História The Second Argent - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural, Teen Wolf
Personagens Alan Deaton, Allison Argent, Benfeitor, Bobby Finstock, Breaden, Chris Argent, Danny Mahealani, Isaac Lahey, Jordan Parrish, Kate Argent, Ken Yukimura, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Meredith Walker, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Natalie Martin, Noshiko Yukimura, Personagens Originais, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski
Tags Allison Argent, Argent, Banshee, Benfeitor, Derek Hale, Dylan Sprayberry, Hale, Isaac Lahey, Kate Argent, Kira Yukimura, Kitsune, Liam Dunbar, Lobisomem, Lydia Martin, Malia Hale, Natasha Argent, Scott Mccall, Selena Gomez, Stiles Stilinski
Visualizações 700
Palavras 1.215
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Beta: Mysterious Queen York Designs e Valerie Edits

Capítulo 11 - Voice in my head!


Fanfic / Fanfiction The Second Argent - Capítulo 11 - Voice in my head!

Quando volto a enxergar, não sinto mais a faca em meu pescoço, os cortes feitos estavam se curando. Minhas mãos estavam fechadas e algo estava na mesma, e Scott estava me olhando confuso enquanto a Araya e Allison estavam ao seu lado me olhando curiosos.

– O que houve? – Pergunto e sinto meus olhos doerem, e os fecho rapidamente.

– Vamos! – Scott falou e começou a caminhar até mim

– Espera... – Falo e ele para me olhando, olho para minhas mãos e ele acompanha meus movimentos. As abro e vejo o colar nas mesmas.

– Como isso foi parar ai? – Ele fala e pega o colar de minhas mãos o olhando.

– Não sei... – Falo de forma vaga.

– Tem haver com você ter travado e seus olhos começarem a brilhar em um azul quase branco? – Ele pergunta e eu o olho.

– Sim... Eu ouvi uma voz. – Falo e pego o colar de suas mãos o coloco em meu pescoço – Dizia que eu... – Eu paro e olho para a Allison e depois volto a olhar para Scott que fazia sinais para eu continuar a falar. – Dizia que... Eu... Eu era a escolhida. – Falo e olho novamente para Allison. – Escolhida... – Falo repetindo abaixando o tom de voz quase sussurrando.

– Escolhida para o que? – Allison pergunta e anda até mim parando ao lado de Scott.

– Ela disse que eu saberia na hora certa... E também o que eu sou só saberia na hora certa. – Falo e eles concordam.

– Scott, vai. – A Araya fala e faz um sinal para os seus homens que saem.

– Allison, me desculpe não ter falado. – Eu falo e abaixo a cabeça.

– Há quanto tempo sabe que você é algo sobrenatural? – Ela pergunta e eu olho para ela.

– Desde aquele incidente do hotel. – Falo e ela me olha, e me abraça.

– Está tudo bem. – Ela fala e me solta me olhando, eu escuto a voz de Isaac e Kira.

– Scott! –Kira fala e sai correndo para abraçar

– Allison! – Isaac fala ao mesmo tempo em que Kira falou, e saio correndo para abraçar Allison.

– Me assustou. – Tanto Kira quanto Isaac falaram enquanto abraçaram seus devidos namorados, sinto braços em meu ombro e vejo Malia e Lydia me abraçando, enquanto Stiles abraçava Malia.

– Scott, sai... Vai achar o Derek – Araya fala e eu sorrio de leve... “Meu pai... Derek é meu pai!” Penso e sou a primeira a me virar e sair.

[...]

Estávamos na frente do jipe enquanto Araya falava com Scott. Lydia estava no canto , eu estava ao seu lado, depois Allison, Isaac, Kira, Malia e Stiles. Depois que a bruxa Calavera sai de perto de Scott ele caminha a até nós.

– E agora? – Stiles pergunta enquanto colocava as mãos no bolso.

– Ela acha que sabe onde o Derek está. – Scott fala e eu pego a mão de Allison.

– E ela vai falar onde? – Malia pergunta e eu olho novamente para Scott.

– Na verdade ela vai mandar um guia. – Ele fala e nós escutamos o barulho de uma moto.

– A conhece? – Stiles pergunta e quando ela tira o capacete eu a olho bem.

– A garota que me salvou. – Diz Isaac e eu o olho.

– Braeden. – Scott fala e eu me sinto meio perdida.

– Uma mercenária. – Diz Lydia e eu olho para ela.

