História The Secret - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Ariana Grande, Ashley Benson, Demi Lovato, Lucy Hale
Personagens Ariana Grande, Ashley Benson, Calum Hood, Demi Lovato, Lucy Hale, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Exibições 36
Palavras 979
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii...
O capítulo de ontem foi pequeno porque eu cortei um pedaço dele e coloquei nesse, fiz isso porque tava com preguiça de escrever todo o capítulo...
Até lá em baixo!

Capítulo 12 - I Can't Sleep...


   Lucy P.O.V.

 

  Já estava na metade do segundo filme, eu estava quase dormindo com a cabeça no colo de Luke.

  - Lucy, você está dormindo? - o loiro pergunta baixinho.

  - Não, por que? - falo no mesmo tom virando meu rosto para ele.

  - Porque eu queria te falar uma coisa meio importante - ele diz e eu me sento ao seu lado.

  - Pode falar - digo rapidamente.

  - Podemos ir pra outro lugar? - ele diz e eu o puxo para o jardim. 

  - Pronto. Agora fala! - falo com tom autoritário, mas de brincadeira.

  - Vai ser difícil dizer e eu não sei com começar... - ele diz e eu começo a me preocupar, afinal também tenho que contar uma coisa pra ele, mas não agora - ...é que eu estou começando a gostar de uma garota... - quando ele diz aquilo eu pude sentir e ouvir meu coração se quebrando em 327.432 partes, não sei o por quê - e eu queria que você me ajudasse a conquistar ela... -

  - Tá bom, como quer que eu ajude? - pergunto fingindo que isso não me afetou.

  - Me dando dicas, sei lá. Como alguém te conquistaria? Não que essa garota seja você... sem ofensa, claro! - ele diz.

  - Deixa eu pensar... - que bosta! - chama ela pra sair, mas não leva pra jantar, ela pode ficar com comida no dente, seria bem constrangedor. Talvez um piquenique no parque, converse bastante com ela e diga como você se sente. Seja romântico, deixe uma música que ela gosta de fundo. Acho que isso é  o mais importante... -

  - Muito obrigado Lucy, você é um anjo! - ele diz,  sai correndo para a sala, pega sua coisas e simplesmente vai embora.

  - Eu te amo - falo baixinho para ninguém ouvir.

 

   (...)

 

  Depois que Luke foi embora, não demorou muito e os outros também foram pra casa. Exceto a Demi que queria falar comigo. Nesse momento estamos sentadas na minha cama.

  - O que foi? - pergunto.

  - Me diz você o que foi? Dá pra ver nitidamente que você está apaixonada pelo Luke! - ela diz e eu arregalo os olhos.

  - Você está louca?! Eu não estou apaixonada por ele, é o meu melhor amigo! - falo indignada.

  - Minha querida Lucy, ninguém consegue mentir pra mim... eu sei que você está gostando dele! - ela diz e eu abaixo a cabeça - eu sabia! -

  - Nem eu sei o que eu estou sentindo por ele - digo - mesmo se eu estiver apaixonada por ele, não tenho chance, ele está gostando de outra garota. -

  - Quem é a vaca? - ela fala e eu dou uma risadinha.

  - Ele não me disse. Mas parece que está feliz com ela, até pediu ajuda! - falo.

  - Como assim te pediu ajuda? - Demi diz surpresa.

  - Ele falou que tava gostando de uma garota, aí pediu pra eu ajudar ele a conquistar ela... - digo - e aí eu meio que falei pra ele pra fazer uns negócio louco pra ficar com ela. -

  - Desculpa, mas eu tenho que ir pra casa. Minha mãe está me chamando - ela diz olhando para a tela do celular, depois pega suas coisas e sai correndo da minha casa.

  O que será que está acontecendo com meus amigos? Por que eles saíram todos praticamente juntos daqui? Eu não gosto quando escondem coisas de mim.

 

    Demi P.O.V.

 

  Depois que a Lucy me falou tudo aquilo eu fui rápido para a casa do Luke, ele tinha que fazer aquilo. Agora eu estava na casa dele, lógico que não ia falar o que eu e ela conversamos.

  - O que foi? - ele diz.

  - Tem mais alguém aqui? - eu digo e ele balança a cabeça negativamente - é que eu queria falar pra você continuar com aquilo, aconteça o que acontecer continua com aquela porra. Entendeu? - 

  - Sim. Mas por que você está dizendo isso? - ele pergunta.

  - Não posso falar. Você vai ter que descobrir sozinho, mas não tente tirar nenhuma informação de mim, tente com a Lucy, mas discretamente. E não fala nada pra ela sobre essa conversa nossa - digo em um tom autoritário e volto pra minha casa.

 

    Lucy P.O.V.

 

  Será que a Demi tá certa? Eu estou mesmo apaixonada pelo Luke? Mas isso é errado, ele é meu melhor amigo, eu não posso me apaixonar pelo meu melhor amigo. Quando penso isso sinto uma lágrima escorrer pelo meu rosto, depois outra , e outra, e quando vi já estava chorando muito.

  Já é quase de madrugada, não sei se vou conseguir dormir hoje. Mas eu tenho que dormir, tenho aula amanhã cedo. Já é quase duas da manhã e eu não consigo dormir, por que as coisas não são mais fáceis? Vou fazer uma lista de tudo que está acontecendo e já aconteceu:

  - Meus pais morreram;

  - Meus avôs e avós eu nem conheci;

  - A única parente viva minha está em coma;

  - Comecei a me cortar;

  - Acho que estou apaixonada pelo meu amigo;

  - Estou indo muito mal na escola.

  Acho que isso já é o suficiente para eu não conseguir dormir. Aff, já é 2:35, por que o tempo passa tão rápido?

  Fico pensando nisso até meu celular despertar, desligo ele e vou para o banheiro. Faço minhas higienes, coloco uma camiseta do Green Day, uma blusa preta da Vans por cima dela, uma calça skinny preta meio rasgada no joelho e um all star preto. Saio do meu quarto direto pra porta de casa, no caminho pego minha mochila e a chave. Passo a mão no cabelo, coloco a franja pra frente e coloco uma touca caída. Saio de casa colocando os óculos escuros para ninguém perceber que não dormir.


Notas Finais


Até amanhã povinho bonito...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...