História The School Of The New Generation (Interativa) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 24
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom... eu não pude esperar... tinha que postar logo... depois eu continuo no próximo Cap
Boa leitura queridus

Capítulo 5 - Minha nova missão


Fanfic / Fanfiction The School Of The New Generation (Interativa) - Capítulo 5 - Minha nova missão

Pov's Millary On

Estava dormindo, mas tal como todas as moitas meu dom vem o ao de cima para estragar meus sonhos.
Eu estava no meio de uma floresta escura e sombria, mais do que a do País das Maravilhas. Estavam corvos pousados nos galhos e os lobos passavam ao meu lado a uivar.
Comecei a andar pela floresta dentro. No fundo da floresta estava uma escola. Ela era grande e parecia uma prisão vista de fora, mas havia muitas crianças brincando. Entrei e fiquei observando as crianças brincando.

-Hey moça... Você está observando o que? -perguntou uma menina de cabelos negros e olhos da mesma cor.

Era um espectro.

------Agora um momentos de explicação... Um espectro são fantasmas sem emoções que ajudam Millary a descobrir o que deve fazer, ou o que deve descobrir na visão. -----

-Olá espectro... Estou encarando os meninos brincando... Não é isso que deve observar? -perguntei confusa.

-Não... Há um menino que precisa de ajuda... Você tem de encontra lo e falar com ele... É esse seu dever... -disse o espectro começando a desaparecer.

-Sim.. Obrigado espectro... -disse procurando todos os meninos.

Andei as voltas pela escola e apenas parei atrás da mesma. Estavam três meninos batendo em outro.

-O que vocês estão fazendo? -digo afastando os três garotos.

Arregalei os olhos quando vi que o menino que estava no chão, era...

-Hide-kun... -disse ajudando o garoto.

-Como você sabe meu nome? -perguntou limpando as lágrimas.

-Eu sou vidente... -disse rindo fazendo Hide-kun também se rir.

Agora percebo... Tenho que ajudar Hide-kun com o bullying...

-Vidente... Você quer vir passear comigo? -perguntou.

-Claro. Onde você quer ir?

-Vamos ao parque.. -disse me puxando.

Eu fui com ele é quando chegamos ele foi buscar uns brinquedos e se sentou ao pé de mim brincando.

-Porque você anda descalça?

-Hmm... Porque os sapatos são desconfortáveis....

-Também acho... Mas as pessoas dizem que temos de andar com sapatos...

-É... Você não deve ligar para o que eles dizem...

-Moça... Você quer vir ver uma amiga minha? Ela também não gosta de andar com sapatos...

-Adoraria conhecê lá. -disse sorrindo.

Ele me levou até uma casa na árvore e ambos subimos. Tive a estranha impressão que conhecia aquele sítio, mas não liguei. Quando chegamos lá a cima estava uma menina brincando com um coelho e um gato de pelúcia.

-M-chan... -disse Hide-kun indo ter com a menina.

A mesma se virou e eu Arregalei bastante os olhos. Aquela menina ruiva de olhos verdes Marinho... Era eu... Quando era pequena...

-Você é....

-Hmm? Olá eu do futuro... -disse a menina.

-Você...Eu... Era amiga do Hide-kun... E não me lembro...

-Sim... Somos amigos desde o outro dia em que eu o salvei dos Bullers...

-Ela me ajudou muito... E eu lhe dei um anel com um coelhinho branco...

-Ele é lindo... Olhe... -disse ela me mostrando.

-Sim... Ele é muito fofo. -digo sorrindo.

Eles ficaram falando e eu fiquei encarando eles.

- Agora que já conhece a história... Está na hora de passar ao que vai acontecer... -disse o espectro aparecendo atrás de mim.

Quando o espectro me tocou no ombro o cenário começou a mudar. Desta vez era um cenário horrível, estava fogo cobrindo as árvores e os animais fugiam na direção da saída. No meio do barulho do estalar da lenha a queimar, se ouvia um leve choro de bebê. Eu segui o choro e me deparei com uma casa semi queimada e uma multidão de pessoas estava parada a frente da mesma.

