História The Selection - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, V
Tags Abo, Jikook, Kookmin, Mpreg, Namjin, Shotacon, Vhope
Exibições 4.932
Palavras 1.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Chegay!!

Primeiro, obrigado pelos favoritos amorinhas ♥
Segundo: AMEM KAISOO.

Sim, eu estou viciada em kaisoo, meu nível de trouxa está subindo mais e mais.

Capítulo 20 - Vigésimo


Fanfic / Fanfiction The Selection - Capítulo 20 - Vigésimo

          JungKook

    - Chupar? - Minnie me encarou curioso - Como assim?

    - Eu vou te ensinar...- Ele assentiu animado, acabando que se mexia mais no meu membro já duro - Você gosta de picolé, pirulito...Essas coisas certo?

    - Sim - Falou - Mas o que isso tem haver hyung?

    - Daddy...Me chame de daddy...- Pedi e ele assentiu - Você ira fazer o mesmo que faz quando come isso, aqui - Apontei pra meu short que deixava evidente minh ereção - Sem morde

    - O que eu ganho com isso? - Me olhou com os olhinhos ainda mais curiosos, aí minha sanidade

    - Leitinho - Falei - Você gosta não é? - Concordou - É isso que ganha

     Ele sorriu animado e saiu do meu colo, ficando de frente ao meu membro, ele estava com a bunda empinada e por esta so com uma box e uma blusa social deixava ainda mais evidente. 

     Senti sua mão no cós do meu short e me levantei um pouco pra tirar aquilo, vi suas bochechas corarem - Mais do que já estava - sua mão foi até lá e apertou

    - Grosso...- Falou baixinho, mas pude ouvir pela minha audição apurada

      Até o ser com mais sanidade do mundo, perde as estruturas a ouvir algo desse tipo de uma pessoa tão....Inocente.

     A mão curiosa dele fazia um certo carinho ali e a única coisa que eu fazia era me segurar para não ultrapassar algo ali.

    Ele foi até o cós da boxer e tirou, por esta próximo meu falo bateu no seu rosto e ele fechou os olhinhos, que cena erótica, Jimin me olhou, corado, logo voltando a olhar meu pênis e abrir a boca, puta que pariu, senti sua língua aveludada lamber a fenda que escorria um pouco de pré-gozo e logo ele começar a colocar na boca.

      Se sua boca era apertada, sua entrada deveria ser...Meu deus.

     Ele foi até onde conseguiu e sentia sua língua se mexer ali, segureu seus fios e comecei a ditar o movimento de vai e vem, Jimin apenas deixava e colocou a mão na minha coxa.

    Soltei seu fios e ele tirou da boca meu membro teso e lambeu toda a extensão, pelo amor de Deus, já sinto minha sanidade indo a Puta que Pariu.

      - Estou fazendo certo daddy? - Assenti, afinal a única coisa que eu fazia era gemer

     Ele colocou a boca apenas na minha glande e sugou, gemi rouco e um tanto alto, colocou novamente o que pode na boca e fazia movimentos de vai e vem lentamente...Era como se ele soubesse que isso ia me torturar.

      Levei minha mão a seu cabelo, mandei o foda-se a ser delicado, forçava sua boca a engoli o máximo que podia até tocar sua garganta e movimentos de vai e vem rapidamente. 

    Jimin arranhava minha coxa, provavelmente ficaria marcas, por esta sendo um tanto bruto sentia meu ápice chegar, eu ia sendo mais bruto naquilo e eu sabia que era meu lobo interior agindo.

     Não demorou a me desfiz na boca dele gemendo alto e rouco, soltei seus fios e ele engoliu tudo que pode, eu apenas tentava me recuperar do meu recente orgamos.

     Ele limpou com as costas da mão a boca e me encarou.

     - Tudo bem hyu...daddy - Se aproximou e assenti

     - Você gostou? - Perguntei e ele assentiu rapidamente - Eu adorei o que você fez

     - O gatinho do daddy, foi bem? - Sorriu

     Gatinho do daddy, porra, eu tenho uma sanidade que está bem pequena pra zelar Jimin.

     - Você foi perfeito - Acariciei seu rosto - Desculpe se acabei sendo bruto

     - Jimin gostou...- Riu nervoso e se levantou indo ao banheiro - Hyung, o telefone - Apontou ao criado mudo

     Peguei a boxer e vesti apenas ela, peguei o telefone do hotel e atendi

     - Alô? 

