História The Sense - Capítulo 4


Escrita por: ~

Visualizações 365
Palavras 481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Lembrando a todos que essa fanfic vai ser curta, eu ainda não tenho uma ideia de como ela vai terminar, por isso vocês comentam kkkk.
E só terá o ponto de vista da Sel.

Capítulo 4 - Chaz me conta as coisas, Selena


Fanfic / Fanfiction The Sense - Capítulo 4 - Chaz me conta as coisas, Selena

 

 

 - Você lembra de mim? Sabe quem eu sou Justin?

- Abigail, não adianta tentar...

Empurro-o com todas as minhas forças e bufo alto, como ele seria capaz de esquecer "nós"? 
Decido ir ao banheiro, corro - o que sei fazer de melhor ultimamente - e entro em um trancando-o rapidamente.

Ouço 'mimimi' de meninas, algumas rindo e outras nervosas, de repente escuto uma voz amargurada.

essa voz não é de mulher

- Abigail, não se faça...você ja teve sua vez comigo na sua cama gatinha!

No mesmo momento, ouço meninas rirem, geralmente eu deixo, mas com Justin agindo assim, não.

Ou será mesmo Justin?

É ele, eu sinto.

- Oque disse Justin?

-Que você ja teve sua vez!

Eu estou cara a cara com ele na porta do banheiro feminino, consigo sentir sua respiração, uma vontade de chorar - mas eu serei forte, poxa é o Justin mesmo? - com um ato ágil e rápido, talvez impulsivo eu dou um tapa estalado em seu rosto e saio marchando de raiva.

Mudamos tanto assim? A ponto de não me reconhecer?

Seguro com força meus cadernos sobre meu tórax - era uma mania - e procuro a sala de Física, a qual eu não posso perder, pois logo tera um teste sobre.

Acabo me esbarrando com um garoto, com o cabelo parecido ao de Justin, calma ai... Chaz?

- Selena? Quanto tempo sua loca?! - ele me ajuda a levantar e me da um abraço apertado.

- Chaz! Que bom te ver por aqui, o que anda fazendo?

- Ah, estudando muito, é claro. Onde está morando?

- Na chácara mais próxima...

- Serio? dizem que lá é muito bonito, tem uma cachoeira da hora né?

- Tem sim, vamos combinar de se ver qualquer dia - sorrio e dou um beijo em sua bochecha saindo logo.

Chaz sempre foi meu sonho de "consumo".

***

Eu acabará de "almoçar" em plena tarde - 3:30 para ser específica - eu havia levado a bicicleta para o conserto e a ida é longa, a volta foi mais tranquila, agora eu pegará meus livros preferidos pala lê-los novamente. Sento-me na cadeira de balanço de minha mãe, é algo que não me desgrudo desde que ela se foi, são pequenas coisas que as vezes me fazem sentir melhor - como se eu estivesse ao lado dela - e fiz questão de insistir ao meu pai para traze-lá com a gente por todos os lados.

Eu estava distraída, me sentia bem ali e lia um livro romântico.

Eu adorava me iludir com essas histórias fofas, quem me dera viver uma um dia.

- Desculpe se errei seu nome.. - uma voz ecoa por toda a casa, me arrepio por inteira. Pois simplesmente conheço aquela voz a quilômetros de distância.

- Como soube que moro aqui? - levanto rapidamente da cadeira

- Chaz me conta as coisas, Selena.

 


Notas Finais


AI MEU C*
GENTE O JUSTIN É MUITO SAFADO NÉ?!
E A SEL VAI REAGIR COMO??????
SOCORRO.
ALGUÉM ME AJUDAAAAA!
O que vocês acham que deve acontecer a partir de agora?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...