História The Servant - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Angusty, Boyxboy, Dor, Drama, Hatake, Itasui, Kakanaru, Kakashi, Naruto, Rei, Reino, Romance Gay, Sasuke, Sasunaru, Sasusaku, Servo, Shikanaru, Sofrimento, Traição, Uchiha, Uzumaki, Yaoi
Exibições 79
Palavras 843
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Finalmente consegui terminar de decidir o caráter da Sakura nessa história, e adivinhem...

N digo nada, leiam pra saber.

E só pra avisar que as aspas são para continuar as falas da mesma pessoa sem deixar o parágrafo grande demais.

Capítulo 6 - Haruno Sakura



- Tudo começou quando o Naru nasceu. - Era a primeira vez que eu ouvia o apelido daquele loiro oferecido saindo da boca de Sasuke. - O Naruto era uma criança frágil, doente, e seus pais não podiam pagar seu tratamento, então abandonaram ele e a irmã, Hinata, nas ruas da vila. Os aldeões não gostavam dos dois porque consideravam o Naruto uma criança amaldiçoada, por causa de suas doenças e as marquinhas que tem na bochecha.

- Nossa, que horrível! - Tentei parecer horrorizada, colocando a mão em minha boca e uma expressão de espanto em meu rosto. - Imagino o que ele não passou...

- Eu sei, é horrível, mas deixe-me continuar. - Estava entediada, mas acenei positivamente e ele continuou a contar a história. - Por anos Hinata procurou um modo de ajudar o irmão mais novo, mas todos se recusavam a dar-lhe dinheiro. Então ela passou a odiar o irmão e sua condição, culpando-o pelas dificuldades que passavam e pela fuga dos pais. Um dia ela encontrou uma solução para aquela situação: Naruto podia ser doente, mas era bonito e exótico, então resolveu que venderia seu corpo por comida. E ele aceitou.

" O único problema era que ela não alimentava ele com a comida que recebia, então sua condição foi piorando, até eu o encontrar. Naquele dia Itachi havia decidido me levar para um passeio na vila, para eu poder conhecer o reino que um dia seria meu por direito. Estávamos passando por um beco quando uma menina veio e nossa direção oferecendo o corpo do irmão em troca de um pouco de comida ou dinheiro. Eu fiquei surpreso e pedi para Hnata que me mostrasse o garoto. Quando eu vi Naruto, ele nem parecia ter 15 anos. Estava magro e pálido, seu corpo parecia não receber comida por dias."

" Eu fiquei assustado com o estado daquele menino tão bonito, e pedi ao meu irmão que me deixasse trazer ele para o castelo e fazer dele meu servo especial, e Itachi permitiu. No começo, Naruto não confiava em mim, e eu não o culpo por isso. Naquela época só se aproximavam dele para maltratarem-no. Mas com o tempo ele passou a confiar em mim, e foi ficando mais saudável, até que se curou de todas as doenças. Ele se tornou ainda mais bonito do que era, e eu me apaixonei."

" Não sei dizer quando aconteceu, mas em um momento ele se declarou para mim, e começamos uma relação confusa. Não eramos namorados, eramos algo mais parecido com amantes por benefício, mas isso se aprofundou, e se tornou muito mais do que uma relação de amantes. Eu passei a sentir a necessidade de ter Naruto ao meu lado, não conseguia dormir sem saber se ele estava bem. O que temos agora é muito forte, e por isso acho que ele ficou magoado quando eu disse que meu clã era o mais importante para mim, e que eu me casaria com você."

   - Nossa, agora eu entendo a preocupação dele. - Eu não acredito no que acabei de ouvir. 

   Sasuke ama o Naruto? 

Achei que seria fácil conquistar o Sasuke, mas me parece que eu tenho um rival amoroso. - Mas o que isso tem a ver com o clã ser mais importante? - indaguei.

   - Eu não acho que tenha lhe dito isto, mas Itachi não pode ter filhos, nem Shisui. Fora eles, eu sou o único Uchiha vivo, então sou eu quem há de manter a linhagem dos Uchihas. E como Naruto não pode ter filhos por ser um homem, preciso me casar com você, Sakura, mas já lhe expliquei esta parte.

  - Certamente. - Então Naruto está com ciúmes, hã? Acho que consigo separá-los se tiver um bom plano e a ajuda necessária. Não pode ser tão difícil assim. - Mas se ele te ama realmente, deveria entender não? Não acha que ele está sendo um pouco egoísta?

   - Eu não sei, Sakura. Sinto que estou colocando muita pressão encima do Naruto. Com tudo o que ele já sofreu, não acho que seja bom certo que ele aceite ficar ao meu lado enquanto tenho um filho com você.

   - Bem, eu não concordo com você. Acho que o amor verdadeira ultrapassa barreiras, e suporta de tudo, mas se é assim que você pensa, quem sou eu para dizer que você está errado? - Dei um sorriso, e ele me retribui com outro ainda mais bonito. Não aceito que alguém tão maravilhoso como Sasuke desperdice seu tempo precioso com um camponês miserável que não o merece. 

   - Obrigada por me ouvir, e por ser tão compreensiva com a situação. Como Naruto me disse, acho que você daria uma bela esposa. Pena que está presa com alguém como eu, não é?

   - Estou grata por este elogio, Sasuke. Agora vou me embora para que possa se trocar e descer para o jantar. - Fiz uma pequena reverência e saí do quarto.

   Naruto nem imagina que a mulher que ele elogiou irá roubar seu amado Sasuke.

  Vou tornar a vida dele um inferno.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...