História The Security That Changed My Life - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Família, Namjin, Romance, Taekook, Vkook, Yoonseok
Exibições 138
Palavras 2.575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu gostaria de agradecer todos vocês pelos 40 favoritos, nunca me senti tão feliz. Eu dei o meu melhor nesse capítulo, espero que vocês também gostem. Boa leitura, bolinhas de queijo.(≧ω≦)

Capítulo 8 - It's Just Rain


Fanfic / Fanfiction The Security That Changed My Life - Capítulo 8 - It's Just Rain

 POV Kim Taehyung 

 Yoongi foi embora cedo, eu me ofereci para acompanha-lo mas o mesmo recusou, Hoseok também insistiu em levar o baixinho, já que ele estava de carro, Yoongi já havia falado tantos "Não" para o moreno que até eu comecei a ficar irritado, mas por fim Suga acabou desistindo de discutir com outro e aceitou mas com uma carranca que só ele sabia fazer.

Depois dessa discussão toda, os gêmeos acordaram e eu preparei o café-da-manhã deles. Eles se sentaram a mesa e ficaram cantarolando uma música qualquer, logo depois Jeon se levantou, mas ele não se sentou a mesa conosco, ele deu bom dia para os gêmeos e me ignorou completamente. Eu acho que não fiz nada de errado, bom o Yoongi nem incomodou tanto assim, eu não me lembro de ter feito nada. 

Jeon subiu novamente ás escadas e se trancou em seu quarto, olhei para os gêmeos e os mesmos deram de ombros. Talvez ele esteja tendo algum problema. Coloquei o prato já com as minhas panquecas especiais na mesa e servi os pequenos. Me sentei e tomei um pouco do meu suco.

─Appa?─Sook me chamou e a olhei, fiquei tempo suficiente com essas crianças para saber quando eles querem pedir um favor.─Já que hoje é domingo...─Ela falou e depois colocou um pedaço de sua panqueca na boca.─Você poderia nos levar no parque, nós quase nunca saímos.─Ela falou, sabia que ela estava querendo algo, porém o que ela disse é verdade.

─Tudo bem, avisem o appa de vocês e vão se arrumar, nós vamos assim que eu terminar de limpar essa bagunça.─Falei puxando o prato-já vazio- das crianças. ─E também terminar de me arrumar...─Antes de eu terminar minha frase eles já estavam subindo ás escada. 

➳ฺMinutos depois

─Prontos?─Indaguei assim que vi os gêmeos descendo as escadas com roupas combinando, geralmente eu que escolho essas roupas para eles, ás vezes eu gostaria de saber como é ter alguém que se parece comigo e que usa roupas idênticas as minhas. Peguei duas blusas de frio em cima sofá, não acho que irá fazer frio ou algo do tipo mas é sempre bom levar.

─Mais ou menos.─Chung-Ho falou balançando as mãos de um lado para o outro.─O appa vai nos acompanhar.─Ele falou e eu não entendi, Jeon não estava irritado?─Ele já está descendo.─Ele completou e eu cruzei os braços, eu só estou irritado, porque se for para ele me ignorar o passeio inteiro eu me recuso a ir nesse lugar.

Logo depois, Jeon apareceu com seus cabelos perfeitamente arrumados, ele está usando um sobretudo e roupas todas escuras, acompanhado de uma bota gonew amarela. Bufei, me virei  fui caminhando lentamente até a porta.

POV Jeon JungKook 

 Assim que estacionei o carro, os gêmeos não esperaram nem mais um minuto para sair correndo pelo caminho. Esse parque é muito movimentado, ele é enorme, um caminho de pedras é decorado por cerejeiras de Yoshino, enquanto flores silvestres decoram o resto do campo, há um lago extremamente lindo á direita do caminho. Esse lugar realmente é um sonho.

Eu e Taehyung descemos do carro e apertei o botão de travar o carro, caminhei com Taehyung até onde os gêmeos se encontravam, passávamos por casais deitados na grama fazendo piqueniques e outros só estavam fotogrando o local ou tirando alguma selca, eu simplesmente não quero sofrer mais por alguém, mas eu também não posso ignorar esse sentimento. 

Nós continuamos a caminhar, enquanto os gêmeos corriam na frente.

