História The selection kookmin ABO - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, AOA, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Block B, EXO, Girls' Generation, Got7, Jay Park, NU'EST, TWICE
Personagens Baekhyun, BamBam, Chaeyoung, Chanyeol, Chen, Cl, D.O, Dahyun, D-Lite (Daesung), Ga Yoon, Hyun A, Jackson, JB, Jennie, Jessica, J-hope, Ji Hyun, Ji Yoon, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Kai, Lay, Lisa, Lu Han, Mark, Mina, Minji, Momo, Nayeon, Park Bom, Rap Monster, Ren, Rosé, Sana, Sehun, So Hyun, Sooyoung, Suga, Sunny, Tao, Tiffany, Tzuyu, V, Xiumin
Tags Jikook, Namjin, Suga, Vhope
Visualizações 763
Palavras 1.589
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Crossover, Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yooooooooo minnnaaa saaan

Voltei

Cap novo

Nao falarei nada sobre ele

E muito, muito obrigada mesmo pelos 62 favs e coments
Amo vocês mesmo :'D

Bem, bora ler??

Ateee laa emm baixooo 😍😘😘

Capítulo 3 - Chapter 2


Fanfic / Fanfiction The selection kookmin ABO - Capítulo 3 - Chapter 2

Jimin POV

 

 

“Eu farei você me amar”... Aquela frase... Ah... Pra falar a verdade ninguém nunca havia dito isso a mim antes – exceto jackson, mas nao foi um “eu farei”, foi um “eu te amo” – e ouvir isso do principe do meu vasto pais... Confesso que mexeu comigo, porém não me entrava na cabeça que ele faria isso. Na verdade, oque vinha na minha cabeça era que ele não aguentava que alguem o rejeitasse e isso afetava o ego dele... Por ser um principe, estava acostumado a ter todos à seus pés.

– Não acha que amor é uma palavra muito forte principe Jungkook? – Eu perguntei o olhando... Tentava ver atraves dele, descobrir as reais intenções que ele parecia esconder.

– Sim, acho. Porém eu realmente farei com que isso aconteça.

O principe era tão convencido! Eu não havia esquecido jackson e não estava disposto a me entregar a outro. Provavelmente, o principe apenas queria passar o proximo cio comigo, nada mais que isso.

– Desculpe... Porém acho que isso será dificil para você principe. Eu passei por uma desilusao... Não quero me comprometer com ninguém.

O principe soltou uma pequena risada, ele estava zombando de mim?

– Entendo você, pequeno jimin. – ele disse simplista, como me entenderia? Absolutamente todos suspiravam quando ele estava por perto, todos o “amavam” como me entendia? – Eu entendo como é perder o amor de alguem. Por isso eu estou dizendo: farei com que você me ame.

Eu me calei depois disso, não seria facil, deixaria ele tentar, quando ele visse que não teria sucesso, ele desistiria.

 

Quebra de tempo.

 

Depois do jantar caminhamos em silencio ao meu quarto, pra um principe, jungkook era bem timido.

– ham... Antes de chegarmos... Gostaria de saber mais sobre você pequeno jimin – jungkook disse, finalmente quebrando o chato silencio que se fazia presente entre nós.

– Bem hã....– pensei antes de falar, recaptulando momentos que aos meus olhos pareciam bons, bem nao eram muitos. – Eu... Nao tive uma “Vida emocionante”.... Eu era cinco, então so oque tenho em mente sao coisas da minha infancia, quando descobri que tipo de artista seria.

– Bem, me conte esses momentos...– Jungkook disse esboçando um sorriso.

– Bem quando eu tinha cinco anos...

 

Flashback on

 

Minha mãe estava linda, preparando-se para cantar e tocar piano, realmente me empolgava quando assistia ela se apresentar. Depois daquela apresentacao, eu decidi que seria um cantor, e esse virou meu pequeno sonho.

 

Flashback off

 

– Então seu sonho veio da sua mãe?

O principe arqueou o celho.

– Sim, algum problema?

Disse tentando não soar grosseiro. É claro, ele achava ridiculo. Um cara como ele se inspira no salvador de nosso pais... Não em alguem de sua familia.

