História The Selection in High School - Capítulo 75


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Exibições 99
Palavras 965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 75 - Nada de pânico... Agora podem entrar em pânico!


- ge-gente, AS, pensem comigo, quem tem essas iniciais e quer matar todos? - falou Daphne dando passos para traz, nos olhamos com medo e gritamos em coro logo virando o rosto:

- AMERICA SINGER!

Capítulo Anterior

P.O.V Aspen

Abri a porta da minha casa junto com os em um baque, na hora vimos America indo para frente e para trás em uma cadeira olhando um álbum de fotos.

- Incrível como eu era gordinha feia não? - Ela falou não desgrudando os olhos do álbum, então nos encaramos engolindo em seco, e logo ela jogou o álbum na lareira e falou:

- Pena que é um passado que jamais voltará! Sabe, pelo menos "assim" eu me sinto mais America... - Ela falou alisando a blusa, ela encarou eu e riu logo depois falando:

- Meu deus Aspen, e você? Não me diga que ainda gosta de mim? Sabia que antes do metrosexual Schreave chegar eu realmente achava que podíamos ser mais do que amigos! - Encarei Maxon com raiva e ela continuou - Mas, acho que até Maxon podia lutar mais não é? Sabe, poderia te dar outra chance... Seria só você acabar com Maxon, que seríamos "felizes para sempre". - ela falou sorrindo ternamente, encarei Maxon, que apenas disse:

- É um jogo Aspen! Ela nunca ficará com você! - Encarei o chão com raiva, eu sabia que era um jogo mas saber de verdade, doía muito.

- Não America! Parece que terá que viver com sua gangue de vampiros. - Eu falei vendo sua cara de ódio e ela falou forçando um sorriso:

- Como quiser! Não preciso de nenhum dos dois. Posso chamar Felipe a hora que quiser e o enrolar por séculos. - Ela falou passando por nós pegando uma estaca e falando enquanto ria: Acreditem quando digo, esconder algo de mim, será mais difícil do que antes, estão escutando? Ah verdade! Não podem, afinal... Posso não poder fazer um "Phasmatus Incendia" - ela falou com nojo mas continuou - Mas posso escutar a quilômetros de distância, posso correr mais rápido do que um avião a jato, não posso me ferir... Tenho meus benefícios. - Ela colocou a ~estaca na mão de Celeste e saiu pela porta. Celeste fez a estaca levitar e saiu pela porta e começou a murmurar algo.

America caiu no chão gemendo de dor com as mãos na cabeça a encarando enquanto a estaca mirava em sua cabeça, então quando Celeste parou e a estaca caiu em sua perna America gritou:

- O que acha que está fazendo? - Celeste a encarou e falou:

- Te mostrando que bruxos tem mais benefícios e poderes do que fazer as coisas pegarem fogo. Agora pode sair! - Ela falou, America puxou a estaca e saiu correndo e Maxon falou:

- Você estava louca ou o quê? - Celeste a encarou passando por ele jogando a estaca em sua mão e falando:

- Ninguém desafia Celeste Newsome e sai sem vingança!

[...]

- Ok, então segundo Daphne, teremos que passar a casa no nome de outra pessoa para America não poder mais entrar sem a autorização dela? - Perguntei receoso estávamos já trocando e quando o carinha que tava organizando saiu, perguntei se valeria mesmo a pena. Daphne assentiu e falou:

- Acredite! Eu nunca erro. - Concordei assinando, deixei o nome na Celeste, bruxas não podiam ser hipnotizadas então... Era o melhor mesmo que estávamos "brigados".

- Prontinho, a papelada está pronta! A partir de agora a casa pertence a senhorita Newsome! - Celeste sorriu satisfeita, pegamos a papelada e voltamos para casa, quando chegamos vimos America chutando chutando a porta, quando nos viu veio em nossa direção e falou:

- Por que não consigo entrar? - Celeste deu um passo a frente e disse sorrindo:

- Porque eu não deixei você entrar! Diga oi a nova proprietária da casa! - Celeste falou sorridente, America deu um sorriso puxando Celeste e falando:

- Você dará um sorriso, abrirá sua nova casa e me convidará para entrar! - Celeste bocejou e falou revirando os olhos:

- Desculpe querida mas não se dá para hipnotizar uma bruxa, ops... Esqueci de avisar... - America bufou e falou:

- E o que vão ganhar com isso? Estão com medinho? - Nos entreolhamos e falamos:

- Claro que não, apenas não queremos virar presa de vampiros. - Falamos sorridentes, America encarou Celeste e falou:

- Isso ainda não acabou, apenas quando eu estiver com uma estaca no meu coração sem poder respirar! - Ela falou passando por nós bufando, nos encaramos e corremos para casa.

Quando fechamos a porta nos entreolhamos e eu falei:

- Nunca me senti tão bem podendo pensar que nenhum vampiro irá atrás de mim! - Todos concordaram se esticando no sofá, chão, e tudo mais. Quando dei um suspiro de paz Celeste gritou:

- AI MEU DEUS DA MODA! - A encaramos com os olhos arregalados e ela gritou silenciosamente olhando para Daphne que então arregalou os olhos nos encarando e gritando:

- ESQUECEMOS DE MARLEE! ELA VAI MATAR KRISS! O que não é tão mal MAS ELA VAI LEVAR A CULPA! - Nos encaramos, Carter foi na cozinha e pegou um saquinho e começou a respirar e expirar, ok, ok, ok, nada de pânico, nada, de, pâ...

- Se America fizer isso... Ela não voltará. - Murmurou Daphne e apenas vimos Maxon cair no chão desmaiado, e então eu falei:

- Calma gente nada de pânico apenas...

- Aspen cala a boca e pense... Se America não voltar... Quando ela ligar a humanidade novamente ela vai sentir tudo que deixou de sentir e terá vontade de se matar! - Respirei fundo e quando fechei os olhos, apenas senti que estava no mesmo estado de Maxon, no chão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...