─Sorvete!─Chung-Ho e Sook gritaram em uníssono ao ver um homem vestido de branco empurrando um carrinho da mesma cor. Os dois correram na direção do pobre homem que agora sorria amarelo para as crianças enquanto Taehyung pagava os três sorvetes. Olhei em volta e me sentei em um banco de madeira, coloquei as mãos no bolso do meu sobretudo e fechei os olhos. 

─Quer appa?─Abri os olhos vendo Sook estender uma casquinha de chocolate na minha direção, puxei-a para se sentar no meu colo e neguei com a cabeça, acho que estou me saindo bem como appa, claro que não mereço um troféu de appa do ano mas consigo me salvar.─Está uma delícia!─A menina falou com a boca cheia, o que fez com que o líquido que estava em sua boca espirrasse para todo lado. Ri e limpei meu rosto com a manga do meu casaco.

─Está mesmo.─Chung-Ho falou atrás de Sook, me estiquei para tentar encherga-lo, o mesmo estava sentado no gramado junto de Taehyung que estava com a boca toda suja de sorvete, ri e retirei Sook de meu colo. Deduzi que já é hora do almoço, já que meu estômago não para de roncar. 

─Tudo bem, vocês não deveriam estar tomando sorvete antes do almoço.─Falei me levantando, olhei para os três que agora estavam fazendo um biquinho e o cenho franzido, por mais que estivesse falando para os gêmeos, Taehyung parecia uma criança mesmo sendo meu hyung, eu estou levando três crianças para passear.─Vamos almoçar, depois nós voltamos, ok?─Perguntei é eles assentiram se levantando da grama.

➳ฺDepois do almoço 

Como eu havia prometido, nós voltamos, Taehyung caminhava a minha frente segurando nas mãos de Sook que não parava de saltitar, e eu estou levando Chung-Ho no colo, passamos por vários lugares magníficos do parque e agora estamos a caminho do lago,  eu amava ficar lá e jogar pedrinhas nele.

Coloquei Chung-Ho no chão assim que avistei as pedras que costumam ficar ao lado do tão famoso lago. Andamos mais um pouco e chegamos, me aproximei e Chung-Ho que está abaixado mexendo em algumas pedras espalhadas pelo chão, coloquei uma de minhas mãos sobre seus ombros e peguei uma das pedrinhas que estava no chão.

─Vamos jogar pedrinhas no lago?─Perguntei para ele e o mesmo assentiu, joguei a que estava na minha mão e ela quicou três vezes antes de afundar.─Quem conseguir fazer elas quicarem mais ganha.─Falei e o garoto ao meu lado sorriu, acho que isso virou um desafio. Chung conseguiu fazer com que uma quicasse cinco vezes e eu apenas três, bufei e o menino riu, me virei e joguei-o no gramado, comecei a fazer cosquinhas por sua barriga, ele apenas se contorcia e ria ao mesmo tempo, olhei para o lado e vi Sook puxando o braço de Taehyung enquanto o outro olhava-nos com um sorriso  brincando nos lábios, retribui o gesto e ele fechou a cara e virou o rosto.

" Você me tem nas mãos              Nem sabe o tamanho do seu poder        Eu me posto como um gigante            Mas caio quando estou perto de você"

Mordi o lábio inferior e ajudei Chung a se levantar. Um grito histérico vindo de Sook me fez virar de súbito e ir até ela que já estava afastada de Taehyung. 

─Oque houve?─Eu e Taehyung perguntamos em uníssono. Sook se encontrava com os olhos arregalados e a boca em um formato de "o", olhei na mesma direção que ela olhava.

─Cachorrinhos!─Falou Sook correndo na direção de uma moça que tinha um semblante sério no rosto enquanto vigiava um cercado cheio de cachorros, ela estava ao lado de uma caixa média. Olhei de soslaio e vi Taehyung e Chung-Ho correr na mesma direção que Sook.

─Fala sério!─Falei assim que percebi que já estava sozinho. Andei na mesma direção que eles. Todos estavam segurando cachorros, me inclinei para ver o que continha dentro da caixa, há vários filhotes de cachorro de diferentes raças, puxei uma plaquinha que estava atrás da caixa, todos eles estão ali para doação, me surpreende saber que há cachorros ali que custam uma fortuna.

─Appa, podemos levar um?─Sook pediu manhosa vindo na minha direção puxando um cachorro médio.─Por favor.─ Pediu.

─Não senhorita, se vocês quiserem podem ficar brincando com eles aqui.─Falei e me sentei em um dos bancos ao lado de uma senhora.