– Problema algum. Eu também me inspiro bastante em meus pais, kim namjoon é um excelente lider e forte. Já kim seokjin... Ah, é doce e resolve as coisas do jeito racional. Eles são perfeitos um pro outro e espero... Um dia ter um casamento como o deles.

O principe disse suspirando. Confesso que fiquei bastante impressionado, o principe estava ali por que realmente queria...Um ômega.

Chegamos ao meu quarto apos isso, e paramos na porta.

– Foi uma ótima noite pequeno Jimin.

– Concordo sua alteza. – Eu sorri fraco, e apenas o que senti foi um pequeno selar em meus labios.

– Por favor... Apenas Jungkook querido.

— Eu não sou seu querido. – Disse entrando em meu quarto.

Ao entrar no meu quarto, Mark preparava os lençois da cama.

– cheguei Mark.

Ele sorriu ao me ver, e correu direto para o meu pescoço.

– Ai, oque está fazendo Mark?

– Aah... Sem marcas? – fez bico, nao pude deixar de rir, mark era mesmo uma figura comica.

– Sim, sem marcas, nem nos conhecemos direito, achou que fariamos isso agora!?

– O principe parece ser bem rapido– Deu um sorriso malicioso. — Me conte como foi a noite.

Mark também era bem chato.

 

Quebra de tempo

 

– ELE DISSE OQUE??? – Mark gritou ao ouvir oque o principe havia me dito – Jimin! Você sabe oque isso significa???

– Sim. Que ele tem um ego muito grande.

– Não. Que ele se interessou em você! Jimin está mais que na cara! Você... Ele... — Entendi oque quis dizer na hora.

– Um selinho talvez...

– Aigoo! Jungkook sempre tao timido!

Mark parecia conhecer o principe, mais do que como um simples empregado.

– Mark você tem algo a me dizer sobre o principe? Parece o conhecer tão bem.

– Ah... Bem... Eu era criado dele antes da seleção... Sabe Jimin... Ele é como você... Quer dizer... É humilde, apesar de nunca ter passado por nada que o ensinasse, acho que herdou isso da omma dele, posso dizer muitas coisas boas de kook, mas o principal é que se ele te escolhesse, ele faria de tudo pra te fazer feliz.

Mark segurou minhas mãos.

– Por causa dos rebeldes, jungkook não pode sair daqui faz quase um ano, e ele sempre foi muito timido com ômegas. Caso ele te chame de novo, seja bom pra ele.

Fiquei pensando nas palavras de Mark durante o meu banho, depois de ter tomado banho, dispensei mark e fui me deitar.

 

Dia seguinte

 

 

 

 

Acordei, não sabia que horas eram, mas sabia que o dia seria longo. Eu me levantaria, e conheceria melhor meus “Adversarios” no café da manhã, que alias é o nosso primeiro juntos.

 

Mark, sempre à postos, estava no banheiro, preparando meu banho. Fui até o banheiro, o vendo terminar de prepara-lo.

– Bom dia candidato, acordou? – Ele riu.

– Ora cale-se. – Eu disse brincando e tirando minhas roupas, entrando na banheira, aquilo depois da comida, era a melhor parte deste castelo.

Depois do banho, vesti roupas casuais mas não muito simples: uma camisa social branca e uma calça jeans preta. Apesar de ser jeans, tinha um pano confortavel, eu ficava impressionado com a competencia dos criados do palacio. Eram seis que tinham mãos e pensamentos ageis, são muito bons no que fazem, merecem palmas.

Depois de me arrumar, saí do meu quarto, indo à sala de jantar do palacio, quando cheguei, haviam duas pessoas ali, estava com sorte, não estava atrasado.

Cheguei perto dos dois participantes, um, era alto, e bonito, o outro também era alto, e conversava com o outro dando um sorriso quadrado.

– Olá. — disse sorrindo.

– Olá! – o ômega de sorriso quadrado disse animado.

– Oi – O maior ali presente disse em um ton calmo e meio timido.

– Sou Jimin. – Dei um sorriso.

