História The Second Argent - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural, Teen Wolf
Personagens Alan Deaton, Allison Argent, Benfeitor, Bobby Finstock, Breaden, Chris Argent, Danny Mahealani, Isaac Lahey, Jordan Parrish, Kate Argent, Ken Yukimura, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Meredith Walker, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Natalie Martin, Noshiko Yukimura, Personagens Originais, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski
Tags Allison Argent, Argent, Banshee, Benfeitor, Derek Hale, Dylan Sprayberry, Hale, Isaac Lahey, Kate Argent, Kira Yukimura, Kitsune, Liam Dunbar, Lobisomem, Lydia Martin, Malia Hale, Natasha Argent, Scott Mccall, Selena Gomez, Stiles Stilinski
Visualizações 998
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem do Cap <3

Betado por Anjinho- (BD)

Capítulo 2 - Welcome to Beacon Hills


Fanfic / Fanfiction The Second Argent - Capítulo 2 - Welcome to Beacon Hills

What do you mean? 

Ohh ohh when you nod your head Yes 

But you wanna say no

What do you mean? 

[...]

Logo o vejo pela janela do avião Beacon Hills, o avião aterrissa. Eu havia trocado de roupa durante o voo, pois aquela se sujou com mussie, fazer o que se eu sou criança demais para não saber comer mussie... agora eu usava uma blusa branca com uma sombra de alce, uma jaqueta de couro preta, uma calça listrada preta e branca e uma bota cano curto de salto. Vou pegar minhas malas, para encontrar meu Tio, que iria vir me buscar. Pego-as e caminho em direção a um banco que havia ali. Faz anos que não o vejo, ou a Alisson. Depois de 10 minutos, escuto uma menina passando por mim, conversando com três garotas e com três garotos.

— Eu tô dizendo Lydia... Eu não sei como ela... — Falou uma garota de cabelos curtos com um corte despojado, olhos marrons, estava usando um vestidinho preto com uma meia calça branca, uma bota marrom e um cinto caramelo na cintura, segurando a mão de um menino loiro de olhos azuis, que era muito bonito.

— Allison. Ela é sua prima como você não a conhece!  Concorda comigo, Malia? — Diz a tal Lydia para a Allison, minha prima... Lydia usava um vestido florido azul marinho com uma blusa jeans por cima e uma bota cano curto bege, cruzando os braços, e um garoto branquinho, de cabelo preto espetado, com pintinhas na cara, para ao seu lado, junto a uma garota de cabelos compridos com californianas loiras, de camisa roxa, shorts com a bandeira dos EUA e de all-star preto, concorda e, antes que pudesse falar algo, é cortada pela japonesa.

— Deixe-a. Quantos anos você não a vê mesmo? — Diz ela que estava abraçada com um garoto de queixo torto. A mesma usava um vestidinho xadrez rosa e preto, com uma meia calça e uma bota da mesma cor.

— Obrigada, Kira. — Diz Allison, e eu me levanto e caminho até ela, cutucando seu braço — Sim? Posso ajudar? — Ela pergunta, e eu sorrio.

— Acho que sim... — Falo, e todos me olham com um olhar confuso. — Allison... Sou eu a Natasha a su... — Acrescento entre lágrimas e, antes que eu pudesse terminar, ela me abraça e me aperta quase tirando meu fôlego, abraçando-a de volta.

— Nossa... Você está linda. — Ela fala se soltando um pouco, e eu sorrio para a mesma. — Como você cresceu... — Allison fala e volta a me abraçar, dessa vez me levantando do chão.

— Alli...son... Não... Consigo res...pirar... — Falo com dificuldades, e a mesma me coloca no chão. – Cadê o Tio Chris? Quem são estes? — Pergunto, confusa.

— Meu pai ficou em casa arrumando seu quarto. E esses são meus amigos e namorado. — Ela fala, e a ruiva (Lydia) vem a minha frente.

— Sou Lydia... Martin... É um prazer te conhecer Natasha. — Ela fala sorrindo — Adorei seu estilo. — Completa, estendendo a mão, eu a aperto sorrindo.