➳ฺHoras depois

Já devia ter se passado horas que os três estavam ali brincando com os cachorros, suspirei e olhei para cima. O céu está escuro, provalvemente vai chover. Me levantei e olhei para o lado. 

A moça que vigiava os cachorros está guardando todos, olhei para os gêmeos que também estavam ajudando, Taehyung apenas observava tudo. Senti uma gota escorrer pela minha testa,  outra e outra. Olhei para os gêmeos que agora corriam na minha direção.

─Vamos embora.─Falei para os três e puxei os gêmeos, a chuva já estava começando a ficar forte e algumas pessoas também já estavam correndo na direção do estacionamento. Assim que avistei um EcoSport branco, soltei a mão dos gêmeos e destravei o carro, abri a porta para os mesmos entrarem e depois fechei, olhei para trás, cadê o Taehyung? podia jurar que ele estava bem atrás da gente. Entrei no carro. 

─Coloquem a blusa de frio de vocês, eu já volto.─Falei para os gêmeos que já estavam colocando o cinto. Saí do carro e o travei, eu sei que não posso fazer isso mas eu também não posso correr novamente com eles na chuva.

Refiz todo o meu caminho, parei perto do lago, olhei em volta e passei a mão no meus cabelos-já molhados-, onde você está Kim? Voltei a andar e percebi que a chuva não parava, olhei em volta e retirei meu casaco, enrolei o mesmo para não molhar tanto e voltei a correr. Avistei uma pessoa debaixo de uma cerejeira, corri até lá.

"Você me mostra uma porta aberta Só para batê-la na minha cara                  Eu não aguento mais isto                    Estou pedindo, querido."

─Qual parte do "vamos embora" você não entendeu?─Perguntei assim que percebi que realmente é o Taehyung, cheguei perto do mesmo é vi que ele está segurando algo, me aproximei mais e então indentifiquei o que estava em suas mãos.─Diga-me que você não parou de correr por causa disso aí.─Falei apontando para um filhote de pug, o cãozinho é tão pequeno que apenas a palma de Taehyung segura o filhote.

─Me desculpe te fazer vir aqui.─Ele falou e abaixou a cabeça, desdobrei meu casaco e pus sobre seus ombros.─Não precisa, como você vai ficar?─ele perguntou e eu dei de ombros.─Eu estava indo com vocês, mas eu ouvi um choro de animal e percebi que a moça que estava aqui havia esquecido-o para trás, eu não pudi deixa-lo aqui no frio e tomando chuva, desculpe.─Ele falou e eu sorri, como uma pessoa pode ser tão doce e ao mesmo tempo teimosa? 

Me aproximei dele e o puxei pelo colarinho da blusa, arrumei correctamente em seu corpo e ele colocou o cachorro na frente do corpo cobrindo-o com o casaco também.  Olhei Kim novamente e levei meu polegar até sua bochecha acariciando o local, subi meu olhar até encontrar o seu, me permite viajar por outros planetas e outras galáxias nas suas íris, observei seus cabelos voarem assim como algumas folhas da cerejeira acima de nós, passei minha mão para nuca dele e o puxei para perto e finalmente selei nossos lábios.

"Por favor, tenha misericórdia de mim                                                                Vá com calma com o meu coração Mesmo que não seja sua intenção me machucar                                                  Você está sempre acabando comigo Por favor, tenha misericórdia Misericórdia do meu coração                  Por favor, tenha misericórdia Misericórdia do meu coração."

─Jeon, temos que ir, a chuva pode piorar.─Taehyung disse eu neguei com a cabeça.

É apenas chuva.─Falei e o puxei novamente para mais um beijo, meus lábios encaixam perfeitamente aos dele, passei minha língua sobre seus lábios como um pedido mudo para que ele entreabrisse os dele, mas ele não entreabriu e eu comecei a me desesperar, ele não está correspondendo ao beijo. Me afastei e ele simplesmente se virou e arrumou o cachorro em seus braços e correu.

─Desculpa.─Falei abaixando a cabeça.

"Eu dirigiria a noite toda                    Só para estar ao seu lado, querido      Meu coração já está acostumado          Me diga que não estou louco."

➳ฺHoras depois

─Você pode ficar com o cachorro, Taehyung.─Falei assim que entramos no apartamento, eu sei que se o cachorro não ficasse com a gente ele voltaria para o lugar de onde veio, e Taehyung poderia cuidar dele. Não esperei uma resposta e subi ás escadas correndo.