-LOUCOS... LOUCOS SAO MONSTROS!!! E OS MONSTROS DEVEM MORRER!!!! -disse a multidão em uníssono.

Eu entrei na mansão e procurei alguém. No quarto, de onde vinha o choro, estava um rapaz e uma rapariga com um bebê ao colo.

-Eu vou tentar falar com eles... Você fique aqui com a bebê... Não se preocupe vai ficar tudo bem. -disse o rapaz beijando a rapariga é saindo a correr.

O rapaz, era Hide-kun... E a rapariga era eu... Então o bebê.. Eu corei com meus pensamentos, mas voltei a mim quando ouvi o som de tiro. Quando olho à minha frente já não via a rapariga. Fui a correr lá para baixo e vi Hide-kun estendido no chão com sangue em seu peito. Estava "eu" chorando em cima dele.
Eu entrei em pânico e comecei chorando e fui na direção de Hide-kun.

-Hide-kun... Hide-kun... Como posso impedir isto? Me ajude por favor... Não consigo sem você...

-Millary... Você... Tem de impedir que eu vá de novo à cidade... só assim impede que isto aconteça...

-Mas... Quando você vai à cidade? Me diga quando...

Ele ficou calado e fechou os olhos.

-Hide-kun... Hide-kun!!! -digo começando a chorar.

Ouço um barulho em cima de mim e olho. Várias tábuas em chamas acabam por cair em cima de mim.
Quando abro de novo os olhos, o cenário está completamente branco e estava Hide-kun em criança na minha frente.

-Hide-kun... -disse ainda chorando.

-M-chan... Por favor pare de chorar... Nunca se conquista nada com lágrimas... Você tem de ser forte... A M-chan que eu conheço não se deixa vencer... Eu tenho confiança em você...

-Hide-kun... Sim... Eu vou fazer de tudo para salvar você... -digo limpando as lágrimas.

-Eu sei... Tome... -disse tirando algo de seu bolso. -Fique com isto... Como amuleto... -disse me dando um anel com um coelho branco.

Eu peguei e ele sorriu e desapareceu. O cenário dispersou se é eu acordei. Ainda estava de noite e Hide-kun ainda estava deitado a meu lado. Abri minha mão e tinha o anel. Eu coloquei ele é me abracei com tudo a Hide-kun fazendo ele acordar.

-O que se passar Millary?

-Tive um sonho vindo do Reino dos mortos... -disse o abraçando ainda mais forte.

-Já passou... Foi só sua imaginação... -disse me abraçando e acariciando meus cabelos.

-Hmm... Acho que sim... Hide-kun... Você me promete uma coisa? Premeta que você nunca vá ir ir de novo para a cidade... que vai ficar sempre aqui comigo...

-Hmm... Eu prometo... -disse sorrindo.

Eu sorri é ele me beijou na testa.

-Mais uma coisa Hide-kun... Você gostava de ter um filho meu?

-Eh?! Que conversa é essa? -disse corando um pouco.

-Apenas pensei nisso durante a noite... Então... Você gostava ou não?

-Bem... Na verdade não sei... -disse olhando para o lado.

-Isso não é resposta... -digo inflando as bochechas.

Ele suspirou e me beijou na testa.

-Você é a minha melhor amiga... É claro eu queria ter um bebê com você... Enfim... Eu quero dizer isso da boa maneira... -disse corando.

-Obrigado. -disse lhe dando um selinho.

Eu me aconcheguei no peito de Hide-kun e ele me abraçou. Acabamos por adormecer de novo.


Notas Finais


Me desculpe se o Cap foi pequeno... e me desculpe de não ter aparecido mais personagens para além de Millary e Hideki...
Espero que tenham gostado #Hidary

Ps:sim... a Millary era ruiva quando era pequena... Mas ela pediu à Rainha Branca para transformar seu cabelo em azul.

Bisous até ao próximo Cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...