História The Sisters! - Capítulo 54


Escrita por: ~ e ~Gi_Jauregui00

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camila, Camren G!p, Lauren
Exibições 380
Palavras 1.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa não ter postado ontem, imprevistos aconteceram!
Ignorem os erros!

Capítulo 54 - 54


Subimos para o nosso quarto e tomamos um banho antes de nos deitarmos em nossa cama, Camila se aconchega em meu peito, e eu dou um beijo em sua testa.

_Lauren – cinco minutos depois de termos deitado Camila me chama

_Oi ? – digo

_Me desc...

_Camz eu já disse que não tem por que pedir desculpas, okay

_Eu te amo – ela diz se levantando e me encarando

_Eu te amo mais – ela sorri e me beija

No começo era só um selinho mas a mesma aproveita para transformá-lo em um beijo, quente e rápido, em questão de segundo ela já está em cima de mim me beijando, minhas mãos passeiam por seu corpo enquanto nossas línguas travam uma batalha.

Inverto nossas posições ficando por cima, e retiro sua camiseta, seus seios já estavam intumescidos, sorrio com isso e começo a dar atenção a eles, chupava, lambia e mordia seus seio esquerdo e massageava o outro.

_Ah Lauren – Camila geme quando dou uma sugada forte

Não demoro muito em seus seios, e faço uma trilha de beijos até a barra de  sua calcinha, me livro daquela peça inútil, logo contemplando sua boceta, começo a chupá-la enquanto Camila gemia baixinho, meu membro já estava mais do que duro dentro da cueca, penetro um dedo em Camila e ela geme alto com a surpresa.

_Hmmm, Laur – Camila geme

Percebo que logo ela iria gozar então paro com os movimentos e a mesma me fuzila com os olhos.

_Você vai gozar comigo dentro de você baby, mas não agora – digo e ela quase me bate _Que tal a gente brincar um pouco – digo e vejo ela franzir o cenho

_Com o que ?

_Feche os olhos – peço

      Point Of View’s Camila

Lauren me pede para fechar os olhos e assim eu faço, tudo que eu escuto é o silêncio no quarto, até eu sentir a cama afundar ao meu lado.

_Pode abrir – e assim eu faço a olhando ela estava com uma caneta na mão, bom eu acho né _Isso não é uma caneta – ela diz antes mesmo que eu pergunta

_É o que então ?

_Um plugue anal – ela diz e eu arregalo os olhos _Mas eu não vou usá-lo no seu anus relaxa – ela diz

Ela se abaixa e fica de frente para minha intimidade, ela separa meus grandes lábios com a ponta dos dedos e logo sinto algo gelado em contato com a mesma, ela aperta a “caneta” e logo a mesma começa a vibrar, e me excitar novamente, Lauren sobe e me beija sem tirar a caneta/vibrador de dentro de mim, e começa a fazer movimentos de vai e vem me deixando louca, como é possível um objeto tão pequeno nos excitar tanto.

_Ta gostoso Camz ? – ela ainda pergunta

_Uhumm, hmmm – mordo meu lábio inferior para reprimir o gemido

_Olha Camz como entra fácil – ela diz e eu elevo meu corpo para olhar

_Ahh – estava quase gozando quando Lauren retira o vibrador, ela quer me matar só pode, o segundo orgasmo que ela não deixa acontecer

_Vou comer você agora. Pode gozar – murmura ela

O quê ? Como se eu tivesse escolha.

E ela está dentro de mim, rapidamente me preenchendo com todo seu comprimento. Solto um gemido forte, ela se mexe me penetrando com força, um ritmo rápido e excitante, como só ela sabe fazer. A sensação é bastante intensa, dura e alucinante. Meus sentidos estão devastados, desligados, concentrados apenas no que ela fazia comigo. Sinto meu orgasmo se aproximar cada vez mais rápido. DROGA... agora não, e meu corpo traiçoeiro explode num orgasmo intenso e violento.

_Ah, Camila ! – ela grita ao gozar, segurando-me ali ao se derramar em mim. Ela desaba, arfando alto ao meu lado, e me puxa para cima de si.

Focamos deitadas, as duas ofegantes, querendo que nossa respiração se estabilize, ela afaga meu cabelo e então caio no sono, por conta da exaustão.

                   Point Of View’s Normani

Cinco anos já se passaram e eu ainda amo Dinah com todas as forças existentes em mim, porém sua possessividade é algo com que eu não consigo lidar, ela sempre foi de boa na frente de todos porém se algo saísse do seu “controle”, a gente já brigava por seu ciúmes, só faltava ela me bater, eu amo ela mais isso eu não posso aceitar, eu não posso conviver com alguém que eu não sei quando vai explodir, tenho certeza que Lauren não sabe disso, pois se não daria um sermão pra mesma.

Estava assistindo Grey’s Anatomy quando escuto a campainha tocar, quem deve ser a essa hora da noite, merda, me levanto e vou até a porta olhando pelo olho mágico, e vejo Dinah parada ali com a cabeça baixa, vai começar tudo de novo.

_O que faz aqui ? – pergunto ao abrir a porta. Ela me olha e posso ver seu olho roxo e algumas marcas no seu rosto, na hora me dá um aperto no coração _Quem fez isso com você ? – pergunto preocupada

_Isso, não é nada – ela diz e me olha dentro dos olhos _Mani eu sei que eu errei muito com você, mas eu te amo, eu sei que fui uma tremenda babaca, mas poxa se passaram cinco anos, e nesses cinco anos tem um buraco no meu coração que não se fecha, eu não consigo viver sem você – ela da uma pausa já chorando _Eu fui idiota, eu sou idiota, e te perdi por idiotice, mas eu to aqui, eu reconheci meu erro,por favor me perdoa, eu te amo, me dá mais uma chance, eu mudei, eu...

_Dinah, eu n~...

_Por favor Mani, deixa eu te mostrar que eu mudei, por favor, eu não vou te decepcionar – ela diz sem desviar o contato visual então eu o faço

_Dinah, eu não sei, eu não quero de dar outra chance e você cagar com tudo ta legal, eu... eu preciso pensar – digo sem olhá-la, por que na verdade minha vontade agora era de agarrá-la ali mesmo

_Por favor Mani, me deixa provar pra você isso – ela diz

_Ta bom, mas não pense que será tão fácil assim, você vai ter que provar e me reconquistar – digo

_Você não irá se arrepender – ela sorri

_Agora entra e me deixa ver isso aí – digo e ela assente entrando


Notas Finais


Aprovado?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...