História The Secret Of The Dark - I Hate You Father - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries, Victorious
Personagens Beck Oliver, Cat Valentine, Damon Salvatore, Jade West, Lexi Branson, Rex Powers, Robbie Shappiro, Stefan Salvatore, Tori Vega
Tags Bade, Beck Oliver, Jade West
Visualizações 67
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom amorecos! Mais um capítulo postado!! Espero que gostem e boa leitura

Capítulo 3 - Capítulo II - I Hate You


Fanfic / Fanfiction The Secret Of The Dark - I Hate You Father - Capítulo 3 - Capítulo II - I Hate You

Jade West // Point Of Vision

─Vai pra casa ─ o olhei incrédula, fala sério

─Eu te odeio ─ falo mas como um sussurros e chegando perto de seu rosto, ele me solta e vou direto para casa ainda incrédula como ele pode? Ele nunca faria algo legal para mim, então é melhor eu parar de ser besta e aceitar a realidade que nunca vou realizar meus sonhos ou ter atenção do meu pai, entro em casa como um furacão indo para meu quarto, Leandra até me deu um bom dia mas a ignorei, ela também me odeia, todos me odeiam na minha casa, as duas empregadas, Leandra e Willma, o segurança, meu próprio pai, com certeza Leandra ou Willma, peguei meus cadernos e alguns livros, quando me virei vi uma mulher com aquelas roupas de antigamente brancas que chegava em seus pés, suspirei e fui para minha escrivaninha sentindo pessoas me olharem, me virei para trás a mesma mulher me encarava, ela era pálida e seus olhos eram inteiramente brancos, até que percebi que atrás de mim tinha um homem com pele preta, parecia mais uma sombra, com os olhos vermelho, fiquei calada, os dois ali estavam me dando medo, estavam me encarando de uma maneira não muito agradável, percebi que não conseguiria me concentrar, guardei minhas coisas ainda recebendo olhares, abri a porta do meu quarto e fui até a sala, sentei no sofá e comecei a mexer no meu celular

─Seu pai me disse que não era para sair do quarto morcega

─Quem liga para o que ele manda? ─ ela balançou a cabeça em forma de negação e entrou na cozinha novamente. Fiquei ali o dia todo e nem percebi o tempo passar, quando vi o relógio e em meu celular me desesperei, faltava um minuto para papai chegar, corri para meu quarto, fechei a porta, aquele homem e a mulher não estavam mais ali, oque é um alívio, tirei meu livros e meus cadernos de novo e abri eles em cima da cama, fiquei deitava nela fingindo estudar, até que ouvi meu pai perguntando para alguém se eu tinha saído do quarto, é agora que me ferro, ouço passos na escada e tentei agir normalmente para não mostrar que eu tava com medo do que meu pai iria fazer comigo, ouvi a porta do meu quarto sendo aberta revelando meu pai

─Oi papai ─ falo ainda fingindo ler, só senti algo pesado em minhas costas, gemi de dor e vi que ele tava com o cinturão dele, ele me bate de novo com o cinturão nas minhas pernas e comecei a chorar, assim ele foi batendo em cada parte do meu corpo menos o rosto. Assim que ele parou de me bater me olhou, seus olhos expressavam raiva e ódio
─Mandei você não sair do quarto e estudar! E também não mandei você tentar entrar naquela escola sem minha permissão, atuar? Fala sério, você é uma West, uma West que é uma vergonha para a família ─ ele grita e sai do meu quarto, abraçei meus joelhos e chorei, chorei como se não houvesse amanhã, me levantei ainda com dores e só saiam algumas lágrimas dos meus olhos, vou até o banheiro e tomo um banho demorado, assim que saio de dentro da banheira me seco e visto um vestido preto simples e coloco um colar



Estava morrendo de fome já que não comi nada de manhã e nem agora de tardezinha mas nem era louca de descer e olhar para meu pai, meus pensamentos são interrompidos por uma batida na porta e logo depois ela se abre e vejo que é meu pai com uma bandeja com comida, porque penso que ele sabe o que eu estou pensando?

─Leandra e Willma disseram que não comeu nada hoje ─ ele fala com calma

─Não estou com fome ─ falo encarando meu reflexo no espelho

─Não me vem com essa, sabe que não acredito, desculpe por ter te batido mas é para você aprender que enquanto você é uma pré-adolecente você tem que obedecer minhas ordens, se eu disse não você tem que entender que é "não"

─Nem vem você, sai daqui, eu não quero falar com ninguém

─Não vou sair, quero ver você comer essa comida todinha e ficar forte

─Se não vai sair eu saio ─ falo saindo do quarto, saio de casa e vou andando pela a rua sem rumo, só andava onde meus pés me levavam, até chegar na placa de Hollywood, escalo até chegar no topo, quando chego vejo quatro pessoas fazendo um tipo de "pequenique", aquela garota que vi na Hollywood Arts a...Tori, a ruiva que lembro o nome muito bem, Cat, o garoto de cabelos longos, Beck e o garoto negro, André

─Oi, Jade né? ─ Tori pergunta é acento que sim ─ Senta aqui com a gente ─ sento entre Cat e Beck, olho para Beck e pude perceber o quão ele é bonito, ele olha para mim e nossos olhos se encontram ficamos em um tipo de transe ─ Hãm, costuma vir aqui Jade? ─ Tori fala me tirando do transe

─As vezes, venho aqui para pensar, ou quando estou com problemas em casa ─ desvio meu olhar de Beck para Tori a respondendo

─Gostou da escola? ─  Cat me pergunta

─Sim, fiz um teste para entrar lá

─Passou? ─ André me pergunta

─Sim, mas não vou estudar lá

─Porque? ─ Beck me pergunta, evitei ao máximo não olhar em seus olhos hipnotizantes

─É meu sonho estudar lá na Hollywood Arts mas meu pai nunca aprovou, e dessa vez não foi muito diferente

─E essas marcas em seus braços? ─ Cat pergunta notando as marcas vermelhas que estavam em meu braço e em minhas pernas

─Ele me bateu mais cedo, prefiro não comentar

─Amanhã podemos sair todos juntos para nos conhecermos melhor que tal? ─ Pergunta Beck

─Ótimo, amanhã não tenho nada pra fazer

─Se quiser convida alguns amigos seus ─ Tori fala

─Hãm, eu não tenho amigos, meu pai me priva ao máximo de amizades, e pra ele tudo que tenho é o estudo

─Mas podemos ser amigos né? ─ Cat pergunta me abraçando, quanto tempo que não recebi um abraço

─Claro, ele não pode me privar do mundo para sempre

─Eu vou indo gente, minha avó deve estar preocupada, amanhã nos vemos ─ André fala se levantando

─Eu também vou, tá ficando tarde ─ Tori anuncia e vai junto com André

─Jade quer dormir na minha casa? ─ Cat fala animada

─Hoje não posso Cat, mas outro dia combinamos

─Okay, vou indo, minha mãe pode estar precisando de ajuda com meu irmão

─Tá, tchau ─ falei acenando, e agora só eu e Beck, ficamos um tempo calados, o silêncio estava insuportável

─Ficou tão esquisito depois que foram embora

─É, não vai também? Tá tarde

─Eu gosto de tarde para casa, aproveitar o resto de dia, e a senhorita não vai?

─Eu acho que vou passar a noite acordada, não quero voltar para casa nem tão cedo

─Seu pai...

─É, eu e ele não nos damos muito bem, sou meio paranóica ─ olho para ele e nos olhos se encontram novamente, ah esses olhos castanhos que tem um brilho próprio


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...