— Bom... Vamos agilizar... Essa é Kira Yukimura — Fala, apontando para a japonesa. — Scott McCall, que é o namorado de Kira — Para o garoto de queixo torto, que sorri — Esse é o Stiles Stilinski. — Aponta para o garoto moreno de pintinhas. — E a namorada dele, Malia Tate. — A garota de californianas sorri para mim, que retribuo o sorriso. — E, por último, meu namorado Isaac Lahey. — Ela fala, apontando para o loiro ao seu lado, que faz um gesto com a cabeça.

— É um prazer conhecer vocês. — Falo sorrindo para eles, que retribuem. — Vamos? — Pergunto, enquanto pegava minha mala.

— Vamos! — Allison responde, enquanto me abraça e me puxa para andar.

[...]

Eu estava no carro de Allison, junto com Issac e Lydia, enquanto Malia, Kira, Scott e Stiles foram em um jipe. E logo que chegamos a um prédio, os meninos me ajudaram com as malas e, juntos, subimos para o apartamento.  Nem consegui falar nada por meu Tio Chris me abraçou e também me tirou do chão, e logo volto a chorar. Depois de um tempo conversando, noto a falta de Tia Vitoria e minha mãe na casa.

— O que eu perdi nesse tempo? — Eu pergunto para Allison, e todos se viram para me olhar. — Digo como vai a Tia Victoria ou minha mãe, pois na carta só falava de você e o Tio Chris. — Pergunto, e o olhar alegre de Allison se transforma em um olhar de tristeza. — Allison... Diga-me que minha mãe não morreu, por favor... — Digo, sentindo lágrimas escorrendo de meus olhos.

— Nat... Desculpe-me... — Ela fala, e eu caio no chão, chorando. Sinto mãos em meu ombro e vejo Tio Chris.

— Achei que não gostasse de Kate por... Você sabe. — Ele fala e se ajoelha em minha frente, levantando minha cabeça, me fazendo o olhar.

— Ela é minha mãe, por pior que seja, faça ou fez... Quando ela me mandou morar com meu pai, nos primeiros dias que fiquei lá, ela me mandava cartas falando que era uma questão de tempo e logo eu voltaria para cá... — Falo, e Allison me puxa para ficar de pé. — Como ela morreu? — Pergunto, olhando Tio Chris, que faz uma cara triste e se levanta.

— Foi um acidente com... — Allison começa a falar, mas eu entendo, ela morreu pelo que ela caçava. Morreu por um lobisomem.

— Eu sei... Ela morreu pelo que ela caçava. — Falo, e todos arregalam os olhos.

— Você sabe? — Chris pergunta — Digo, das caçadas? — Ele pergunta, e eu concordo.

— Pra você falar na frente deles, significa que ou são algum tipo de sobrenatural ou são caçadores... E, respondendo sua pergunta, sim eu sei, desde que eu me entendo por gente, minha mãe quis deixar bem claro que ela caçava lobisomens. — Falo e eles olham para Scott, e eu o olho também.

— Bom... Sou um lobisomem... — Diz Scott, transformando seus olhos castanhos em vermelhos intensos.

— Legal pra você. — Falo, sei que Allison não andaria com o assassino de minha mãe, ou meu tio não andaria. Eles me olham com cara de dúvida e de espanto. — E vocês? — Pergunto, passando os olhos em todos.

— Kira é uma Kitsune, Malia, um Coyote, Lydia, uma Banshee, Isaac e eu somos lobisomens. — Scott fala, e eu olho para Stiles.

— E o Stiles? — Pergunto, ainda o olhando

— Olha... Fui possuído por espírito maligno. — Ele fala, cruzando os braços.

— E agora? — Pergunto, cruzando, também, meus braços.

— Bem melhor. — Ele fala, e eu dou uma risada.

— Bom saber. — Sorrio, olhando para ele. — Bom... Eu vou dar uma volta, ok? Absorver as coisas, conhecer a cidade, já volto. Tchau. — Falo, enquanto saio da casa, deixando-os sozinhos para conversarem.

[...]

Hey yeah when you don't want me to move 

But you tell me to go 

What do you mean? 

Better make up your mind 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...