História The Seven Doors -Imagine BTS - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~k-popliv

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags As Sete Portas, Bts, Chaves, Imagine, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mistério, Mundo Paralelo, Pingente, Rap Monster, Romance, Suga
Exibições 39
Palavras 1.502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim, gente, dois capítulos seguidos quase no mesmo dia! AAAAAAA
TO ANIMADA PRO QUE VAI ACONTECER NOS PRÓXIMOS CAPÍTULOS, ESPERO TBM ESTEJAM, SOCORRO <3

Boa leitura, minha gente linda '3'

Capítulo 6 - We Meet Again


Fanfic / Fanfiction The Seven Doors -Imagine BTS - Capítulo 6 - We Meet Again

Dou um pulo da cama ao ouvir o despertador tocar, assustada. Apenas o paro-o e me deito de novo, me embrulhando e cobrindo a cabeça. Logo, minha mãe abre a porta do quarto e grita meu nome. Será que é difícil ter paz nessa casa? Pelo amor de Deus.

Me levanto, a fitando. O mau humor era bem visível em meu rosto. Ando até ela que falava coisas que minha atenção não se prestava, pego a mão dela e a levo até a parte de fora do quarto e tranco a porta enquanto ela reclamava e reclamava.

Reviro os olhos respirando fundo e faço um pequeno chilique. Bufo e me direciono até o guarda-roupa pegando uma camiseta, uma calça jeans e meu all star vermelho. Prendo meu cabelo em um coque frouxo e lavo o rosto, passando um protetor solar, apenas. Desço meio sonolenta e vou até a cozinha, vendo uma mesa cheia e suculenta. -Dou de ombros e me sento, como o suficiente e me levanto. Pego a bolsa e espero meu padrasto descer para que me leve.

Uns cinco minutos depois, ele desce e vamos até o carro. Entro no mesmo, só que no banco de trás e vamos em direção ao colégio. Andamos o caminho todo em silêncio. Nenhum de nós direcionou a palavra ao outro.

Chegamos lá e eu apenas saio do carro sem ao menos dizer "tchau".

Já na sala, apenas me sento na minha carteira, que por coincidência, era a do canto da janela, a segunda. 

Coloco à mochila abaixo de meus pés e retiro da mesma cadernos, estojo e celular c um fone que coloco em meus ouvidos no volume máximo e apoio a cabeça sobre a mesa, fechando os olhos, já que ainda eram fucking sete da manhã.

[...]

Os outros alunos chegaram e sentaram em seus lugares. Em seguida, o professor chega e chama a atenção da turma. Parecia ter algo pra falar.

—Bom, turma... Temos um novo aluno e colega. Recebam-o bem e não o assustem! -ele ri fraco e olha pra porta que estava aberta. - Apresento a vocês o novo aluno, Park Jimin. 

Eu não escutava nada do que diziam e nem me importava. Eu estava cansada e com sono. Aquilo não faria a menor diferença na minha vida.

Então, um garoto entra de cabeça baixa e se posiciona ao lado do professor, levanta seu rosto e eu podia vê-lo perfeitamente. Se parecia muito com o garoto do parque. Tiro meus fones rapidamente e espero ele se pronunciar.

—Olá, eu sou Park Jimin. Espero que cuidem de mim. -ele sorri e o professor aponta um lugar atrás de mim fazendo com que ele se locomovesse até lá e se sentasse. Ele não pareceu me reconhecer, afinal, eu estava tentando esconder meu rosto o máximo que podia apenas com as mãos e sem chamar muita atenção. Mas por que eu fazia isso?!

Respirei fundo e apenas escorei novamente minha cabeça sobre a mesa colocando meus fones de volta enquanto fazia desenhos imaginários pela mesa.

As garotas pareciam estar bem atiradas. Elas olhavam pra ele como lobos famintos. Chegava a ser assustador, eu hein.

—Bom, já que todos aqui sabem que eu só trabalho com atividades em dupla, a dupla de Jimin terá que ser S/N, já que ela não tem dupla. Que azar, Jimin! -ele ri fraco me zoando. Apenas reviro os olhos já que não ouvia nada mas via que olhavam pra mim enquanto riam fraco.

Ele apenas deu de ombros, já que não sabia quem era S/N.

—Hum, e por falar em duplas e atividades, tenho uma logo de presente de começo de semestre. -todos os alunos resmungam- Acalmem-se. É até que fácil! É sobre as guerras. Tanto a primeira quanto a segunda. Eu quero isso no trabalho:

•Introdução;

•Quando aconteceu;

•Onde aconteceu;

•Por que aconteceu;

•Curiosidades;

•Conclusão.

—Anotem isso! Vão precisar das informações. Ah, e lembrando que vão poder me apresentar esse trabalho do modo que quiserem, isso vai da criatividade de cada dupla. -ele explica e todos bufam enquanto reviravam os olhos por já terem trabalho pra fazer e mal tínhamos voltado das férias.

—Ok, sem mas, vamos voltar a aula normal. Em que parte da explicação parei? Ah sim... -reviro os olhos, mais um trabalho pra fazer sozinha, que droga.

[...]

O sinal foi tocado e todos se levantavam para retirar-se. Então, peguei minha bolsa que supostamente estava aberta e desligo o celular o guardando em um lugar por ali, enquanto tirava o cabo do fone e o colocava sobre a mesa. Assim, quando fui pôr o fone dentro da bolsa, ele se enroscou na quina da mesa, então, eu deixo minha bolsa cair e tento desenroscar o fone, o que foi feito com êxito.

