos pegando um copo d'água - graças a eles que nós estamos juntos. - Gabe sorria animado em começar a contar a história.

Secretamente o loirinho sempre adorou o casal mesmo que ambos ainda negassem a existência do sentimento.

- Amor você não acha que eles é quem deveriam contar essa história? - Dean quase engasga com sua água ao ouvir o irmão. - a propósito nem nos apresentamos não é? - Sam sorri tentando mudar o assunto antes que Dean tivesse um colapso nervoso ali na mesa.

- Oh é verdade! - Gabe responde rindo - Bom eu sou Gabriel e esse é meu lindo marido Sam - ele aponta orgulhoso para o namorado - aquela coisa fofa ali é meu irmão, Castiel e o Ken doll é o marido dele, Dean. - Dean revira os olhos pela segunda vez para o arcanjo mas acena com um sorriso amarelo para o resto da mesa.

- Eu sou Lola - a mulher de antes sorri - e essa é minha esposa Sophie - a ruiva acena sorridente.

- Oi eu sou Thomas - o homem sorridente de pele bronzeada e cabelos negros pega na mão de seu marido - e esse é Nathan. - O loiro de encantadores olhos azuis acena com a cabeça e um sorriso tímido em seus lábios.

Antes que mais alguém pudesse dizer algo, um homem que aparentava estar na casa dos cinquenta sobe num pequeno palco que ficava ao canto do grande salão.

- Boa noite a todos, eu me chamo Henry Benson, sou o diretor geral e dono do Juno Retreat e estou aqui para lhes desejar boas vindas e instrui-los sobre a sua jornada aqui conosco. Bom, antes de servirmos o jantar, eu quero apresentar a vocês seus guias.

Três homens sobem ao palco sendo um deles o tal guia descarado que deu em cima de Castiel.

- Eles os acompanharam durante essas duas semanas, agora eles iram entregar a vocês os intinerários de amanhã. Vocês foram separados em grupos de quatro casais e cada mesa terá seu guia. Ao final de cada dia seus guias entregaram o itinerário para o dia seguinte, lembrando que cada mesa terá horários diferentes. Eu agradeço a preferência e que tenham um bom jantar.

Ele então desce acompanhado dos guias. Dean rezava para toda e qualquer entidade que pudesse lhe ouvir para que o tal Josh não fosse o guia daquela mesa, mas aparentemente alguém lá em cima ainda estava com raiva dele - o que é bem provável - já que o tal guia veio direto sem hesitar até a mesa deles com os itinerários em mãos e aquele sorrisinho que dava náuseas no Winchester mais velho.

- Boa noite - todos devolvem o cumprimento - como alguns de vocês já sabem me chamo Josh. - ele começa a passar entregando os itinerários - Como seu guia, eu serei responsável por vocês aqui, então qualquer dúvida é só me procurar.

Ele da uma piscadinha para Castiel ao entregar seu itinerário. Desconfortável com aquilo, Dean passa o braço pelas costas de Castiel usando o encosto da cadeira como apoio para o braço como se quisesse mostrar ao guia que Castiel já tinha companhia. 

- Todos os dias eu os encontrarei na saída dessa área, provavelmente após o jantar, agora vou deixá-los jantar, até amanhã!

[...]

Ao chegar no quarto, Castiel foi o primeiro a tomar banho, um longo e reconfortante banho. Ele sai do banheiro usando um short e uma das blusas de Dean, mais cedo o loiro soube que Gabriel havia feito um novo guarda roupa para o ex anjo num estalar de dedos, mas aparentemente Castiel ainda preferia dormir com as blusas de Dean. 

O loiro não sabia mas Castiel usava as blusas numa forma de proteção, aparentemente o cheiro de Dean espantava os vários pesadelos que tinha desde sua queda. Depois de ter tomado seu banho, o Winchester sai do banheiro apenas de calça de moletom com uma camiseta e uma toalha em mãos. 

Secando o cabelo Dean se senta no meio da cama ao lado de Cas que lia um livro, o moreno havia trazido vários livros para que pudesse pesquisar sobre o caso. Após colocar sua camiseta - uma das trocentas camisetas de banda que possuía - Dean se escora na cabeceira da cama observando Castiel sentado de pernas cruzadas no meio da cama rodeado de livros e cenho franzido, completamente focado em sua leitura.

Esticando a perna o loiro chuta de leve o joelho do amigo. Castiel sobe o rosto do livro que estava lendo para enfim olhar para Dean, mas para sua surpresa, o moreno recebe um travesseiro no rosto como resposta.

- Dean? - a mistura de confusão e susto no rosto do moreno faz com que o caçador exploda numa gargalhada alta.

- Vem, tá na hora de dormir.

Castiel se levanta tirando os livros da cama, ao colocá-los na gaveta do criado mudo o ex anjo para observando Dean que já estava deitado se cobrindo com os lençóis.

- Algum problema Cas?

Dean sabia exatamente qual era o problema, sem sofás ou qualquer coisa que servisse de cama naquele quarto teriam que dormir na mesma cama, mas desde o jantar decidirá que não iria pensar naquilo, se continuasse na pilha de nervos que estava entraria em parafuso antes mesmo que chegassem ao quarto.

- É que só tem uma cama e.. - ele para por alguns segundos como se esperasse uma resposta de Dean, quando essa não veio decidiu ele mesmo dar a solução - se você quiser eu posso arrumar uma cama aqui no chão e..

- Não seja ridículo, você agora é humano e precisa de uma boa noite de sono tanto quanto eu, agora anda, deita logo aí  - ao ver Cas ainda hesitante o loiro suspira e se senta na cama - se o problema é estarmos juntos, relaxa por que ela é grande e a gente nem vai se encostar, além de...

- Não, não é nada disso. - o moreno se apreça em corrigi-lo.

- Então é o que Cas?

- Eu só não quero que você fique.. desconfortável.

Dean não pode impedir o sorriso de nascer em seus lábios, Castiel era um ser de bilhões de anos e mesmo assim conseguia parecer uma criança com aquele jeito exalando inocência.

- Você não me deixa desconfortável - Dean boceja. Puxando os lençóis, que ainda cobriam aquele lado da cama, ele bate no espaço vazio ao seu lado naquela enorme cama - vamos, amanhã temos toda aquela baboseira de casal e vamos ter que acordar cedo.

Castiel assente e se deita, Dean desliga o abajur e se deita ficando de costas para Castiel.

- Boa noite Cas.

- Boa noite Dean.


Notas Finais


Até amanhã ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...