–Taehyung. – disse dando um sorriso.

– Yugyeon – Ele disse dando um Sorriso timido.

Apos termos nos apresentado, ouvimos batidas de salto alto no chao, uma garota entrara. Ela mostrava confiança. Chegou perto de nós.

– Bem, quando isso ira começar?

Disse colocando os oculos escuros nos cabelos. Pela confiança e o tom que usava, era uma dois.

– Bem, não sabemos. – Taehyung disse e a garota revirou os olhos.

– Pra que conhecer pessoas com quem não vou precisar me enturmar – Resmungou, me pergunto se foi alto de proposito.

– Qual seu nome?– Taehyung perguntou sorrindo.

– Chaerin. Lee Chaerin. – ela disse. Lee Chaerin com certeza era uma dois.

 

Quebra de tempo

 

Os outros trinta e quatro participantes da seleção haviam chegado, um garoto bem novo, anunciara os nomes dos participantes :

– Min Yoongi, um três. tzuyu, uma quatro. Do Kyungsoo, dois. kim minseok, dois. Gayoon, quatro. joohyun, cinco. Yugyeon, três. Sana, seis. Momo, três. Mina, sete. BaekHyun, cinco. Chanyeol, três. Lee Chaerin, dois. Yoo SanHa, três. Hyuna, dois. Jiyoon, quatro. Jihyun, cinco. Lay, três. Yezi, dois. BamBam, quatro. Lisa, quatro. Jennie, três. Jisoo, sete. Rose, cinco. Chaeyoung, seis. Dahyun, oito. Park bom, quatro. Jaebum, três. Luhan, cinco. Taehyung, quatro. Nayeon, dois. Sooyoung, sete. Tiffany, oito. e por fim, Jimin, cinco.

Ufa, quantas pessoas, todas Ali estavam la por motivos diferentes, o que era bom e ruim ao mesmi tempo. Apos essa enorme lista de nomes e casta, o jovem se dirigiu à escada enchendo o peito de ar.

– Senhoras e senhores, sua alteza o principe Jungkook, o rei Kim Namjoon e o rei Kim seokjin.

Eles desceram e todos, inclusive eu, fizemos reverencias à eles.

– Olá, bem vindos novamente. – O rei se pronunciou – Meu marido, meu filho e eu, estamos realmente felizes por estarem aqui. E espero que ele encontre seu ômega, que seja um de vocês.

Enquanto o rei falava, notei o olhar do jovem principe correr o salao como se procurasse algo, e quando parou em mim, ao me ver deu um sorriso discreto.

Estavamos no café da manhã, eu conversava com Taehyung enquanto ele comia e olhava tudo em volta, era um ser divertido.

– Com licença – O principe disse de sua mesa, e absolutamente todos naquela sala voltaram o olhar à ele. – Jimin?

Era o meu nome. Oque poderia fazer, todos os olhares se dividiam entre mim e o principe.

– Sim? – respondi com a voz calma, apesar de estar tremendo por dentro com tantos olhares.

– O que acha da comida do castelo? – deu um sorriso.

– Ah... E maravilhosa – sorri de volta.

– E ela te da vontade de cantar?

– Bem....

Eu via todos os olhares, mas parecia mesmo que estavamos à sós.

– Ora vamos – deu um sorriso contagiante, aberto e bonito – Cante para nós.

– Bem... Eu nao sei se...

– Tudo bem... Mas prometa que se chegar à elite, você ira cantar para nós.

Elite? Eu duvidava que ele me aguentaria tanto tempo. Eu não odiava o principe, mas o achava convencido demais. Mas... Nao iria ficar aqui por muito tempo, então por que ter medo nao é?

– Bem, eu aceito. – eu disse dando um sorriso.

– Que bom! – ele sorriu, voltando a comer como se nossa pequena conversa não tivesse atraido nenhuma atenção... Ah Principe... Você não ira me aguentar tanto tempo...

 


Notas Finais


Oiii minnnaaa saaan

Nada a dizer.

Só obrigada mesmo.

Vou correr bjs

~dashi run

Kissus da trouxa 😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...