– Agora eu sou a única que vai levar vocês até a La Iglesia. – Ela fala e eu e Allison nos encaramos e depois a olhamos.

– A igreja? – Eu pergunto.

– O que seria “a Igreja” – Isaac pergunta enquanto arqueava uma sobrancelha.

– Não é onde irão encontrar Deus. – Ela fala e nós entramos no Jipe. No mesmo jeito que estávamos quando viemos. Braeden ia na frente do jipe com sua moto. Depois de um tempo em silêncio, Malia se mexe no colo de Kira indo mais para frente para encarar Scott e Stiles.

– Tá legal eu vou perguntar quem é Kate Argent? – Malia pergunta e eu olho para Allison.

– Eu também queria saber. – Kira fala enquanto levantava a mão.

– E eu queria conhecê-la. – Diz Isaac e Stiles olha rapidamente para trás.

– Nós fomos ao enterro dela. E eu queria saber como ela saiu de um caixão á sete palmos da terra. – Stiles fala e Malia me olha.

– Ela não estava dentro. – Scott fala e eu olho para ele confusa.

– Como? – Pergunto a ele.

– Ela é a mãe de Natasha, e a tia de Allison. E uma grande sociopata. – Lydia fala e elas murmuram um ‘Ah’.

– Não precisa falar sobre isso. – Kira falou tentando amenizar o clima.

– Ah precisa sim. – Malia falou e eu reviro os olhos.

– Foi minha mãe que causou o incêndio na casa do... Do... Do Derek – Falo gaguejando, “Será que falo para eles que Derek é meu pai?” penso e olho para Scott.

– Alguns sobreviveram, como a Cora e o Peter. – Scott fala “Meu tio-avô Peter está vivo? E minha tia Cora também? Eles escaparam assim como meu pai. Graças a Deus... Mas e a Tia Laura?” penso e continuo olhando para Scott.

– Um Peter colérico. – Lydia fala e eu a olho.

– É... Foi o Peter que me transformou. – Scott fala e eu o olho.

– E quem finalmente pegou a Kate e a matou. – Lydia fala e eu viro a cara. “Meu tio-avô Peter matou minha mãe? Como ele mordeu o Scott? quem ele teve que matar para se tornar Alfa?” penso e volto a olhar para Scott.

– E a gente viu ela enterrada. – Stiles fala e eu sinto lágrimas nos meus olhos, as limpo antes que escorressem. “Não vale a pena chorar pela a mulher que dizimou a família do meu pai!” penso.

– Não. Agente viu o caixão fechado lembra. Ela não estava dentro. – Diz Scott – Os Calaveras ouviram que Kate foi morta pelas garras de um alfa, quiseram ter certeza que ela estava mesmo morta. O corpo estava curando, cada vez, mais que se aproximava da lua cheia, ela ia voltar, ai trocaram os corpos. Levaram ela. Se um caçador é mordido, tem que acabar com a própria vida antes de se transformar. Os Calaveras tratam o código como lei, se veem na obrigação de ver se foi comprido. – Diz Scott. “Agora quem irá matá-la será eu. Matarei a mulher que dizimou a minha família, e quase matou meus amigos.” Penso e sinto meus olhos ardendo e olho para o lado e tento me acalmar.

– Que bom pra ela, eu não faria isso. – Diz Malia.

– E mataria quase dez pessoas para sair? Por que foi o que ela fez. – Scott pergunta “Assassina... Sempre foi e não será ela sendo agora o que caçava irá mudar” penso e minhas tentativas me acalmar estavam indo para o saco.

– A Kate agora é lobisomem? – Kira pergunta.

– Eu não sei. – Fala Scott. – O ditado diz, a forma que você toma reflete a pessoa que você é. – Ele diz

– Que forma uma vadia sociopata toma? – Lydia pergunta. E eu tenho toda certeza que eles esqueceram que tanto eu como Allison estávamos no jipe.

– Gente, para. – Allison fala e sinto olhares sobre mim.

– Desculpa Nat, nós... – Scott fala, mas eu o corto.

– Tanto faz... – Falo e consigo me acalmar. De repente o jipe começa a fazer uns barulhos estranhos e Stiles estaciona. Braeden volta e estaciona a moto.

– Oque que foi? – Ela pergunta e eu desço do carro.

– Batemos em alguma coisa. – Digo olhando o jipe e todos me olham.

 


Notas Finais


Não sei a hora certa, mas tem pelo menos mais dois caps hoje <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...