História The Sluts Of New Orleães - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amanda Seyfried, Amber Heard, Chris Wood, Holland Roden, Ian Harding, Ian Somerhalder, Julianne Hough, Megan Fox
Personagens Amanda Seyfried, Chris Wood, Holland Roden, Megan Fox
Tags Briga, Drama, Sobrenatural, Suspence, Terror
Visualizações 0
Palavras 887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá espero que curtam

Capítulo 1 - O começo


Fanfic / Fanfiction The Sluts Of New Orleães - Capítulo 1 - O começo

*Savanna*

Pesadelos sonhos seja lá que for anda me atormentando por anos, aquele mesmo pesadelo onde corria por uma rua escura algo que me dava muito medo me seguia e me matava logo em seguida, agora exatamente 02:13 da madrugada estava ainda acordada sem um pingo de sono Claro, Alicia e Aurora ficavam comigo conversando sobre diversas coisas aleatórias, e sobre meninos bom eu já não curtia muito o assunto por gostar de mulheres coisa que só aurora sabia pois ela gostava dos dois sexo, tínhamos um pequeno relacionamento as escondidas, deixávamos Alicia pensar que gostávamos do Dylan e o Ian bom ela gostava do Caleb e se pegava com ele, 

Whats grupo 

*Meninas*

-Meu deus aquele professor novo sai de baixo (Alicia) 

-Ahh não vai me falar que gosta do Professor novo alicia (Savanna) 

-Ela já gosta ta na casa Sav (Aurora) 

-Claro o professor é um gostoso vai me falar que não gostaram dele Kkkkk (Alicia) 

-Ele e velho credoo (Aurora) 

-Concordo com a Aurora (Savanna) 

Rimos descontroladamente, depois de cerca de umas meia hora dei tchau pras meninas, desliguei meu celular quando ouço barulho vindo da Janela ergo uma sombrancelha caminho até a mesma, vendo Ian ali abro a janela o olho

-Oque você tá fazendo aqui a essas horas Ian ta louco-Fui grossa

-Ahhh eu vim te ver deixa eu subir vai-disse fazendo bico-e rápido so quero conversar

-Ta Ian sobe logo-bufei vejo ele subir rápidamente sorriu

-Oi gatinha-Me deu um selinho e logo foi me beijando me empurrando contra a cama

-Ian não-Tentei não retribuir o beijo mas foi mais forte que eu acabei retribuindo passei minhas mãos em volta de seu pescoço ele me beijava com vontade e intensidade, tiro sua jaqueta jogando pra la

-Seus pais não estão?-perguntou ele

-Não agora cala a boca-Subo em cima dele e rebolei por cima de seu membro sentindo minha intimidade molhada-Que seja rapido-murmurei desabotou sua calça tiro jogo pra lá o mesmo tira meu shorts juntamente a calcinha........ 


*Já de manhã*

Tava dormindo ian tinha ido embora depois de nossa pequena transa, tava dormindo quando sinto os raios solares do sol baterem contra minha cara Bufei droga já e sábado e iria sair com as minhas amigas, levantei correndo me arrumei as peças e saiu correndo do quarto desço saiu de casa, e sigo até a Lanchonete minhas amigas estariam me esperando lá assim que cheguei vejo elas duas vindo sorriu

-Depois eu que sou a atrasada ne-Rio comprimento as duas com beijo no rosto

-Ahhh acordei tarde olha a hora que a gente foi dormir-Disse alicia rindo 

-Verdade eu ainda tive que estuda pra prova de segunda-Murmuro aurora fazendo uma careta

Bom entramos na lanchonete e pedimos nosso lanche de sempre pagamos pegamos e saímos fomos conversando pelo caminho sobre a escola e tala tínhamos vários assuntos pendentes, até nos darmos contas ou sentir que estávamos sendo seguidas olho pra trás e não víamos ninguém logo alargamos os passos e o pressentimento crescia. Num golpe so vi minhas amigas serem apagadas logo a mim a mesma coisa fui apagada caindo no chão depois disso não lembro de mais nada, acordei com minhas amigas presas em uma cadeira juntamente a mim me remexi

-Sav não tente nada-Sussurro Alicia pude perceber sua voz de choro

-Merda quero sair daqui-Gritou Aurora num tom desesperado

Quando vimos uma bota preta subimos olhando aquela figura toda de preta era um homem que nos encarava atentamente seus olhos eram azuis-Cinzentos olhos penetrantes, engulo um  seco ao repara Oque tinha em sua mão isso mesmo uma faca, ele suspirava fortemente dava medo deixei uma lágrima cair

-Belas, fiz uma bela escolha-Disse o cara com sua voz rouca ando em nossa volta parecia nos avaliar-Perfeitas

-Oque você quer com a gente idiota-grunho num tom ameaçador

-Hum logo verá querida logo verão e irão me agradecer-Murmuro o cara de preto 

Ficamos sozinha o dia todo ea noite toda ja era tarde de domingo estavamos morrendo de fome suspiramos até vermos dois caras o de ontem e mais um. Mas esse era diferente seus olhos eram vermelho pude perceber seu pescoço sujo de sangue aquilo me aterrorizo

-Então são essas Sebastian?-Murmuro o cara nos avaliando

-Sim senhor-Assentiu sesbatian até que o outro cara bate palmas sorrindo satisfeito

-Ótimo o processo vai ser doloroso Sebastian ja sabe que fazer-vejo ele morder o pulso colocar sangue numa vasilha juntamente a verbena, Mata logo e logo recita algumas palavras que não conseguia compreender aquilo demoro cerca de duas horas ou mais quando veio em nossa direção primeiro forço a alicia beber depois a Aurora e por final eu que acabei bebendo por medo, quando o mesmo recita algumas palavras que não compreendia fazendo assim apagarmos 

******************************************

Era de madrugada acordamos todas juntas suando frio a esse ponto estávamos soltas na rua num beco, senti uma sede incontrolável 

-Oque aconteceu-Ouvi o murmurar de Aurora. 

-Também quero saber essa sede-Murmurei quando vi três garotas sinto o sangue delas correndo pela veia assim numa velocidade sobrenatural sem saber o por que atacamos aquelas meninas inocentes a matando. Foi bom muito bom o sangue delas sorriu de canto

-me sinto forte-olho elas sorriu e saímos andando daquele beco sem algum remorso por termos matados aquelas meninas, já era de manha estamos totalmente diferente podíamos dizer que estávamos até mas sexy nosso corpo nossos olhos nossa maneira de pensar aquilo era novo pra mim mas não com devo negar que isso tá sendo fantástico 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...