     - Desculpe atrapalhar, mas a sua vizinha de quarto estava reclamando do...Barulho

     - A...- Ri - Peço minhas desculpas, não ira mais ocorrer

    - Ok, boa noite Majestade - Desligou e ri alto

      Eu falei/pensei, que ela ia ouvie gemidos.

     Vi Jimin sair do banheiro, sem a tiara e veio até a cama se deitando e me olhou, acariciei seu rostinho rosado e lhe dei um selar

     - Durma bem - Falei - Amanhã é meu aniversário, não terei trabalho, então iremos a um parque

    - Sim...- Ele falou sonolento - Boa noite Hyung - Me abraçou e sorri, beijei sua nuca e cuidei de dormi.

            °°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

     O observava dormi, sua face amassada pela almofada e os lábios entre abertos.

     Quem visse essa boquinha carnuda e face corada nunca pensaria que fazia um boquete tão bom.

       - Hora de acorda de baby - Sussurrei no seu ouvido e ouvi um resmugo - Não resmungue, esqueceu que vamos ao parque, vamos acorde...

     Ele não acordou e apenas virou de costas pra mim, suspirei, Jimin tinha um sono pesado e ainda mais que ontem...dormirmos um tanto tarde.

     Levei minha mão a sua cintura e comecei a fazer cócegas, ouvia seus risos adoráveis e começar a se debater.

     - H-Hyung...P-Para...- Pediu e parei - Você não deixa seu gatinho dormi mais...- Fez bico - Injusto

     - Gatinhos só sabem dormi não é? - Ri e lhe dei um beijo na ponta do nariz - Você gostou disso de gatinho?

    - Sim - Se sentou - Vou tomar banho assim vamos ao parque

     - Vá lá, irei pedir o café - Ele me encarou - O que?

     - Já tomou banho? - Fiz não - Toma banho comigo?

      Jimin, a pessoa que ama brincar com minha sanidade.

     - Tá - Me levantei e o segurei pelas coxas - Já que o parque é um tanto longe, daqui a duas horas iremos pegar um helicóptero ok? - Assentiu

     Fomos ao banheiro e o sentei na bancada, ele pegou sua escova e fiz o mesmo, começamos a escovar os dentes e Jimin escovava de uma forma tão infantil que eu queria o apertar.

    Após isso, fui a banheira começando a encher e Jimin continuava sentado na bancada

    - Porque não desce? - O olhei

    - Tira pra mim? - Falou da blusa - Por favor - Fez bico

      As vezes me pergunto se Jimin realmente é inocente.

     Fui até ele e fiquei entre suas pernas, com coxas bem feitinhas e que implorava pra eu apertar, desabotoei e tirei aquilo a pele dele ainda tinha as marcas, que daqui pro final da viagem eu iria renovar. 

     O segurei e o coloquei no chão, tirei minha roupa e entrei na banheira, não demorando a ver meu anjinho entrar na banheira e ficar entre minhas pernas.

     - Sabe...- Peguei o sabonete líquido começando a lavar suas costas - Quando voltar eu vou terminar a seleção

     - Vai terminar? - Me olhou - E...O-O que vai acontecer com o Jimin? - Vi lágrimas

     - Você vai ficar comigo - Beijei sua bochecha - Não seja bobo, eu nunca vou te deixar Anjinho

     - Mesmo? - Se virou e passou os braços ao redor do meu pescoço

     - Mesmo - Uma das minhas mãos pousou na sua cintura e a outra foi a seu rosto fazendo carinho - Minnie, eu te amo e não vou te deixar por nada nesse mundo

     - Nem eu vou deixar o Hyung - Colocou o rosto no meu peito me abraçando - O hyung é apenas meu

      - Conheci o lado possessivo do meu Anjinho - Beijei sua nuca - Mas esta certo, eu sou apenas seu e você apenas meu - Segurei seu queixo o fazendo me olhar - Certo?

     - Certo - Sorriu e me deu um selar - Eu te amo muito, muito hyung!

     - E eu amo muito meu gatinho - Fiz com espuma duas orelhinhas no seu cabelo - Adorável

    Ele fez bico e aquela cena estava extremamente fofa.

      - Quero um beijo do hyung, agora - Falou firme e sorri

      Pena que eu estava sem celular, mas uma cena dessa e um pedido de beijo não é de se negar.

      Nada dele é de se negar.


Notas Finais


Grupo do wpp: Podem me chamar não mordo (8 3 8 8 4 6 4 8 6 3) Podem salvar de qualuqer forma, até de pessoa sem coração ♥

Kissus da omma e até sexta ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...