Depois eu me desculpo com ele.

POV Kim Taehyung 

─Qual nome nós podemos colocar nele?─Perguntei para os gêmeos que estavam sentados na minha cama, depois de eu dar um banho neles e me banhar também, e depois alimentamos-nos, eu e os gêmeos nos reunimos para conversar sobre o caozinho, que agora dormia tranquilamente no cesto em que eu arrumei para ele ao lado da minha cama.

─Eu acho que deveríamos colocar Ogi.─Chung falou com o dedo indicador  no queixo. 

─Eu não gostei desse nome.─Sook falou e eu ri da cara feia que o menino fez para irmã que apenas deu de ombros.

─Eu acho que poderíamos colocar Akina, já que eu o encontrei debaixo de uma árvore da primavera, esse nome é muito bonito.─Falei e eles concordaram sorrindo.─Agora, vocês tem que ir dormir, pois amanhã tem aula.─Falei e eles bufaram, eles se levantaram e calçaram suas pantufas, dei um beijo na testa de cada um.─Durmam bem.─Falei e fechei a porta assim que eles saíram. 

Me aproximei da porta da sacada e a abri, arrumei meu casaco e me debrucei sobre o muro. Muita coisa anda acontecendo, estou morrendo de saudades da minha omma, meus amigos de Daegu, e também o beijo do Jeon.

Se ele me beijou e porque ele sente algo por mim, mas eu não posso me envolver com ele, não quero me relacionar com mais ninguém. 

─Posso ficar aqui com você?─Ouvi uma voz atrás de mim, apenas assenti já sabendo de quem se tratava. ─Eu gostaria de pedir desculpas por hoje cedo, você não se envolve com homens né? Desculpa.─falou ele, seu tom agora é magoado.

"Não estou pedindo por muito        Só que você seja honesto comigo      Meu orgulho é tudo o que eu tenho Estou pedindo, querido."

─Jeon, eu sou gay, não há porque se sentir mal.─Falei e me virei para olha-lo nos olhos. Ele estava perto demais, tentei recuar mas eu estou encostado no muro, não há para onde ir. Em questão de segundos seus lábios estavam sobre os meus, ele os movimentou mas eu não. Ele entendeu tudo errado.

"Por favor, tenha misericórdia de mim                                                              Vá com calma com o meu coração Mesmo que não seja sua intenção me machucar                                                Você está sempre acabando comigo Por favor, tenha misericórdia de mim Sou um fantoche sob seu controle          E mesmo que você tenha boas intenções                                              Preciso que você me liberte."

─Por favor, Tae.─Ele falou e eu pudi sentir um gosto salgado em minha boca, ele está chorando? por que ele está chorando?─Por favor.─ele pediu e eu movimentei meus lábios sobre os seus, passei de leve a língua sobre seus lábios e ele sorriu, aproveitei para roçar minha língua na sua timidamente, passei minhas mãos nos braços dele enquanto o mesmo segurava minha cintura, levei minhas mãos até sua nuca e brinquei com alguns fios de seu cabelo, a língua dele explorou cada canto da minha boca, e tudo tinha gosto de menta o que deixava tudo melhor, não posso negar que estou gostando, mas a falta de ar se fez presente e tivemos que nos separar, então ele chupou meu lábio inferior e  eu apertei sua nuca, finalizamos o beijo com um selinho. Ele encostou sua testa na minha obrigando-me a olha-lo nos olhos.─Isso pode parecer muito clichê.─ele fez uma pausa por estar muito ofegante por causa do beijo.─Mas... eu estou perdidamente apaixonado por você, Taehyung.

"Consumindo todo o ar de meus pulmões                                          Arrancando a pele de cima dos meus ossos                                                        Estou preparado para sacrificar a minha vida                                                                Eu faria isso duas vezes sem pestanejar Consumindo todo o ar de meus pulmões Arrancando a pele de cima dos meus ossos                                                      Estou preparado para sacrificar a minha vida                                                                  Eu faria isso duas vezes sem pestanejar"


Notas Finais


Música: Mercy- Shawn Mendes
Parque: North Seoul Dream Forest
Desculpa qualquer errinho, vou conferir mais tarde. Nao se esqueçam de comentar o que estão achando, amo vocês.
Sário gente obrigada por tudo, eu estou tipo 40 pessoas é muito, meu coração não aguenta. Não estou bem não.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...