História The second life - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jikook, Namjin, Yoonseok, Yune
Exibições 13
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


noza o que aconteceu aqui em baixo '-'

Capítulo 5 - Five


Fanfic / Fanfiction The second life - Capítulo 5 - Five

Estava sentando na roda com todos eles, menos Soone, acho que ela estava dormindo, eu e yoongi tínhamos colocado nossas roupas para lavar, todas elas, e fomos jogar jogo da garrafa enquanto elas secavam, você se pergunta por que? Eu sei disso, quem sabe ache engraçado

~~~FlashBack On~~~

Então, sabe aquela hora que eu e Hoseok assistíamos happy tree friends? Então, yoongi havia ido na cozinha, ele pegou o vinho da Yuki e jogado nas minhas roupas as sujando, peguei um suco de uva e joguei nas dele também, logo após isso ela bateu nele e me deu uma voadora e fez nós dois lavarmos nossas roupas, ela ficou agressiva e começou a xingar todo mundo, principalmente a mim e a yoongi, perguntei porque tinha me batido sendo que quem sujou e pegou foi yoongi e ela simplesmente respondeu “porque as roupas eram suas”, como se eu tivesse culpa né.

~~~FlashBack Off~~~

Então agora estamos jogando o famoso jogo da garrafa, só eu beijei apenas o Kai e o Yoongi, não sei porque mas eu gostava de beijar aquele albino arrogante, nós tínhamos girado a garrafa, caiu na Tzuyu e na Yuki, ela já havia beijado alguns antes, mas quando ela foi beijar a Tzuyu a Soone brotou na sala e viu, bem na nossa língua ela ficou puta pra caralho, ela saiu da sala bufando e Kai foi atrás dela até a piscina e ela estava sentada na borda.

Soone? – ele a chama sentando em seu lado-

Eles ficam um bom tempo conversando, ficaram um bom tempo conversando, Soone contou o que sentia, e a raiva que estava sentindo pela Tzuyu, no momento (N.A: não sou obrigada a falar esse dialogo), passou um tempo e eles voltaram mas o jogo havia acabado Tzuyu estava cozinhando e Kai foi ajuda-la logo que chegou, ajuda-la modo de dizer porque ele não estava fazendo porra nenhuma, mas pra não ficar feio estava ajudando, Momo olhava filmes na teve na sala, Soone acho que foi pro quarto dela já que não à vi chegar com Kai, Yuki e hoseok estavam na sala, um pouco olhavam filme e conversavam, ela estava sentada no colo dele, não sei como conseguem, conversar, olhar teve e ainda mexer no celular, risusrisus, eu estava na sala até ai mas dei falta do Yoongi e fui procura-lo, procurei em todo lugar na casa e não o achei, fui pro pátio e ele estava em uma árvore perto do balanço, fui até ele e pra minha surpresa ele estava fumando, respirei fundo e tomei coragem pra falar algo, bem inútil mas falei

- o que faz aqui? Por que não está lá dentro? E por que está fumando? –falei baixo mas rápido, eu estava preocupado –

- não tá vendo? Fumando, quer um? –ele responde frio abrindo a bola para liberar a fumaça do cigarro que havia posto antes-

- n-nunca fumei –falei baixo baixando minha cabeça-

- pra tudo tem sua primeira vez –ele põe novamente o cigarro na boca e solta uma risada me encarando, não respondi, permanecendo assim de cabeça baixa – vai querer ou não? –ele fala novamente só que mais frio, confirmo com a cabeça praticamente em instinto e ele ri –cuidado para não se drogar jimin – ele ri novamente acendendo o cigarro para mim e saindo-

 

Sentei-me no balanço e fiquei ali, saboreando aquele cigarro que ele me der, não demorei muito e voltei para dentro, eles estavam jogando o mesmo jogo, a Soone já estava de bem com a Yuki e com a Tzuyu, rápido ne? E infelizmente cheguei bem na hora em que Yoongi estava beijando Hoseok, eu sei que eles namoram mas doeu, peguei a carteira de cigarro do yoongi e peguei um indo pro meu quarto, acendi e fumei, sei que isso é errado mas foi coisa que me acalmou, peguei eu celular e resolvi ligar para minha mãe

 

~~~ligação on~~~

 

- alô? –a voz feminina respondeu-

- alô? Omma?

- jiminnie? Por que não ligou antes? Como vão as coisas ai?

- omma eu quero ir embora.. –falo em uma voz chorosa justamente quando Yuki passava pela porta e começa a bater- Jimin abre –ela dizia- já vou –respondi-

-omma mande trazerem meu carro em trinta minutos

-ta certo mas por...

 

~~~ligação off~~~

-JIMIN ABRE ESSA MERDA ANTES QUE EU ARROMBE –ela gritava do outro lado da porta e eu respondia apenas com um “já abro caralho” – AGORA –ela gritava-

 

Foi tempo suficiente para que jogasse minhas coisas na mala de qualquer jeito e jogasse em baixo da cama, abri a porta e ela entrou abrindo-a com força

- com quem conversava? – ela pergunta num tom bravo-

- minha mãe –respondo frio-

- vai embora? – confirmo com a cabeça na mesma hora chegando momo – o que esta acontecendo? – nada - respondi pegando minha mala e sai correndo, eles tentaram me segurar mas não conseguiram, pelo fato de eu já ter entrado no carro que me esperava em frente, entrei e sentei no banco de trás com minha mãe enquanto o motorista dirigia, e ela pediu para que desse voltas por ai para conversarmos e assim ele fez.

- então, por que não quer mais ficar lá amor? –a voz feminina diz num tom baixo e acolhedor me fazendo a abraça-la e começar a chorar em seus braços, passaram alguns minutos e ela afagava minha cabeça, já havia parado de chorar então ela começou a indagar:
- amor, você não chora assim desde a última vez que se apaixonou, e isso faz uns quatro anos...o que está acontecendo? Se apaixonou novamente? –ela falou e me olhou nos olhos, a olhei como se dissesse “isso mesmo, você me conhece muito bem” –e você estava pensando em sair da casa somente por que está apaixonado? ... cade meu menino corajoso e forte que suportou até mesmo a morte do pai? Amor, você vai mesmo deixar uma paixonite te detonar novamente?

Ela falou e aquelas palavras me tocaram, mas mesmo assim acho que não iria conseguir suportar ir novamente para aquela casa e ver Hoseok e Yoongi de agarração naqueles malditos jogos ou fora deles – mas mãe eu....- comecei a falar mas a mesma havia me atropelado com suas palavras –

- não tem “mas mãe”, você é Park Jimin, quero que volte para aquela casa e mostre a mim e a si mesmo que você é um menino forte e não é qualquer coisa que vai te derrubar, promete? –ela fala num tom sério mas mesmo assim transmitindo confiança-

- prometo, mas e você, me promete algo? Promete que se eu não conseguir vai me deixar ir embora novamente para casa? –falei e ela concordou, mandou o motorista dar meia volta para irmos para a casa, passaram mais ou menos meia hora até lá, sai do carro acenando para a mesma e fui para meu quarto, arrumei minhas coisas e fui para a sala me sentando vendo uma meia movimentação que tinha se formado mas estava acabando, eles deviam estar bem calmos já, parecia mais movimentada antes, mas não estava para ver o que havia acontecido.

 

 


Notas Finais


próximo saberão o que aconteceu, tretas, ou não '-'
hu3hu3
amo vocês docinhos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...