Bufo e me viro me abaixando até a minha bolsa e percebo meus cadernos espalhados pelo chão, e alguém, estava os juntando e assim os colocou em minha bolsa de volta.

—Ah, obrigada! Não precisava, mas já que fez questão.. -sorrio colocando meu fone em algum canto por lá e a fecho.

—Não tem de quê. Você deve ser S/N, certo?

—Ah, sim, é... -levanto minha cabeça me assustando com o que via. Era ele, o garoto do parque. Justo agora que eu estava tentando evita-lo de tal modo que nem mesmo eu sabia o por quê? Aish...

Ele pareceu surpreso ao me ver, mas isso logo se transformou em um belo sorriso simpático.

—Ah.. Então o seu nome é S/N? -ele continua a sorrir. -Bom saber que farei dupla com alguém que já conheço.

—Sim sim... -assenti e logo me viro de novo, assustada- Espera aí! Dupla? Que dupla? 

—Você não escutou? O professor nos disse pra fazermos dupla até o final do ano. E parece que já temos um trabalho a fazer. Cansativo, não é? -ele solta um risinho fofo e fraco ao mesmo tempo.

—Ah, sim.. na verdade, não. Eu não tinha escutado sobre isso. -sorrio forçada deviando o olhar.

—Enfim... Você tem algum tempo livre? Pra que a gente possa fazer esse trabalho? E discutir sobre o que cada um vai fazer? -ele pergunta, simpático.

—Hum.. não sei. Tenho que ver com minha mãe. Eu te aviso amanhã se tiver ou não. -sorrio fraco ainda desviando o olhar e assentindo.

—Ok então. -ele balança a cabeça e nós nos levantamos. - Você, mora por aqui perto? -ele pergunta, descontraído.

—Hum, na verdade não sei. O cara casado com minha mãe que me traz. -bufo.

—Seu padrasto? -ele ri fraco.

—Eu prefiro o outro termo, mas se quiser chamar assim, tudo bem. -rio fraco.

Então, fomos andando até a saída sobre coisas aleatórias e mesquinhas até que vejo o carro de meu padrasto estacionado por ali.

—Acho que tenho que ir. -aponto com a cabeça pro carro- Tchau! Até amanhã... -aponto pra ele entortando a cabeça, esperando que ele dissesse seu nome, afinal, eu nao havia escutado por conta da música alta.

—Jimin! -ele ri. 

—Isso! Até amanhã, Jimin! -aceno e sorrio andando até o carro. Entro no mesmo e fico calada como toda vez.

—Quem era aquele? -meu padrasto pergunta, olhando pra fora do carro justamente pro canto onde Jimin estava.

—Um aluno novo que vai ter que fazer um trabalho comigo. -dou de ombros, séria.

—Conheço ele de algum lugar... - ele parecia pensar um pouco- Já sei! Ele foi fotógrafo da festa de sua prima! -ele estala os dedos, enquanto eu ficava boquiaberta. Então aquela festa em que ele foi contratado era a festa da minha prima?! Aish... 

Jogo minha cabeça pra trás. Eu estava cansada de viver. 

—Sério?! Que legal. -falo, fingindo estar totalmente desinteressada.

—Devo contratá-lo para tirar algumas fotos de nossa família? - Ah não. Isso já era demais. Família? Que família? Ah, por favor.

—Não, não, você pode procurar fotógrafos melh...

—Amanhã eu falo com ele sobre isso, afinal, aqueles quadors da sala e dks quartos precisam ser mudados. -ele sorri e começa a dirigir. Ah, eu merecia. Eu merecia.

-Dia seguinte-

Novamente, o sinal de ir embora se tocou e evjtei falar com Jimin pra ir embora logo e aquela história de fotos estar cancelada, mas falhei miserávelmente quando fui até lá fora e vi meu padrasto conversando com ele. Me aproximo devagar e faço uma careta incomum, eu estava realmente indignada.

—Oh, S/N, está aqui. Já agendei um dia com ele, então depois das fotos, vocês podem fazer o trabalho de vocês durante o resto da semana. -ele falando assim comigo? Milagre, talvez? Estava tão calmo que chegava a assustar.

Assim que mencionado meu nome, Jimin olha pra trás e me vendo, ri surpreso negando com a cabeça e abaixando a mesma.

Olho pra ele e bufo.

—Ta, tá! Vamos logo embora, por favor! -reviro os olhos entro no carro rápido, vendo a "incrível" ceninha dos dois se despedindo formalmente e meu padrasto entra no carro enquanto Jimin tomava seu caminho pra casa.

Ah, minha vida não podia piorar. Isso seria muito embaraçoso. Imagina, minha mãe me colocar pra usar aqueles vestidos de menininha rosinha. Ah, seria totalmente vergonhoso. Hmm... Mas por que eu estou me importando com isso? Ah.. S/N, não! Acorda, seje você e continue sem se importar com nada. Isso! 

Esse dia... Apesar de falar que não me importo sobre isso, eu não queria que ele chegasse. O que fazer, Ah?!


Notas Finais


Gente do céu, a S/N pode não estar animada pra esse dia, mas eu tô animadíssima, socorro kkkkkkk <3 (aquela carinha)

Enfim, galera, foi isso. Espero que tenham gostado, deixem aqui o que acharam e divulguem pros amiguinhos.

Um kissu na bochecha e até o próximo capítulo '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...